Botafogo faz certo em ignorar o passado, mas tem de fazer diferente em campo



Mesmo que seja por vias diferentes, o Botafogo de 2013 pode repetir o caminho do fracasso que plantéis anteriores percorreram. Contudo, ainda não há motivo para que o discurso da torcida seja predominantemente derrotista. O time pode até sair do G4 neste fim de semana, que nada significará que o leite derramou.

Mas  essa postura do torcedor, convenhamos, é compreensível. Uma hora o discurso cansa. Os jogadores têm de entender que o momento é especial. A preparação tem de ser como se fosse para uma final de Copa do Mundo. Nesses próximos seis jogos, estarão em jogo o futuro de um clube importante, que apanha ano após ano… mas resiste. Como se vê nas arquibandas, o número de pessoas que acreditam nele cai vertiginosamente no mesmo intervalo.

Portanto, muito mais que uma classificação à Libertadores, de agora em diante, o que está em jogo é a auto-estima do botafoguense. Daquele mesmo sujeito que foi tripudiado após a – inadmissível – eliminação da Copa do Brasil. O que quero dizer? Faltou vontade contra o Goiás? Não. Faltou preparação? Também não. O que parece ter faltado foi consciência do que estava em jogo. E é este erro que todos os “Botafogos” vêm cometendo.



  • Iranilson

    O que falta é um meio campo rapido e a demissão do Owvaldo

    Jefferson
    Gilberto
    Bolivar
    Doria
    Julio Cesar
    Marcelo Mattos
    Gabriel
    Gege(Seedorf)
    Rafael Marques(Octavio)
    Bruno Mendes
    Elias

    não é um meio campo rapido mais pelo menos o Bruno Mendes tem velocidade para ser lançado

    • Vamos cair na real,vamos colocar torcedores em massa nos jogos e parar de ficar reclamando.Resultados quem faz é a torcida impurrando e incentivando o time.Estavamos bem colocados e o números de torcedores fraquinho e aí queremos cobrar resultados.Ou somos botafoguense ou não somos. Bonito váo fazer os vascaínos,estão lá em baixo na tabela mas vão comparecer em massa no maraca.Acorda Nação Alvinegra.

    • já tentei mandar três cometários e estou sendo bloqueado.Assim não da .Acorda Nação Alvinegra,vamos seguir o exemplo do vasco e lotar as arquibancadas no jogo do fogão.

    • Assim não da .Acorda Nação Alvinegra,vamos seguir o exemplo do vasco e lotar as arquibancadas no jogo do fogão.

    • Nelson Ribeiro

      Perdão Iranilson, mas não concordo nem com a escalação e nem com o comentário. Foi infeliz. Não temos no elenco esse meio campo feroz que todos queremos. Tínhamos um meio campo muito bem postado no início do ano com excelente toque… mas acabou sendo só fachada pois venderam 6 jogadores durante esse tempo. Nem que se vaca tossindo e muito daria pra chegar forte no final do BR13… não sem Andrezinho, Fellype Gabriel e Vitinho e mais um bom primeiro volante que alertei no início do ano….

      Não vou ficar descontente com a diretoria pois perder o Engenhão foi uma facada séria no orçamento do clube. Mas o treinador tirou leite da pedra pra conseguir trazer esse grupo até aqui no G4.

      Olha lá no Cruzeiro. o treinador olha pro banco e vê Júlio Batista e Dagoberto… no Grêmio olha pro banco e vê Zé Roberto e Elano… no Botafogo vê quem mesmo??? me diz??? Ora…. Alex e Henrique…

      • Rodrigo Lopes

        Mito lúcido seu comentário ! Nos resta colocar os pés no chão e trabalhar muito duro mesmo pra conseguir um lugar ao sol neste brasileiro.

      • helio dos santos garcez

        concordo com o nelson mais ta dificil todo ano tem uma descupa diretoria quer so pensa no dinheiro monta timer e depois vende no meio do ano ser nao tiveser vendido estaria brigando pelo titulo num campeonato muito frago este ano tem quer ter homen honesto na diretoria se nao ano quer vem estaremos arumano outra descupa

    • O seu time começou mal escalado a partir do goleiro, amigo! Jeferson, enquanto não for à Copa do Mundo, não parece ser o goleiro ideal para o Botafogo! Por medo de se machucar e acabar não indo ao Mundial, o mesmo estar fazendo corpo mole em campo, deixando de cumprir todos os misteres e atributos dos bons goleiros! Como justificar um goleiro que brinque de estátua e fique a observar as bolas mansamente lhe chegar aos fundos da rede e ele nada faça para evita-las? Como entender um goleiro que se recuse a fazer uso do privilégio de todo goleiro de parar o jogo por não usar as mãos? Como entender um goleiro que fique parado em relação aos cruzamentos que os adversários fazem sobre sua área? Só a mídia a quem o Jeferson paga um certo jabá para enaltece-lo finge não ver o que nos acontece tendo o Jeferson como nosso goleiro! O cara nos alijou de todas as Copas do Brasil e nos tirou qualquer chance nos últimos brasileiros e nas demais competições, quem me nega?

      • O TIME DO BOTAFOGO SÓ NÃO É MAIS CHATO DO QUE A PAULETE, NELSON RIBEIRO E O OSVALDO COM O SEU CRAQUE RAFAEL MARQUES.

        O BOTAFOGO É UM TIME DE VELHOS COM UM TREINADOR QUE JÁ DEVERIA TER IDO EMBORA NO FINAL DO ANO PASSADO E PERDEMOS A OPORTUNIDADE DE CONTRATAR O MARCELO OLIVEIRA.

        JEFERSON – 31 ANOS
        EDILSON – 32 ANOS
        BOLIVAR – 32 ANOS
        JULIO CESAR – 32 ANOS
        MARCELO MATOS – 32 ANOS
        RENATO – 34 ANOS
        SEEDORF – 38 ANOS
        RAFAEL MARQUES – 32 ANOS
        ELIAS – 30 ANOS

        QUAL O JOGADOR QUE TEM FUTURO NO BOTAFOGO FINANCEIRAMENTE, ACHO QUE SÓ O JEFERSON POIS É UM GOLEIRO DE SELEÇÃO.

        ENTÃO AMIGOS SE NOS CLASSIFICAR PARA A LIBERTADORES VÃO CONTINUAR O OSVALDO GANHANDO UMA FORTUNA E FAZENDO MERDA E MANTER ESTE JOGADORES QUE NÃO GANHAM UMA COPA DO BRASIL.

        TEMOS UM TIME HORROROSO, CARO E SEM FUTURO FINANCEIRO NENHUM E PIOR É SEM A ESPERANÇA DE GANHARMOS UM GRANDE TÍTULO, HÁ NÃO SER DE MAIOR DIVIDA DO BRASIL.

        VAMOS APROVEITAR QUE O MAURÍCIO SONÇÃO ESTÁ DE MALAS PRONTAS E FAZER UMA FAXINA NO CLUBE.

