River Plate pode quebrar ‘invencibilidade’ brasileira no Mundial de Clubes da Fifa



River enfrentará o Barcelona na final (Foto: Kazuhiro Nogi/AFP)

River enfrentará o Barcelona na final (Foto: Kazuhiro Nogi/AFP)

Onze edições disputadas e nove clubes campeões, de cinco diferentes países. Desde que o Mundial de Clubes passou a ser organizado pela Fifa, com a primeira realização no atual modelo acontecendo em 2000, apenas uma coisa nunca mudou: o time campeão sempre teve um jogador brasileiro em sua equipe.

Neste domingo, o River Plate terá a oportunidade de se sagrar campeão do mundo e encerrar a ‘invencibilidade’ dos atletas do Brasil na competição. O clube argentino não possui nenhum ‘brazuca’ em seu elenco e pode ser o primeiro a levantar a taça desta maneira. Porém, caso o Barcelona, de Daniel Alves, Neymar, Adriano e Douglas, vença o duelo, mais uma vez a bandeira verde e amarela estará presente na conquista.

Na história do formato atual do torneio, sob comando da entidade máxima do futebol, apenas o Brasil teve jogadores presentes em todas as conquistas. Hegemonia que só poderá ser encerrada, este ano, pelo River.

JOGADORES BRASILEIROS QUE VENCERAM O MUNDIAL DE CLUBES DA FIFA*:
* Considerando titulares e  reservas

2014 – Marcelo – Real Madrid-ESP
2013 – Dante e Rafinha – Bayern de Munique-ALE
2012 – Cássio, Alessandro, Chicão, Ralf, Fábio Santos, Paulinho, Emerson, Paulo André, Danilo, Jorge Henrique, Júlio César, Danilo Fernandes, Wallace, Douglas, Anderson Polga, Willian Arão, Edenílson, Guilherme, Felipe, Giovanni e Romarinho – Corinthians-BRA
2011 – Daniel Alves, Adriano e Maxwell – Barcelona-ESP
2010 – Júlio César, Lúcio e Maicon – Inter de Milão-ITA
2009 – Daniel Alves e Maxwell – Barcelona-ESP
2008 – Anderson e Rafael – Manchester United-ING
2007 – Dida, Kaká, Cafú, Emerson e Serginho – Milan-ITA
2006 – Clemer, Ceará, Índio, Fabiano Eller, Wellington Monteiro, Alex, Edinho, Fernandão, Iarley, Alexandre Pato, Rubens Cardoso, Renan, Edigle, Fabinho, Adriano Gabiru, Luis Adriano, Léo, Perdigão, Élder Granja, Marcelo e Michel – Internacional-BRA
2005 – Rogério Ceni, Cicinho, Fabão, Ecarlos, Júnior, Mineiro, Josué, Danilo, Amoroso, Aloísio, Grafite, Christian, Alex, Denílson, Fábio Santos, Renan, Flávio Donizete, Thiago Ribeiro, Richarlyson, Souza, Bosco e Flávio Kretzer – São Paulo-BRA
2004 – Não houve disputa
2003 – Não houve disputa
2002 – Não houve disputa
2001 – Não houve disputa
2000 – Dida, Adílson, Índio, Vampeta, Kleber, Marcelinho Carioca, Luizão, Edílson, Fábio Luciano, Ricardinho, Maurício, João Carlos, Daniel, Márcio Costa, Nenê, Fábio Baiano, Dinei, Augusto, Edu, Luiz Mário e Gilmar – Corinthians-BRA

Obs: jogadores de origem brasileira mas que foram naturalizados, como Thiago Motta, Pepe, Thiago Alcântara e Marcos Senna, não entraram na lista.



  • Alexandro Vieira Lopes

    Como em 2000 um time sem libertadores pode disputar este campeonato?

MaisRecentes

Veja como ficou a Seleção das Estatísticas da Série B 2017 após a 21ª rodada



Continue Lendo

Contra o Vitória, Corinthians bateu o recorde de passes errados deste Brasileiro



Continue Lendo

Fim da invencibilidade do Corinthians rende grana alta nas casas de apostas



Continue Lendo