É difícil explicar a péssima fase do Botafogo



Amigos alvinegros,

Chega a ser chato escrever após mais uma derrota. Sinceramente, eu não sei o que está acontecendo com o Botafogo. Já ouvi gente falando em falta de confiança, queda de rendimento dos principais jogadores e muito mais. Gosto de pensar simples: o time não está jogando como antes. Mas o porquê eu não sei.

A maratona dos jogos realmente é pesada, mas os outros clubes também não estão enfrentando o mesmo problema? Isso não é desculpa para jogar tão mal. O Botafogo não está perdendo porque está cansado. Está perdendo porque está jogando muito mal. Parece que o time desaprendeu a jogar bola. Chega muito pouco na frente, quase não agride, rouba poucas bolas e ainda assiste aos adversários jogarem, sem incomodar.

Felizmente, o time ainda está no G4, mas desse jeito não termina entre os quatro primeiros. Restam 12 jogos para salvar a Libertadores.



  • RS

    Eu não sei o quem é,mais se estão
    fritando alguém,estão.

    • Blogueiro,

      Se tá difícil explicar a péssima fase do Botafogo, então não escreva nada, faça 1 dia de silêncio. Obrigado.

      • DEUS NOS DEU UMA AJUDA PARA MUDAR ATÉ O FIM DO CAMPEONATO BRASILEIRO, E É SÓ NÃO CONTRARIAR A VONTADE DIVINA DEIXANDO O OSVALDO INTERNADO ATÉ O FIM DO CAMPEONATO RECEBENDO SEUS SALÁRIOS PELO INSS, E COLOCANDO O RAFAEL MARQUES COMO SEU ENFERMEIRO.

        O ESQUEMA DE JOGO QUE TODO MUNDO SABE ESTÁ MANJADO E O OSVALDO NÃO SABE MUDAR E PIOR ACREDITA QUE O RAFAEL MARQUES É UM CRAQUE INTOCÁVEL NO TIME, ENTÃO VAMOS TORCER PARA O OSVALDO FICAR ENTERNADO E SE POSSÍVEL INTERNEM COM ELE O MAURÍCIO SONÇÃO, RAFAEL MARQUES, ELIAS, LUCAS ZEN, HENRIQUE, BRUNO MENDES, MARCELO MATOS, RODRIGO DEFENDI, EDILSON E OUTROS.

        O TIME TEM QUE JOGAR NO ESQUEMA 4 – 4 – 2

        JEFERSON

        GILBERTO, BOLIVAR, DORIA (LIMA OU JULIO CESAR)

        GABRIEL, RENATO, SEEDORF E LODEIRO

        HIURY E SASSÁ.

        BASTA SABER POSICIONAR E FAZER DUAS LINHAS DE QUATRO NA DEFESA E NO MEIO E DEIXAR O HIURY E SASSÁ SÓ VOLTANDO ATÉ A LINHA DO MEIO DE CAMPO.

        QUE SAUDADE DO JOBSON QUE MESMO DOIDÃO ESTÁ FAZENDO FALTA NESTE TIME.

    • olá sou bota fogo mais não consigo entende esta queda de rendimento do time ..já que o pagamento estão em dia ….a sim não da ,,time que só que carioca ….e time para ser d…desta maneira …desculpa minha forma de pensar ,,,bom dia a todos ,,luis teles de poçoes bahia

      • Claudenir de Recife

        Amigos torcedores do Fogão, não precisamos muito entender de tática. A verdade é que nosso esquema que fora adotado no campeonato carioca e no primeiro turno do brasileirão, todos já conhecem. Precisamos mudar o esquema, ter mais variação. Hoje temos a boa opção de jogar com três zagueiros: Dancker e Bolívar, com o Dória de líbero, com isso liberaria mais os laterais Gilberto e J. César, no meio o Renato, Hiuri e Rafael Marques, no ataque o Elias e Bruno Mendes. Daria um descanso ao Seedof, já o Lodeiro e o Marcelo Matos pegariam um banquinho.
        Saudações Alvinegra!
        claudenirc.silva@gmail.com

    • Edivar Caetano

      Bom dia Amigos Botafoguenses! Não tenho conseguido mostrar NADA nestes Sites, Blogs e outros, porque quando se fala qualquer coisa que não agrade a parte desta Imprensa Global menguista, NADA colocam. Mas, não é difícil para quem já vive futebol há mais de 35 anos. Uma Diretoria tão irresponsável que vende mais de 12 Jogadores em menos de um ano; Uma Diretoria que traz um “TÉNICO” isso mesmo, que já foi “muito cam,peão no Oriente”; Que aceita tudo e tem esposinha para reclamar na Imprensa. Ficasse lá no Japão, na Coréia, na China com seu “Rafa Ms” , seu Fellypinho e sua cara de Múmia. Desespera a trocar jogadores em um jogo para se explicar nas derrotas. Um “TÉNICO” que queima vários homens de frente como Loco Abreu, Herrera, Bruno, Henrique e Andrezinho para colocar seus “menininhos” que vieram de contra-peso. Rafa Ms, jogador de futebol, centroavante? Só no Japão mesmo. Uma Diretoria que permite Arbitragens facciosas contra o Fogão; Permite determinados Jornalistas falarem idiotices sobre o Fogão e se cala por covardia. Onde está a grana das vendas de mais de doze jogadores? Quanto ao Engenhão até a Torcida Globalmenguista sabia deste ‘GRANDE GOLPE” contra o Fogão. Mas, nossa Diretoria de “markentings” em benefício de quem, esta não sabia. Claro que não deixariam Botafogo ficar usando um estádio e crescendo. Afinal quem conhece de futebol, quem esteve lá dentro, sabe como vieram criando uma Torcida global… Quer ser bom na Imprensa? Elogie o “time global duas cores”….Tem como explicar sim, basta querer. Montem ua mesa redonda chamando torcedores e ex-jogadores do Fogão que saberão….Sei que nem vão publicar isto, mas, é assim a explicação.

  • Luciano

    A não ser que eu esteja assistindo a outro campeonato, o BFR está com um aproveitamento pior que 03 clubes e, até hoje, melhor que 16. Não há pretensão de título, foi tudo uma grande e normal utopia de torcedor, mas comparem o número de derrotar e verão que o único agravante nosso é que elas foram consecutivas. No mais, como não há mal que dure para sempre, poderemos brigar pelo G4, tanto quanto outros brigarão pra não cair. O feeling do momento é ser racional, já que não permitem sentirmo-nos tão grandes quanto os tempos de glória, que não nos permitamos ser tão ruins como nos últimos anos, pois vivemos outro momento ainda que não seja o ideal, mas bem melhor!

    • leonardo

      É isso mesmo, Luciano. Concordo com você. Precisamos de um pouco de otimismo, claro, com os pés no chão, porque o momento não é bom pra nós, no entanto, como torcedores de verdade do nosso amado FOGÃO, temos que estar prontos para apoiar nossa equipe e, SEMPRE, esperar dias melhores.
      Saudações alvinegras.
      Leo

    • charles

      Luciano:

      Também estou assistindo ao mesmo jogo e concordo com você. Acho apenas que estamos vivendo um mau momento. O Alex do Grêmio vai encerrar a carreira sem acerto outro chute igual aquele. Em outro jogo levamos um gol de voleio, que na verdade o cara não sabia nem com que perna iria chutar é outro que nunca mais acerta outro. A bola batendo na canela do Seedorf, não é coisa normal. Não temos joga tão mal assim. Já tivemos vitórias em que fomos pavorosos e a imprensa achou que fomos maravilhosos. Claro que vencer é essencial, mas o fato de isso não estar ocorrendo significa que estamos com um timinho, que não estão jogando com garra. Há muito tempo não temos um time tão atuante, outro tantos não formamos jogadores tão talentosos. Quer dizer que tudo isso só vali ter valor se for conquistado um título? Os nossos políticos é que realmente estão precisando ser cobrados e não os nossos jogadores.

      • PETROFOGO

        Concordo com com os dois Luciano e Charles:

        As derrotas que realmente fizeram diferença foram bahia e ponte e o que esta acontecendo é que Lodeiro e Seedorf estão passando por um péssimo momento tecnico, porem eu acho que a torcida tem que esquecer isso tudo continuar apoiar o time pois a vaga na libertadores vai nos levar a mais um degrau nesta evolução que estamos tendo ano a ano o atual seria os dos titulos, porem com a sacanagem que nos fizeram tivemos que adiar mas eles virão com certeza, por favor botafoguense de verdade não vamos desistir, a imprensa esta torcendo por esse momento. temos que brigar pela terceira vaga pois a quarta corre risco e eu acho que gremio e atletico tem times muito inferiores ao nosso.

      • FOGOLOKP

        A VERDADE É QUE O BFR NÃO SE CONCENTRA P/ JOGOS NO RJ.Então, desde 19/09 (uns 20 dias) que os jogadores ficam em casa, não viajam e só se apresentam no dia dos jogos.. Então, cansaço de que? E nesses jogos no RJ, foram 3 DERROTAS e 1 empate c/ Florzinha. Enqto issom o Cruzeiro jogou fora contra CORINTHIANS, INTER e NÁUTICO, vencendo 2 e empatando 1, além de golear a Portuguesa no Mineirão. Então, quem deveria estar cansado é o Cruzeiro, que depois do jogo c/ o BFR abriu vantagem p/ 16 pts. Acho q falta comando. Cansaço, não justifica para estes jogos em casa, perdendo p/ Bahia, Ponte e Grêmio(com 1 amenos). Em 12 pts, só ganhou 1, no Maraca. Uma vergonha… 70% de posse de bola, só jogando pros lados.. Bolivar, Dória, Gabriel, Edilson, voltando pro Doria dar um balão prá frente… que só tem Henrique, ou seja, ninguém… Assim, tá difícil ficar no G4…

  • Cavalito Paraguaio

    Faltam 2 pontos, ainda, para fugir da Z4. Eita balãozinho japonês safado.

    • DREAN FOGÃO

      Cavalito paraguaio,

      Vc ta cheirando a flamerdista!Décimo segundo lugar!!!

      Bem abaixo do Glorioso!!!

      VTNC flamerdista!!!!!!!!!!!!

    • DREAN FOGÃO

      Cavalito Paraguaio,

      tu é flamenguista né!!

