Chelsea ainda não teve nenhum técnico inglês na ‘era Abramovich’



Felipão treinou o Chelsea na temporada 2008/2009 (Foto: AFP)

Felipão treinou o Chelsea na temporada 2008/2009 (Foto: AFP)

Ted Drake, Dave Sexton, Geoff Hurst, John Neal, Bobby Campbell, Glenn Hoddle… O Chelsea teve grandes treinadores ingleses durante sua história. Na década de 90, porém, o panorama começou a mudar, quando ex-craques como o holandês Ruud Gullit e o italiano Vialli deixaram os gramados e comandaram os Blues do banco de reservas.

O conceito de utilizar técnicos estrangeiros se consolidaria pouco tempo mais tarde, quando bilionário russo Roman Abramovich comprou o clube, em 2003. Desde então, o único treinador inglês a comandar a equipe foi o interino Ray Wilkins, em apenas uma partida, logo após a saída de Felipão. Porém, jamais foi efetivado no cargo.

Nos 12 anos da ‘era Abramovich’, o time teve nove comandantes diferentes, sendo três italianos, dois portugueses, um brasileiro, um israelense, um holandês e um espanhol. Nenhum nascido na Inglaterra.

E ao que tudo indica, a lista continuará sem um britânico por mais algum tempo. Com a queda de José Mourinho, Guus Hiddink deve assumir a equipe neste fim de ano. Esta será a segunda passagem do treinador holandês pelo clube. Na primeira, em 2009, conquistou a Copa da Inglaterra.

TÉCNICOS DA ERA ABRAMOVICH

– Claudio Ranieri – Itália
– José Mourinho – Portugal (duas vezes)
– Avram Grant – Israel
– Luiz Felipe Scolari – Brasil
– Guus Hiddink – Holanda
– Carlo Ancelotti – Itália
– André Villas Boas – Portugal
– Roberto Di Matteo – Itália
– Rafa Benítez – Espanha



MaisRecentes

Números da Bola ganha novo espaço no LANCE!



Continue Lendo

Cristiano Ronaldo atinge seu primeiro recorde na Itália



Continue Lendo

Fluminense traz Fernando Diniz mas perde seus maiores passadores



Continue Lendo