River Plate pode quebrar ‘invencibilidade’ brasileira no Mundial de Clubes da Fifa



River enfrentará o Barcelona na final (Foto: Kazuhiro Nogi/AFP)

River enfrentará o Barcelona na final (Foto: Kazuhiro Nogi/AFP)

Onze edições disputadas e nove clubes campeões, de cinco diferentes países. Desde que o Mundial de Clubes passou a ser organizado pela Fifa, com a primeira realização no atual modelo acontecendo em 2000, apenas uma coisa nunca mudou: o time campeão sempre teve um jogador brasileiro em sua equipe.

Neste domingo, o River Plate terá a oportunidade de se sagrar campeão do mundo e encerrar a ‘invencibilidade’ dos atletas do Brasil na competição. O clube argentino não possui nenhum ‘brazuca’ em seu elenco e pode ser o primeiro a levantar a taça desta maneira. Porém, caso o Barcelona, de Daniel Alves, Neymar, Adriano e Douglas, vença o duelo, mais uma vez a bandeira verde e amarela estará presente na conquista.

Na história do formato atual do torneio, sob comando da entidade máxima do futebol, apenas o Brasil teve jogadores presentes em todas as conquistas. Hegemonia que só poderá ser encerrada, este ano, pelo River.

JOGADORES BRASILEIROS QUE VENCERAM O MUNDIAL DE CLUBES DA FIFA*:
* Considerando titulares e  reservas

2014 – Marcelo – Real Madrid-ESP
2013 – Dante e Rafinha – Bayern de Munique-ALE
2012 – Cássio, Alessandro, Chicão, Ralf, Fábio Santos, Paulinho, Emerson, Paulo André, Danilo, Jorge Henrique, Júlio César, Danilo Fernandes, Wallace, Douglas, Anderson Polga, Willian Arão, Edenílson, Guilherme, Felipe, Giovanni e Romarinho – Corinthians-BRA
2011 – Daniel Alves, Adriano e Maxwell – Barcelona-ESP
2010 – Júlio César, Lúcio e Maicon – Inter de Milão-ITA
2009 – Daniel Alves e Maxwell – Barcelona-ESP
2008 – Anderson e Rafael – Manchester United-ING
2007 – Dida, Kaká, Cafú, Emerson e Serginho – Milan-ITA
2006 – Clemer, Ceará, Índio, Fabiano Eller, Wellington Monteiro, Alex, Edinho, Fernandão, Iarley, Alexandre Pato, Rubens Cardoso, Renan, Edigle, Fabinho, Adriano Gabiru, Luis Adriano, Léo, Perdigão, Élder Granja, Marcelo e Michel – Internacional-BRA
2005 – Rogério Ceni, Cicinho, Fabão, Ecarlos, Júnior, Mineiro, Josué, Danilo, Amoroso, Aloísio, Grafite, Christian, Alex, Denílson, Fábio Santos, Renan, Flávio Donizete, Thiago Ribeiro, Richarlyson, Souza, Bosco e Flávio Kretzer – São Paulo-BRA
2004 – Não houve disputa
2003 – Não houve disputa
2002 – Não houve disputa
2001 – Não houve disputa
2000 – Dida, Adílson, Índio, Vampeta, Kleber, Marcelinho Carioca, Luizão, Edílson, Fábio Luciano, Ricardinho, Maurício, João Carlos, Daniel, Márcio Costa, Nenê, Fábio Baiano, Dinei, Augusto, Edu, Luiz Mário e Gilmar – Corinthians-BRA

Obs: jogadores de origem brasileira mas que foram naturalizados, como Thiago Motta, Pepe, Thiago Alcântara e Marcos Senna, não entraram na lista.



  • Alexandro Vieira Lopes

    Como em 2000 um time sem libertadores pode disputar este campeonato?

MaisRecentes

Palmeiras fica perto de mais uma marca expressiva na Libertadores



Continue Lendo

Guerra entra na Seleção das Estatísticas da Libertadores



Continue Lendo

Estatísticas de Paraná 3×2 Atlético-MG



Continue Lendo