      Aquele que tá em décimo segundo, com apenas 34 pontos, né???? Então não me faça rir!!

      VC que tem que se preocupar com o Z4, não nós botafoguenses!!!

      Teu time ta muito ruim, pra tu querer zuar alguém! No máximo o Vasquinho!

    • ANDRE MACHADO

      voce torce para: Gremio, Atletico PR ou Cruzeiro, então fique a vontade para falar, agora se é torcedor carioca ou de outro abaixo na tabela, FIQUE CALADO E CORRA ATRAS, sr. FRUSTADO

      • Cavalito Paraguaio

        Eu torço pelo Fogão, mas não se pode esconder que a bucha do balão japonês está apagando. Náutico 1 x 0 Fogão.
        Faltam 2 pontos para sair da faixa da degola que é 45 pontos.

  • Nicanor Sena

    A REINVENÇÃO DO BOTAFOGO – (Parte I)

    Colegas de sofrimento,

    Nos últimos dias, o que mais se tem ouvido em relação ao BOTAFOGO são frases no sentido de que o time precisa se reinventar. “Reinventar a roda”, ousaria dizer, seria a frase mais correta, já que essa é uma frase que significa que uma técnica ou solução precisa ser aceita pelas pessoas que comandam o clube (Diretoria, Conselho Diretor, Conselho Deliberativo e, principalmente, Sócios-Proprietários, que são maioria no clube), para que novas alternativas se apresentem no sentido de modificar o que aí está.

    A necessidade de o BOTAFOGO inspirar-se nessa metáfora (“reinventar a roda) se justifica no fato de a roda ser uma característica própria da ingenuidade humana, tanto em virtude do poder e flexibilidade que permite aos indivíduos que a usam, como pela influência que teve ao longo de toda a História e que continua a ter em quase toda (se não mesmo toda) a tecnologia moderna.

    No caso do BOTAFOGO, não se considerando ter falhas operacionais, uma tentativa de a reinventar não faria qualquer sentido e não traria qualquer valor acrescentado ao clube, antes acarretando uma perda de tempo. No entanto, “reinventar a roda” constitui uma ferramenta importante no ensino de ideias complexas.

    Assim, em vez de, simplesmente, fornecer aos seus “caciques” uma lista de fatos e técnicas conhecidas, esperando que aqueles incorporem tais ideias de forma perfeita e rápida, o clube deve procurar “construir” uma nova relação com os seus torcedores e com o seu ambiente interno, no sentido de trabalhar cada um dos passos para que o BOTAFOGO atinja, em médio prazo, o ápice no campo de glórias.

    Consabido que, com essa Diretoria Nota 1 que aí está “não tem jeito que dê jeito no BOTAFOGO”, e que o BOTAFOGO só possível se for reinventado, a questão que se deve colocar é: o que a futura Administração botafoguense deve fazer para tornar, de fato, o clube numa instituição verdadeiramente vencedora – e, por consequente, digna de credibilidade perante os seus torcedores? Noutras palavras, como alterar as imagens de “cavalo paraguaio”, de “time pequeno”, de “chororô” e de “time que não ganha títulos de expressão”, perante a comunidade em geral?

    Penso que o primeiro passo a ser dado no sentido de “reinventar a roda botafoguense” há que começar pela mudança de pensamento que existe no seio dos Sócios-Proprietários, pois, apesar de serem maioria, não querem mudança de atitude alguma no BOTAFOGO; os Sócios-Proprietários precisam extirpar um câncer que existe no BOTAFOGO, cujo tumor maligno já se encontra em fase adiantada de metástase: o Estatuto, instrumento maligno à instituição, na medida que, há mais de cem anos, persiste com a ideia de afastar o torcedor comum dos seus destinos.

    Ultrapassada primeira etapa, ou seja, permitindo-se a inserção dos torcedores nos destinos do clube (o que, por óbvio, somente ocorrerá se, e somente se, for conferido ao torcedor o sagrado direito de votar nas suas eleições), o segundo passo a ser dado é a escolha do futuro presidente recair sobre uma pessoa que se predisponha a implantar no BOTAFOGO uma mentalidade do tipo “pirâmide do sucesso”, vale dizer, inserir no clube a filosofia de sucesso que o John Wooden, o maior técnico de basquete de todos os tempos, implantou naquele esporte dos Estados Unidos, cujos ensinamentos serviram (e ainda servem) para transformar o botafoguense Bernardinho no “sucesso” e no “símbolo de vencedor” que é.

    Tentarei resumir, aqui, tudo o que o futuro Presidente do BOTAFOGO precisa saber, com base nessa filosofia (de vida) aplicável aos esportes de um modo geral: A pirâmide é formada por 15 blocos individuais que representam características pessoais que um líder deve ter para alcançar o sucesso. Sua disposição foi estudada e existe lógica por trás do posicionamento dos blocos.

    Como temos um péssimo presidente (pois, além, de omisso, fanfarrão, marqueteiro e um desastrado administrador, não é do ramo), vou descrever os blocos da pirâmide do sucesso e sua importância para que o futuro presidente do BOTAFOGO seja um bom líder:

    1. AS PEDRAS ANGULARES

    1.1 – DEDICAÇÃO – “Não se colhe nada sem que haja trabalho duro: dedicação.”
    O apetite pelo trabalho, a vontade de colocar a mão na massa é uma característica comum em todos os grande líderes. Sem exceções. Seja persistente mesmo quando as tarefas não forem das mais estimulantes. Enfrente as dificuldades, trabalhe, e trabalhe, e trabalhe.

    1.1.1. Tradução disso – Haja, exatamente, de forma contrária ao que tem feito o atual Presidente, Maurício Assumpção. Não desista jamais, mesmo quando os Sócios-Proprietários tentarem desestimulá-lo a alterar o status quo que lhes coloca numa zona de conforto perante a instituição; coloque a mão na massa; bote a boca no trombone contra tudo e contra todos (sócios, “Flapress”, mídia, interesses outros contrários aos dos torcedores etc.); chame a massa, o povão da arquibancada a ajudá-lo a enfrentar as dificuldades naturais que um clube como o BOTAFOGO passa no seu dia a dia. Não deixe de enfrentar as dificuldades, não se omita, não se omita, não se omita.

    1. 2 – ENTUSIASMO – “É preciso gostar do que se faz, colocar nisso seu coração: entusiasmo.”

    O entusiasmo é o que diferencia o simples trabalho da excelência. O entusiasmo do líder exerce uma grande influência no comportamento de sua equipe. Sua energia, sua disposição, motiva as pessoas ao seu redor. Sem se entregar de corpo e alma, não se oferece todo o potencial que pode ser oferecido.

    1.2.1. Tradução disso – Ao futuro Presidente do BOTAFOGO, o recado a ser dado é o seguinte: Não se apresente ao público que ama e que sofre pelo time da estrela solitária da forma como tem se apresentado o atual, indolente, transparecendo-se como um ser preguiçoso, sem pulso, sem sangue nas veias, acomodado, sem energia, desleixado, sem disposição alguma para mudar o que de errado existe no clube… Do espelho Maurício Assumpção, jamais sejas o côncavo; sejas o convexo; das suas teses, sejas a antítese; da sua displicência, sejas a persistência.

    2. A BASE

    2.1. AMIZADE – ”A amizade traz um espírito de boa vontade que nutre os relacionamentos.”

    Com a amizade presente na equipe, o trabalho do líder fica mais fácil e a força do time aumenta consideravelmente. Como um líder poderia ser bem-sucedido se não houvesse respeito mútuo entre ele e os membros da equipe? Faça o grupo perceber que está trabalhando com você, e não para você. Demonstre interesse e preocupação sinceros pelos membros da sua equipe.

    2.1.1. Tradução disso – Aqui, duas explicações se tornam necessárias ao futuro Presidente do BOTAFOGO: Não confunda o termo “amizade” com “compadrio”, compromissos com os caciques que o colocou na condição de presidente do clube, tal como ocorre com o atual, Maurício Assumpção, que, desprezando o maior, senão o único e verdadeiro patrimônio de que o clube dispõe, apresenta-se e age como uma pessoa que sente ojeriza ao torcedor. Ao contrário, sempre que defrontar-se ante o dilema “gratidão/amizade aos Sócios-Proprietários X ficar ao lado do Torcedor”, escolha este último; abra as portas do BOTAFOGO a quem ama, de fato, o clube. E a porta larga da democracia botafoguense passa, necessariamente, por eleições limpas, transparentes, com direito a voto, amplo, geral e irrestrito.

    2.2. LEALDADE – “Não traia sua equipe e ela não trairá você.”

    A lealdade é uma via de mão dupla. “Trate os outros como gostaria de ser tratado” é clichê, mas funciona. Lealdade não se compra nem se vende, ela é conquistada. Nenhuma equipe consegue manter o alto nível em um ambiente competitivo se não houver lealdade a um líder que, por sua vez, lhe seja leal.

    2.2.1. Tradução disso – Não confunda o termo “equipe” com “Conselho Diretor”, apenas. Essa prática adotada pelo atual Presidente, que, no mais das vezes, despreza o Conselho Deliberativo do clube não se coaduna com os princípios de um estado democrático de direito aplicáveis a qualquer instituição dos tempos modernos. O futuro Presidente do BOTAFOGO precisa aprender que “respeito mútuo entre ele e os membros da equipe” não é (e jamais será) sinônimo de caudilhismo, atitudes chavistas, tal como se apresenta o comportamento do atual presidente!

    2.3. COOPERAÇÃO – ”Cooperação: uma mão lava a outra.”

    Quando existe cooperação entre a equipe, os membros dela não se preocupam em levar os créditos, pois sabem que se a equipe obter sucesso, seu sucesso virá junto. O líder precisa se preocupar mais com o que é certo, o que é errado do que com quem está certo, quem está errado. Se preocupe em fazer as coisas do melhor jeito, não do seu jeito.

