Sheik e Zeballos dão mobilidade ao time



Como esperado, a formação testada por Vagner Mancini no coletivo de ontem deu a mobilidade ofensiva que faltava ao time do Botafogo. A entrada de Zeballos e Sheik fez Jorge Wagner e Lodeiro evoluírem, marcando presença constante no ataque.

Emerson e o paraguaio se movimentaram muito e criaram algumas chances de gols, algo raro nos últimos jogos do Glorioso.

Lendo assim, parece que Ferreyra era o grande problema, o que não é verdade. O argentino foi um dos poucos a se salvarem dos vexames. Porém, ele só se encaixa num esquema de jogo que priorize as bolas aéreas e as ligações diretas. E acredito que isso não deu certo…



  • Leonardo Lemos

    Caramba, onde estão os posts meus e de todo mundo. Faliu o blog??????? Se for isso, avisem-nos para que migremos para outro local.

MaisRecentes

A verdadeira história sobre o atacante Ortega



Continue Lendo

Botafoguenses devem se orgulhar do título da Série B



Continue Lendo

OPINIÃO: Torcedores do Botafogo pagaram e têm todo direito de vaiar o time



Continue Lendo