    • BOTEM O UNIFORME ROSA NESSES EUNUCOS! – Os dirigentes do Botafogo, em face do que estão jogando em campo os seus jogadores bem que poderiam obriga-los a usarem o uniforme rosa que a Puma destinou às mulheres alvinegras! Nossos atuais jogadores não mais deveriam usar quaisquer dos nossos uniformes oficiais em razão de toda vergonhosa campanha que estão a realizar neste segundo turno! Pelo futebol medíocre que estão a jogar, vê-los usando o manto alvinegro, torna-se um verdadeiro acinte aos nossos olhos! O futebol que o Jeferson (o goleiro mais azarado que eu já vi atuando pelo Botafogo) e companhia estão a jogar em nome do Botafogo é digno apenas das moças de colégios internos! Nenhum outro uniforme do Botafogo, que não o da cor Rosa, ficaria tão bem com esse grupo de eunucos, com certeza! Outra coisa: no jogo de hoje, ainda que o Jeferson não tenha tido culpa maior nos gols que hoje tomou (é aquela história: quando se é viciado em toma-los, mesmo quando ele não falha diretamente, o seu azar o persegue) ficou claro que, enquanto ele for nosso goleiro, o Botafogo nada conseguirá! O Jeferson não que ser campeão de nada, só do amadurecimento que ele estar adquirindo com as derrotas que nos tem imposto! Como um goleiro que vem sendo convocado há quase três anos para a nossa Seleção não consegue despertar o desejo de qualquer clube por seu concurso, alguém poderia me explicar a razão? Até quando teremos este sapo entrevado a por em risco a nossa sorte? É incrível que, como fez nas três últimas temporadas, o Jeferson venha tendo derrotas seguidas, sempre nas rodadas finais! Nesta temporada de 2013, infelizmente, sua sina de entregar jogos começou ainda no início do segundo turno quando estamos fazendo a pior campanha dentre os demais participantes! Não fossem os jogos de que o Renan participou como goleiro, a esta altura, estaríamos lutando para não cair, com certeza!

  • Marcio Dreux

    Perfeito! Nesse momento, mais do que uma vaga na Libertadores, o que está em jogo é a auto-estima do torcedor botafoguense. Essa postura de “paisagem”, burocrática e quase de pouco caso da diretoria e do atual técnico, não condizem com o que esse “momento histórico” representa. O clube se apequena sem reagir…

    • Nelson Ribeiro

      Não existe paisagem burocrática e muito menos falta de vontade. Existe falta de grana pra ter como tem Cruzeiro e Grêmio: Elano, Zé Roberto, Júlio Batista, Dagoberto no banco prontos para entrar se alguém se cansar, machucar ou ser suspenso… quer contratar melhor, quer esse banco….??? Dinheiro resolve. Blá blá blá e suposições em nada ajuda.

    • Nelson Ribeiro

      O clube se apequena na medida em que os torcedores se omitem…. é tempo de reagir e partir pra cima dos adversários … não é tempo de blá blá blá de jornalista, diretoria, jogador, diretoria e muito menos de torcedor….é agora ou nunca!!!!

      • Tá certo que a falta de um título de ponta dá este desânimo todo mas daí a dizer que o time que, mesmo com times razoáveis (elencos então bem reduzidos), que tem chegado sistematicamente em sexto, sétimo, sexto e que este ano, com todas as intempéries, está aí cutucando a vaga na Libertadores com alguns sustos naturais (cadê o elenco de novo?) está se apequenando é dose para mamute.

        Torcida? Claro que a temos.

        2009 – BotafogoxAvaí.
        2010 – Divimos o Maraca com os burrunegros.
        2011 – públicos históricos no Engenhão na volta do Mago. No jogo contra o Ceará, que valia G4, a coisa foi à loucura. Com estádio lotado, lá de cima da Oeste superior, víamos os trens despejar gente na estação que saberíamos que teria que ficar assistindo fora do estádio, nos bares.

        Que apequenamento o que sô!

        Se estão contratando errado ou tendo equívocos fora das 4 linhas, o que dizer do Inter e do Corinthians?

        Ok. Sei. Os dois citados tiveram seus momentos de brilho mas aqui também meus amigos, bastará uma boa sequência que chegue a um título importante e a zinha acaba.

        A torcida do Botafogo continua aí. O sócio torcedor pulou rapidinho de 7 mil para quase 12 mil só com os bons resultados do meio do ano e bastará mais um salto de qualidade par ir aos 18 mil.

        Passar de 20 mil dependerá do desempenho nas tais competições de nível eu sei, mas apequenamento é dose hein?

        Alguém aí que escreveu isto viveu os anos 80?

  • Vamos cair na real,vamos colocar torcedores em massa nos jogos e parar de ficar reclamando.Resultados quem faz é a torcida impurrando e incentivando o time.Estavamos bem colocados e o números de torcedores fraquinho e aí queremos cobrar resultados.Ou somos botafoguense ou não somos. Bonito váo fazer os vascaínos,estão lá em baixo na tabela mas vão comparecer em massa no maraca.Acorda Nação Alvinegra.

  • Acorda Nação Alvinegra. vamos seguir o exemplo do Vasco e lotar o maraca.

  • Orlando Soares

    Caro Botafoguense Iranilson, como o Sr. eu também desejava muito a escalação do Bruno Mendes, até não entendia por quê o Oswaldo não o escalava, o que tinha de tão grave numa verruga na sola do pé que ele não se recuperava? Mas hoje, veio a resposta; o que pega contra o Bruno Mendes, são as noitadas, a falta de condicionamento físico ideal para um atleta de ponta; hoje no noticiário dá conta de que Ele sumiu; então , já que o comportamento dele não condiz com a realidade de um atleta, então que se vá para não causar estragos futuros, como influenciar outros jovens que estão surgindo. E podemos ficar atentos , pois, já foi dito que o Hyuri, a fama subiu-lhe à cabeça, desconfio que o pouco aproveitamento do garoto Octávio, deve ser por muita badalação, muita festança e etc.
    Quanto ao tema do colunista Vinicius Andrade, daqui pra frente esse grupo de jogadores têm que honrar a camisa do Botafogo e classificar o time para a Libertadores, independente do que venha acontecer com o número de vagas. Na minha opinião durante este segundo turno faltou muita força de vontade, dedicação a alguns atletas; é só compararmos as atuações individuais de cada um; então vamos perceber que o Seedorf, antes , corria o tempo inteiro, até para desarmar e ultimamente o vemos andando para não chegar; o Rafael Marques, parece até que está se vingando da torcida; nem dominar a bola ele está dominando mais; se esconde atrás do zagueiro , por isso ele não faz mais gols; não estavam ajudando uns aos outros, era um bando dentro de campo, cada um que se virasse; por isso também vinham os passes errados; mas, hoje também já li que o Jeferson , após o treino da manhã, chamou todos e se reuniram no centro do gramado para tratarem de como se comportar no jogo com o Inter, falou Ele o Jeferson e o Seedorf; parece que estão chegando à conclusão que de a torcida tem razão quando não comparece e reclama pela falta de empenho.