    2.3.1. Tradução disso – Quem assistiu à cena patética recentemente protagonizada pelo atual Presidente, quando o mesmo, querendo aparecer para os holofotes, arvorou-se no direito de erguer a Taça do Campeonato Carioca, ao invés de deixar o então capitão do time, Locco Abreu, recebê-la e levantá-la ao alto, para os demais companheiros e para a torcida, sabe muito bem do que estou falando: O futuro presidente do BOTAFOGO jamais poderá agir da forma como age o atual: uma dirigente que, para obter sucesso em seus projetos pessoais, não se preocupa com o que é certo, mas sabe (e como sabe!) agir de forma errada. O resultado prático disso é por todos conhecido: por mais que exista quem conclame o torcedor a abraçar a equipe (casos do CAIO e do Seedorf, por exemplo), não encontra aderência massiva em tais chamamentos; o torcedor, desde a assunção à presidência do Sr. Assumpção, não comparece aos estádios. Por falta de saber trabalhar em equipe, o BOTAFOGO tem sido, nos últimos anos, um time jogado às moscas nos estádios. Dá pena ver um time tão abandonado pela torcida, em razão do falso líder que tem.

    3. SEGUNDA FILEIRA

    3.1 – AUTOCONTROLE – ”O controle do seu time começa com seu autocontrole.”

    Altos e baixos – no esforço, na performance e na produtividade – são o resultado da falta de disciplina pessoal, principalmente sobre as emoções. Seja consistente. Se você não é capaz de se controlar, como espera manter o controle de sua equipe? Emoções não controladas levam a decisões precipitadas.

    3.3.1 – Tradução disso – Verdade seja dita, a falta de autocontrole a que se refere o autor de “A pirâmide do sucesso”, no caso específico do BOTAFOGO, não se aplica ao atual presidente, mas a todos aqueles que antecederam a gestão dos dias que correm, principalmente, Carlos Augusto Montenegro e Bebeto de Freitas. De fato, embora aquele tenha legado ao clube o resgate da sede de General Severiano e, no seu mandato, o clube tivesse conquistado, dentro de campo, o único título brasileiro (Campeão de 95), ainda continua a exercer poderes de mando no clube, e, qual pavão, não raras vezes, aparece na mídia tumultuando um ambiente que, há décadas, administrativamente, nunca foi bom no BOTAFOGO; este, o Bebeto, embora tivesse resgatado a autoestima do torcedor, ao retirar o time do limbo da 2ª divisão e de ter deixado como herança ao clube o maior de todos os seus patrimônios (o Engenhão), de forma contraditória, deixou-nos a pior das heranças: o maldito estigma de “chorões”, no episódio por todos conhecido, quando, sem explicação alguma, abandonou o clube, saindo-se pela porta dos fundos, com um mandato inconclusivo e sem prestação de contas! Ou seja, assim fica difícil pensar em administração que busque alta performance e alta produtividade. Emoções não controladas levam a decisões precipitadas, já ensinava John Woods. Não é sem razão o fato de o BOTAFOGO possuir uma torcida bipolar; ser um clube cujos torcedores são movidos a ações passionais, descontrolados em gestos e com razões de sobras para serem “desconfiados” com o time para o qual torcem. É de se esperar que o futuro Presidente saiba lidar com as emoções nos momentos de dificuldades, pois somente assim conseguirá trazer o torcedor para abraçar o time.

    3.2. ESTADO DE ALERTA – “Agilidade mental e atenção aguçada são pré-requisitos para que se seja competitivo em qualquer área.”

    Sem estar em estado de alerta, repetem-se os mesmos erros e o resultado não muda. Observe, seja rápido em identificar fraquezas, perceber predisposições e fortalecer pontos positivos. Só é possível melhorar sua equipe se estiver sempre atento aos pontos negativos, e como pode melhorá-los, e aos pontos positivos, e porque estão acontecendo.

    3.3.1. Tradução disso – O futuro Presidente do BOTAFOGO terá que ser sábio o bastante para enxergar o óbvio: perceber que o clube precisa de oxigenação. Quem se fez presente no dia das eleições passadas (como é o meu caso), sabe (e como sabe!) que dá pena ver um clube da grandeza do ex-Glorioso ter seus Conselhos Diretor, Consultivo/Deliberativo e Fiscal (e, por conseguinte, chapas de “situação” e “oposição”) compostos por pessoas envelhecidas (física e mentalmente). O BOTAFOGO precisa oxigenar seus quadros diretivos; necessita, em caráter urgentíssimo, de pessoas jovens, de tenra idade, de novos pensamentos; prover a sua administração de quem tem forças físicas, cabeças abertas, jovens movidos a paixão, geração empreendedora; pessoas dotadas de agilidade mental e atenção aguçada, pois ninguém ousará contestar o fato de o futebol competitivo vivido de hoje não ser gerido por anciãos, ensimesmados num passado histórico. Ou o BOTAFOGO se recicla, se oxigena, mistura ao seu quadro diretivo a experiência dos mais velhos, com o empreendorismo dos mais jovens, ou continuará a ser um clube conhecido como “o time que tem o nome de um Bairro da Cidade do Rio de Janeiro” – nada além disso.

    3.3. INICIATIVA – ”Deixar de agir é frequentemente o pior erro que cometemos.”

    Quando o que está em jogo é algo importante, o medo de falhar é enorme. Refletir, analisar e consultar sempre é bom na hora de tomar decisões, mas não importam se no final você não tomar uma atitude. É necessário ter iniciativa para fazer as coisas acontecerem. Quando chegar a hora de agir, não demore.

    3.3.1. Tradução disso – Pergunte-se a qualquer torcedor botafoguense qual é o pior defeito do atual presidente, Maurício Assumpção, e a resposta será, fatalmente: Omissão. Por “omissão”, entenda-se: lentidão, no pensar e no agir. Essa administração que temos hoje, de duas, uma: se pensa, não age e se age, não pensa. Seja no que diz respeito ao planejamento, seja no que se refere à montagem de elencos; seja no que diz respeito à contratação e à dispensa de atletas e de treinadores; seja no que pertine às mudanças estatutárias que não acontecem; ou ainda com relação ao patrimônio do clube (de que serve de exemplo a mal explicada interdição do Engenhão e suas consequências até aqui desconhecidas), o fato é que o BOTAFOGO tem se apresentado como um clube medroso, que demora a tomar decisões; um clube que analisa, analisa, analisa, reflete, reflete, reflete e nunca decide qual caminho irá trilhar. O BOTAFOGO é um clube desprovido de iniciativas. Por isso mesmo, está sempre a falhar, a ficar no meio do caminho andado. O futuro Presidente do BOTAFOGO terá que ter iniciativa para fazer as coisas acontecerem do modo que os seus torcedores desejam.

    3.4. CONSTÂNCIA – “De que adiantam a dedicação e o entusiasmo se forem usados só às vezes ou apenas por curtos períodos?”

    A constância nada mais é que a determinação inabalável de um líder de se manter em uma direção, por mais difícil que se torne o caminho. É a força de vontade sendo aplicada com empenho e por um longo período. Intensidade e foco estão implícitos nela. Desistir, recuar ou se render é muito fácil. Nunca faça isso. Tente de novo, e de novo. Tente com mais empenho, mais inteligência, mas nunca deixe de tentar.

    3.4.1. Tradução disso – Por que o BOTAFOGO é um clube cujo time de futebol apresenta-se sempre de modo inconstante? A resposta é simples: porque se trata de uma instituição movida por medo de ousar. Como o clube é gerido e administrado por Sócios-Proprietários que sentem ojeriza a qualquer novidade e, assim como o Diabo teme a cruz, sentem-se ameaçados ante a hipótese de verem-se rodeados de novas faces, gente nova e com novas mentalidades em General Severiano, nem de longe aventam a possibilidade de abrir o clube para novos associados. Ao invés disso, vive a adotar soluções paliativas, de que é exemplo o famigerado ST sem direito a voto, que não passa, criminalmente, de um grande estelionato… O BOTAFOGO não tenta de novo consertar o seu quadro de associados, porque sequer tenta trazer novos sócios ao seu quadro social. O BOTAFOGO, em termos de adesão associativa, apenas desiste: desiste e recua de tentar imitar o que tem dado certo a outros clubes (como o Internacional) cujos planos de ST´s, justamente por conferirem o direito a voto ao torcedor, que têm obtido sucesso no cenário brasileiro. Não é à toa que, por mais que o blogueiro CAIO conclame a massa neste espaço, os torcedores continuam alheios ao chamamento.

    4. TERCEIRA FILEIRA

    4.1. CONDICIONAMENTO – ”Condicionamento tem a ver com qualidade: mental, moral e física. Todas as três são pré-requisitos para uma liderança produtiva.”

    Para alcançar esses pré-requisitos, é preciso exercitar o discernimento, o equilíbrio e a moderação em todas as áreas – além do bom senso. Não se permita ser desregrado, pois isso leva a diminuição do vigor físico, mental e moral. Mesmo que ser perfeito seja impossível, devemos buscar sempre minimizar nossas imperfeições. Quando seu corpo está enfraquecido fica mais difícil pensar com clareza e, com isso, acaba-se tomando decisões que podem não ser as melhores. O talento pode levar você ao topo, mas é preciso qualidade para manter-se lá.

    4.1.1. Tradução disso – O que está acontecendo com o atual elenco do BOTAFOGO dispensa maiores comentários. No momento em que sentar-se na mesa da Presidência, na hora de “montar um elenco”, o futuro Presidente do BOTAFOGO terá que cercar-se de pessoas que saibam fazer planejamento – coisa que tem passado longe do clube, nos últimos anos. Ou alguém duvida que o talento de um Seedorf somente poderia levar o BOTAFOGO ao topo se o mesmo estivesse cercado por um time de qualidade? Sem mais.

    4.2. HABILIDADE – ”A capacidade plena – um conhecimento abrangente de como exercer as responsabilidades de liderança.”

    Você deve estar sempre ciente do que deve ser feito e ser capaz de fazê-lo. Deve capacitar-se, constantemente, em todas as áreas relevantes para o seu trabalho. Quando um líder resolver que não quer aprender mais, será o fim dele… e de sua equipe.

