Debutantes, Paulinho e Ricardo Graça lideram estatísticas em estreia do Vasco na Libertadores



Paulinho foi o atacante com mais desarmes na rodada (Foto: Carlos Gregório Jr/Vasco)

Um atacante de 17 anos e um zagueiro de 20. Paulinho e Ricardo Graça, jovens com menos de um ano na equipe profissional, fizeram sua primeira partida de Libertadores da América. O defensor ainda não havia completado dois anos quando o Vasco levantou a taça continental, em 1998. O camisa 11, sequer era nascido. Ambos, porém, foram fundamentais na goleada vascaína sobre o Universidad Concepción, por 4 a 0, nesta quarta-feira.

Se Paulinho não foi decisivo com gols, foi dele o passe de calcanhar no 1º gol anotado por Evander. De seus pés nasceu também a jogada no fim do 1º tempo, que por muito pouco não resultou no terceiro do jovem meia na partida. Defensivamente, o seu maior destaque. Auxiliando Henrique pelo lado esquerdo, a promessa vascaína não deu espaços para os meias da equipe chilena – função que Wagner teve dificuldades para desempenhar na direita.

Segundo o Footstats, foram quatro desarmes certos no jogo, o recordista pelo lado cruz-maltino no duelo. Mais que isso: o líder no fundamento entre todos os atacantes que atuaram nesta rodada da Libertadores e o terceiro no ranking geral, que leva em conta todas as posições.

Mais atrás, Ricardo se destacou pelas rebatidas defensivas. O Concepción abusou do jogo aéreo, fazendo 35 cruzamentos para a área vascaína. Em 13 delas, Graças conseguiu rebater, terminando como recordista da rodada no quesito.

PRINCIPAIS NÚMEROS DE PAULINHO CONTRA O CONCEPCIÓN

1 passe para gol
1 assistência para finalização
45 passes certos
5 passes errados
1 finalização em gol
2 finalizações pra fora
4 desarmes certos

PRINCIPAIS NÚMEROS DE RICARDO GRAÇA CONTRA O CONCEPCIÓN

20 passes certos
2 passes errados
3 lançamentos certos
5 lançamentos errados
13 rebatidas defensivas



MaisRecentes

Alvo do Palmeiras, Ricardo Goulart teve ótima média de gols nas últimas temporadas



Continue Lendo

Cobiçado, Ganso não tem uma boa sequência de jogos como titular desde 2016



Continue Lendo

Na mira do Corinthians, Luan foi um dos maiores ladrões de bola do Brasileirão 2018



Continue Lendo