Olho nele: Dodô, meia do Fortaleza



Dodô vem fazendo boa Série B pelo Fortaleza (Foto: Divulgação)

Dodô não é bem uma revelação desta Série B, como são Michael e Guga, os primeiros personagens do “Olho nele”. Aos 24 anos, porém, vem se reencontrando com o bom futebol que o projetou com a camisa do Atlético Mineiro, no início da carreira. Emprestado pelo Galo ao Fortaleza, o meia tem sido importante na ótima campanha da equipe cearense na Série B, em que lidera o campeonato com seis pontos de vantagem para o vice, o Avaí.

O camisa 10 do Leão é o líder em assistências para finalização na competição, com 65 passes para seus companheiros em 32 partidas disputadas – média de aproximadamente dois por jogo. Quatro deles terminaram nas redes.

Muitas das chances de criadas pelo jogador, entretanto, tem nascido de bolas paradas e cruzamentos. Com 60 levantamentos corretos, o apoiador é o segundo jogador que mais acertou o fundamento no campeonato.

Além de criar, Dodô tem se apresentado bastante também para finalizar. São 64 tentativas, a 6ª maior marca da Série B. Seu aproveitamento, porém, tem sido baixo, tendo acertado apenas 20 no alvo e anotado três gols.

No início do ano, o meia já havia feito também um bom Paulistão pelo Botafogo de Ribeirão Preto, quando foi o 4º maior driblador da competição e o 6º em assistências para finalização, fundamento que hoje lidera na Segundona.

Após passagens irregulares por Figueirense e Chapecoense, Dodô vem tendo sua melhor temporada emprestado pelo Atlético, o que pode lhe abrir novas portas na Série A no ano que vem.

DODÔ NA SÉRIE B 2018

32 jogos
3 gols
4 passes para gol
65 assistências para finalização
20 finalizações em gol
44 finalizações pra fora
60 cruzamentos certos
188 cruzamentos errados
1001 passes certos
163 passes errados
10 dribles certos
6 dribles errados
24 desarmes
5 interceptações



MaisRecentes

Números da Bola ganha novo espaço no LANCE!



Continue Lendo

Cristiano Ronaldo atinge seu primeiro recorde na Itália



Continue Lendo

Fluminense traz Fernando Diniz mas perde seus maiores passadores



Continue Lendo