Novo reforço do Vasco, Muriqui marcou quase 100 gols em sua passagem pela Ásia



Muriqui atuou em três países da Ásia (Foto: Reprodução)

Muriqui atuou em três países da Ásia (Foto: Reprodução)

Rápido, habilidoso, criativo e vertical. Essas eram as principais características do menino franzino de 17 anos que chegou ao Vasco em 2004. Treze anos depois, Muriqui está de volta ao clube que o projetou, mais experiente, rodado e com uma característica que não tinha forte em seu início de carreira: o faro de gol.

O atacante balançou as redes apenas três vezes em 15 jogos pelo Vasco em sua primeira passagem. Atrapalhado por seguidas lesões perdeu espaço e retornou ao Madureira. No Tricolor Suburbano, demorou para voltar a deslanchar, mas conseguiu. Contra o mesmo Cruz-Maltino, em 2008, marcou duas vezes no triunfo de seu time por 2 a 1. Nesse Estadual, ficou em 5º na tabela de artilheiros com 7 gols.

Na temporada seguinte, seu rendimento ofensivo seguiu aumentando. Se destacou pelo Avaí formando dupla de ataque ao lado do centroavante William, marcando 9 gols no Brasileirão. As boas atuações o levaram para o Atlético Mineiro, onde seguiu sua fase goleadora.

No Galo, marcou 11 gols em 32 partidas e logo foi negociado com o futebol chinês – um dos primeiros jogadores brasileiros a ir para o país -, onde virou ídolo. Com 77 gols em 133 jogos, se tornou o maior artilheiro da história do Guangzhou Evergrande, marca mantida até sua saída e batida posteriormente por Elkeson, ex-Botafogo e Vitória.

No Al-Sadd, do Catar, teve média superior a um gol a cada dois jogos, marcando 14 vezes em 25 partidas. No Japão, onde vinha atuando, teve uma queda de rendimento no que se trata de balançar as redes: 5 tentos em 23 confrontos pelo FC Tokyo.

MURIQUI NA ÁSIA

Guangzhou Evergrande – 2010/2014 – 133 jogos e 77 gols
Al-Sadd – 2015 – 25 jogos e 14 gols
Tokyo – 2016 – 23 jogos e 5 gols

TOTAL: 181 jogos e 96 gols
Média: 0,53 gols por jogo



MaisRecentes

Números da Bola ganha novo espaço no LANCE!



Continue Lendo

Cristiano Ronaldo atinge seu primeiro recorde na Itália



Continue Lendo

Fluminense traz Fernando Diniz mas perde seus maiores passadores



Continue Lendo