    4.2.2. Tradução disso: A atual Diretoria do BOTAFOGO é uma fraude. Explico: quem vê ou escuta o atual presidente, Maurício Assumpção, falar em rádios, jornais, TV, palestras, mesas redondas esportivas, Congressos, Futecom´s, CBF, FIFA e outros eventos do gênero, pensa que, de fato, o clube está sendo bem administrado; que o BOTAFOGO tem um excelente presidente! Ledo engano. Isso ocorre porque, aos olhos de quem não enxerga um palmo adiante do nariz, o presidente Nota 1 que temos posa como uma pessoa dotada de capacidade plena, ou seja, como um líder que não precisa aprender mais; um líder perfeito – e não o “pato novo” que se auto proclamou quando assumiu o clube. Na verdade, todos os números apontam no sentido de que o Sr. Maurício Assumpção é um presidente incapacitado, um pseudo líder, porquanto não procura aprender o que não sabe. Menos mal, para felicidade do torcedor botafoguense, a sua empáfia faltamente o levará ao seu fim perante a instituição.

    4.3. ESPÍRITO DE EQUIPE – “Seis cavalos puxando juntos um arado é trabalho de equipe. No entanto, fazer força na mesma direção não é tudo.”

    Espírito de equipe é colocar o bem de todos acima dos interesses pessoais. Significa colocar “nós” na frente do “eu”, o que nem sempre é fácil, inclusive para aqueles que são líderes. Cada um de seus membros é o mais importante para a equipe. O líder deve ser a pessoa que ensina que o sucesso da equipe significa o sucesso pessoal de cada um deles.

    4.3.1. Tradução disso – No mundo capitalista moderno, quando um empresário e sua empresa percebem que é melhor compartilhar – informações, reconhecimento, trabalho e experiência -, a equipe se torna mais do que uma simples soma de integrantes. Não existe membros menos importantes, e sim pessoas com atribuições e competências diversas, quase sempre complementares. Isso não ocorre no BOTAFOGO. Jamais ocorreu, é bem verdade. Muito pelo contrário, há mais de cem anos, o que temos visto é que o clube sempre foi dirigido, administrado, gerido por falsos líderes, presidentes que se julgam mais importantes que a instituição B.F.R. O pronome, na primeira pessoa do plural, “nós”, nunca foi utilizado por quem administra o BOTAFOGO. Ali, a regra imutável é o prevalecimento da utilização do pronome pessoal na primeira pessoa do singular – “eu”. Pena que seja assim. Mas, até quando o será?

    5. QUARTA FILEIRA

    5.1. POSTURA – “Um bom líder não se deixa abalar, seja nos momentos de vitória, de derrota ou do que quer que ocorra antes ou depois disso. A liderança requer postura.”

    Não se esqueça de sempre manter sua postura. Evite se comparar com os outros e não abra mão de seus princípios e ideais. Seja você mesmo, sem pose ou fingimento, sinta-se à vontade na sua própria pele. Prepare-se adequadamente e sempre manterá a postura.

    5.1.1. Tradução disso – Os recentes episódios (“Rompimento com o Clube dos 13” e “Divisão de Cotas de TV”, além do “Famigerado Almoço na Véspera da Decisão contra o Flamengo”) falam por si, dispensam maiores comentários. De qualquer modo, o fato é que o BOTAFOGO vem sendo administrado por pessoas sem postura de liderança; por pessoas que abrem mãos dos princípios alvinegros, bajuladores de inimigos e que, por isso mesmo, têm levado o clube a ser visto perante a comunidade em geral como um clube que não merece respeito! Para ser Presidente do BOTAFOGO o pré-requisito indispensável é POSTURA DE LÍDER! Que assim seja, para a felicidade geral da imensa torcida botafoguense.

    5.2. CONFIANÇA –“A noção de que você e sua equipe estão prontos para qualquer tipo de competição.”

    Quando há confiança, você respeita o adversário, mas não o teme. Você deixa o resultado aparecer sozinho, pois providenciou toda a preparação para sair vitorioso.

    5.2.1. Tradução disso – A lição direciona-se ao atual treinador, Oswaldo de Oliveira: Não confunda autoconfiança com empáfia. Antes de assumir o BOTAFOGO, Sr. Oswaldo, você deveria ter se espelhado no Joel Santana que, ao assumir o time após um vexaminoso 6 X 0 sofrido em pleno Engenhão para o Vasco da Gama, saiu-se com essa: “Agora, vai começar a festa. O Papai Joel chegou. E vocês sabem que, com o Papai Joel, não tem pra ninguém. Pode encomendar a faixa de Campeão e o chopp”. Ou, então, com a máxima do goleiro Manga, nos áureos tempos – “Contra o Flamengo, o bicho é certo” – lembra-se? Noutro dizer, ou o BOTAFOGO elege um Presidente dotado de confiança para recolocá-lo nos trilhos gloriosos, o a empáfia dos atuais dirigentes se encarregarão de sepultar o clube no cenário nacional.

    6. O ÁPICE

    6.1. A EXCELÊNCIA NA COMPETIÇÃO – “O seu melhor é necessário todos os dias, principalmente se você é o líder.”

    A excelência na competição inclui gostar da lutar árdua e transmitir isso à todos que você lidera. É a própria competição – um adversário de valor – que dá a você e à sua equipe a oportunidade de descobrir seu potencial, de fazer a diferença dando o melhor de si.

    6.1.1. Tradução disso – Não basta montar elencos para disputas domésticas, campeonatos cariocas. O futuro Presidente do BOTAFOGO precisará elevar o nível de exigência durante o período de preparação para que sua equipe se sinta confortável nos desconfortos das grandes competições e nos momentos finais de decisão.

    Fico por aqui. Na Parte II desta série, falarei sobre o que precisa ser reinventado no seio do torcedor botafoguense.

    Grande abraço.

    Nicanor Sena

    • Lucio de Azevedo Ramos

      vc é sócio, faz parte de alguma chapa dentro do clube….caso seja diga a todos quem deveria ser o presidente desse clube!

      • Nicanor Sena

        Colega de sofrimento, LÚCIO AZEVEDO RAMOS

        Duas palavras são suficientes para responder tuas indagações: SIM e NÃO. Ou seja, não sei quem poderia vir a ser presidente do nosso BOTAFOGO. Por que não o amigo? Penso que, independente de nomes (mesmo porque o processo sucessório ainda está longe de ocorrer), o BOTAFOGO haverá, no momento certo, de saber escolher um bom nome para assumir a sua direção.

        Grande abraço.

    • JOSIMAR, O LATERAL

      Mais um leitor de livros de auto-ajuda! Que besteirol!

      • Nicanor Sena

        Colega de sofrimento, JOSIMAR, O LATERAL

        Ante a conclusão do amigo, que com todo o respeito, julgo precipitada momentaneamente, só me resta pedir desculpas pelo transtorno. Faça o seguinte, colega: da próxima vez (e haverá uma série de publicações para tratar do assunto, de igual modo, cansativo e chato), despreze-as, “pule”, “salte” os meus besteiróis. Só não abro mão de uma coisa: querer bem ao amigo, pelo simples fato de padecermos dos mesmos vícios: gostamos do BOTAFOGO e de nos expormos em redes sociais.

        Grande abraço e me queira bem, porque a recíproca é verdadeira.

        • JOSIMAR, O LATERAL

          Não obstante a sua elegância e boa intenção continuo a dizer sem nenhum precipitação: besteirol! Não há manual do sucesso. Qualquer um pode se inspirar no que quiser, mas não há nada mais infantil e intelectualmente tíbio do que este tipo de de guia estratégico-espiritual-psicológico-administrativo. É com boa administração, ciência séria e conhecimento de futebol que podemos mudar o quadro. Opor-me-ei a qualquer um que seja ou apoie essa postura farisaica e vendilhona, travestida de sábia. Parece-me que você seja uma pessoa bem intencionada mas no entanto está perdido no senso comum influenciável e pouco intelectualizado. E, ademais, futebol é simples.

          • Nicanor Sena

            Mas, afinal, em se tratando de BOTAFOGO, o que não é besteirol? Mas, quem foi que disse que futebol não é simples? Todos nós sabemos que “futebol é simples” e ninguém duvida que “é com boa administração, ciência séria e conhecimento de futebol que podemos mudar o quadro”. Difícil mesmo é encontrar no BOTAFOGO quem saiba, como o amigo, fazer uma administração científica, séria e que domine a fundo conhecimentos sobre futebol. Nisso reside, cem por cento, nossos pontos de aproximação, notadamente na parte em que o colega afirma que opor-se-á “a qualquer um que seja ou apoie essa postura farisaica e vendilhona”.

            Assim, a impressão que fica é a de que estamos agindo tal como aquele personagem do programa humorístico (Zorra Total), que, toda vez que se vê questionado “você disse isso?”, responde: “Não com essas palavras”.

            Grande abraço.

    • Eraldo Santos Tag DF.

      Olá, Nicanor Sena. Vez por outra ouvimos a pergunta: “o que falta ao Botafogo?” ; você elencou uma série de boas medidas. Eu diria que, além destas, falta-nos, também, aquilo que alguns chamam de “sorte de campeão(?), pois, até isto também me parece que o Botafogo não tem. Combinação de resultados só dá certo para os outros. Entre outras. Todavia, resta-nos torcer para que este fim de ano não seja igual àquele que passou. Esperamos conseguir, no mínimo, uma vaga na Libertadores no ano que vem. Depois disto, é preparar a equipe na busca deste importante troféu. Façamos nossa parte e torçamos para o Botafogo!! Abraço!!

      • Nicanor Sena

        Colega de sofrimento, ERALDO SANTOS Tag. DF,

        Sou um dos que, ao invés de acreditar em “fator sorte”, prefere acreditar nos fatores trabalho, planejamento, competência, tecnicismo, eficiência, dentre outros. Quanto à “combinação de resultados” a que se referes, deixo de opinar a respeito, haja vista que aqui, neste blog, todos, de um jeito ou de outro, manifestam opiniões a respeito. Afinal, de brasileiro técnicos de futebol, todo bom botafoguense não é de tudo um pouco?

        Grande abraço.

    • Cansativo e inoportuno este post. Precisamos de ações simples e diretas para tentar salvar a ida à Libertadores. Este Jesus Cristo idealizado esta difícil de encontrar e não seria a solução para o momento. É necessário um trabalho psicologíco e biometrico para ver quem esta em condições fisicas e mentais para dar continuidade na luta pelo G4. Penso que seria uma boa tática deixar Seedorf e Lodeiro ou Rafael Marques para entrarem no segundo tempo, após uma marcação forte e correria de garotos para cansarem o adversário no primeiro tempo.

