Campeã, Chapecoense liderou três estatísticas na Copa Sul-Americana



Chapecoense foi declarada campeã da Copa Sul-Americana 2016 (Foto: Divulgação)

Chapecoense foi declarada campeã da Copa Sul-Americana 2016 (Foto: Divulgação)

A tragédia de avião que resultou na morte de 71 passageiros, entre eles 19 jogadores da Chapecoense e toda a comissão técnica do clube, impediu que a final da Copa Sul-Americana fosse disputada. Este seria o ponto alto da linda trajetória da equipe catarinense que tem subido rapidamente no futebol brasileiro.

Porém, o desastre aéreo não tirou do time o título de campeão. Em todos os sentidos.

Em um grande gesto, o Atlético Nacional, da Colômbia, que seria seu adversário na decisão, decidiu por abrir mão da taça e considerar a Chape a campeã da competição. A confirmação oficial da Conmebol saiu nesta segunda-feira.

Com uma campanha irrepreensível, que vinha chamando a atenção de todo o continente, a Chapecoense contava com destaques individuais e coletivos. A equipe, inclusive, era líder de alguns fundamentos importantes na competição, segundo dados do Footstats.

A equipe comandada por Caio Júnior, apesar de conhecida pela sua força física e velocidade, foi a que mais dribles aplicou corretamente no campeonato, com 31. Destaque para Lucas Gomes e Thiaguinho, duas das vítimas fatais do acidente, que lideravam o quesito com seis acertos cada.

Contando com os gols dos artilheiros Kempes e Bruno Rangel para chegar à final, a Chape foi também quem mais tentou cruzamentos: 170. Além disso, liderou os lançamentos certos da copa, com 125.

Números frios num momento tão acalorado, eu sei. Mas que fica como registro – e homenagem – de um time que entrou para a história do futebol mundial não por sua partida final, mas por todas as partidas que disputou.



MaisRecentes

Estatísticas de Uberlândia 2×2 Cruzeiro



Continue Lendo

Seleção das Estatísticas do Carioca tem quatro mudanças



Continue Lendo

Veja como ficou a Seleção das Estatísticas do Paulistão após a 11ª rodada



Continue Lendo