Seleção Brasileira tenta encerrar jejum em La Paz



Brasil não vence em La Paz desde o título da Copa América de 97 (Foto: CBF)

Brasil não vence em La Paz desde o título da Copa América de 97 (Foto: CBF)

Quem tem mais de 30 anos e acompanha a Seleção Brasileira certamente se recorda do nome de ‘El Diablo’ Etcheverry. O atacante boliviano foi o autor de um dos gols da vitória por 2 a 0 de sua seleção contra o Brasil, em 93, em partida disputada em La Paz – Peña fez o segundo.

Foi a primeira derrota brasileira na história das Eliminatórias da Copa do Mundo.

Desde então, enfrentar a Bolívia na altitude do Estádio Hernando Siles – 3,6 mil metros acima do nível do mar – se tornou sinônimo de dificuldade. Em quatro partidas, a Seleção venceu apenas uma – 3 a 1, em 97, com gols de Edmundo, Ronaldo e Zé Roberto, na final da Copa América -, perdeu duas e empatou outra.

Um aproveitamento bem inferior ao de mandante, onde ganhou oito dos dez jogos que realizou e não foi derrotado nenhuma vez.

Já são três partidas seguidas sem vitórias em La Paz: duas derrotas e um empate. No último encontro, em 2010, triunfo dos donos da casa por 2 a 1. Nilmar marcou para o Brasil. Dos convocados de Tite para o duelo desta quinta-feira, apenas Daniel Alves, Miranda e Diego Tardelli estiveram em campo.

O retrospecto recente ruim na altitude, porém, não tira o favoritismo brasileiro. Segundo o site OddsShark.com/br, a vitória da Seleção é o resultado predileto dos apostadores nas casas esportivas, pagando R$ 1,85 para cada R$ 1,00 investido pelo acertador, caso ocorra.

Por outro lado, um êxito boliviano, tido como zebra, quadruplicará o dinheiro apostado, dando um lucro de 300%.

Confira todas as cotações das Eliminatórias em OddsShark.com/br.



MaisRecentes

Números da Bola ganha novo espaço no LANCE!



Continue Lendo

Cristiano Ronaldo atinge seu primeiro recorde na Itália



Continue Lendo

Fluminense traz Fernando Diniz mas perde seus maiores passadores



Continue Lendo