O Botafogo morreu na praia mais uma vez



Acabou para o Botafogo. Agora é hora de o clube pensar no ano que vem. Precisa fazer novos planejamentos para não terminar 2013 mais uma vez frustrado. Se já era difícil conquistar uma vaga na Libertadores, com a derrota para o Flu, virou missão impossível.
O motivo é óbvio. São dez pontos de diferença para o quarto colocado, o Vasco, para serem tirados em dez rodadas. Você acredita que ainda dá?

Algo precisar mudar. Desde 2007, com exceção de 2009, o Botafogo faz bons começos de Brasileiro, mas, na hora da decisão, faz vergonha. Nada, nada e morre na praia no fim de cada ano. Agora, mais uma vez, morreu na praia.

O jogo deste domingo refletiu exatamente quem é o Botafogo no campeonato. Fez um partidaço no primeiro tempo. Oswaldo colocou o time marcando no campo do rival e não deixou o líder do campeonato jogar na primeira etapa. Assim como na competição nacional, começou brilhando e se impondo. Nos instantes iniciais, criou chances e esbarrou em Diego Cavalieri. Não fez o gol. Como no Brasileiro, apesar de começar bem, pecou muito.

Foi aguerrido, mas não conseguiu ter frieza para vencer. Caiu no fim, no clássico e no campeonato. Agora, é terminar o Brasileirão de forma digna, pelo menos.

O ano de 2013 lhe espera, Botafogo!



  • Pinheiro

    Só espero que não seja essa ameba de técnico a planejar 2013… tá na hora de começar a planejar 2013… tirando Anderson Barros, Osvaldo de Oliveira, Rafael Bonde Marques, Vitor Cachaceiro Junior… contatar atacante, porque o Elkerson nem faz uma coisa nem outra… anda merecendo um banco tambem…. contratar um lateral direito (não sei como esse Lucas foi convocado para a seleção), um zagueiro para jogar com o Dória e um laterla esquerdo… mandar essas amebas de A. Carlos e Fabio Ferreira embora… e dar moral para a garotada

    • helio knaak plaster

      O OSVALDO CONTINUA PELOS PROXIMOS(3 ANOS)FONTE SEGURA,ESTA NO CONTRATO,PODE ATE SER QUE RENOVEM POR MAIS(3 ANOS)ESTA E A POLITICA DO CLUBE,TRABALHAR A LONGUISSIMO PRAZO MESMO QUE NAO DE CERTO,POIS A TORCIDA NAO PROTESTA,AGUENTA TUDO CALADA IGUAL MULHER DE MALANDRO ENTAO E COMO DISSE O SANSEI,ESSA TORCIDA E DE DAR PENA,E PIOR QUE ELE TINHA RAZAO,POR ISSO VAI CONTINUAR E SE FICARMOS NO MEIO DA TABELA,SOLTEM FOGOS POIS JA ESTA DE BOM TAMANHO?????????????

      • emanoel

        se fosse a torcida do flamengo, galo, coxa, palmeiras, corinthians, inter, Bahia, estas amebas já teriam vazado do time, estas torcidas têm parte xiita que é necessária nestas horas

    • Meu caro Raphael Bózeo, seu comentário tá EXCELENTE.
      Abraço.

    • Leonard

      amigos o nosso time nao e tao ruim o que esta errado e tecnico e tecnicos que nos temos contratados anos apos anos ,no nosso time faltam laterais que a pelomenos uns 4 anos nao temos qua tivemos o cortes veio o sao paulo e levou mostrando a incopetencia de nossa diretoria .

      AMIGOS A ZAGA NA MINHA OPINIAO NAO E TAO RUIM ,NOSSOS ZAGUEIROS SO PERDEM PARA DEDE E REVER ,NOSSO MAIOR DIFICULDADE E A INOPERANCIA DOS NOSSOS LATERAIS QUE NAO MARCAM E NEM ATACAM DEIXANDO SEMPRE NOSSA ZAGA NO MANO MANO COM OS ATACANTES ADVERSARIOS ELES TIRAM MUITAS BOLAS MAS CHEGA UMA HORA NE QUE NAO DA ,O GOL QUE SOFREMOS DOS FLORES ONTEM NAOFOI O PRIMEIRO NO ANO MAS SIM 15º NAS COSTA DO MERDA AZEREDO E OUTROS 12 NAS COSTA LUCAS MERDA E SO VCS REVEREM OS JOGOS E 5FALHAS CRUCIAS DA DEFESA ,

      AMIGOS OQUE DIZER DE ELKESOM ,UM CARA ESFORÇADO LUTA MAS SO ,FAZ UM GOL HOJE DE LETRA E DEPOIS FICA 10 JOGOS SEM FAZER NADA NAOE JOGADOR TITULAR EM CLUBE NENHUM APENAS NO BOTAFOGO .

      LATERAL ESQUERDO :MERDA AZEREDO CONSEGUE FICAR UM JOGO ENTEIRO SEM APARECER NO ATAQUE ,CRUZAR UMA BOLA E TOMA SEMPRE GOL NAS COSTA QUANDO SAIR DOBOTAFOGO IRA PARA SERIE B COM CERTEZA RESULTADO MENOS UM EM CAMPO.

      LATREAL DIREITO :EMPRESARIO MUITO FORTE PARA APARECER NA SELEÇAO TOMARA QUE ALGUEM QUEIRA COMPRAR ESTE MERDA ,TAMBEM CONSEGUE FICAR UM JOGO INTEIRO SEM CRUZAR UMA BOLA ,E QUA ESSEFILHO DA PUTA CONSEGUE CRUZAR E SEMPRE RASTEIRO OU MUITO FORTE ATRAVESSA TODA A AREA TAMBEM NAO MARCA VEM SEMPRE RECUANDO ATE QUE O ADVERSARIO CRUZE SE LEMBRAREM FOI ASSIM QUE TOMAMOS GOL DE FAEL SEMANA PASSADA,CONCLUSAO MENOS UM DENOVO .

