A origem dos 29 brasileiros que seguem na disputa pela Champions League



Neymar, Lucas e Julio César seguem na briga (Fotos: Reprodução)

Neymar, Lucas e Julio César seguem na briga (Fotos: Reprodução)

Foram definidos, nesta sexta-feira, os confrontos das quartas de final da Champions League. Oito equipes seguem na disputa: Barcelona, Real Madrid, Atlético de Madrid, Bayern de Munique, Wolfsburg, Benfica, Paris Saint-Germain e Manchester City.

A competição é europeia, mas com um toque bem sul-americano. Ao todo, 29 brasileiros fazem parte dos elencos que continuam na briga pela taça. Com seis brasucas, o Benfica é o que possui o maior número, seguido por Barça, PSG e Wolfsburg, todos com cinco. Real, com três, Bayern e City, com dois, e o Atletico, com um, fecham a lista.

O blog fez o levantamento da origem de cada atleta brasileiro que segue na Liga, levando em consideração o clube no qual se profissionalizou ou, no caso de ter saído ainda jovem, o seu último time no país. Nove estados do Brasil contam com ‘representantes’, além de um país estrangeiro, a Espanha, onde Rafinha Alcântara fez toda a sua carreira. Os clubes paulistas, com oito, lideram, com o Rio Grande do Sul na 2ª colocação, com quatro.

Um detalhe curioso é que das 21 equipes brasileiras onde os atletas iniciaram suas carreiras, nove, ou seja, quase metade, não disputam atualmente a primeira divisão do Brasil. Algumas sequer atuam na elite estadual. Como é o caso do Pedrabranca FC, antigo RS FC comandado por Paulo César Carpegiani, que joga a 2ª divisão gaúcho. Lá surgiram os zagueiro Naldo e Thiago Silva.

Na Série A, o destaque vai para o São Paulo. O Tricolor revelou três dos 29 jogadores que estão nas quartas de final da Champions: Ederson Moraes, do Benfica, Lucas, do PSG, e Casemiro, do Real Madrid. Coritiba, Cruzeiro, Bahia, Guarani e o Pedrabranca vêm logo atrás, com dois cada.

– A ORIGEM DOS BRASILEIROS DA CHAMPIONS

– Por país
* Número de jogadores revelados por clubes do país

Brasil – 28
Espanha – 1

– Por estado
* Número de jogadores revelados por clubes dos estados brasileiros

1º – São Paulo – 8
2º – Rio Grande do Sul – 4
3º – Bahia – 3
Minas Gerais – 3
Paraná – 3
6º – Rio de Janeiro – 2
Santa Catarina – 2
Goiás – 2
9º – Alagoas – 1
Barcelona-ESP – 1

– Por clubes

1º – São Paulo – 3
2º – Coritiba – 2
Cruzeiro – 2
Bahia – 2
Guarani – 2
Pedrabranca (antigo RS FC) – 2
7º – Grêmio – 1
Flamengo – 1
Santos – 1
Figueirense – 1
Atlético-PR – 1
Corinthians – 1
Vitória – 1
Fluminense – 1
América-MG – 1
Juventus-SP – 1
Avaí – 1
Goiás – 1
Vila Nova-GO – 1
Juventude – 1
CRB – 1
Barcelona – 1

– Clubes onde atuam e origem dos brasileiros
Leg: Nome – clube atual / clube de origem

Rafinha – Bayern de Munique / Coritiba
Douglas Costa – Bayern de Munique / Grêmio
Ederson Moraes – Benfica / São Paulo
Júlio César – Benfica / Flamengo
Luisão – Benfica / Juventus-SP
Jardel – Benfica / Avaí
Anderson Talisca – Benfica / Bahia
Jonas – Benfica / Guarani
Douglas – Barcelona / Goiás
Daniel Alves – Barcelona / Bahia
Adriano – Barcelona / Coritiba
Rafinha Alcântara – Barcelona / Barcelona
Neymar – Barcelona / Santos
Filipe Luís – Atlético de Madrid / Figueirense
Fernando – Manchester City / Vila Nova-GO
Fernandinho – Manchester City / Atlético-PR
Thiago Silva – PSG / Pedrabranca (antigo RS)
Marquinhos – PSG / Corinthians
Maxwell – PSG / Cruzeiro
David Luiz – PSG / Vitória
Lucas – PSG / São Paulo
Dante – Wolfsburg / Juventude
Felipe Lopes – Wolfsburg / Guarani
Naldo – Wolfsburg / Pedrabranca (antigo RS)
Luiz Gustavo – Wolfsburg / CRB-AL
Bruno Henrique – Wolfsburg / Cruzeiro
Marcelo – Real Madrid / Fluminense
Danilo – Real Madrid / América-MG
Casemiro – Real Madrid / São Paulo

Obs: jogadores com dupla nacionalidade, como Thiago Mota e Thiago Alcântara, não entraram na lista.



  • Markson

    So acho q o Lucas deveria ter como referencia o Corinthians, onde ele ganhou destaque, na época ainda era chamado de Marcelinho

    • André Schmidt

      Ele saiu do Corinthians com 13 anos, nem próximo de ser profissional ainda. Como explicado na matéria, é levado em consideração o clube em que ele se profissionalizou. Abraço!

MaisRecentes

Efeito Guerrero? Flamengo é favorito contra o Vasco nas casas de apostas



Continue Lendo

Veja quem são os maiores artilheiros do clássico entre Flamengo e Vasco neste século



Continue Lendo

Renê se torna o maior ladrão de bolas da Primeira Liga



Continue Lendo