    • Nelson Ribeiro

      Deja vu… ouvimos isso em 2011, 2012 e 2013. Não falta raça, não falta vontade… falta pernas… eu devo estar dizendo isso pela eneanagéssima docadécima vez. Desgaste físico e banco pobre. Resultado de que??? Orçamento pequeno, Engenhão….ou melhor Engenhão causou orçamento menor do que o que havia sido planejado e consequentemente perda de elenco durante o campeonato.
      Podem tentar acusar jogadores, torcedores, diretoria, treinador… mas esse ano estar no G4 com tantos problemas é milagre. E será pior no ano que vem se a torcida não se unir e incondicionalmente dar sua contribuição. O Engenhão só volta na melhor das hipóteses no meio do ano. Não vejo como o clube poderá contratar bem para a pre temporada sem ter renda boa.
      Essa informação é um prato cheio para os inimigos do Botafogo que irão tentar dissuadir o torcedor nessa reta final…e assim prejudicar o nosso orçamento para o ano que vem.

  • Marciram

    falta nesse time um tal de herrera. gostaria muito de ve-lo de novo com a camisa do glorioso, fazendo seus gols e jogando com raça (coisa q esse elenco parece nao ter).

    • Nelson Ribeiro

      O Herrera não ficou para o segundo turno, não o vimos desgastado para ser xingado. Saiu como um herói e de fato mereceu.. mas se tivesse ficado teria sofrido com desgaste também. O grande problema que o Botafogo ainda não corrigiu é o de ter apenas dois primeiro volantes no elenco. Esse time sem o Fellype Gabriel tem que jogar com dois primeiro volantes sempre. Mattos e Gabriel é muito boa a dupla, mas se machucam, se é suspensa.. o time perde o poder de marcação e a zaga fica exposta. Teria que ter mais bom um revezando com os dois.

  • NÃO CREIO QUE SEJA DE BOM TOM a tentativa de esconder ou ignorar o passado recentemente vivido pelos times do Botafogo! Ao contrário, as derrocadas das temporadas passadas deveriam estar bem vivas nas memórias dos nossos jogadores para que os mesmos não as repetissem sob nenhum condição! Queremos que eles demonstrem possuir brio, alma, vontade e disposição de construírem bons resultados em campo! Chega de fazermos vistas grossas aos que fazem em campo os eunucos do Osvaldo Oliveira! Creio que até o tal Fireman ou o boquirroto Josimar, o falso lateral, haverão de concordarem comigo, com certeza!

  • luiz alexandre

    Caro Vinícius,lamentavelmente discordo de vc,pq é fundamental a esse clube entender o passado do Fogão,se tivesse conhecimento entraria na final da Copa Brasil diferente,para o nosso time ganhar um campeonato não basta jogar bem,se preparar bem, só ganhamos titulos quando jogamos com alma,é com certa dose de paciência da torcida,pq esse time não tem alma de campeão,só no jogo com Atletico Mineiro que jogamos assim.Mais pq o passado é importante para não cometermos os mesmos erros todos os anos.A torcida já calejada de ver o time assim,ela não comparece e sem torcida e sem alma ninguém ganha nada.

    • Nelson Ribeiro

      Só ganhamos títulos quando temos dinheiro mesmo que emprestado. O Atlético também… só que as dívidas do Altlético MG supera a de todos os clubes do Brasil.

  • O que falta ao Botafogo é o Andrezinho, Felipe Gabriel, Jadson, Herrera, Marcio Azevedo. Nas horas dificeis, o tecnico olha para o banco de reservas e ve: Dede, Otavio, Sassa, Henrique, e outros, nada contra, mas um time para ser campeao tem que permanecer com o time que iniciou a temporada ateh o fim e se reforçar se houver necessidade. No ano seguinte só sai alguem se o jogador que vier for melhor e assim mesmo, so para as posições realmente carentes. Sem falar na perda do Engenhão, da perda de recursos, da perda de novos patrocinadores, dos patrocinadores que tinham cadeira cativa no Engenhão e perderam no Maracanã. O flu so perdeu jogadores este ano, de 2011 para 2012 não perdeu ninguem e se reforçou. O Cruzeiro e o atlético Mineiro quando estavam sem estadio quase cairam. Acusar este ou aquele é facil. Com tudo isso a equipe se mantem firme apesar dos percalços e o Oswaldo de Oliveira é um dos melhores técnicos do Brasil, o Corinthians já esta atras dele, porque ele é ruim, claro que não, para tirar o Oswaldo tem que vir o Muricy. É de top para top. Vamos deixar de pensar pequeno, vamos manter o técnico, trazer novos jogadores e disputar a Taça Libertadores para ganhar. Pra frente é que se anda|||

    • Nelson Ribeiro

      Muricy é um dos poucos que tem o perfil formador do Oswaldo. Não podemos pensar só no time de cima… o Botafogo tem a base integrada e o técnico do time de cima praticamente define o que será no time de baixo. A experiência do Oswaldo no Japão foi fundamental para que o Botafogo o trouxesse e não foi pensando só no time de cima. Foi na formação dos meninos da base também.. e tem funcionado.

  • euler

    RAÇA PRECISA RAÇA VONTADE DE OCUPAR ESPAÇOS E GANHAR O JOGO, SE NÃO DER EMPATE ESTÁ BOM, NÃO PODE É PERDER IGUAL CONTRA O GOIAS.

  • ZUZAFOGO

    Parabéns Vinicius Andrade. Foi no âmago da questão. Fazia tempo que não via um comentário tão lúcido nesse blog.
    Por favor, tente passar essa sua postagem para o Seedorf e para o M.A. Eles estão parecendo com Lula, não compreendem nada, não sabem de nada, não viram nada. Obg

  • hélio fernandes gonçalves

    O QUE FALTA AO BOTAFOGO É ALGUÉM DE PEITO PARA ESCURRAÇAR DE VEZ ESSA
    CORJA DE EMPRESÁRIOS “MAMBEMBES” QUE MANDAM E DESMANDAM E ENTOPEM O
    ELENCO DE JOGADORES MEDÍOCRES (M.MATTOS/R.DEFENDI/EDILSON/LIMA/LODEIRO/
    R.MARQUES/ALEX/HENRIQUE/ELIAS/HYURI…), E VENDEM PARA SE LUCUPRETAREM AS
    NOSSAS PÉROLAS VITINHO… JADSON… ALÉM DO QUE, ESSE TIME É COVARDE E BUNDÃO!!!

    • Nelson Ribeiro

      Esse troll é flamenguista… não se iludam. É mais um tentando dissuadir o torcedor de comparecer aos jogos e assim fazer com que nosso orçamento seja pequeno para o próximo ano. A técnica dele é misturar os bons com os ruins e generalizar. Usa de sofismas para tentar confundir o torcedor alvinegro, todos sabem que o Vitinho foi levado pela Traffic e quye por sinal até agora só deu com os burros n’agua naquele país. Sabe quem foi o maior articulador da saída do Vitinho??? André não sei das quantas do Jornal Extra ao afirmar que o Seedorf estaria aliciando jovens para que mudassem de empresários. A própria saída do Vitinho contradiz essa tese. Mas a Traffic ficou com medo e o levou apressadamente pra fora do clube.