      AMIGOS COMO PODEREMOS GANHAR UM CAMPEONATO JOGANDO COM DOIS JEGUE NAS LATERAIS E UM JUMENTO MISTURADO COM BURRO NO BANCO TRAVESTIDO DE TREINADOR.

      E ESTE JUMENTO JA ESTA FALANDO DO QUE VEM IMAGINEM DE ONDE VIRAM AS CONTRATAÇOES:TANAK,PANAKA,MERDANAKA,RUIMNAKA,ORRIVELNAK E OUTROS NAKAS.

      FORA OSVALDO DE MERDA OLIVEIRA.

      • E o Oswaldo está se tornando ESPECIALISTA em jogar contra o Fluminense,já são 3 partidas com a ESPETACULAR campanha com 3 DERROTAS E 3 EMPATES! JA CHEGA,PRESIDENTE?????????

    • K. Chorro

      A única solução para o Botafogo é a Oposição ganhar a próxima eleição para presidente do clube.

      Mas há Oposição no Botafogo?

    • jacimar

      nao creio que seja preciso o oswaldo sair, mas, tambem nao sou fam dele nao. o que precisamos e de atacantes especializados na posiçao. e nao dwe quebra-galhos. a defesa, pelo amor de deus… ninguem aguenta mais. o meio esta otimo. so consertar a defesa e o ataque, creio eu, que se der sequencia ao rafael marques, vai dar certo,mais porem, tem que ter mais opçao para a posiçao.

  • CLAUDIO

    INFELIZMENTE JOGAR SEM CENTRO AVANTE DÁ NISSO!!!
    QUE IDEIA ABSURDA É ESTA DESTE TREINADOR ????
    QTAS VEZES A BOLA SOBRA NA AREA……
    QTAS VEZES OS JOGADORES CHEGAM PARA FAZER UM CRUZAMENTO…..
    QTAS VEZES O MEIO CHEGA PRA DEFINIR……

    A RESPOSTA E SIMPLES!!! A BOLA CHEGA, OS JOGADORES CHEGAM PRA CRUZAR, MAS NÃO TEM NINGUEM DE REFERENCIA NA AREA, BOLAS, BOLAS E BOLAS PERDIDAS, PQ NÃO TEMOS NINGUEM PRA CRUZA-LA, PRA DEFINIR!!!
    A VERDADE ESTAVA ESCRITA A MTO TEMPO, QDO DISPENSARAM OU VENDERAM TODOS NOSSOS ATACANTES!!! UMA DECISÃO RIDICULA DO TREINADOR E DA DIRETORIA!!!
    E QUEREM COBRAR APOIO DA TORCIDA, É LASTIMAVEL!!!

    • helio knaak plaster

      PELOS PROXIMOS (3 ANOS NAO TEREMOS CENTROAVANTE POIS O OSVALDO NAO GOSTA DE HOMEM DE AREA,E O CONTRATO DELE FOI RENOVADO ATE DEZEMBRO DE (2014)???????

  • inconformado

    Prezados;
    Sou botafoguense, mas me perdoem o que vou dizer: “Não há clube tão passivo quanto o botafogo!”
    O Botafogo é um clube que já se acostumou com as derrotas e vê isso sempre com muita calma e sempre joga para a próxima competição, depois para a próxima e se não der em nada no ano aí fica para o ano seguinte. Entra ano, sai ano e são ditas as mesmas frases de efeito, as frases de auto ajuda e etc.
    Vi um time contra o fluminense que o seu principal atacante (elkson que é meio campo) marcar o lateral esquerdo, o fellipe grabiel marcava o direito e os homens de frente eram andrezinho e seedorf. Aí vem a questão onde se encontrava a força ofensiva?Todos os treinadores que passam pelo botafogo fazem dele laboratório para suas milaborantes ideias e se não der certo tudo bem o clube é passivo mesmo! Não liga!!!
    Oswaldo disse que o Rafael Marques iria calar a boca de muita gente! Cadê????
    Vitor Júnior cachaceiro que o botafogo ainda pensa em pagar R$ 3.000.000…Renato ou como queiram o zinho da seleção só sabe jogar para o lado.
    Fellipe gabriel tem um problema crônico no joelho que já trouxera do japão (que para o botafogo o japão é referência no futebol!!!) e agora renovou contrato vai operar o joelho ano que vem e fica uns seis meses parado só mamando o dinheiro do botafogo…
    Aí vamos para o gerente de futebol mais vitorioso da história do futebol mundial…Anderson Barros…Que disse que faz uma análise criteriosa para a contratação dos jogadores para o botafogo. Que piada!!!
    Fora Oswaldo, fora com a sua corja do japão (felipe joelho de vidro, vitor cachaça, rafael boneco de olinda marques etc) fora lenon, fora lima, fora amaral etc.
    ACORDA PRESIDENTE!!!!!!

    • helio knaak plaster

      ACORDA TORCIDA,O OSVALDO E TREINADOR DO FOGAO ATE(2014)COM CONTRATO SENDO RENOVAVEL POR MAIS(3 ANOS)ENTAO RELAXA,ESTEVE NO PROTESTO ONTEM NAO NE ENTAO AGUENTA QUE VEM MAIS JAPONES POR AI?????????????????????????????????????

    • Aralves

      Amigo, infelizmente, quem mando no Botafogo são os empresários. Por isso sempre dizem que não há os jogadores que nos faltam. Ficamos sem atacantes, depois de dispensarmos os de melhor potencial – Caio e Alex – e fomos buscar Vitor Jr., Rafael Marques, etc., sem encontrar Aluizio, Zé Carlos, Roger, Quieza, Rafael Moura, André, Borges, e tantos outros que “deram sopa” no mercado. Só que nenhum deles está na freguesia do empresário amigo.
      E prestem atenção no novo reforço, o Bruno Mendes. Assim como o Lima, lateral esquerdo ridículo, ainda é junior e já podem ser contratados pelo Botafogo, ao passo que Alex, Renan lateral foram considerados muito jovens para entrarem no time. E o pior, ele é jogador pizza, isto é, pertence a vários empresários e o Botofogo vai ser apenas vitrine, mais uma vez.
      Não é para se ter esperança!

