Sem Diego, Guerrero assume o papel de garçom no Flamengo



Guerrero tem sido um dos destaques do Flamengo em 2017 (Foto: Wagner Assis)

Guerrero tem sido um dos destaques do Flamengo em 2017 (Foto: Wagner Assis)

Com outra grande atuação, desta vez contra o Fluminense, Guerrero reafirmou sua grande fase com a camisa do Flamengo. Mesmo sem marcar, o centroavante foi um dos destaques na vitória do seu time no primeiro jogo da decisão do Campeonato Carioca – 1 a 0, gol de Everton -, assim como também havia sido contra Botafogo e Atlético Paranaense.

Sem Diego nestes três jogos, o peruano vem atuando de forma diferente, mais distante da área. Sem a bola, é o homem mais avançado. Com ela, entretanto, é quem faz a parede, ainda na intermediária, para o avanço dos pontas e a penetração dos meias. E tem dado certo.

Ajudando na criação, o camisa 9 dobrou seu número de assistências para finalização desde que o meia teve que deixar a equipe em razão de uma lesão no joelho. Com Diego, Guerrero deu 17 assistências em 11 partidas. Sem, foram 10 em apenas três jogos.

A média que era de 1,54 por duelo subiu para 3,33.

Contra o Flu, por exemplo, o atacante bateu seu recorde de passes certos no Carioca, 23 de 28, de acordo com o Footstats,  o que demonstra sua maior participação em campo, e também de assistências para seus companheiros arrematarem: quatro, mesmo número que havia conseguido contra o Furacão, pela Libertadores. Estas são suas melhores marcas neste fundamento na temporada.

À esquerda, o mapa de calor de Guerrero no Fla-Flu da Taça Guanabara, menos participativo e trabalhando mais próximo da área. À direita, o mapa de calor do Fla-Flu deste domingo, praticamente sem entrar na área, com seu jogo quase todo concentrado na linha intermediária e até com retornos atrás da linha do meio-campo (Foto: Footstats)

À esquerda, o mapa de calor de Guerrero no Fla-Flu da Taça Guanabara, menos participativo e trabalhando mais próximo da área. À direita, o mapa de calor do Fla-Flu deste domingo, praticamente sem entrar na área, com seu jogo quase todo concentrado na linha intermediária, com mais posse de bola e com retornos até a linha do meio-campo (Foto: Footstats)

NÚMEROS DE GUERRERO NA CRIAÇÃO
– Dados Footstats (Carioca e Libertadores)

Antes da lesão de Diego: 17 assistências em 11 jogos
Depois da lesão de Diego: 10 assistências em 3 jogos



  • Claudio

    A fase do Guerrero está melhor que muitos atacantes por aí, só espero que continue assim; pq tem sido fundamental para as vitórias do CRF.

    SRN!

  • FGomes

    Excelente análise e ótimo uso do mapa do footstats! Mais textos assim, Lance! A concorrência não sabe fazer uso das estatísticas!

  • Bira Fogão

    É paradoxal; mas o urubu melhorou muito taticamente com a ausência do Diego. Até o próprio Guerrero melhorou com isso. Coisas do futebol.

    SAN !

  • corotudo

    Acertado comentario, Flamengo sera Campeon Carioca el domingo, saludos torcedores Flamengistas desde Elizabeth NJ. USA.

MaisRecentes

Vasco tem bom retrospecto como visitante contra o Sport



Continue Lendo

Dybala iguala marca de Nedved na Juventus



Continue Lendo

William Pottker entra na Seleção das Estatísticas da Série B 2017



Continue Lendo