      • Nicanor Sena

        Colega de sofrimento, CESAR FOGÃO

        Respeito a opinião do amigo, mas dela divirjo. Em sendo assim, só me resta estender ao colega a resposta endereçada ao também colega JOSIMAR, O LATERAL (vide).

        Grande abraço.

      • JOSIMAR, O LATERAL

        É isso aí.Análise biométrica e psicológica de quem está mais inteiro. Um trabalho psicológico que começa com reconhecimento dos problemas e um certo grau de apupamento e depois um motivacional. Lodeiro vai estar com o Uruguai.

  • helio

    condor os presidente para de vender jogador nois nuncar seremos campeao pareser prostituta nao poder ver dinheiro

    • Cavalito Paraguaio

      Falou tudo. Não pode ver um punhadinho de dinheiro que já ficam abanando o rabo.

  • mozart

    Muito bom os ensinamentos do Nicanor.
    Espero que não seja uma plataforma de quem quer se candidatar onde tudo é bom e maravilhoso antes da eleição, depois….. repete-se, é o próprio texto contra o Maurício Assumpção.

  • emanoel

    Como já aconteceu em outros anos em que terminamos o 1º turno no G 4, tivemos igualmente uma queda livre no segundo turno, com o time passando a jogar bem quando não havia mais chance de classificação à Libertadores;isto parece acordo entre DIRETORIA x JOGADORES E COMISSÃO TÉCNICA, uma vez que terminando no G4, fica difícil torrar o time sem que haja protesto dos torcedores, (UMA VEZ QUE A DIRETORIA NÃO SABE FAZER DINHEIRO E NEM OBTER UM PATROCINAADOR DE PESO), fica mais cômodo dizer quase, se não fosse a arbitragem, pontos perdidos para clubes rebaixados ou fugindo do Z4….
    O Fogão foi o time que mais abasteceu a Seleção Canarinho, infelizmente tendo um coisa em comum com o BRASIL: A OBSCURIDADE POLÍTICA, A TORCIDA SÓ FICA SABENDO QUANDO JÁ SE CONSUMOU.

  • Marcos Cavalcanti

    Apenas uma pergunta :
    Vcs sabem de onde surgiu e quem apoiou a candidatura do sr.maurício omissão ?
    A FÚRIA !
    Isso explica muita coisa , não ?

    • born to be fire

      A função do presidente é criar receita para o clube, apesar de todas a dificuldades o presidente estava pagando em dia, sua única falha é fazer do clube um grupo de amigos, não cobra desempenho, então os maiores culpados são os safados dos jogadores que ganham um bom dinheiro e fingem que se dedicam, os filhos da puta são safados e botafogo acaba de perder um torcedor que há 40 anos prestigiava o clube. ADEUS PARA SEMPRE!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  • Nicanor Sena

    Colega de sofrimento, CONDOR

    Quisera Deus estas singelas opiniões fizessem parte de alguma plataforma política no clube que escolhemos para amar (e sofrer, e sofrer, e passar por sofrimentos infindos). O amigo sabe que, em se tratando de BOTAFOGO, o que prevalece é o ditado: “Deus não dá asas a cobras.” Não que isto signifique qualquer pretensão de vir a integrar este ou aquele movimento em futuras composições eleitorais no clube. Trata-se apenas de vã tentativa de um advogado já cansado de tanto sofrer se fazer ouvir por quem, de uma forma ou de outra, manda e desmanda nos destinos do nosso querido ex-Glorioso. Não mais que pretensão ilusória de, quiçá, um dia ver o clube abrir-se para novos associados, para pessoas dotadas de empreendedorismo e capacidade intelectiva diferente das que hoje comandam nosso BOTAFOGO. De forma resumida: tentativa de fazer uso deste espaço para trocar dois dedinhos de prosa com quem queira enxergar o BOTAFOGO do modo como o BOTAFOGO é, por dentro e por fora – não apenas como, no mais das vezes, comportam-se os seus torcedores em blogs que tais: discutindo apenas nomes e escalações de atletas.

    Grande abraço.

  • Nicanor Sena

    Colega de sofrimento, MARCOS CAVALCANTI

    Já que o amigo “tocou no assunto” (possível apoio da FÚRIA à candidatura do atual presidente), na Parte II desta série (“A REINVENÇÃO DO BOTAFOGO), abordarei temas relacionados às chamadas Torcidas Organizadas (FÚRIA, BOTACHOPP, TORCIDA JOVEM, FOGORÓ etc.), sob óticas completamente distintas do que temos visto ultimamente.

    Grande abraço.

  • Lucio de Azevedo Ramos

    Difícil de explicar? só se for um idiota!
    1. venda de jogadores, sem o empenho da diretoria do clube em manter os mesmos;
    2. interdição do Estádio, sem empenho da diretoria do clube em ter seus direitos adquiridos seja na prefeitura ou na empresa responsável pela obra;
    3. falta de comprometimento de todos no clube em realmente serem campeões, como aconteceu em 1989 e 1995.

  • Nicanor Sena

    Colega de sofrimento, LÚCIO DE AZEVEDO RAMOS

    Embora o amigo não tenha mencionado o meu nome em seu questionamento, tendo em vista que a sua pergunta está, ainda que indiretamente, relacionada ao tema que abordei no post anterior, eis a resposta: Não integro e nunca integrei nenhuma chapa dentro do clube – os caciques que mandam e desmandam em General Severiano (aqueles mesmos que sentem ojeriza à possibilidade de o clube vir a ter seu quadro de associados ampliado e arejado com novas cabeças e propostas), impedem não apenas este pobre mortal, torcedor comum, mas a todos os que amam o BOTAFOGO a contribuir, direta ou indiretamente, com o seu crescimento. Sobre “quem deveria ser o futuro presidente”, na minha modesta opinião, qualquer pessoa dotada dos sentimentos democráticos e da liderança apontados no texto. Nenhum das faces que, há décadas, vêm se arvorando no direito de se sentirem donos do BOTAFOGO contarão com a minha simpatia.

    Grande abraço.

  • ANDRÉ BARRADAS

    Me senti envergonhado pela torcida no sábado no Maracanã, as vaias ao Seedorf foram de uma ingratidão sem tamanho, increditável, ele nos deu um carioca, nos deu essa posição no brasileiro e principalmente, ele retirou aquele ranso de choro e lamentações que pairavam pelo clube, um craque, um lider, um atleta de verdade, um profissional exemplar, que naturalmente dentro dos seus 37 anos teve uma queda no seu rendimento, bem eu estava lá, ninguém me contou, por isso peço DESCULPAS formais ao nosso craque, e, garanto que a maioria pensa como eu, Seedorf nós estamos com você sempre, boa sorte para você, e, claro muitos gols pelo glorioso..

    • Faço minha as tuas palavras, André.
      Deprimente as vaias.
      O momento é crítico, porém o torcedor tem que apoiar. Ainda faltam muitas rodadas neste longo campeonato.
      Eu acredito que permaneceremos no G4 até o fim.
      Saudações alvinegras.

    • Gabriel Marinho

      Valeu André, é isso mesmo. A torcida do Botafogo mostrou pequenez ao vaiar Seedorf, foi covardia. O time precisava é de uns 40 mil empurrando o time, pra superar a má fase técnica na garra, na vontade..

    • born to be fire

      VAIAS MERECIDAS, NÃO ESQUEÇAM QUE NOSSO MARTÍRIO COMEÇOU COM O PENALTY PERDIDO CONTRA O CRUZEIRO, JOGADOR QUE GANHA MAIS DE 700 MIL REAIS EM DIA TEM QUE RENDER MUITO MAIS DO QUE ELE APRESENTA, SER FOR EMBORA JÁ VAI TARDE !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    • PETROFOGO

      André

      Meu sentimento foi o mesmo que o seu vaiar o Seedorf foi de uma ingratidão sem limite e digo mais vaiar qualquer jogador deste time é uma injustiça, pois apesar do péssimo momento tecnico o time luta o tempo todo e mais se estes jogadores não tivessem o caráter que tem com certeza estaiamos lutando para não cair pois, eles tiveram a dignidade de manter a postura com 2 a 3 meses de salários atrasados coisa que poucos fazem, só por essa atitude merecem nosso respeito.

      Seedorf desculpe por parte de nossa torcida
      Essa atitude provavelmente partiu da principal organizada que infelizmente em nada ajuda o Botafogo e adora queimar jogadores.

    • saufogo

      Então quer dizer que a culpa é da torcida. O Seedorf nos deu o Carioca. Ohhh!!! Estou deveras emocionado. Que título expressivo! Proponho o seguinte à torcida: a partir de hoje não podemos vaiar nenhum jogador, que dê o título do campeonato carioca para o Botafogo. Isso é o que importa: Campeonato Carioca, e nada mais!

  • Marcello A. Gomes

    FOGÃO TE AMO !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  • Dindinho

    O Botafogo meus amigos cariocas, simplismente foi espancado pelo cruzeiro 3×0 daí quebrou aquele fogo de palha do Bota de ser campeao e passou a virar saco de pancada. Só isto que aconteceu.

  • Caio Amaral Tenório

    VAMOS VOLTAR, MEUS AMIGOS! quero continuar acreditando.

  • MENDES

    é fácil explicar… a) venda do Vitinho, craque do time; Lodeiro e RM são absolutamente péssimos e são titulares. Aliás, o LODEIRO É UMA VERDADEIRA ANTA. O RAFAEL MARQUES NÃO É JOGADOR DE FUTEBOL…

    • saufogo

      Faltou falar do Seedorf, que não vem jogando nada. Ele juntamente com o Rafael Marques têm de ficar umas duas semanas fora, ambos descansando e fazendo recondicionamento físico, mas isso era para ter sido feito antes, agora acho que vaca foi pro brejo. O Botafogo irá ficar do décimo lugar para baixo e esqueçam a Copa do Brasil.

    • CONCORDO COM VC O LODEIRO E O RAFAEL MARQUES TEM QUE FICAR NO BANCO TEM QUE COLOCAR OUTROS JOGADOR PARA DAR ANIMO PARA QUEM ENTRA TODOS JOGOS ELE JA ENTRA COM OS 2 O LODEIRO EO RM DEIXAR ELES NO BANCO VAMOS VER SE ELE VOLTA COM GAS TODO PORQUE ELES ACOMODA JA PENSA ASSIM A CAMISA E MINHA PARA QUE VOU ME ESFORÇA DENTRO DE CAMPO .

