Atlético-MG precisa de placar inédito no Sul para ficar com a taça sem pênaltis; Grêmio é favorito nas casas de apostas



Douglas é um dos comandantes do meio-campo do Grêmio (Foto: Murilo Carvalho/Freelancer)

Douglas é um dos comandantes do meio-campo do Grêmio (Foto: Murilo Carvalho/Freelancer)

A derrota de 3 a 1 no primeiro jogo final da Copa do Brasil colocou o Atlético Mineiro em uma situação complicadíssima para a decisão desta quarta-feira, contra o Grêmio. Nunca na história o Galo conseguiu, atuando no Rio Grande do Sul, uma vitória por mais de três gols de diferença sobre o adversário desta noite.

As duas equipes já se enfrentaram 30 vezes em terras gaúchas, com 17 vitórias do Tricolor, 5 do Alvinegro e 8 empates. A maior diferença em favor dos mineiros, até hoje, aconteceu pelo Torneio dos Campeões de 1982: 2 a 0, gols de Bira Burro. Resultado que, se repetido, levará a partida para os pênaltis, já que o gol fora de casa não é mais critério de desempate no jogo final da competição.

A dificuldade é tanta, que nas casas de apostas um título do Galo renderá uma bolada aos acertadores. Segundo o site OddsShark.com/br, um triunfo mineiro por três gols de diferença poderá pagar até R$ 301,00 para cada R$ 1,00 apostado, caso o placar fique em 5 a 2. O 3 a 0, neste momento, paga cerca de R$ 33,50 para cada real.

Favorito ao título, uma vitória simples do Grêmio está cotada em R$ 2,25, enquanto que um triunfo do Atlético, independente de placar, pode render aproximadamente um lucro de 375%.



MaisRecentes

Patrick aparece novamente na Seleção das Estatísticas do Brasileirão 2018



Continue Lendo

Maxi López fica perto do top 20 dos maiores artilheiros estrangeiros da história do Brasileirão



Continue Lendo

Olho nele: Michael, atacante do Goiás



Continue Lendo