Botafogo se despede da Libertadores com números marcantes



Pimpão igualou marca de Jairzinho e Dirceu (Foto: Vitor Silva/SSPress)

Pimpão igualou marca de Jairzinho e Dirceu (Foto: Vitor Silva/SSPress)

Não foi apenas mais uma Libertadores para o Botafogo. Foi a Libertadores do improvável, da superação e, principalmente, da organização e da luta.

Mesmo com a queda para o Grêmio, nas quartas de final, o time e sua torcida tem motivos de sobra para se orgulhar da equipe. No formato atual – fase de grupos, oitavas, quartas, semi e final -, foi o melhor desempenho da história do clube na competição.

Pelo caminho, deixou os campeões Colo-Colo, Olimpia, Estudiantes, Atlético Nacional  e Nacional-URU.

Com sete vitórias, contando as partidas da chamada ‘pré-Libertadores’, o Glorioso quebrou seu recorde pessoal de triunfos em uma mesma edição do torneio. Até então, a melhor marca havia sido alcançada em 1973, quando venceu seis jogos. Curiosamente, um dos destaques daquele grupo era Jairzinho, pai de Jair Ventura, atual técnico da equipe.

Dentro de campo, os números também foram positivos. Com um jogo bastante coletivo, o Alvinegro se despede da competição liderando alguns fundamentos importantes.

Sob a batuta de Gatito Fernandes, o Bota é, até então, o time que mais realizou bloqueios e defesas: 49, segundo o Footstats. Mais à frente, os zagueiros e volantes também vinham dando conta do recado. A equipe lidera os rankings de rebatidas defensivas (355) e de desarmes (180).

Bem postado defensivamente, o time de Jair vinha apostando nas saídas rápidas pelos lados com Rodrigo Pimpão, Arnaldo, Victor Luis e Guilherme. Com sucesso. O clube é o que mais acertou lançamentos (178) e cruzamentos (57) até o momento na competição.

Individualmente, Pimpão ainda se tornou o maior artilheiro da história do clube na Libertadores.

Pela frente, porém, o Glorioso teve um Grêmio dono do melhor ataque (19 gols), líder em assistências para finalização (101), em passes para gol (15) e em finalizações certas (55).

Números que só engradecem a campanha dos dois.



MaisRecentes

Centurión e Martínez entram na Seleção das Estatísticas da Libertadores



Continue Lendo

Estatísticas de Universidad de Chile 0x0 Cruzeiro



Continue Lendo

Estatísticas de São Paulo 2×2 Atlético-PR



Continue Lendo