Roger, o novo ‘Rei do Rio’



Roger marcou duas vezes contra o Flamengo (Foto: Jorge Rodrigues/Eleven)

Metade dos gols de Roger pelo Botafogo foram em clássicos (Foto: Jorge Rodrigues/Eleven)

Romário, Renato Gaúcho, Edmundo, Gaúcho, Valdir, Ézio, Túlio, Jardel…

A briga pela artilharia do Rio de Janeiro na década de 90 era bem disputada. Goleadores de Botafogo, Flamengo, Fluminense e Vasco concorriam pelo título simbólico de ‘Rei do Rio’ e mexiam com a cidade.

Cerca de 20 anos depois, o cenário é outro. O Estadual já não tem o mesmo charme, mas a rivalidade entre os clubes segue forte. E a pontaria dos atacantes também. Principalmente a de Roger, do Botafogo.

Neste domingo, o camisa 9 alvinegro marcou os dois gols da vitória sobre o Flamengo, por 2 a 0, e chegou aos oito tentos marcados em clássicos em menos de nove meses atuando pelo Glorioso. A marca é igual do peruano Guerrero, porém, com uma média muito superior.

Roger precisou de apenas 10 clássicos para balançar as redes oito vezes, enquanto que o artilheiro rubro-negro atuou em 24.

Além disso, mesmo com pouco tempo de clube, Roger é, entre os quatro centroavantes titulares dos grandes do Rio, o único a ter marcado contra os três rivais: três vezes contra o Flamengo, três sobre o Fluminense e outras duas contra o Vasco.

ROGER EM CLÁSSICOS PELO BOTAFOGO

Contra o Vasco: 2 jogos e 2 gols
Contra o Fluminense: 2 jogos e 3 gols
Contra o Flamengo: 6 jogos e 3 gols
Total: 10 jogos e 8 gols

GUERRERO EM CLÁSSICOS PELO FLAMENGO

Contra o Vasco: 9 jogos e 0 gols
Contra o Fluminense: 7 jogos e 4 gols
Contra o Botafogo: 8 jogos e 4 gols
Total: 24 jogos e 8 gols

HENRIQUE DOURADO EM CLÁSSICOS PELO FLUMINENSE

Contra o Vasco: 3 jogos e 3 gols
Contra o Flamengo: 6 jogos e 3 gols
Contra o Fluminense: 1 jogo e 0 gols
Total: 10 jogos e 6 gols

LUIS FABIANO EM CLÁSSICOS PELO VASCO

Contra o Flamengo: 2 jogos e 0 gols
Contra o Fluminense: 2 jogos e 1 gol
Contra o Botafogo: 3 jogos e 1 gol
Total: 7 jogos e 2 gols



  • Jorge Luis

    Isso sim é um verdadeiro centroavante, desde o Dodô que não tínhamos um matador no ataque, espero que agora a torcida finalmente reconheça nosso atacante matador e artilheiro que está rumo a quebrar sua escrita de 22 gols no ano pela Ponte Preta ano passado e espero que faça ainda muitos gols este ano. Saudações Gloriosas Botafoguenses, pois alvinegras e preto e brancas existem várias.

MaisRecentes

Dybala iguala marca de Nedved na Juventus



Continue Lendo

William Pottker entra na Seleção das Estatísticas da Série B 2017



Continue Lendo

Seleção das Estatísticas do Brasileirão 2017 tem duas mudanças na defesa



Continue Lendo