  • Orlando Soares

    Boa observação Sr. Helio Fernandes, sua abordagem sobre os Empresários. Várias vezes escrevi criticando essa forma de gestão que o Maurício implantou no Botafogo. Esses Empresários, que o Maurício chama de “Parceiros”, não passam de verdadeiros “abutres, sanguessugas” , que só olham para seus lucros imediatos, não se importando se o Clube , no nosso caso, o Botafogo, será beneficiado ou não. Eles fazem do Botafogo , um Clube de Camisa que serve de aluguel. Esses abutres, se o seu apaniguado ao vestir essa Camisa, se der bem, logo nos primeiros meses procuram tirar o atleta do time e repassá-lo para outro centro, levando lucro na transação e o time que se lasque. Esse é o pensamento deles, é só ver os casos do, Felipe Gabriel, Vitinho, Jadson; na minha opinião, o Andrézinho e o Márcio Azevedo foram na hora certa, pois estavam dando o maior prejuizo ao Botafogo.
    Guardem na lembrança o que escrevo agora: VAMOS VER O TAMANHO DO ROMBO QUE O MAURÍCIO VAI DEIXAR APÓS SUA SAÍDA. Uma desculpa que será dada , será o fechamento do Engenhão, mas, Eu não engolirei essa desculpa, pois essa forma de gerir o Clube com esses “abutres, sanguessugas” , é bem maléfico para o Clube. Só 20% do atleta pertencer ao Clube não garante nada.

    • Nelson Ribeiro

      Pois bem, querem mudar isto no Botafogo? Cada um dos dois façam uma parceria e comprem jogadores para o time. O clube não tem dinheiro, tem confisco e não tem Engenhão. É uma petulância de vossa parte falar que o Engenhão é desculpa e veja que você não faz sentido, onde seria que alguém em uma vitrine se daria melhor??? Junto a um time fraco ou um time forte??? Me perdoe, mas essa politicalha não funciona com quem entende melhor. Você não é flamenguista, mas está dando asas ao Hélio que é flamenguista. Veja a foto dele onde ele tem postados nos comentários das matérias.

      • Ribeirinho ficar caladinho, é a melhor coisa que vc faz…
        Porque de futebol,tu não sabe porra nenhuma.
        Vc,seu sacripanta,apoiou e apoia esse presidente muquirana,esse técnico vagabundo e ainda diz torcer para o Botafogo.Fala Sério!Ribeirinho.Apartir de hoje faça o seguinte…
        fique caladinho,saia desse bloguinho e vai dar o seu c…zinho!!!kkkkkkkkkkkkkkkkkkk.

  • Ed

    Pra conseguir essa vaga , os jogadores precisam ser torcedores do Botafogo desde pequeninos , além disso o Seedorf precisa voltar a jogar bola e se concentrar , ir pra cima , chutar a gol , readquirir confiança . Nossos volantes marcam mal , não apoiam , não se apresentam no ataque e só tocam pra trás . A torcida pode ajudar ? Claro que sim , mas o Osvaldo precisa mudar o esquema , tornar o time ofensivo , vibrante , leve . Quantos gols marcamos no 2o turno ? Qual foi o jogo que o Botafogo perdia de 2×0 e virou na raça pra 3×2 ? Isso contagia e a torcida se empolga . Marca 1 gol , vai pra cima , marca 2 , 3 . Quero ver detonar o Inter e não a postura sonolenta da última partida . SAN

  • Terezinha

    Irmãos de camisa:

    Por concordar com tudo que o tem sido postado pelo responsável por este blog, para calar de uma vez por todas essa ladainha “chapa-branquista”, que tanto maltrata o torcedor, esta postagem é destinada a todos aqueles que não entendem porque na hora H a Torcida do Botafogo simplesmente não aparece. Porque muitos que não são do RJ ficam criticando a torcida porque não vai ao Estádio ou quando vai fica vaiando.

    O motivo é simples. Se é justificável ou não é outra História. Mas se pararem para pensar faz sentido.

    1999
    – Mais de 110.000 pessoas comparecem ao Maracanã na final da Copa do Brasil contra o Juventude. Botafogo precisava apenas vencer por 1×0 e consegue perder a porra do título. Gilson Nunes, precisando fazer um gol inexplicavelmente tira Bebeto de campo no segundo tempo, o mesmo jogador que havia classificado o Botafogo para a Semi-Final da Copa do Brasil após fazer um gol de falta contra o Atlético PR;

    – No Brasileiro após uma campanha ridícula, só não é rebaixado porque a CBF concede 3 pontos de uma partida onde havia perdido de 6 para o São Paulo;

    2001
    – Na Final do RJ-SP de 2001 o Botafogo, diante de sua torcida, toma de 4 no Maracanã para o São Paulo, onde os juniores Kaká e Luiz Fabiano fazem grande partida;

    – No Brasileiro, com o Caio Martins lotado e precisando da vitória para entrar no G-8, o Botafogo perde para o Santa Cruz, lanterna do Campeonato e que não havia vencido nenhum time fora de casa até então e é eliminado;

    2002
    – No RJ-SP o Botafogo, precisando da vitória para se classificar, perde para o América-RJ, na última rodada, que até então não tinha vencido nenhuma partida em todo o Campeonato!

    – Diante de sua torcida, o Botafogo é rebaixado no Caio Martins;

    – No RJ-SP o Botafogo, precisando da vitória para se classificar, perde para o América-RJ, na penúltima rodada, que até então não tinha vencido nenhuma partida em todo o Campeonato!”

    – Na última rodada perdemos de virada de 2×1 para o Guarani no Caio Martins, o que foi outro vexame.

    2004
    – No ano de seu centenário, após a torcida lotar o Caio Martins na reabertura do estádio o Botafogo toma uma enfiada de 3 para o Goiás;
    – Botafogo é eliminado do Carioca para o Americano, com gol de Washington de cabeça, impedido, aos 46min do segundo tempo;

    O Botafogo só se livra do rebaixamento na última rodada, em gol cagado do Schwenck;

    2005
    – Após início avassalador no Brasileiro, o Botafogo perde de uma única vez Jefferson e o técnico PC Gusmão e despenca no Brasileiro;

    Botafogo é eliminado do Carioca para o Americano, com gol de Washington de cabeça, impedido, aos 46min do segundo tempo”

    2006
    – Diante de sua torcida, o Botafogo toma um gol contra o Fluminense na Sulamericana, com gol de Marcão impedido aos 48min do segundo tempo. Durante os pênaltis, William do Botafogo faz a cobrança mais bizonha da história do futebol e é eliminado. Erro de arbitragem de Djalma Beltrami e Hilton Moutinho;

    – Após início avassalador no Brasileiro, o Botafogo perde de uma única vez Jefferson, Dodô e o técnico PC Gusmão e despenca no Brasileiro. A grande decepção desse ano, no meu ponto de vista, foram as duas derrotas para os mulambos que tinha um time ridículo e escaparam do rebaixamento graças a esses 6 pontos.