      • K. Chorro

        Dispensar Caio e Alex foi um crime de lesa-botafogo.

    • emanoel

      que o próximo treinador não venha do Japão

  • mais um ano jogado no lixo por incompetencia da diretoria e desse treinador metido a guardiola, que nao soube explorar toda qualidade de seedorf, ontem colocou seedorf de centroavante e elkson pra ficar marcando subida do carlinhos é final dos tempos, ter que preocupar com subida do carlinhos, kd sassa meia jeferson bruno mendes? ter no banco lenon amaral vitor jr rafael marques rodrigo dantas é muita burrice desse treinador mediucre, se tivessemos mandado embora no 1 turno e contratado outro tinha melhorado, so diretoria amadora pra axar que chegariamos libertadores com um treinador mediano desse, sem falar que essa diretoria que nao trouxe atacantes de qualidade e ainda vendeu os bons que tinhamos, tem maior parte de culpa nessa historia, é por isso flu lider tem fred artilheiro e nos nao temos quem faça gols e todo time grande precisa ter um grande artilheiro sempre tivemos tulio dodo loco etc,,, esse osvaldo vai sair em dezembro e dar otimas risadas recebeu todo seu contrato e nao soube aproveitar a presença do seedorf no time ontem foi gota d agua se sou presidente mandava embora depois do jogo, treinador que tem sassa bruno mendes jeferson como opçoes e nao relaciona colocando jogadores mediucres como rafael marques amaral lenon rodrigo dantas no banco foi dose pra engolir isso

    • helio knaak plaster

      CALMA SAO SO (3 ANOS DE CONTRATO)DEPOIS ACABA???????????????????

    • Julio

      Obrigado!!! Falou exatamente o que penso!!!

  • Daniel

    É brincadeira a paciência da diretoria com o senhor OSWALDO, em qualquer outro clube já teria sido demitido, ele reclama de tudo, mas não admite o péssimo trabalho realizado por ele próprio, além das desastrosas contratações feitas por esse mesmo senhor, FORA OSWALDO!

    O time reflete em campo o seu desânimo, exigimos FELIPÃO como treinador!

    • Ela,(DIRETORIA) é OMISSA a esse mal feitor do senhor osvaldo CARA DE PAU de oliveira.

  • tonio cunha

    Não tem como vencer sem atacantes competentes. O Fred demonstrou isso ontem. Quando tudo estava caminhando errado, bastou uma unica oportunidade e ele decidiu. Infelizmente o Botafogo dispensou os dois principais atacantes que o time tinha, Loco Abreu e Herrera. Sem a presença de atacantes que fazem a diferença na hora de decidir não é possível ter bons resultados. Fizemos uma grande contratação, o Seedorf, mas não tivemos o bom senso de proporcionar a ele um bom time para ele brilhar. Infelizmente vamos amargar mais um ano sem sucesso.

    • emanoel

      Loco, Herrera, Caio, Alex, Túlio Maravilha com seus 4.3 anos, isto sem contar o Sassá que não tem chance contra o superprotegido RAFAEL OSVALDO MARQUES DE OLIVEIRA ou simplesmente o grande centro avante Rafael Marques.

  • Milton Silva

    Agora que se pense(ou se planeje melhor,né diretoria?),para o ano que vem.
    Na verdade nossa temporada já tinha se encerrado desde a metade desse campeonato,pois só um ingênuo torcedor(ou quem sabe,treinador cínico), achou de fato que IRÍAMOS LONGE com um time sem ataque,beirando a inocência ofensiva, e um alucinado na nossa defesa.
    Quem vai pagar mais essa humilhação,diretoria??
    Quem vai pagar o mico de se contratar um atacante(sic)que é uma caricatura bizarra de jogador??
    E se essa diretoria renovar o contrato desse farsante de treinador,aí é caso de camisa de força.

    • Na verdade o ano acabou nas finais do CARIOCA,quando nosso GÊNIO perdeu o campeonato no 1º JOGO,ali já deveria ter sido DEMITIDO POR JUSTA CAUSA!Voltando ao jogo de ontem,só pelo banco de reservas montado eu já sabia que iriamos perder,pois apos tomarmos o gol as opções dele foram Vitor junior(jogou somente as 3 primeiras )e Rafael Marques (que me lembrou do DE LIMA),jogadores que seriam reservas no MESQUITA FC,mas tem muito prestigio com essa ANTA.Atenção diretoria,SE ELE CONTINUAR EM 2013,NÃO VOU RENOVAR MEU SÓCIO-TORCEDOR,NEM O PFC,E SÓ VOLTO AO ENGENHÃO QUANDO OSWALDO SAIR DO MEU BOTAFOGO……..Chega de tanta INCOMPETÊNCIA E INVENCIONICE!!!!!

    • helio knaak plaster

      O CONTRATO ATUAL E DE (3 ANOS)SE VOCE QUER RENOVAR AI SERA DE (6 ANOS)E TOME-LHE JAPONES??????????????????????????????????????????????????????????????VOCE ACHA QUE ELE IRIA FALAR EM PLANEJAR A PROXIMA TEMPORADA SE NAO TIVESSE CONTRATO PARA ELA ACORDA SAO (3 ANOS DE CONTRATO)POR ENQUANTO POIS SAO RENOVAVEIS POR MAIS (3 ANOS)E ASSIM QUE O OSVALDO TRABALHA,SO ACEITOU A PROPOSTA DA DIRETORIA,PORQUE LHE DERAM CARTA BRANCA,E UM LONGO CONTRATO COM UMA MULTA RECISORIA ALTISSIMA DE APROXIMADAMENTE(50)MILHOES)ENTAO RELAXA E ESPERA O TEMPO PASSAR QUEM SABE ELE NAO PEDE DEMISSAO,EU DUVIDO MAS TUDO E POSSIVEL,ATE ESSA TORCIDA COVARDE PROTESTAR UM DIA EU ACREDITO,TUDO PODE ACONTECER OK.SDA?????????????????????????????????????????????????????

