Consistência defensiva e velocidade: as características de Juninho Capixaba, cobiçado pelo Corinthians



Juninho Capixaba pode atuar pelo Corinthians em 2018 (Foto: Felipe Oliveira/Bahia)

Juninho Capixaba precisou de menos de 30 jogos como profissional para chamar a atenção do Corinthians. Mesmo não tendo sido titular do Bahia durante toda a campanha da Série A – ganhou a posição apenas na 21ª rodada -, o lateral-esquerdo se tornou objeto de desejo do atual campeão brasileiro, que perdeu o seu titular, Guilherme Arana, para o Sevilla, da Espanha.

Entre as principais características do jovem jogador estão a consistência defensiva, a boa leitura de jogo, bom aproveitamento nos passes e a velocidade. E os números mostram bem isso.

Juninho teve a segunda maior média de interceptações no Campeonato Brasileiro entre os laterais esquerdos com ao menos 10 jogos na competição. Segundo dados do Footstats, foram 14 em 17 apresentações – 0,8 por partida. Marca superada apenas por Capa, do Avaí, que conseguiu 30 em 29 jogos.

Recuperando e saindo em velocidade, muitas vezes iniciando o contra-ataque do Tricolor Baiano, se tornou o 7º jogador da posição com mais faltas sofridas, em média: 1,6 por jogo – 27 no total.

Entretanto, mesmo se projetando ao ataque, Juninho participou pouco das conclusões das jogadas, tendo um baixo aproveitamento nas finalizações, cruzamentos e assistências. Algo até certo ponto natural, tendo em vista que as jogadas do Bahia se concentravam quase sempre, do meio pra frente, em seus meias e atacantes – Zé Rafael, Allione, Régis, Vinícius, Renê Júnior, Edigar Junio e Mendoza -, tanto para a criação quanto para conclusão. Os laterais, nessa situação, acabam participando mais do terceiro e quarto passe, e pouco dos últimos. Algo que pode mudar no Timão.

Uma das principais qualidades de Arana, então titular corintiano, era a consistência nos passes. O lateral foi o maior passador do Brasileirão, com 1806 acertos e um aproveitamento de 93,3%. Com menos minutos em campo, Capixaba não teve um volume tão alto, mas se mostrou eficiente no fundamento, concluindo 91,8% de suas tentativas. Um número bem próximo ao do líder do quesito, a quem deverá substituir.

Outro destaque nas estatísticas do jogador é o número de inversões de jogo certas. Juninho teve a maior média de acertos entre os laterais esquerdos com mais de 10 jogos no Brasileiro – 0,7 por jogo -, empatado com Reinaldo, da Chapecoense. Seu aproveitamento, porém, foi maior que do camisa 6 da Chape: 92,3% contra 72,7%.

ESTATÍSTICAS DE JUNINHO CAPIXABA NO BRASILEIRÃO 2017
– Dados do Footstats

17 jogos
0 gols
0 passes para gol
12 assistências para finalização
0 finalizações em gol
4 finalizações para fora
646 passes certos
58 passes errados
3 dribles certos
2 dribles errados
10 lançamentos certos
29 lançamentos errados
12 viradas de jogo certas
1 virada de jogo errada
30 desarmes
14 interceptações
68 rebatidas defensivas



MaisRecentes

Dudu dispara na briga pelo título de garçom do Brasileirão; veja o top 15



Continue Lendo

Gabigol abre vantagem na artilharia do ano no Brasil; Pikachu sobe no ranking



Continue Lendo

Leandro Damião se torna o 12º maior artilheiro da história do Internacional



Continue Lendo