    – Flamengo conquista a Copa do Brasil.

    2007
    – Após início avassalador no Carioca, Botafogo perde, diante de sua torcida, após erro de arbitragem de Djalma Beltrami e Hilton Moutinho, que não apitavam uma partida do Botafogo desde o jogo da Sulamericana. Consegue perder o título para o Flamengo, que foi Campeão sem ganhar um único clássico;

    – Alessandro chega ao Botafogo;

    – Jogando no Maracanã, diante de 60.000 Botafoguenses, o Botafogo é eliminado pelo Figueirense com erros de arbitragens e um frango do goleiro Júlio César aos 44min do segundo tempo;

    – Jogando no Maracanã, diante de excelente público, o Botafogo perde jogo chave para o São Paulo por 2×0. Mesmo perdendo, torcida canta em peso que “NINGUÉM CALA ESSE NOSSO AMOR”;

    – Na Sulamericana, o Botafogo é eliminado pelo River Plate, após tomar 3 gols em 15 minutos, sendo o último aos 46min do segundo tempo;

    – Fluminense conquista a Copa do Brasil e no ano seguinte vai à final da libertadores, deixando o Botafogo como único do Rio a nem ao menos completar esse “feito”.

    2008
    – Botafogo perde a Final da Taça Guanabara para o Flamengo, em jogo polêmico da arbitragem. Jogadores choram durante entrevista coletiva. Flamengo é Bi-Campeão Carioca ao ritmo de “MAMÃE EU QUERO MAMAR”. Túlio Guerreiro, ídolo, diz que a torcida não deveria mais colocar os pés no estádio em um jogo do Botafogo;

    – Na Sulamericana, Botafogo é eliminado em pleno Engenhão, diante de sua torcida após André Luiz ser expulso em entrada criminosa 2 minutos depois o Botafogo ter empatado o jogo;

    2009
    – Com time ridículo, Botafogo é Tri-Vice para o Flamengo;

    – Em grande exibição, o Botafogo vence o São Paulo, diante de sua torcida e ajuda o rival Flamengo a ser Campeão Brasileiro;

    – Botafogo se livra do rebaixamento na última rodada após perder 17 pontos por erros de arbitragens.

    – Eliminação da Copa do Brasil para o Americano em pleno Engenhão.

    – Flamengo conquista o Hexacampeonato.

    2007-08-09 – Tri-vice estadual humilhante pro maior rival, Flamengo.

    2010
    – Jogando diante de sua torcida e dentro do seu próprio Estádio, o Botafogo entra em campo com uma Camisa Bizonha e toma de 6×0 o Vasco;

    – Precisando de uma vitória, e invicto em seu estádio, o Botafogo perde diante de sua torcida, para os reservas do Internacional, que durante toda a semana deram entrevista dizendo que perderiam o jogo para prejudicar o ser rival Grêmio.ISSO MESMO! O BOTAFOGO CONSEGUIU A FAÇANHA DE PERDER PARA UM TIME QUE NÃO QUERIA VENCER A PORRA DO JOGO!

    – Precisando de uma vitória para se classificar para a Libertadores, Botafogo entra retrancado contra Ceará e Avaí. Time faz cera e se conforma inexplicavelmente pelo empate;

    – Após os vexames contra Internacional, Avaí e Ceará, o Botafogo precisava vencer o Grêmio no Olímpico. Entra em campo com 4 cabeças de área e é goleado de 3×0;

    – Eliminação da Copa do Brasil para o Santa Cruz em pleno Engenhão.

    – Fluminense conquista o Tricampeonato, passando então o Botafogo, que é Bicampeão e com menos títulos.

    2011
    – Diante da sua torcida em jogo chave, o Botafogo empata com o Atlético GO após invencionice de Caio Jr;

    – Diante de sua torcida em jogo chave, o Botafogo perde para o Corinthians por 2×0;

    – Diante da sua torcida em jogo chave, o Botafogo sofre empate do São Paulo aos 46min do segundo tempo;

    – Eliminação da Copa do Brasil para o Avaí. Faltou citar a sequência de várias derrotas seguidas nos últimos 8 jogos do campeonato, só conquistando 4 pontos em 24 e jogando fora uma das vagas mais certas da Libertadores.

    – Na Sulamericana jogando em casa, Caio Jr. inexplicavelmente poupa 9 titulares e empata com o Santa Fé da Colômbia! Agora será obrigado a escalar os 11 titulares na altitude no jogo de volta;

    – Diante de jogo chave, o Botafogo é obrigado a jogar em São Januário devido a show de Justin Bieber e empata com o Bahia, com direito a 2 gols de Souza, que comemora fazendo gesto do Chororô de 2008.

    – Na vice-liderança, faltando apenas seis rodadas para o término do campeonato, o time simplesmente perde 5 partidas seguidas e também a chance de participar ao menos da Libertadores, com direito aos outros 3 rivais do Rio se classificando pra competição!

    – Vasco também conquista a Copa do Brasil, deixando o Botafogo como único do Rio a não completar esse feito.

    2012
    – Diante da sua torcida, o Botafogo sofreu uma goleada vergonhosa para o fluminense na final do Carioca (tomou de 4).

    – Diante da sua torcida, foi eliminado na Copa do Brasil para o Vitória em pleno Engenhão com Loco Abreu dizendo ao final do jogo que não era nenhuma tragédia porque ninguém morreu.

    – Com praticamente as mesmas peças do ano anterior (e as mesmas deficiências), após várias partidas de uma invencibilidade bem mentirosa no estadual, a base de inúmeros empates “com sabor de derrota”, enfim a verdade vem à tona. Inexplicavelmente o time consegue ser limado (de virada) das duas competições em que participava (oitavas da Copa do Brasil e final do Carioca) num intervalo de menos de uma semana.

    – Conseguiu ser eliminado da Sulamericana em casa por um time do Palmeiras com 10 desfalques, que mal tinha jogadores para ficar no banco, que já estava classificado para a a Libertadores-13 e mais preocupado em sair do Z-4 (e posteriormente caiu) do que com a Sulamericana.

    – Depois de dispensar/emprestar 5 atacantes e só contratar 1 (sendo este o Rafael Marques em fase apocalíptica), time tem alto desequilíbrio em campo e novamente morre na praia. Não conseguindo nem ao menos quebrar o tabu de 10 anos sem vencer o Flamerda em brasileiros.

    – Ida humilhante dos 3 rivais num mesmo ano à Libertadores e só o Botafogo ficando de fora (e desde 96!).

    – Fluminense conquista o Tetracampeonato, aumentando o abismo.

    2013
    – Atlético-MG, supostamente o último dos grandes em títulos, conquista a libertadores (com o Cuca!) e coloca o Botafogo de vez nessa posição.