  • Augusto de Oliveira

    Nao conheco a teoria de sucesso implementada pelo treinador John Wooden no basquete norte-americano. Mas se e seguida pelo Bernardinho, seus ensinamentos podem e devem ser analisados. E por falar em Bernardinho, e um nome que pode e deve ser considerado para um projeto com esse objetivo de “soerguer” o Botafogo. Em primeiro lugar quero declarar que me identifiquei com quase todas as premissas que apresentou: desde a participação de todos os sócios no processo eletivo no clube, transparência das gestões e respeito e reconhecimento da importância e relevância de nossa torcida – a quem atribuo a condição de maior patrimônio do clube – assim como a todas as observações relacionadas ao comportamento do atual presidente, Mauricinho Assumpcao. Concordo e escrevi isso aqui neste espaço na semana passada que poderemos começar a pensar em mudanças estruturais no clube após a saída do Mauricinho, cuja administração foi um desastre sob todos aspectos. Da mesma forma concordo que o ambiente no clube deve oxigenado com participação de gente jovem e com novas ideias nos diversos níveis/conselhos do BFR. Comungo de todos os conceitos emitidos, todos muito bem abordados, a começar pela inclusão da torcida, de forma ordenada representativa. Alterar o estatuto deveria ser a proposta a ser analisada de imediato. De sorte a aprovar nova regras eleitorais que nos permitam ter alguma chance de acabar com o continuísmo da atual administração. Porque o que estão fazendo com o Botafogo nunca foi vista antes. Vendemos sede, perdemos oportunidades de consolidar nossas conquistas mas “roubar” o clube como estão fazendo dessa maneira nunca tinha visto. Mauricinho e sua gangue aumentaram de uma forma injustificável a divida do clube. Fico feliz que apareçam pessoas interessadas em alterar esse quadro mas e preciso desmobilizar a gangue que se apossou de GS e envolver a torcida e os sócios de oposição para criar condições de impedir o continuísmo sob pena de acabarem com nossa condição impar de continuar a ser um dos grandes do futebol brasileiro no futuro. E para isso que as organizações que nao conseguem admitir a grandeza do BFR trabalham para impedir o nosso sucesso! SAN

    • Nicanor Sena

      Colega de sofrimento, AUGUSTO DE OLIVEIRA

      Na Parte III desta série “A REINVENÇÃO DO BOTAFOGO” tentarei explicar o que penso sobre deveria ser a relação associativa no (e do) clube, do ponto de vista estatutário, haja vista que, legalmente, o Estatuto de qualquer clube de futebol constitui-se na sua Lei Maior, por assim dizer, “uma espécie de Constituição”. Como advogado que sou, não posso desprezar o princípio da legalidade para se fazer qualquer alteração em instituições como o BOTAFOGO. Fica, aqui, pois, o meu convite para que o amigo leia o que tenho a dizer no mencionado tópico. Mas, de antemão, posso lhe garantir que temos muito mais afinidades, do que discordância em nossos pontos de vista.

      Grande abraço.

  • Gabriel Marinho

    Blogueiro, não escreve porra nenhuma se não tem o que falar.. Mas eu como torcedor falo:
    1. Não sei porque a insistência em Lodeiro, Rafael Marques e Seedorf no time. Vaidades? Interesses de empresários. O Seedorf não merece ser vaiado, merece um descanso, o time está onde está por causa dele. Agora Lodeiro e Rafa Marques merecem umas porradas e um banco pra reaprender a jogar futebol.
    2. Diretoria fraca. Vendem Jadson, Felipe Gabriel e Vitinho e não repoem à altura. (vejam o banco do Cruzeiro). Não fazem promoção para encher o Maraca (que não é nosso estádio) 10 mil pagantes contra o Grêmio, precisando vencer!! RIDÍCULOOO e que 10 mil medíocres, vaiaram o Seedorf..
    3. O salário não tá em dia? Exige concentração porra, exige garra, vergonha na cara, ainda dá pra ganhar alguma coisa, pelo menos a vaga pra Liberta, e mais, podemos ganhar um título importante: Copa do Brasil
    4. Nunca vi um brasileirão tão fácil de ganhar, tirando o Cruzeiro, o resto tá tudo uma baba..
    Pelo amor de Deus presidente, salve o ano, a torcida merece (nem todos) mas a instituição Botafogo merece. Nos livre de um futuro sombrio que se desenha: Sem vaga na Liberta e eliminados pelos mulambos na Copa do Brasil. DEUS SALVE O BOTAFOGOOO

  • JOSIMAR, O LATERAL

    Qua 23/10/2013 – 21:50 Maracanã – é o jogo contra flamerda na Copa do Brasil. Esse jogo tem de ser priorizado. Pior que está não fica em termos de futebol jogado. Eu descansaria alguns jogadores como Seedorf, Lodeiro etc pelo tempo que for necessário mas no mínimo por pelo menos duas rodadas. Temos Náutico nesta quarta sem Oswaldo. Possivelmente o interino dessa quarta não vai ter autonomia, coragem ou condição de fazer mudanças. Então talvez os caras que estão mal devam ser descansados contra Vasco e Vitória.Tem que dar chance aos moleques pelo simples fato que o que fato é ao time é velocidade.

    • JOSIMAR, O LATERAL

      Lodeiro fica fora de Náutico, Flamengo e Vitória por causa da bendita seleção uruguaia. Jfefferson tb fica com a seleção brasileira!

  • mozart

    AO Sr. Nicanor Sena
    Nos comentários feitos a outros participantes identifiquei mais ainda sua personalidade e foco exclusivo ao Bota. Parabéns.
    Tem a minha total concordância nos conceitos formulados, pois passei a
    acreditar em seus propósitos.
    Alimento a idéia de que houvesse permissão para sócios se candidatarem, nova abertura, assim como discutem atualmente na política nacional um candidato avulso, sem partido, se eleger.
    Moro em Fortaleza, mas mudaria minha residência para poder ajudar o Bota e salvá-lo dessas repetidas humilhações por falta de compromisso com o clube. Os dirigentes atuais de quase todos os clubes são profissionais da incompetência e outros interesses(R$?), e o Bota nesse aspecto é catedrático.

    • Nicanor Sena

      Colega de sofrimento, MOZART

      Honestamente, não sei responder ao amigo, de forma categórica e sem deixar margem a dúvidas, se “os dirigentes atuais de quase todos os clubes são profissionais da incompetência ou de outros interesses”, como o colega de sofrimento questiona.

      De igual modo, não disponho de dados científicos (números, por exemplo), para afirmar que os do “Bota nesse aspecto são catedráticos”. Penso, todavia, que, pelo menos em se tratando de BOTAFOGO, o que temos visto (e isso não é de hoje), é que o clube vem sendo administrado, dirigido, gerido, de forma um tanto quanto amadorística – talvez por que, no Brasil, ainda reina no seio futebolístico uma falta de costume no quesito “profissionalização” dos esportes. Não é sem razão o fato de que os clubes de futebol ainda são tratados como entidades sem fins lucrativos, de natureza e com objetivos meramente culturais e recreativas. Mas, segundo penso, essa é uma questão que deverá ser objeto de estudos mais detalhados noutra parte desta série que pretendo postar aqui neste espaço.

      Estejas convencido, todavia, que em se tratando de um clube de futebol da grandeza do nosso querido BOTAFOGO, o que posso lhe afirmar é que não existem verdades absolutas. Assim, ninguém em sã consciência poderia afirmar que os meus pontos de vista são irretocáveis. Longe disso, tratam-se apenas de propostas singelas, que somente poderão se transformar em, pelo menos, “meias verdades”, na medida em que forem discutidas, debatidas, degustadas por quem ama o BOTAFOGO – onde incluo o amigo. Afinal, o BOTAFOGO não somos nós, os torcedores (sócios e não sócios), que o venera e por ele morre de amores?

      Quanto à proposta de “candidaturas avulsas” sugerida pelo amigo, infelizmente, no Brasil, ainda não há uma cultura tão democrática para aceitá-la. Diante desse quadro, o que devemos fazer?
      O que o amigo acha de desenvolvermos um trabalho do tipo “formiguinha”, tal como disseminou o falecido sociólogo Betinho, com a sua campanha em prol do “fome zero”? Não seria o caso de, ao invés de apresentarmos propostas mirabolantes, embora democráticas, pensarmos uma fórmula de disseminar uma cultura de abertura (lenta, mas gradual) do BOTAFOGO, perante os demais sócios-proprietários? Pense nisso, já que o atual estatuto dá margens à possibilidade, sem a necessidade de realizar-se grandes reformas naquele documento.

      Grande abraço.

  • CLAUDIA REGO DA SILVA

    DIRETORIA OMISSA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  • paulo roberto

    Seedorf nós estamos com você sempre!
    Este deveria ser nosso lema.
    Absurdo as vaias para um ídolo.Estamos cuspindo no prato que comemos.
    A torcida do Botafogo é pouco crítica nestas questões. Sem consideração, emotiva ao extremo.
    Se perdermos a vaga para Libertadores, no apontamento de culpados, vamos também nos eleger.
    Paulo Roberto

    • Edivar Caetano

      Parabéns Paulo Roberto. Tem sido assim no Botafogo: ao invés de criticarmos Diretoria e “Ténicos”, isso mesmo “ténicos inventados, culpamos nossas maiores ESTRELAS. Fizeram isso com Lúcio Flávio ( um dos melhores cobradores de falta, escanteios e penaltis), bastou perder um contra o time da globalmenguista, e liquidaram com ele; Com Loco Abreu, bastou nos empurrarem este “grande craque Rafa” pela garganta, este Sr. Oswaldo e seu Mauricio, liquidaram com todos os atacantes para manterem o cara. Comparem os gols de Loco Abreu e Herrera com este cara….é fácil……Mas, grande parte de nossa Torcida é COVARDE, prefere atacar pessoas de caráter como Seedorf, Loco, Jefferson. Lodeiro, Renato, Andrezinho, Lúcio Flávio, Maicossuel, craques que AMARAM de verdade o Clube ao invés destes que vem com os “Ténicos Cai junto, O.Oliveira e esposinha brava” sugam o Clube e vão embora. JOGADORES HOMENS que choraram ao ir embora do Botafogo por uma péssima Administração. Ah, em Marketing são bons ( PARA QUEM?????$$$$$) Conselheiros quietos, Parte da Torcida que podia fazer algo estão quietos>>>>Ingressos Grátis, talvez….) RESPEITEM nossos Craques, Nossa Estrelas, Jogadores que gostaram e gostam do Clube. SEEDORF nem precisava vir jogar aqui. Imaginem se ele estivem no Flaglobal,no CorintiaBand ou outros Clubes: SERIA REVERENCIA por estes “escobares puxadores de saco da vida global”. Seedorf ensina aos Botafoguenses como é dar-se e respeitar o próximo; Loco Abreu, Lúcio Flávio, Maicossuel, Herrera, e outros nos ensinam a amar o Botafogo. Saudades esportivas de Montenegro, de Beth Carvalho, e outros verdadeiros botafoguenses. TORCIDA JOVEM E DEMAIS TORCIDAS, VAMOS MUDAR ESTA SITUAÇÃO. Não podemos nos conformar com esta PARTE da Imprensa que nos destrói. Abraços.