  • guto

    o problema é planejar 2013 com oswaldo, anderson barros e alguns msms jogadores q não rendem, não dão o máximo pra ganhar jogo… esse é o problema do botafogo… e o maior é o dpt de futebol fraquíssimo q n sabe contratar e mantem jogador q nao deve

  • saufogo

    Felicitações:

    1) Parabéns ao Omissão, por passar mais um ano e não ganhar porra nenhuma, mesmo assumindo o clube em condições muito melhores que na época do Bebeto de Freitas, nem classificar pra Libertadores o cara consegue e ainda consegue ser eliminado das competições (Copa do Brasil e Sul-Americana) por times de segundo escalão;

    2) Parabéns ao dirigente Flamenguista por planejar tão bem o clube, contratando os jogadores certos para as posições certas. Por desfazer de 5 atacantes e contratar um que não sabe jogar bola, além de não contratar zagueiros, mesmo vendo o time tomar vários gols;

    3) Parabéns ao babaca do Oswaldo de Oliveira por indicar um suposto jogador de futebol para ser atacante do time, depois que os dirigentes se desfizeram de todos atacantes do time, além de colocar um jogador como centro-avante, que não sabe jogar ali. Parabéns também por indicar um zagueiro (Tanaka) para ser contratado e após 8 meses nada de vir, e mesmo assim não contrataram uma segunda opção;

    4) Parabéns aos dirigentes que mandaram o Rojas fazer exames numa clínica que o condenou para o futebol, sendo que o cara joga até hoje;

    5) Parabéns aos dirigentes novamente por retornarem com o Jobson faltado 11 rodadas para terminar o campeonato, sendo que o cara está fora de forma e não vai adiantar de nada colocá-lo em campo.

    6) Parabéns aos torcedores que acham que está tudo normal, que o clube está evoluindo e que daqui uns 30 anos, talvez se classifique para a Libertadores, porque do jeito que está, título não vai vir nunca mais. Inclusive, há uns otários aqui no blog, que estão até me xingando por escrever aqui cobrando dos dirigentes. Vão lá agora lamber o saco desses caras que estão acabando com o Botafogo!

    7) Parabéns às torcidas organizadas por serem compradas pelo Omissão e não fazerem porra nenhuma. Cambada de vagabundos que não trabalham e vivem às custas do clube. Com certeza, esses caras não sofrem nas derrotas.

    Para terminar, é muito ruim torcer pra um clube assim. Estou desistindo, não agüento mais passar por isso. Boa sorte para os que ainda têm forças para continuar a sofrer desse jeito.

    Abraços a todos.

    • Meu amado Botafogo F.R, eu jamais te abandonarei + faça alguma coisa p/ que eu volte a ter o PRAZER de torcer por ti,…mesmo sem ganhar nada ainda te amo muito!!!

    • Julio

      Compartilho contigo. Infelizmente, não consigo parar de torcer..gostaria muito!!!

    • Você tem toda razão no seu desabafo,o meu saco tambem já está cheio de tantos ERROS.

      MUDANÇAS JÁ.NÃO AGUENTAMOS MAIS TANTA FALTA DE PLANEJAMENTO E SERIEDADE!!!!!!!!FORA OSWALDO E ANDERSON BARROS.

    • guto

      cara, vc foi perfeito nas suas felicitações, concordo com tudo pq sou botafoguense de verdade.. e como voce disse, alguns vao xingar.. mas esses naõ ligam pro clube

    • JOCILEY

      CARO SAUFOGO, COLOCOU EM PERFEITAS PALAVARAS TD QUE SINTO HOJE, TBM FIZ MEU COMENTARIO , POREM O BLOGUEIRO NAO PUBLICOU, ACHO QUE NAO SUPORTO MAIS SOFRER TANTO, JA PROMETI PRA MIM MESMO QUE ANO QUE VEM ENQUANTO O², RAFAEL MARQUES, ANDERSON BARROS, LIMA, LENON, FABIO FERREIRA, ANTONIO CARLOS, MAURICIO ASSUNPÇAO, LUCAS, MARCIO AZEVEDO, ENTRE OUTRAS MULAS QUE DE TÃO RUINS NEM ME LEMBRO O NOME ESTIVEREM NO BOTAFOGO, EU NAO PASSAREI NEM PERTO DO ESTADIO. PAGAR CARO PRA VER ESSAS AMEBAS EM CAMPO E DOSE PRA ELEFANTE!

    • Parabens Saufogo pelo belo post. Vc disse tudo. Público Zero já na quarta-feira…..Nossa torcida tem que ter vergonha na cara!!Estamos sendo sacaneados a 3 anos e não fazemos nada!!!Ano passado fui a uma manifestação em GS, era umasexta-feira e chovia e só tinham uns 60 gatos pingados e mais nada!!!O resultado na nossa omissão é o que estamos vendo agora.

      Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!
      Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!
      Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!

  • Fogão sadio

    fora osvaldoooooooooooooooooooooooooooo, fora barrossssssssssssssssssssssssssssssssssssss. Assumpção: cego, omisso e incompetente. Cade os atacantes? Onde ja se viu um time jogar sem atacantes e querer libertadores? só o BFR msm, pra tta infantilidade e acreditar piamente num treinador de japão, q tem títulos importantes bem mais por mérito dos times do q de si msm. Fora osvaldoooooooooooooo, sua paciência me irrita. Fora barros, mais um ano acabou e vc mostrou mais uma vez d sua INCOMPETÊNCIA e SACANAGEM. foraaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa

    fora vjr, ff e lucas. Foraaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa
    O BFR tem hj um goleiro, um zagueiro razoável (ac), um zagueiro promissor (dória), dois garotos da base no meio e seedorf. O resto é uma naba soh. Foraaaaaaaaaaaaa sanguessugas

  • Luiz Frederico Teixeira

    Prezados Colegas Alvinegros,

    Infelizmente, eu não acredito que seja possível uma vaga na tão sonhada Libertadores…mas nós temos que apoiar o time enquanto ainda for possível! E os jogadores não podem desistir!