    – Estando vencendo por 2 x 0, deixa o Flamengo empatar um jogo por pura incompetência, medo, cagada nas calças e perde dois pontos ganhos, no Campeonato Brasileiro, no 1º turno;

    – Joga dois pontos fora no jogo contra o Corínthians, na estreia do Br. 2013;

    – Perde duas vezes para o Bahia (em Salvador e no Rio), com direito a ser chamado de freguês de times pequenos em momentos decisivos e perde 6 pontos fáceis nesse BR 2013;

    – Perdeu 6 pontos para o Vitória, em jogos de ida e volta!

    – Depois de estar vencendo, em casa, no Maracanã, viu o Grêmio passear em campo e ganhar um jogo que se apresentava impossível perder!

    – Tomou OLÉ em Curitiba, do Atlético Paranaense, que fez 3 gols e s´não ampliou o placar porque ficou com pena do Botafogo!

    – Perde para a Ponte Preta, vergonhosamente, em pleno Maracanã, dando início à sina do cavalo paraguaio, nesse 2013;

    – Perde para o Náutico, em Recife, num jogo em que o que se viu foi pixotadas em cima de pixotadas. Faltou homens nesse dia.

    – Depois de quebrar um tabu que durava 13 anos, SOFRE GOLEADA DE 4 x 0 PARA O Flamengo, pela Copa do Brasil. Sem comentários.

    – Perde 5 pontos contra o Goiás (sendo o 1º em BSB, diante da sua torcida, com estádio lotado e o 2º jogo em Goiânia, onde não venceu por pura incompetência e por medo de vencer.

    Vou para aqui, porque corro o risco de sofrer um infarto no miocárdio!

    Portanto, meu caro blogueiro, antes de “fazer vistas grossas” para tanta incompetência, faça o contrário: fique ao lado do torcedor; desça do muro e bata de frente, firme e de forma contundente com quem está destruindo o Botafogo! Não seria esse o seu papel, enquanto “representante” da torcida. Afinal, este espaço recebe o nome de “BLOG DO TORCEDOR” botafoguense!

    SAN

    Terezinha

    • O QUE OBSTRUI O BRILHO DO BOTAFOGO?! – O Botafogo já estar tão acostumado a fazer seus papelões em seus momentos decisivos que eu até começo a pensar se não precisaríamos fazer algo mais para afastar esta inhaca, esta sina… Quem sabe se alterando o nome do clube, ou mudando suas cores, o Botafogo não acabasse por se refazer no geral e em suas ambições? Como justificar a estranha apatia que temos demonstrado nos nossos momentos decisivos? Estaríamos entrando em campo dopados ou sob efeito de algum chá para justificar os resultados do time nessas ocasiões? Seja o que for que esteja a impregnar tão negativamente aos nossos jogadores e atletas, com certeza, algo precisa ser feito! Noutros tempos os dirigentes levavam os jogadores a um Centro de Macumba e, depois de alguns passes, os caras estavam prontos para o que desse e viesse! Hoje, com tantos atletas evangélicos no time, fico pensando se não seriam as maneiras como esses tais entendem as derrotas como fonte de amadurecimento a razão para os nossos fracassos, né mesmo?! Eles estariam entrando em campo extremamente despreocupados com os resultados obtidos porquanto o que lhes importaria seria apenas ficarem ou tornarem-se maduros, né não? O chato, amigos, é que de tanto amadurecimento acumulado, o nosso time já deve estar apodrecendo, né mesmo? Ah, um outro fator que poderia explicar a nossa má fase atual, coincidentemente, seria o fato de ela ter se intensificado para o Botafogo, desde que o senhor Sergio C Santos passou a adentrar ao blog como sendo o tal Nuvem Negra! O fato é que desde lá, uma verdadeira nuvem negra tem obscurecido o nosso brilho em campo, quem me nega? Não seria hora do tal Nuvem Negra dar fim ao seu nick azarado?

      Terezinha, um rol de papelões como esse que a senhora postou acima, ao invés de ser exibido, deveria mesmo é ser escondido à sete chaves! Há muitos casos listados acima em que fomos vergonhosamente prejudicados por árbitros maus intencionados! Em sendo assim, nem tudo que nos aconteceu foi decorrente da falta de brio dos nossos jogadores! Houve casos em que o insondável de almeida pontuou e muito contra nós e contra o Botafogo! Torcedores nossos que não conheçam os fatos reais poderiam se impregnar negativamente por este rol mal alinhavado e abandonar o clube, não acha?

  • Nicanor Sena

    4 LIÇÕES DOS CLUBES ALEMÃES QUE BOTAFOGO PRECISA APRENDER

    Colegas de sofrimento,

    Pela enésima vez, o BOTAFOGO inicia e termina temporadas sem fazer planejamentos adequados. Em razão disso (falta de planejamento, clube administrado de forma amadorística e elencos mal montados e desfeitos no meio da temporada), pela centésima vez, o resultado prático se repete: o time não alcança os objetivos desejados e o torcedor (que não é de ferro, afinal), sente-se frustrado.

    Diante disso, uma pergunta se impõe: o que fazer para alterar esse quadro (triste quadro), que, de certo modo, já está se tornando uma marca no BOTAFOGO? Como reverter o estágio de letargia e de pessimismo, para uma situação de otimismo, no médio prazo?

    Como dessa Diretoria Nota 1 e em final de mandato nem os mais otimistas poderão esperar nada (já que, além de míopes e despreparados para administrar um clube da nossa grandeza, são também burros, analfamães de pais e betos), penso que uma boa solução seria a Diretoria de 2017 (sim, pois ao que tudo indica a canalhice que aí está fará o seu sucessor), reparar no que se passa atualmente no futebol alemão.

    Falo a quem me possa ouvir, a verdade é que o futebol que atualmente se joga nos estádios da Alemanha pode oferecer todo um aparato para que a Diretoria de 2017 reflita e encontre caminhos para recolocar o BOTAFOGO nos trilhos de glórias perdidas no tempo.

    Eis a primeira verificação: após um período de algum marasmo, talvez algum desnorte e certamente algum declínio, os dirigentes dos clubes alemães afincaram-se num objetivo estratégico: repor o futebol germânico e o seu correspondente campeonato na linha da frente e fazer dele um fator espetacular de galvanização nacional – todos unidos pelo fascínio da bola!

    Hoje, quando se fala em futebol alemão, o que se vê? Estádios cheios, apinhados de torcedores, completamente lotados, independentemente dos nomes dos times – alguns clubes, como é o caso do Borussia de Dortmund, têm até, logo após a partida, a receita de bilheteira garantida para a temporada inteira.

    E como chegaram a atingir tal patamar? Em primeiro lugar, caminhando, claro. Mas, esta é a questão essencial e que antecede e explica todas as demais. Porque os seus responsáveis acreditaram: eles sonharam com o cimo, com as alturas. E quem persegue um sonho pode ter uma certeza – vê-lo-á concretizado.

