Veja como ficou a Seleção das Estatísticas da Copa do Brasil 2018 após as quartas de final



Antônio Carlos é o líder em rebatidas defensivas (Foto: Luis Moura/WPP)

– COMO FUNCIONA:

Após cada bloco de jogos, o Blog Números da Bola traz a atualização da Seleção das Estatísticas do campeonato. Usando dados do Footstats, o blog monta um selecionado com os atletas que lideram as principais estatísticas da competição.

No gol, por exemplo, fica com a camisa 1 o goleiro que tiver realizado a maior quantidade de defesas difíceis. Quando dois ou mais empatarem, a segunda estatística analisada será a dos gols sofridos.

O time montado após as rodadas levará em conta as estatísticas gerais da Copa do Brasil, e não apenas a do último jogo. A ideia não é montar a equipe supostamente ideal, mas sim destacar os jogadores com os melhores números em suas posições – em volume. Por conta disso, diversos fundamentos entram como prioritários.

No gol, o camisa 1 com mais defesas difíceis. Nas laterais, os maiores cruzadores. Na defesa, o que mais rebate bolas e o zagueiro que mais desarma. No meio, um volante que rouba bolas, outro que vira o jogo, um meia garçom e outro que cria. Na frente, um atacante goleador e outro finalizador. Como 12º jogador, o principal driblador.

– Estatísticas utilizadas para a escolha de cada jogador:

1 – Goleiro – +defesas difíceis/-gols sofridos/+ lançamentos certos
2 – Lateral – +cruzamentos certos/+desarmes/+assistências para finalização
3 – Zagueiro – +rebatidas/+desarmes/+gols marcados
4 – Zagueiro – +desarmes/+ rebatidas/+gols marcados
5 – Volante/meia – +desarmes/+passes certos/+assistências para finalização
6 – Lateral – +cruzamentos certos/+desarmes/+assistências para finalização
7 – Meia – +assistências para finalização/+assistências para gols/+gols/+ finalizações certas
8 – Volante/Meia – +inversões de jogo corretas/+desarmes/+passes certos
9 – Centroavante – +gols/+finalizações certas/+assistências para finalização
10 – Meia – +assistências para gols/+gols/assistências para finalizações/+ dribles
11 – Meia/Atacante – + finalizações certas/+gols/+assistências para finalização
12º jogador – + dribles/+finalizações certas/+assistências para finalização/+gols

Veja como está a Seleção das Estatísticas da Copa do Brasil 2018:
– Em negrito, os jogadores que entraram na Seleção na última atualização; veja aqui quem saiu

1 – Vanderlei – Santos – 7 defesas difíceis/5 gols sofridos/8 lançamentos certos
2 – Gilberto – Fluminense – 5 cruzamentos certos/6 desarmes/3 assistências para finalização
3 – Antônio Carlos – Palmeiras – 46 rebatidas/3 desarmes/0 gols
4 – Victor Cuesta – Internacional – 11 desarmes/24 rebatidas/0 gols
5 – Patrick – Internacional – 16 desarmes/198 passes certos/9 assistências para finalização
6 – Carleto – Atlético-PR – 18 cruzamentos certos/6 desarmes/8 assistências para finalização
7 – D’Alessandro – Internacional – 15 assistências para finalização/1 assistência pra gol/2 gols/6 finalizações certas
8 – Jucilei – São Paulo – 6 viradas de jogo/12 desarmes/267 passes certos
9 – Gabigol – Santos – 4 gols/5 finalizações certas/2 assistências para finalização
10 – Otero – Atlético-MG – 3 assistências para gol/3 gols/8 assistências para finalização/2 dribles
11 – Ricardo Oliveira – Atlético-MG – 11 finalizações certas/3 gol/3 assistências para finalização
12º jogador – Romero – Corinthians – 6 dribles/7 finalizações certas/5 assistências para finalização/3 gols

Obs: Algumas partidas das fases iniciais da competição não tiveram seus scouts computados, portanto, seus números não entraram no levantamento.



MaisRecentes

Patrick aparece novamente na Seleção das Estatísticas do Brasileirão 2018



Continue Lendo

Maxi López fica perto do top 20 dos maiores artilheiros estrangeiros da história do Brasileirão



Continue Lendo

Olho nele: Michael, atacante do Goiás



Continue Lendo