    Mas o que me impressiona é a capacidade dos nossos durugentes de não aprenderem com os próprios erros!!! para fazer um bom campeonato, é preciso um time equilibrado! é preciso contratar bem! e isso nós não fazemos! nós cometemos pequenos erros de time amador! e o conjunto destes pequenos erros faz com que o desempenho final não seja o desejado!

    por exemplo, vou citar alguns pequenos erros cometidos pela diretoria, que na minha opinião, nos levaram ao fracasso:

    1) Em 2007, o Botafogo não renovou com o lateral Junior Cesar, que havia sido um dos melhores laterais do Brasileirão de 2006. Resultado: o técnico Cuca passou o ano inteiro improvisando na lateral-esquerda e o Jr César foi um dos melhores jogadores do Fluminense no ano!

    2) Em 2007, o Botafogo não se preocupou em contratar um goleiro experiente, contando que os ex-juniores Lopes e Julio Cesar dariam conta. Resultado: passaram diversos goleiros fracos pelo time como o Marcos Leandro, Max, Roger, etc..vimos vários “frangos” e perdemos jogos fáceis!

    3) Em 2008, pior que em 2007 quando não tínhamos goleiro, a diretoria contrata um goleiro de totó ( Castillo) pelo simples fato de ser da seleção uruguaia, sem sequer ter assistido uma partida dele!! Resultado: mais um ano em que tivemos um goleiro fraco!

    4) Em 2008, o Botafogo perde tempo e dinheiro investindo num atacante obeso (Escalada)! E em outro “gordinho” ( Zárate) que não fez nada! Resultado: não tínhamos peças de reposição no ataque!

    5) Em 2010, finalmente temos um bom goleiro com a volta do Jefferson! E o Maicosuel volta pra ser o craque do time. O ataque melhor com a dupla Mercosul. que embora não seja brilhante, estava dando resultado. Porém, não temos banco de reservas. Além disso, o time se vicia nas jogadas aéreas. Resultado: o Mago se machuca e o Lúcio Flávio não consegue subsituí-lo a altura, tornando o Botafogo um time previsível com suas bolas alçadas na área!

    6) Em 2010, o Jóbson volta ao time, porém continua indisciplinado e ninguém consegue “domá-lo”. Resultado: fica afastado e atrapalha a equipe na reta final do brasileirão!

    7) Em 2011, o Botafogo empresta pro São Paulo o jovem zagueiro João Filipe, que havia chegado do Figueirense como grande promessa e fica com apenas 3 zagueiros profissionais em seu elenco, deixando o técnico sem nenhuma opção.

    8) Em 2011, o Botafogo libera o Engenhão, que vinha sendo seu trunfo, em 2 jogos, contra Corinthians e Bahia. Pior ainda, ao invés de ir jogar em Volta Redonda ou Macaé, onde teria casa cheia, a diretoria transfere o jogo pra São Januário. Resultado: o time joga pra um estádio vazio, perde um jogo e empata outro, perdendo 5 pontos que no final do campeonato nos colocaria na libertadores!

    9) Em 2011, o Botafogo libera o Renato Caja, que está longe de ser um craque, mas era o camisa 10 da equipe e vivia bom momento, e não consegue peças de reposição.Além disso, a diretoria contrata sem critério, como o péssimo Alexandre Oliveira, deixando a equipe, mais uma vez, sem opção de reservas. Resultado:o time só tem 11 jogadores e a saída de qualquer um deles faz muita falta!

    10) Em 2012, a diretoria libera todos os atacantes do elenco e só contrata meios campistas! Resultado: improviso!

    Enfim, estes foram alguns fatos que lembrei agora, que no meu modo de ver, justificam o time “morrer na praia”.

    O que vocês acham?

    Saudações alvinegras,

    Luiz Frederico Teixeira.

    • marcia regina

      voce está mais do que certo .Quando eu falava que este presidente e esta diretora são todos enganosos omissos e mentirosos achavam que eu só criticava a diretoria .quem trouxe este Tecnico quem deu aval para este prof pardal trazer o pardalzinho do R M para o Botafogo este cara meus amigos deve ser ser jogador de empresário não joga nada.A mentira de cara deslavada sobre o Rojas o emprestimos de nossos atacantes agora não temos atacantes quem joga de atacante é improvisado então vamos manifestar vamos protestar contra esta diretoria este presidente este técnico que ainda diz que vai lutar pela Libertadores etão fazendo de nós torcedores de bobos isto sim

    • E com tudo isto, Luis frderico, vc ainda acha que devemos ir ao Engenhão, pagar uma nota preta de estacionamento, assistir um time mediocre comandado por um técnico burro perder, na saída encarar o maior congestionamento do engenhão, chegar puto em casa com mais uma derrota, ser sacaneado pelos torcedores dos outyros times e depois de tudo isto, ainda devemos apoiar esta merda toda. Vc com todo respeito que merece, tá de sacanagem!!!!

      Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero já!Público zero

  • O Botafogo jamais chegará a lugar algum enquanto tiver o Jeferson como seu goleiro! Com ele no gol, o time já entra em campo perdendo por no mínimo 1×0! Jeferson tomar um gol por partida é uma simpatia que não falha jamais! Desde que o Jeferson voltou, o Botafogo tem sido alijado de todas as competições de que participa! Se o Botafogo tivesse um goleiro com a qualidade do Diego Cavaliere, com certeza, teria tido algum título na temporada! Com o Jeferson no gol e o Osvaldo como técnico, nem uma ambição mínima, nós temos tidos! Chega desses dois enganadores!

    • Meu grande amigo Paulo WS Barreto, seja bem vindo p/ funeral do nosso AMADO BOTAFODO.
      Abraço.