    Sim, a mecânica da crença do sonho, é surpreendentemente óbvia e fácil: basta (!) ver-se, sentir-se sincera e consequentemente naquilo que se deseja e sonha. E se há coisa em que os alemães são realmente exemplares é na determinação com que se agarram à sua crença – mesmo quando aplicada no sentido errado: eis a razão por que já por duas vezes incendiaram o mundo!

    A força da crença não está, porém, na declaração altissonante e comovente, mas na constância com que essa crença se faz presente no coração de quem a vive. Sim, viver a crença – eis o segredo do sucesso para aquilo em que se acredita e não essa crença atoleimada e cega, encomendada por diretores a blogueiros chapas brancas…

    O primeiro aprendizado, portanto, é o BOTAFOGO acreditar que para estar na frente implica uma condição essencial: que o clube se veja digno e merecedor de estar no topo. Quem quer ser grande só tem uma hipótese de sê-lo: pensar grande. E pensa grande quem grande se vê e assim se sente: eis o fio da meada para o segredo alemão, agora visto como fenômeno de um futebol moderno, poderoso, criativo, altamente eficaz e espetacular – e sempre com as cadeiras dos estádios eletrizadas pela paixão e pela festa!

    A segunda lição a ser observada pelo BOTAFOGO é ter a humildade para reconhecer que os seus dirigentes, além de amadores, estabanados, são apáticos, negligentes, descuidados, ociosos, preguiçosos, indolentes, em comparação com a natural paciência e garra alemã, marca do espírito disciplinado e metódico daquele povo.

    A verdade é que trabalho, trabalho e trabalho, persistência, persistência e persistência têm sido o diferencial, o essencial da receita para um insuspeitadamente revigorado futebol alemão.

    Além disso, nos últimos anos, toda uma geração de novos atletas, técnicos e dirigentes de diferentes culturas e de outros sangues passaram a espalhar uma nova “cultura”, uma nova forma de enxergar e de jogar futebol na Alemanha. O futebol mecânico, feio, chato e sonolento daquele País passou a ser praticado com miscigenação de outros povos, especialmente de latinos; ao feio uniu-se o bonito, a plasticidade. Com isso, os estádios passaram a ter mais cores, mais vibração, mais cheiro e emoção.

    No futebol alemão, a latinização ocorre, principalmente, com a presença de jogadores brasileiros, um ou outro francês, uns tantos espanhóis, agora sobretudo pela mão de Pep Guardiola; uma latinização misturada pela massiva presença de eslavos, já nascidos, quase todos eles em solo alemão, e que aportam músculo e muita imaginação e a que se junta ainda a impetuosidade criativa de alguns turcos, também eles quase todos nascidos já em território germânico.

    A impressão que fica é que esta nova fornada de jogadores “germânicos”, gerada no caldeirão de um sistema migratório, rompeu com o clássico padrão, mecânico e cerebral, do futebol da Alemanha. Esta é a terceira lição a ser aprendida pelo BOTAFOGO.

    Nesse sentido (= miscigenação), ao invés de preocupar-se com a reestruturação das categorias de base, apenas com a visão canhestra, equivocada, segundo a qual “o clube tem que investir na formação de novos atletas para vendê-los por um bom dinheiro a clubes europeus, no futuro”, não seria melhor o BOTAFOGO espelhar-se, por exemplo, no Club Bayern München, que, ao reformar o seu Estatuto recentemente, redigiu artigo que obriga o time a ser composto por, no mínimo, sete jogadores oriundos das categorias de base, na equipe titular?

    Ou seja, enquanto no Bayern München a preocupação é no sentido de compor o elenco com o máximo de atletas formados na base e que, por isso mesmo, têm identificação com clube, com sua história e com a sua torcida, no BOTAFOGO, dá-se o oposto: a tão decantada “valorização dos jogadores formados nas categorias de base” só existe por questões financeiras: formar para vender – jamais para jogar no time profissional!

    Dito, talvez, de um outro modo: um certo sincretismo étnico-cultural parece ter potenciado sobremaneira as qualidades básicas do futebol alemão, tornando-o menos estereotipado, menos previsível – e muito mais atrativo e criativo. Não seria o caso de o BOTAFOGO seguir esse caminho? É de se esperar que, a partir de 2017, os novos dirigentes do nosso ex-Glorioso faça um boa mistura de atletas adquiridos nas categorias de base dos países vizinhos (Uruguai, Argentina, Chile, Colombia etc.), com a garotada brasileira, nos moldes adotados pelo Bayern.

    A quarta lição a ser aprendida, pelo BOTAFOGO, com o futebol alemão diz respeito ao fato de que a ideia de que o bom ambiente da equipe, a sua saúde mental, a sua felicidade, só existirá se (e somente se) o clube deixar, de uma vez por todas, de tratar o seu torcedor como um inimigo em potencial – como ocorre atualmente. O BOTAFOGO em muito contribui para a baixa estima do seu torcedor, que tolera perfeitamente a infelicidade de torcer para um time movido a decisões administrativas profundamente erradas. Se é verdade que não existem equipes infelizes que possam ganhar, também não há torcedores realmente felizes em torcer para um time que os fazem infelizes. Há algo errado nessa equação.

    Ora, a infelicidade de um jogador pode, quem sabe, estar apenas no indevido aproveitamento que das suas capacidades humanas e técnicas possa estar a fazer um treinador distraído, ou, pior ainda, humanamente ignorante – que os há por aí a rodos. Infelizmente, isso tem ocorrido, de forma sistemática, no BOTAFOGO.

    Penso que essa é a grande revolução que tarda em chegar ao BOTAFOGO e que parece já ter chegado à Alemanha: os clubes germânicos estudaram e descobriram a chave do sucesso. A chave do sucesso é palavra desconhecida em nosso vocabulário alvinegro. Lá, o caminho da vitória já não se faz partindo do grupo para o indivíduo mas inversamente: do indivíduo/pessoa para o grupo… que só será realmente mais do que a soma aritmética dos seus membros se não deixar de fora nenhum deles!

    Talvez fosse tempo de o BOTAFOGO deixar de lado a vocação administrativa de agir sempre na base da superficialidade e a velha mania de improvisar… Quem sabe, assim, aprendendo um pouco as lições demonstradas pelos clubes alemães, aprendesse a administrar melhor o seu patrimônio!

    Enquanto isso não ocorre, VIVA A MEDIOCRIDADE!

    Grande abraço.

  • Sergio

    REAGE TIME, PORRA, REAGE.

    • Renato “O Russo” Velloso

      Depois a diretoria quer que a torcida do Botafogo vá apoiar esse time sem fibra, sangue, sem “aquilo roxo”, sem coração, sem alma, comandados por um técnico patético à beira do campo, impassível diante do desastre que foi a atuação do ex-colorado Bolívar que levou o Botafogo a perder para o Inter, um time fraco e sem cinco titulares! CHEGA!!!!! Até 2014

  • André Machado

    Manda esse técnico de merda embora e traz o loco abrel de volta.

