Contra o Atlético-GO, Palmeiras teve o seu maior aproveitamento nos passes neste Brasileirão



Keno foi o destaque com três assistências (Foto: Cesar Greco/Palmeiras)

Keno foi o destaque com três assistências (Foto: Cesar Greco/Palmeiras)

Na estreia de Alberto Valentim como técnico do Palmeiras, o time apresentou algumas características diferentes das que vinha tendo. Uma delas, a tranquilidade com a bola nos pés.

Contra o Atlético Goianiense, na vitória por 3 a 1, fora de casa, os palmeirenses terminaram a partida com a sua melhor marca de aproveitamento nos passes, acertando 94% dos 588 toques tentados, de acordo com dados do Footstats. Bruno Henrique foi quem mais acertou: 72 de 74.

No 1º turno, contra o mesmo Dragão, o aproveitamento havia sido de 93%, porém, com menos passes trocados – 478 certos.

Em comparação com os últimos jogos pelo Brasileiro, sob o comando de Cuca, a mudança é ainda mais visível. Contra Atlético Mineiro (86%), Coritiba (86%), Fluminense (86%), Santos (81%) e Bahia (83%), a equipe esteve longe até mesmo dos 90% de aproveitamento no fundamento.

>> Confira as estatísticas completas de Atlético-GO 1×3 Palmeiras



MaisRecentes

Top 12: os maiores dribladores do Brasileirão 2017



Continue Lendo

Desarmes, passes e interceptações: as estatísticas de Desábato, alvo do Vasco



Continue Lendo

Cobiçado pelo Palmeiras, Rafinha é o terceiro brasileiro com mais jogos na história do Bayern de Munique



Continue Lendo