    • Peter Pot@mus

      Salve, salve… Barreto está de volta. Diria que em relação ao Jefferson você está parcialmente certo. Está na hora do Botafogo vende-lo e fazer caixa para contratar bons jogadores, pois temos o Renan que, na minha modesta opinião, hoje supera o velho Jeff.
      Mais Barreto o que houve? Andaram dizendo que você tinha passado dessa pra melhor. Se é que você é mesmo o velho Paulo WS Barreto.
      Agora acho que você e outros torcedores aloprados irão me dar um pouco de razão e vão parar com esta bobagem de negativista. A realidade é dura, mais um ano jogado fora.
      Maurício Omissão e sua corja de incompetentes estão tornando o Botafogo a cada ano pior. São 4 anos jogados fora. Estes incompetentes conseguiram tornar o Botafogo o clube que mais deve no Brasil, isso sem conseguir sequer um título expressivo, nê não WS?

    • Fala serio!!

      Este boçal ressuscitou???
      Vá de retro WS!!!!
      Vá se agarrar no tridente do capeta e larga o tripé do goleiraço do Fogão e da seleção!!!

      “É a Fúria, mané!!!” //_\\

      • É a Furia mané?Cadê vocês?……só ficam apoiando essa vergonha toda?VENDIDOS!!!!!!!!!!!!!!!!!!

      • Fernando de Freitas

        Oi “Fúria” !!! E aí pelego ??? Entrou de graça ontem com os ingressos que a quadrilha te arrumou ???
        Assim é bom, né mesmo ????
        Vc compareceu ao protesto em general Severiano ??? Não né…prá que ??? Perder esse boquinha, tá doido !!!!

        VÁ DE RETRO PELEGO !!!

      • Que bom que temos um representante da grande “Fúria” aqui em nosso blog…É por causa das organizadas que estão mamando nas tetas do Botafogo que somos obrigados a aturar um gerente de futebol framenguista e um presidente omisso. VC da Fúria, vai para a puta que pariu seu parasita!!!

        Meu Botafogo não é emprêgo!!!!Cade os protestos???torcida era no tempo do Russão e do Tarzan….Vcs são uns merdas chupadores do sangue do meu Botafogo”!!!!

        Tudo comprado pelo omissão…Vão lá na quarta aplaudir o que vcs conseguiram!!!

    • Qual a culpa do Jeff no gol do Fred? Vá lá que não seja um MANGA…Mas NÃO é o problema do Fogão !!!

    • euler

      concordo com você WS no jogo contra o florminense a bola passou debaixo de sua perna, lógico que esse era mais difícil do que os outros que ele vem tomando,agora o problema maior do jeferson é que não saí do gol para cortar com as mãos nenhuma bola. Não sabe sair. Contra o Bahia o primeiro gol do fael ele deveria cortar com soco e no segundo saiu mal, se embolou com o pica pau e levou o gol. Lógico que ele defendeu boas bolas, mas sempre falha. A sair do gol o Renan é muito melhor. Agora nosso problema maior é de zaga e ataque, de técnico e diretoria é um problema mais amplo. Precisamos novamente aquele movimento que foi feito vaiando o Osvaldo e o Anderson Barros no estádio. Não concordo com público zero temos de vaiar o Osvaldo, mesmo que o time ganhe pois assim vamos mostrar nossa insatisfação. Aquela vaia deixou o Osvaldo desnorteado, precisamos disso de novo. Aplaudir o time e vaior o Osvaldo, mandando ele tomar….., como da outra vez.SEja bemvindo WS

  • Estou louco para o campeonato carioca começar e nós voltarmos a sermos grandes de novo. Só o carioca mesmo. E não podemos nos iludir pelo carioca de que o restante da temporada será de time grande porque está provado ao longo dos anos que não é. O Botafogo que insisto em amar tornou-se um time irritante ao longo dos anos. Tudo o que está aí (menos o Seedorf e os meninos da base) pode ser implodido sem pena. Saudações.

    • Estou louco que ano termine logo p/ não sofrer + os massacres que meus amigos estão me dando. Ano que vem tomara que o Botafogo caiA p/ segunda divisão E DE LÁ VOLTE COMO CAMPEÃO DA SEGUNDA DIVISÃO só assim poderei GRITAR, É CAMPEÃO, É CAMPEÃO, É CAMPEÃO,…

  • Oswaldo ja planeja elenco para 2013.So podem estar de sacanagem.Quer dizer que vão manter o Anderson Barros,Oswaldo do Oliveira no comando do futebol alvinegro em 2013??Mais um ano sem conquistas,sem titulos,fazendo papel de otários para os nossos adversarios.Presidente Mauricio,se o senhor tem um minimo de consideração,respeito,amor pelo Botafogo,ou o senhor tira esse comando do departamento de futebol do Botafogo,ou 2013 va ser mais um ano jogado literalmente no lixo.E o nosso unico jogador de futebol de verdade ja esta mostrando irritado com tanto amadorismo.Abram o olho,porque o Seedorf pode vestir outra camisa aqui mesmo no Brasil ano que vem.garanto que Fluminense e Corinthias estão de olho nele.Caso isso aconteça,fecha as portas do cluble,o vexame seria menor.

  • mendes

    Somente saindo a diretoria as coisas vão mudar. A diretoria é amadora e não entende nada de futebol. Não é possível que parasitas como Marcelo Matos, Renato, Fábio Ferreira , Antônio Carlos possam continuar. Além disso, há jogadores bem ruins como Márcio \azevedo e Felipe Gabriel e Rafael marques. Tem que fazer uma limpa geral. A diretoria ao invés de contratar 3 excelentes jogadores e colocar a molecada da base no Carioca, compra um monte de pernas de pau, a mando de empresários…A diretoria, incompetente, dispensou todos os atacantes e não contratou nenhum… Esse que veio do Guarani deve ser outra merda…Diretoria incompetente e torcida omissa !!!

