Muriqui fez mais gols do que Conca na China; argentino deu mais assistências



Conca e Muriqui jogaram juntos por três anos (Foto: Reprodução)

Conca e Muriqui jogaram juntos por três anos (Foto: Reprodução)

*post atualizado dia 06/01/2016, às 8h58

Antigos parceiros do futebol chinês, Muriqui e Conca se reencontrarão 2017. Desta vez, no Rio de Janeiro. O apoiador argentino foi a principal contratação do Flamengo nesta janela até o momento, enquanto que o meia-atacante foi anunciado nesta sexta-feira pelo Vasco, clube que o projetou na juventude.

Juntos, os dois fizeram história no Guangzhou Evergrande, conquistando três títulos nacionais, uma Copa da China e uma Liga dos Campeões da Ásia. De quebra, ainda disputaram o Mundial de Clube da Fifa em 2013, mas acabaram eliminados pelo Atlético Mineiro de Ronaldinho Gaúcho.

A parceria durou três anos, até Conca retornar ao Fluminense, em 2014. Pouco tempo depois, o atacante também deixou o clube, acertando com o Al-Sadd, do Catar.

Apesar do meia do Flamengo ser o nome mais badalado da dupla, a passagem do atacante brasileiro pela China traz números superiores. Tanto que ganhou máscara e boneco em homenagem em seu período no Guangzhou.

Com 77 gols em 133 jogos, Muriqui era o maior artilheiro da história do clube chinês, até ser superado por Elkeson, que hoje atua no Shanghai – ex-time de Conca. Somando as duas passagens pela China, o argentino disputou 157 partidas e balançou as redes 71 vezes.

Nas assistências, porém, Conca teve um desempenho superior. Foram 57 passes para gol, contra 44 de seu ex-companheiro e novo ‘rival’.



MaisRecentes

Vinícius Júnior será o 27º brasileiro a defender o Real Madrid



Continue Lendo

Cássio foi o goleiro que realizou mais defesas difíceis na 13ª rodada do Brasileiro



Continue Lendo

Veja como ficou a Seleção das Estatísticas do Brasileirão 2018 após a 13ª rodada



Continue Lendo