Veja como ficou a Seleção das Estatísticas do Brasileirão 2018 após as partidas do fim de semana



Ricardo Oliveira é o maior finalizador do Brasileiro (Foto: Fernando Michel/Freelancer)

– COMO FUNCIONA:

Após cada bloco de jogos, o Blog Números da Bola traz a atualização da Seleção das Estatísticas do campeonato. Usando dados do Footstats, o blog monta um selecionado com os atletas que lideram as principais estatísticas da competição.

No gol, por exemplo, fica com a camisa 1 o goleiro que tiver realizado a maior quantidade de defesas difíceis. Quando dois ou mais empatarem, a segunda estatística analisada será os gols sofridos.

O time montado após as rodadas levará em conta as estatísticas gerais do Campeonato Brasileiro e não apenas a do último jogo. A ideia não é montar a equipe supostamente ideal, mas sim destacar os jogadores com os melhores números em suas posições – em volume. Por conta disso, diversos fundamentos entram como prioritários.

No gol, o camisa 1 com mais defesas difíceis. Nas laterais, os maiores cruzadores. Na defesa, o que mais rebate bolas e o zagueiro que mais desarma. No meio, um volante que rouba bolas, outro que vira o jogo, um meia garçom e outro que cria. Na frente, um atacante goleador e outro finalizador. Como 12º jogador, o principal driblador.

– Estatísticas utilizadas para a escolha de cada jogador:

1 – Goleiro – +defesas difíceis/-gols sofridos/+ lançamentos certos
2 – Lateral – +cruzamentos certos/+desarmes/+assistências para finalização
3 – Zagueiro – +rebatidas/+desarmes/+gols marcados
4 – Zagueiro – +desarmes/+ rebatidas/+gols marcados
5 – Volante/meia – +desarmes/+passes certos/+assistências para finalização
6 – Lateral – +cruzamentos certos/+desarmes/+assistências para finalização
7 – Meia – +assistências para finalização/+assistências para gols/+gols/+ finalizações certas
8 – Volante/Meia – +inversões de jogo corretas/+desarmes/+passes certos
9 – Centroavante – +gols/+finalizações certas/+assistências para finalização/+ desarmes
10 – Meia – +assistências para gols/+gols/assistências para finalizações/+ dribles
11 – Meia/Atacante – + finalizações certas/+gols/+assistências para finalização
12º jogador – + dribles/+finalizações certas/+assistências para finalização/+gols

Veja como está a Seleção das Estatísticas do Brasileirão 2018:
– Em negrito, os jogadores que entraram na Seleção na última atualização; veja aqui quem saiu

1 – Santos – Atlético-PR – 26 defesas difíceis/26 gols sofridos/129 lançamentos certos
2 – Eduardo – Chapecoense – 26 cruzamentos certos/31 desarmes/23 assistências para finalização
3 – Messias – América-MG – 206 rebatidas/29 desarmes/1 gol
4 – Victor Cuesta – Internacional – 50 desarmes/132 rebatidas/2 gols
5 – Gregore – Bahia – 79 desarmes/1114 passes certos/14 assistências para finalização
6 – Dodô – Santos – 30 cruzamentos certos/52 desarmes/29 assistências para finalização
7 – Nenê – São Paulo – 52 assistências para finalização/4 assistências pra gol/8 gols/21 finalizações certas
8 – Vinícius – Bahia – 27 viradas de jogo/12 desarmes/611 passes certos
9 – Gabigol – Santos – 13 gols/27 finalizações certas/24 assistências para finalização/20 desarmes
10 – Dudu – Palmeiras – 8 assistências para gol/4 gols/32 assistências para finalização/12 dribles
11 – Ricardo Oliveira – Atlético-MG – 36 finalizações certas/11 gols/31 assistências para finalização
12º jogador – Everton – Grêmio – 37 dribles/27 finalizações certas/17 assistências para finalização/8 gols



MaisRecentes

Veja como ficou a Seleção das Estatísticas do Brasileirão 2018 após a 33ª rodada



Continue Lendo

Volante do Bahia é o primeiro a ultrapassar a marca dos 100 desarmes no Brasileiro



Continue Lendo

Martin Silva tem uma das piores médias de defesas difíceis do Brasileirão



Continue Lendo