De olho no G6, Botafogo luta para encerrar jejum contra a Ponte Preta



Camilo passou em branco no 1º turno (Foto: Ale Cabral/LANCE!Press)

Camilo passou em branco no 1º turno (Foto: Ale Cabral/LANCE!Press)

A distância entre Botafogo e Ponte Preta é de apenas seis pontos. Porém, o suficiente para deixar o Glorioso em boas condições de conseguir uma vaga no G6. Já para a Macaca, apenas dois triunfos nos últimos jogos e tropeços de todos os seus concorrentes podem levá-la à Libertadores.

A missão do time carioca neste sábado, às 20 horas, entretanto, não será simples. A equipe vive um jejum de vitórias contra a Ponte atuando em casa. A última aconteceu em 2006, quando goleou por 4 a 1, com gols de Dodô, duas vezes, Zé Roberto e Claiton. Tuto descontou.

De lá pra cá, foram dois jogos no Rio de Janeiro e duas vitórias do time campineiro. No retrospecto geral recente, o jejum é o mesmo: dois jogos. Em 2013, no Maracanã, 1 a 0 para os visitantes, gol de Elias. Este ano, no 1º turno, no Moisés Lucarelli, 2 a 0 com Pottker e Reinaldo marcando.

A última vez que o Botafogo saiu com os três pontos do confronto foi em 2013, atuando em Campinas: 2 a 0, gols de Seedorf e Antônio Carlos.

Apesar dos números negativos, é o Bota quem aparece como favorito nas casas de apostas. Segundo o site OddsShark.com/br, uma vitória dos cariocas pagará cerca de R$ 1,71 para cada real investido. Em caso de triunfo da Ponte, este valor sobe para R$ 5,00. O empate renderá R$ 3,35.



MaisRecentes

Romero lidera o ranking dos atacantes com mais desarmes no Brasileirão 2017



Continue Lendo

Top 33: os jogadores com mais passes para gols no Brasileirão 2017



Continue Lendo

Lucas Barrios entra na Seleção das Estatísticas da Copa do Brasil 2017



Continue Lendo