  • Peter Pot@mus

    Não, o Botafogo não morreu na praia, morreu em alto mar. Mais isto não é novidade e já faz muito tempo. Com tanta incompetência, falta de planejamento e amadorismo as coisas não poderiam terminar de outra forma, isto já sabíamos desde o fim do Brasileirão do ano passado.
    Ao invés destes dirigentes quadrupedes apostarem em um técnico jovem e promissor (Gilson Kleina, Marcelo Oliveira, etc…), preferiram contratar este pseudo intelectual metido a besta, ganhando um baita salário e acabar não levando o time a lugar nenhum.
    Mais o presidente Omissão precisava causar impacto, dar uma demonstração de grandeza e contratar alguém de “currículo” para o cargo de técnico.
    E não é que ontem burraldo oliveira conseguiu se superar: Teve a sandice de afirmar que este time (medíocre) poderá ser capaz de ganhar os 10 jogos restantes e assim assegurar uma vaga na Libertadores.
    Ora seu burraldo, não me faça rir… O Botafogo não tem time, não tem elenco e não tem técnico capaz de realizar tamanha façanha. Se dê por satisfeito com 7º lugar, afinal as coisas poderiam estar bem piores.

    • Fala serio!!

      Esquece o Botafogo, seu hipopótamo maldito!
      Torcedor igual você não faz falta pra ninguém!!!
      Você já nasceu perdedor e não serve nem pra rolha de poço!!!

      “É a Fúria, mané!!!” //_\\

      • Seu babaca da Fúria vai lamber o saco do omissão que é o teu patrão!!!Vcs não tem moral para reclamar de ninguém!!Bando de vendidos!!!

  • parrrrrrrrrrra de falar q foi o arbitro seu merda vc q escala o tima errrrrrrrrrrado seu medrossssssssso meche mal e demorrrrrrrrrraa mecher e a inda tirrrrrraa o elkeson pra botar outro atacante seu merda bota dois atacante seu fraco .

  • perdendo de 1 ou de 1000000000000000000 eraaa pra ser dois atacante seu viadao n ganhamos nada seu prof pardal e agora como fica esse presitente n faz nada e mt caladao se foce montenegro ja mandava esse tec de merda em borrraaaaaa. felipao ja

  • felipao ia ganhar tudo fudeu , fudeu ,fudeu !!!!!!!!!

    • helio knaak plaster

      ESQUECE,O OSVALDO E NOSSO E NINGUEM TASCA,O CONTRATO SERA CUMPRIDO A RISCA PELOS PROXIMOS (3 ANOS)SENDO RENOVAVEIS POR MAIS (3 ANOS)ENTAO RELAXA E NAO VIAJA NA MAIONESE???????????????????????????????????????????????????????????

  • Paulino

    Para um clube que não ganha nada desde 1995 está tudo dentro da normalidade, não possui nem um CT digno, número de sócios-torcedores,pífio uma média de público,ridícula falta ações de marketing para incentivar a torcida ir ao estadio se o botafogo fosse um clube de São Paulo estivesse nessas condições aqui ja tinha virado outra portuguesa.

    Saudações Paulistanas

    • olm

      é Aqui no rio se um clube tem como idolo rogerio ceni e rai viraria um outro america. Olhe para a historia do futebol brasileiro e veja onde estão os campeoes mundiais, veja os clubes que formaram bases de seleções , se vc hoje grita Pentacampeao na copa certamente não foi nenhum clube paulistano que ajudou a ter isso. Agora clubes cheio de estruturas 15 campos de treino e estão aonde na tabela do brasileiro???? Vocês devem rezar todo dia pra mamae globo por ser bondosa e dar titulos a vocês.

    • JOSIMAR, O LATERAL

      Nota-se que não sabes nada de Botafogo. O que mais tem é AÇÃO DE MARKETING, seu imbecil! E a média de público do Botafogo é baixa mas é maior que a do Santos, pro exemplo com todo Neymar! O problema é o cansaço da torcida com vícios do time, a distância do engenhão e a praia! Vcs não tem né…

  • valdir ferreira lopes

    EU ACREDITO QUE PODEMOS FAZER 25 PONTOS NAS DEZ RODADAS QUE FALTAM.

    • Fogão Forever

      Que droga vc usa?
      SAN

    • tiago

      duvido ke esse time faça + de 25 ponto com esse esquema de merda

    • helio knaak plaster

      SO SE A CBF MUDAR AS REGRAS E NOS DER 2,5 PONTOS EM CADA DERROTA????????????????????

    • Já eu estou cético mas enfim, sou torcedor antes de tudo.

      A comentar, apenas que em 2005, 2006, 2007, 2008, 2010 e 2011, foram mortes na praia motivadas por elenco insuficiente combinado com jogadores medianos.

      Agora ocorreu algo ligado ao quesito bizarro: os jogadores medianos até estão aí (M. Azevedo, Lucas – nem falo da zaga (excetuando o Dória), pois ela não é mediana… é horrenda), mas o que ocorreu foi um erro crasso de administração de futebol: acreditaram fielmente no técnico até mesmo sem ver a carreira do jogador de forma mais crítica, e trocaram todo o nosso ataque pelo japa Rafael Marques.

      Esta aí pode entrar na categoria ‘cagada do século’. Ainda não vi outro clube cometer erro tão grosseiro nestes últimos 12 anos.

    • valdir ferreira lopes, brincadeira tem hora. Qual tipo de DROGA vc usa?
      Abraço.

      • helio knaak plaster

        a mesma que nos,(botafogo)essa e a maior droga???????????????????????????????

    • Aralves

      Estou preocupado em que o Botafogo faça cinco pontos para garantir a Série A. Do jeito que a coisa vai, de ladeira a baixo, a turma da cozinha está chegando e o OO tranquilinho, tranquilinho!

      • emanoel

        o fantasma de 2002 está nos rondando de novo

    • Goiásfogo

      SE FIZER UNS CINCO JÁ ESTOU SATISFEITO, PORQUE ME PARECE QUE COM 45 PONTOS NÃO CAI PRA SEGUNDONA, ESSE TIMECO DESSES DIRIGENTES DE MERDA NENHUMA NÃO ALMEJA MAIS DO QUE ISSO, E NEM PODE, PORQUE SOMAR-SE ESSAS PORCARIAS DESSES PERNAS-DE-PAU COM O JAPONES DO CACETE DO O.O., PATROCINADOS PELO PRESIDENTISTA E PELO ORCA BALEIA ASSASSINA FRAMENGUISTA DO ANDERSON FDP BARROS, NÃO DÁ PRA QUERER MAIS DO QUE ISSO.

