Alvo do Santos, Guerra liderou duas estatísticas do Atlético Nacional na Libertadores



Guerra marcou três vezes na campanha vitoriosa (Foto: AFP)

Guerra marcou três vezes na campanha vitoriosa (Foto: AFP)

Após ‘perder’ Keno para o Palmeiras e acertar com o colombiano Vladimir Hernandez, o Santos já tem um novo reforço na mira: Alejandro Guerra, do Atlético Nacional. O meia venezuelano é titular da equipe que conquistou a Taça Libertadores da América deste ano e que ainda segue na briga pela Copa Sul-Americana.

Na campanha do título continental, o venezuelano foi um dos destaques do time, obtendo bons números em vários fundamentos. O principal deles, as assistências.

Guerra foi o jogador do clube colombiano que mais criou oportunidades de gol na competição. Nos 13 jogos em que atuou, serviu seus companheiros para finalizarem em 26 oportunidades. Porém, nenhuma terminou nas redes. Em contrapartida, na Sul-Americana, é o líder da equipe em passes para gols, com dois.

Além disso, o apoiador foi também quem mais sofreu pênaltis na equipe, sendo derrubado duas vezes na área.

GUERRA NA LIBERTADORES
– Dados do Footstats

13 jogos
3 gols
0 assistências para gol
26 assistências para finalização
8 finalizações certas
16 finalizações erradas
484 passes certos
43 passes errados
5 dribles certos
1 drible errado
16 lançamentos certos
1 lançamento errado
4 cruzamentos certos
15 cruzamentos errados
14 desarmes
62 perdas de posse de bola
19 faltas cometidas
18 faltas recebidas
2 pênaltis sofridos



MaisRecentes

A soberania de Dedé



Continue Lendo

Veja como ficou a Seleção das Estatísticas da Copa do Brasil 2018



Continue Lendo

Cruzeiro se torna o 4º clube a alcançar a marca dos 300 gols na Copa do Brasil



Continue Lendo