Dupla formada por Gabriel Jesus e Alecgol é uma das mais eficientes do Brasil em 2016



Dupla é a que mais gols marcou em 2016 (Foto: Mauricio Hummens/Fotoarena)

Dupla é a que mais gols marcou em 2016 (Foto: Mauricio Hummens/Fotoarena)

A eliminação precoce na Libertadores, mesmo após golear o River Plate do Uruguai na última rodada da fase de grupos da competição, deixou um gosto amargo na boca dos palmeirenses. Porém, ao mesmo tempo, a sequência de seis jogos sem derrotas e a evolução da equipe sob o comando de Cuca aumentaram as esperanças para um restante de ano mais competitivo. Principalmente com o bom momento vivido pela dupla de ataque titular.

Autores dos gols que selaram a vitória sobre o São Bernardo por 2 a 0, na última segunda-feira, Gabriel Jesus e Alecsandro já formam a dupla ofensiva com mais gols pelos principais clubes do Brasil em 2016. Apesar do início de temporada inconstante, os dois, combinados, já marcaram 18 vezes este ano. Apenas Kleber Gladiador e Leandro, do Coritiba, e Hernane e Edigar Junio, do Bahia, estufaram as redes tantas vezes.

Apenas nos últimos seis jogos disputados, Gabriel e Alecgol deixaram suas marcas oito vezes – quatro cada. Uma média de mais um tento por partida, e que vem crescendo junto com o time após a chegada do novo treinador.

DUPLAS DE ATAQUE COM MAIS GOLS EM 2016
– Dupla formada pelos atacantes com mais gols em cada time, não necessariamente os atuais titulares

1º – Alecsandro/Gabriel Jesus – Palmeiras – 18 gols (9+9)
Kleber/Leandro – Coritiba – 18 gols (12+6)
Hernane/Edigar Junio – Bahia – 18 gols (10+8)
4º – Robinho/Lucas Pratto – Atlético-MG – 17 gols (10+7)
5º – Cirino/Guerrero – Flamengo – 15 gols (7+8)
6º – Riascos/Thalles – Vasco – 14 gols (8+6)
Bruno Rangel/Kempes – Chapecoense – 14 gols (9+5)
8º – Calleri/Kelvin – São Paulo – 13 gols (11+2)
Bobô/Pedro Rocha – Grêmio – 13 gols (7+6)
Grafite/Keno – Santa Cruz – 13 gols (6+7)



MaisRecentes

Veja como ficou a Seleção das Estatísticas do Brasileirão 2018 após a 33ª rodada



Continue Lendo

Volante do Bahia é o primeiro a ultrapassar a marca dos 100 desarmes no Brasileiro



Continue Lendo

Martin Silva tem uma das piores médias de defesas difíceis do Brasileirão



Continue Lendo