  • O presidente Mauricio e sua diretotia vendem as calcas qdo fala em vender jogadores e grana ele nao esta la por amor ao clube e sim dinheiro prefere ficar com a bunda de fora como esta atualmente o botafogo .

  • Jose Heleno de Araujo

    Caro Nicanor parabéns pelo por suas brilhantes coclocações. Nossa situação no campeonato é muito dificil, nao creio em vitoria na quarta feira. Desde 1983 nao moro no Rio mas acompanho tudo o que acontece com o time que escolhi para torcer e amar. É muito triste nao ter confiança no time. Neste campeonato inclusive comecei a confiar nao tanto como acontecia na descada de 60, eram outros tempos. Acho que alem do baixo rendimento de alguns jogadores como Seedorf, Lodeiro, Gabriel e sem falar no RM que sempre foi um jogador mediano, temos um grande problema que é o tecnico. O atual sistema com somente um jogador na frente está provado que nao funciona, porque nao adotar o quatro, quatro dois ? a sobera do Oswaldo nao deixa. Quando o Cristovão caiu em desagraça no Vasco, diga-se de passagem injustamente sugeri aqui neste esaço sua contratação. Agora podemos ver a sua competencia pois o time do Bahia ano é la essa Brastemp mas está conseguindo se manter com elenco mediano e grupo pequeno como o nosso e com a difrença que nao tem salarios altos como nós. Ai se ve a importancia do tecnico. A torcida do Rio de Janeiro nao comparecer é mais do que justificavel. Nao concordo com as vaias ao Seedorf seja la como for ele criou uma nova mentalidade nos jovens vindos da base.

  • Amigos alvinegros.

    Sejamos mais racionais e menos passionais. Quando o campeonato começou, algum jornalista esportivo de tv, rádio ou jornal, colocava o botafogo entre os favoritos? Não, nenhum. Todos apontavam como favoritos, o corinthians, atlético e fluminense, campeões mundial, da libertadores e brasileiro, respectivamente, além de grêmio, inter e cruzeiro que tinham bons e grandes elencos. Aí o botafogo surpreendeu com uma boa campanha e vinha aparecendo como um dos postulantes ao títulos. Entretanto, todos tinha dúvidas se o botafogo iria bem até o fim, devido a perda do estádio, problemas financeiros, elenco elenco reduzido que se reduziu mais ainda e o provável cansaço do seedorf. Infelizmente essa dúvida se tornou realidade. Agora é juntar os cacos, se reerguer e conquistar uma vaga na libertadores,l que é muito importante para o clube. Em 2014 com o Engenhão de volta e disputando a libertadores o botafogo pode alcançar vôos maiores.
    Saudações alvinegras.

    • saufogo

      Sinto muito amigo, vaga na Libertadores ja era. O Omissão só gosta de ganhar o Carioca. Um cara que vende meio time e contrata dois jogadores de times pequenos do Rio, não quer almejar nada importante na vida.

    • Lamento…mas o Engenhão SÓ EM 2017 !

  • Outra coisa

  • Outra coisa que esqueci de falar. O nosso time está no G4 mas a nossa torcida é de série B. Ô torcidinha sem vergonha!

    • saufogo

      Muito pelo contrário meu amigo. O time é de série B, ele vinha dando sorte. Aquele jogo com o Cruzeiro foi o divisor de águas. Ali a diretoria do Botafogo mostrou o que é um clube não querer almejar algo maior. Vendeu vários jogadores e contratou dois de times pequenos do Rio. Só isso demonstra o quanto essa diretoria de merda pensa pequeno.
      Acabou! Vai ficar do oitavo lugar pra baixo no Brasileiro e na Copa do Brasil vai dar adeus no dia 23/10/2013 às 23:55h.

      • Comprar jogadores bons com que dinheiro meu amigo? O botafogo não tem dinheiro nem para pagar salario. Conseguiu pagar os salários com o dinheiro da venda do Vitinho. A coisa não ta fácil. O flamengo que recebe só da rede globo 110 milhões por ano ta numa pindaíba desgraçada, imagine o botafogo!

  • Andre Machado

    vou comentar em letras maiusculas:TODO CLUBE TEM SUA IDENTIDADE, E A PRIMEIRA IDENTIDADE DE UM CLUBE É SEU UNIFORME, ENTÃO PORQUE?, NOS, MESMO MANDANTES DE CAMPO, NÃO JOGAMOS MAIS COM NOSSO UNIFORME NUMERO UM, CAMISA DE LISTRAS ALVINEGRAS NA VERTICAL, SHORTES PRETOS E MEIAS CINZAS OU PRETAS, FOI COM ESSE PADRÃO DE UNIFORME QUE EU E MINHA FAMILHA APRENDEMOS A AMAR O GLORIOSO BOTAFOGO DE FUTEBOL E REGATAS, E AGORA NÃO JOGAMOS MAIS COM O NOSSO UNIFORME PORQUE?, MAIS POR FAVOR RESPEITEM NOSSA TRADIÇÃO, BOTAFOGUENSE SOFRE MAIS E FIEL, RECONQUISTEM NOS TORCEDORES, SEJAMOS TRADICINAIS COM NAS EPOCAS DE GLORIA

  • Ed

    Há quantos anos a estória se repete ? O clube faz um bom primeiro turno , parece que vai ficar entre os primeiros e desaba na reta final . Termina no meio da tabela em frangalhos . Ano passado o Bruno Mendes salvou . Esse ano , Elias e Hyuri deram suas contribuições . Porque não tem grana , investe e planeja pra um título nacional . Engana o torcedor com no máximo título carioca . Vamos usar o exemplo do Atlético Paranaense , que tem elenco limitado . Fez do seu estádio um alçapão , já que não está jogando na Arena da Baixada . Quando o Engenhào foi interditado , deveria ter habilitado o Caio Martins . Lá é difícil a arbitragem errar contra o time . O calendário das competições não saí com antecedência ? É surpresa a maratona de jogos ? A proposta é : Não faz diferença jogar com os titulares ou reservas atualmente no brasileiro , já que está tomando bomba de todo mundo , mas tem chance de título na Copa do Brasil . Escala os reservas , garotada no BR e poupa os titulares pro mata -mata . SAN

  • Cláudia Pereira

    A resposta é simples: nos iludimos mais uma vez ao pensar que um time sem elenco conseguiria se manter em alta por muito tempo. Ganhamos o carioca com um time legal, mas perdemos o Engenhão e, com ele, a possibilidade de novas receitas que poderiam proporcionar a manutenção de jogadores e a contratação de outros. Fomos sacaneados pela exigência de deixar caminho livre para a licitação do Maracanã e o enriquecimento de políticos e empresários filhos da puta! O dinheiro é o verdadeiro cancêr da humanidade. Por ele o sujeito vende até a mamãezinha. Como não foge à regra, nosso Presidente se curvou ao sistema e, não bastasse ter ficado calado ao acontecido, acertou para que o Botafogo fosse mais um a dar dindim pro Maraca. É um otário! Deveríamos ter feito uma reformazinha lá no Caio Martins e ir mandar nossos jogos lá, pois, dessa forma, toda vez que Corinthians, Flamengo, Internacional, São Paulo, etc tivesse que estar por lá a imprensa ia lembrar da sacanagem do Engenhão. FORA, MAURÍCIO ASSUNÇÃO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  • Vivian

    Na verdade todos NÓS queremos uma explicação, o difícil não é explicar, o difícil é ter um homem dentro do clube pra botar a cara e falar a verdade, e ai meu queridíssimo presidente o que o senhor tem a falar sobre isso, a torcida do BOTAFOGO quer saber o motivo do pani no time, o nosso glorioso CLUBE não merece isso.