  • UMA NUVEM NEGRA OBSTRUI O BRILHO DO BOTAFOGO! – O Botafogo já está tão acostumado a fazer os seus papelões em seus momentos decisivos que eu até começo a pensar se não precisaríamos fazer algo mais para afastar esta inhaca, esta sina… Quem sabe se alterando o nome do clube, ou mudando suas cores, o Botafogo não acabasse por se refazer no geral e em suas ambições? Como justificar a estranha apatia que temos demonstrado nos nossos momentos decisivos? Estaríamos entrando em campo dopados ou sob efeito de algum chá para justificar os resultados do time nessas ocasiões? Seja o que for que esteja a impregnar tão negativamente aos nossos jogadores e atletas, com certeza, algo precisa ser feito! Noutros tempos os dirigentes levavam os jogadores a um Centro de Macumba e, depois de alguns passes, os caras estavam prontos para o que desse e viesse! Hoje, com tantos atletas evangélicos no time, fico pensando se não seriam as maneiras como esses tais entendem as derrotas como fonte de amadurecimento a razão para os nossos fracassos, né mesmo?! Eles estariam entrando em campo extremamente despreocupados com os resultados obtidos porquanto o que lhes importaria seria apenas ficarem ou tornarem-se maduros, né não? O chato, amigos, é que de tanto amadurecimento acumulado, o nosso time já deve estar apodrecendo, né mesmo? Ah, um outro fator que poderia explicar a nossa má fase atual, coincidentemente, seria o fato de ela ter se intensificado para o Botafogo, desde que o senhor Sergio C Santos passou a adentrar ao blog como sendo o tal Nuvem Negra! O fato é que desde lá, uma verdadeira nuvem negra tem obscurecido o nosso brilho em campo, quem me nega? Não seria hora do tal Nuvem Negra dar fim ao seu nick azarado?

  • QUE VEJO EU NO ENTORNO DO MARACÃ? – Sempre que eu passo em frente ao Maracanã, e mais precisamente em frente à estátua do Belline, eu me pergunto a razão de existir, dentro do seu complexo, uma escola voltada tão somente para o ensino fundamental se ela nada tem a ver com a prática do futebol, ou de qualquer outro esporte, né mesmo? Se a mesma tivesse ao menos, como função, além do ensino fundamental, também, ensinar aos seus alunos os fundamentos do futebol, ficaria evidente a razão de sua existência dentro do tal complexo esportivo, né mesmo?! Se a mesma, porém, nenhum ensinamento tem a ver com a prática, melhor seria que ela fosse transferida para outra área e, por que não, onde hoje estar localizado o tal Museu do Índio? Seria uma maneira de se dar àquele espaço uma função social, ao mesmo tempo em que se providenciaria o envio, dos que ali se fazem, ou se passam por índios, para as suas respectivas florestas, posto que elas são o lugar natural e que convém a todos os indígenas, né mesmo? Outra pergunta que sempre me vem à cabeça, em minhas voltas pelo entorno do Maracanã, é de quando o Complexo Célio de Barros voltará a ser usado para o treinamento dos nossos atletas como antes?! No momento, tudo que vemos dele são as suas arquibancadas entregues ao nada! Suas pistas e gramados simplesmente foram tragados pela sanha destruidora da Odebrecht! Já o Complexo de Natação Júlio Delamare, ainda que tenha sido preservado, também, continua sem qualquer uso por parte da população ou das equipes de natação! Por fim, amigos, é muito deprimente saber que, entre as centenas de palmeiras e os oitis iluminados à noite, em volta do estádio, não se observe a presença de qualquer Pau-Brasil, a árvore símbolo do nosso país, né mesmo?

  • guto

    Cara! o que mais me deixa chateado é saber que os nossos jogadores é que dão motivos para outros torcedores sacanearem o torcedor alvinegro,pois contra os números você não tem respostas,o Atlético passava por isso a pouco tempo,mas agora acabou! calaram a boca dos torcedores rivais,acabou a espera,pois foram campeões da libertadores,o Botafogo é o time grande que está mais tempo sem ganhar um título de expressão,não dá para discutir sobre fatos,sou botafoguense fanático,já são 18 anos de espera por um título,abç nação botafoguense

  • ATE QUANDO VOU SER OBRIGADO A ATURAR ESTE OSWALDO DE OLIVEIRA QUE NÃO TEM UM PLANO B.QUEREM TORÇIDA NO ESTADIO,COITADOS,ERRARAM EM TROCAR DIRETOR DE FUTEBOL,EM DEIXAR SAIR OS BONS,FICARAM BONS E UM BANDO DE LOUCOS,POBRE DO RAFAEL MARQUES COM NINGUEM PARA JOGAR,SEEDORF MORTO EM CAMPO,BRUNO MENDES,ALEX,SASSA,ME POUPEM,DEIXAR O HUTI NO BANCO ME POUPEM,DEIXARAM JOBSON SAIR,O MANO NO FLAMENGO SAIU DEPOIS DE UMA LOUCA NOITE DO ELENCO DO FLAMENGO,ENTROU JAYME E ACERTOU TUDO,NO PASSADO ACEITAMOS O RENATO SILVA,HJ ELES EXECRAM O JOBSON,VAE EMBORA OSWALDO,LEVA A TUA ESPOSA JUNTO.AH QUE SAUDADE DE MAICO,LOCO,HERRERA,ELKSON,FELIPE GABRIEL,ANDREZINHO,VITINHO,NOS JULGAM IMBECIS,IMBECIL É QUEM VAI DEIXAR ESTE TREINADOR PERDEDOR SEM TOMAR ATITUDE.

  • Renato “O Russo” Velloso

    Depois a diretoria quer que a torcida do Botafogo vá apoiar esse time sem fibra, sangue, sem “aquilo roxo”, sem coração, sem alma, comandados por um técnico patético à beira do campo, impassível diante do desastre que foi a atuação do ex-colorado Bolívar que levou o Botafogo a perder para o Inter, um time fraco e sem cinco titulares! CHEGA!!!!! Até 2014

  • Marcos Freitas

    Eu gostaria de saber o que técnico do internacional ofereceu ao mau zagueiro Boliva, se foi dinheiro ou garantia de retorno ao time para deixar o internacional vencer porque esta claro que foi um ou outro se a diretoria do Botafogo fosse seria cobraria as falhas claras do jogador outros que não merecem vestir a camisa do Fogão são Marcelo Matos e Renato são funcionário publico dentro do time e a diretoria deveria cobrar RAÇA se não a diretoria a torcida deveria fazer como todo time grande faz.

  • roberto

    Amigos Botafoguenses estou tão puto quanto vcs mais claramente percebemos que esse time
    está no CTI peço o apoio da nossa torcida,vamos lotar o maraca e trazer essa vaga na marra.
    Nós já fizemos a diferença no ENGENHAO alguns anos atrás vamos lá PORRA mostrar para estes
    merdas como suar sangue.

MaisRecentes

A verdadeira história sobre o atacante Ortega



Continue Lendo

Botafoguenses devem se orgulhar do título da Série B



Continue Lendo

OPINIÃO: Torcedores do Botafogo pagaram e têm todo direito de vaiar o time



Continue Lendo