  • SAPORECADICOLATINA

    TO COM O MAU MAU RICIO… ELE TA CERTO DEPOIS QUE ESSA TRAFFIC EXISTE O FUTEBOL BRASILEIRO PERDEU O BRILHO E OS ATLETAS SO PENSAO EM DINHEIRO. TODO MUNDO PERDE COM ISSO. O TORCEDOR SE AFASTA. O JOGADOR E VENDIDO POR MIXARIA. CULPA DA TRAFFIC… ACHO O MAL DO OSWALDO E DE GOSTAR DE MULHER NOVA….KKKKK…..TODOS OS OSWALDOS SAO ASSIM…KKKK…FOGAO NA QUARTA 2X0 NO TIMBU

  • MARCOS DF

    A PESSIMA FASE DO BOTAFOGO, COMEÇA PELO PÉSSIMO PRESIDENTE QUE TEMOS, UM FANFARRÃO,EGOCENTRICO, OPORTUNISTA ,FROUXO, CAPACHO DA GLOBO, FERJ, CBF QUE SO SABE SE PROMOVER…

  • D

  • Difícil explicar?! Muito fácil…pelo menos para quem com 59 anos de idade como Eu, já viu coisas semelhantes em outras e nas atuais épocas! Em 1971, tínhamos uma seleção em campo ,8 pontos de vantagem e perdemos a final do Carioca para o Flu ! Ficamos, por exemplo, 21 anos sem sermos Campeões de nada, nem ao menos o Camp Carioca! Em 1999 com 110.000 pessoas no Maracanã, não vencemos o Juventude! Perdemos em 2007 por 4 x 2 para o River Plate, num jogo com 1 homem a mais, onde vencíamos até os 30 do segundo tempo! A série de derrotas para o Fla, muitas por falta de raça!!! Em 2007, dia 23 de setembro, tínhamos os mesmos 42 pontos , quarto lugar(igual ao atual momento) e terminamos em Nono! Jogos ridículos foram perdidos de lá para cá …! A cena do Chororô, até hoje lembrada, foi patética, senti-me envergonhado!!! O time atual,fraco ,sem atacantes, foi mais longe do que podia, independente da opinião da mídia! A mídia tem necessidade de encontrar ídolos que vendam manchetes…! Como pode o ex jogador em atividade, RENATO, ao chegar ao clube receber a camisa 8 do Canhotinha? Só rindo…Lodeiro, só sabe correr, não joga nada…Seedorf com aquela buzanfa toda, não sabe chutar bola parada e nunca foi o craque que tentaram criar…Marcelo Mattos é um bonde ,que não acerta um chute pro gol…Elias nunca fez nem fará outro gol como fez contra o Corinthians…Dos garotos, o Dória vem vacilando muito, parece mascarado e um pouco aéreo! Contra o Gremio, isolou 3 chutes e volta com aquela cara de “dever cumprido,ao apoiar o ataque”! Hyuri , fez aquele gol com muita sorte, pois ia se enrolar com a bola! Rafael Marques ,sim, parece um bom e moderno jogador! O clube não tem apoio da imprensa…torcedores dos demais clubes fazem chacota após as várias derrotas e anos sem títulos importantes…Nosso Botafogo, vai se tornar um clube de torcedor velho, pois sem títulos e/ou ídolos,não renova a torcida! O ENGENHÃO, só vai ser entregue em 2017!! Antes disso, esquece…! Não vejo como o time reagir…Só se puserem o Túlio Maravilha no ataque…que situação !!!

    • Nicanor Sena

      Onde assino? Clap-clap-clap…

    • Eraldo Santos Tag DF.

      J. Richards, olá. Por isso é que pergunto: O que falta ao Botafogo? de uma coisa tenho “quase” certeza: O Clube gosta de “fila”. De esperar. E de dar errado, também. Será que muda?!?

  • Ed

    Escale os garotos contra o Náutico . Vão fazer frente a correria dos caras e podem até ganhar o jogo . Se insistir com Seedorf , Lodeiro , R. Marques , M. Mattos , J. Cezar , é derrota na certa . Poupem os caras , treinando e recuperando a forma física e técnica pro jogo decisivo com o Framerda da CB . SAN

  • E VITINHO, que fintava em velocidade, correndo em linha reta para o gol adversário, com jogadas agudas… e FELIPPE GABRIEL que se movimentava de uma tal maneira nas articulações, passes, retomadas de jogo com velocidade, criando situações de gol e até fazendo gol? e ANDREZINHO, que se não era brilhante, era articulador dedicado como uma opção de um verdadeiro meio campista e até também surpreendendo com ações pessoais de finalização a média distância… A VERDADE NUA E CRUA É QUE TAIS JOGADORES NÃO FORAM SUBSTITUÍDOS Á ALTURA e até HIURY foi um meteorito que passou no Botafogo… hoje dependemos do futebol de Sassá, Alex, Henrique e para piorar LODEIRO/SEEDORF/RAFAEL MARQUES estão sem aqueles companheiros supracitados que nos deixaram a ver navios.

  • Dioclecio

    Receita para voltar a vencer.
    Não vou ficar aqui me lamentando por ter perdido, Felipe Gabriel, Vitinho, Andrezinho e Engenhão. A Merda já foi feita e eles não voltam mais. Está ai a minha dica para o time voltar a vencer :
    1. Seedorf – Precisa de um descanso e só jogar 1x por semana. Ele não está aguentando a Maratona. Prefiro ele 50% em 1 jogo por semana, do que 10% em 2 jogos por semana.
    2. Lodeiro – Problema técnico, tem que ir para o banco, e ter uma sequencia de treinamentos.
    3. Treinamentos – O time precisa treinar, as falhas dos últimos jogos são nítidas de falta de treinamento. Finalizações bizarras, passes e cruzamentos errados. Faltas, o Seedorf não acerta mais nehuma. Cadê as Jogadas ensaiadas em bolas paradas ??
    3. Rodizio. Nas 4 vitórias seguidas, o time jogou sem Lodeiro, e Seedorf foi um mero coadjuvante. O elenco não é essas coisas, mas tem peças que precisam ser usadas com mais frequencia, como exemplo de Renato, Hyuri, Elias, etc.

  • paulo cesar oliveira

    A explicação é simples: não estão treinando o fundamento numero 1 deste esporte, chutar a bola. Pode-se ganhar jogos apenas chutando com precisão. O fundamento numero 2, passar a bola, tb está muito mal. Eles tem conjunto, estão muito inseguros com as derrotas e por isso erram demais. Não é necessario treinar superjogadas, isso é perda de tempo pois os passes errados e os chutes bisonhos estão imperando e acabando com qualquer jogada ensaiada, isso é que tem que ser corrigido. Tem que começar pelo simples pois eles já mostraram que podem fazer muito melhor que isso. Não somos a unica equipe que caiu neste campeonato, Coritiba, Corintians e Inter tb estão muito irregulares, mas pela posição que conquistamos , pela permanencia no G4 desde o começo é que a nossa queda vertiginosa é preocupante, e a perda da vaga na liberta está mais provavel que a permanencia. Neste momento somente os jogadores podem resolver isso, se tomarem com a seriedade que o momento exige. Eles estão correndo e acho que chamá-los de sem vergonha não é o caminho. Tem que haver humildade pra entender que estão passando e chutando pessimamente, é preciso se esmerar mais. O time tem maioria de jogadores medianos e alguns bons, como Jefferson, Bolivar, Doria, M Mattos, Gabriel, Seedorf e Lodeiro. Mas destes somente o goleiro está jogando o de sempre, os demais estão errando muito, alguns muito apagados, e os medianos jogam o que o time joga, se está bem, aparecem bem, como no carioca, mas agora o time está mal, os principais não estão jogando nada, então os medianos tb não jogam nada. O Cruzeiro, o Gremio e o Atl PR tb tem jogadores medianos, mas como suas principais peças estão jogando bem o resto do time vai na onda. O nosso time precisa retomar a segurança e a pegada. Vamos lá, Fogão!

  • Se jogar a bolinha que está jogando o Botafogo não ganha do timbu pernambucano, jogando numa temperatura das mais altas e sob o calor de um lanterna que busca resultados positivos a qualquer preço neste final de temporada até por que alguns atletas estão buscando novos espaços no mercado para a próxima temporada ou querendo se livrar das dispensas previstas pelo próprio Náutico. Portanto, que o Botafogo se previna desse novo desafio evitando mais gozações generalizadas da própria mídia nacional.

  • SAPORECADICOLATINA

    A PALAVRA DA VEZ E OTIMISMO. BOLA PRA FRENTE E NO GOL DELES FOGAO. SUA ESTRELA SOLITARIA ME CONDUZ. VOLTE A BRILHAR QUE O FOGO VAI ARREBENTAR NA LIBERTADORES. ELIAS JOGA AMANHA, E COM CERTEZA VAI MARCAR. VAMU LA GALERA TORCER PELO FOGAO. FOOOOOGOOOO. FOOOOGOOOO… FOOOOGOOOO.

  • DINHO FOGO ES

    CADE O JEFERSON,O MARCELO MATOS,E MAIS UNS ENGANADORES,QUE DIZIA PARA A TORCIDA,QUE GANHARIAN O TITULO BRASILEIRO? E MUITA SACANAGEM COM O SOFRIDO TORCEDOR ALVINEGRO. SERA QUE QUARTA E MAIS UM VEXAME? SO O BOTAFOGO QUE SE CANSA NESTE CAMPEONATO.

  • Luis Carlos Lima

    A PÉSSIMA FASE TEM UM NOME…… MAURICIO ASSUMPÇÃO !!

    BOTAFOGO COMO GRANDE CLUBE, SÓ DEPOIS Q ESSE LARÁPIO FOR EMBORA DO CLUBE.
    SUJEITO OMISSO, DESONESTO, INCOMPETENTE… AINDA POR CIMA É GAROTO .

  • Fernando

    A verdade é dura, mas temos que aceitar o seguinte: a nossa torcida não é mais aquela imensa de algum tempo atrás. Apequenou-se literalmente ao longo dos últimos anos. Botafogo colocava 120 mil pessoas no Maracanã, como foi em 1.999 naquele jogo contra o Juventude, em que perdemos bisonhamente a Copa do Brasil. Hoje em dia, a torcida botafoguense, maioria de coroas como eu, de 45 / 50 até os 70 / 75 anos, não vai mais aos jogos. Assinamos sky, e quem não pode assinar, se tiver com disposição, vai para os bares ver e sofrer. Botafogo não atrai mais as crianças nem os jovens, pois o time não ganha nada, a não ser campeonatos cariocas, e de vez em quando. Tínhamos 9 milhões de torcedores a 10 / 20 anos atrás, e hoje devemos ter 2 milhões no máximo. Lamentável ver meu time estar se tornando um América da vida. Sem títulos importantes e ficando a cada ano sem torcida. Ou conquista imediatamente algum título nacional (Copa do Brasil) ou internacional (Sul Americana), ou então acaba de uma vez por todas.

  • DINHO FOGO ES

    LA NO BLOG DO GENERAL,E O PAULO BARRETO,AQUI E NICANOR SENA,ASSIM NÃO DA. ESTES DOIS, OCUPA OS ESPAÇOS,COM COMENTARIOS ENORMES.

MaisRecentes

A verdadeira história sobre o atacante Ortega



Continue Lendo

Botafoguenses devem se orgulhar do título da Série B



Continue Lendo

OPINIÃO: Torcedores do Botafogo pagaram e têm todo direito de vaiar o time



Continue Lendo