    • Com o OSWALDO no comando,aposto que dos 30 pontos vamos conseguir uns TREZE no maximo!!!!!

      • TREZE……….isso me lembra de alguma coisa que está FALTANDO no nosso ataque.

        • Renato “O Russo” Velloso

          Pois é amigão! Porém uma grande parte da torcida queria se livrar dele “Loco”, que está fazendo uma falta danada. Agora chorem na cama que é lugar quente!!!!!!!! |Isso sem falar em Caio e Alex, grande promessa.

    • EU TAMBEM ACREDITO EM PAPAI NOEL..MEU QUERIDO ENQUANTO MAURÍCIO ASSUNÇÃO ESTVER NO COMANDO DO BOTAFOGO ESSE CLUBE NUNCA VAI SER CAMPEÃO. ASSUNÇÃO É ADMINISTRADOR E NÃO PRESIDENTE DE CLUBE DE FUTEBOL.

    • Também acredito em papai Noel, que esta semana com apenas um jogo de R$2,00 na sena vou ganhar sózinho, etce, etce, etec…Que F. ferreira é zagueiro, que omissão é presidente, que O2 é técnico, que vc é inteligente!!!!

  • Eduardo

    E o Oswaldo vai continuar … Inventou um sistema que nao deu certo , mandou
    Embora todos os atacantes e trouxe o salsicha que eh horrivel …e o mais incrível , que o presidente nunca aparece para falar alguma coisa …deve estar satisfeito com o ano do clube .

    Todos deveriam ir pra casa do caralho !!!

    • helio knaak plaster

      PARA QUEM AINDA NAO SABE O CONTRATO DO OSVALDO VAI ATE DEZEMBRO DE (2014)ESSA FOI A CONDIÇAO IMPOSTA POR ELE PARA SAIR DO JAPAO E UMA MULTA RECISORIA NO VALOR DE(50,000,000,00)ENTAO ELE NAO VAI SAIR TODOS TEM QUE SE ACOSTUMAR POIS VEM MAIS JAPONESES POR AI???????????????????MAS CALMA SO FALTAM MAIS (2)ANOS E 3 MESES)???????

  • claudinier

    Perdemos porque nao temos elenco forte,temos alguns bons jogadores mas nao temos plantel.Para 2013 temos que contratar dois laterais ,dois zagueiros,mais um meio campo e dois atacantes,alem de dispensar:Lennon,FFerreira,Brinner,Lima,M Azevedo,Amaral,Vitor Junior,F Gabriel,Lodeiro e R Marques,alem claro de Oswaldo de Oliveira e Anderson Barros.

    • helio knaak plaster

      NAO VAO FAZER NADA DISSO POIS O PLANEJAMENTO JA FOI FEITO PARA OS PROXIMOS (3 ANOS)QUE E A DURAÇAO DO CONTRATO DO OSVALDO,ENTAO E SO RELAXAR E REZAR?????????????OS JOGADORES SERAM ESSES E MAIS ALGUNS JAPONESES QUE ESTAO POR VIR,E SO AGUARDAR???????

  • Glorioso

    Não adianta, essa eh a sina de time pequeno

    • helio knaak plaster

      PEQUENO,VOCE DEVE ESTAR ENGANADO,NAO VIU QUANTOS TORCEDORES ESTAVAM NO PROTESTO DE ONTEM EM(G.S,)ERAM MILHARES POREM INVISIVEIS,OSVALDO JA PLNEJA(2013)(2014)POIS E QUANDO TERMINA O SEU CONTRATO DE(3)ANOS COM O FOGAO,SE DEMITIREM TERAM QUE PAGAR UMA MULTINHA DE(50,000,000,00)ENTAO CONFORME-SE VAI PASSAR LOGO SO FALTAM(2 ANOS E 3 MESES,MAS ACHO QUE VAO RENOVAR POR MAIS(3 ANOS)E SO RELAXAR E APLAUDIR????????????

  • helio knaak plaster

    OSVALDO DE OLIVEIRA JA ESTA FAZENDO O PLANEJAMENTO PARA(2013),GOSTARAM DESSA NOTICIA,TORCIDA COVARDE QUE NAO TEM CORAGEM DE FAZER UM SIMPLES PROTESTO,TODOS VOCES MERECEM O OSVALDO POR MAIS UMA OU QUEM SABE (5)TEMPORADAS,COMO ELE FICOU NO JAPAO,CORRE A BOCA MIUDA QUE O CONTRATO DO OSVALDO COM O BOTAFOGO,E ATE DEZEMBRO DE(2014)AGORA DURMA COM UM BARULHO DESSE,TORCIDA COVARDE MERECE ISSO E MUITO MAIS,E O TANAKA ESTA A CAMINHO,BANDO DE FROUXOS,SE NO FINAL DE(2014)RESTAR ALGUMA COISA DO BOTAFOGO,AI QUEM SABE VOCES DEIXAM DE SER FROUXOS E PROTESTAM,POIS ATE LA OSVALDO ESTARA CONOSCO PARA O QUE DER E VIER,E TOMA MEIO DE TABELA, E OLHE LA SE NAO CAIR, POIS AINDA FALTAM(5)PONTOS QUE PELO ANDAR DA CARRUAGEM NAO SERAO FACEIS DE CONSEGUIR,TALVES NOS ABRAÇAMOS COM O PALMEIRAS,E VIVA AOS FROUXOS,VIVA OSVALDO,POIS DISSE QUE A TORCIDA ERA DE DAR PENA,E TINHA TODA RAZAO,VIVA A.BARROS,PARA A TORCIDA E UM EXELANTE GERENTE DE FUTEBOL,E POR FIM VIVA O PRESIDENTE,QUE SABE QUE GOVERNA UM CLUBE DE TORCIDA FROUXA E COVARDE,E LA VAMOS NOS ANO APOS ANO PASSANDO VEXAME E AS CONTAS AUMENTANDO,E SALVE JORGE???

    • Cheguei as 10:10 e NÃO TINHA NINGUEM!!! MUDAR COMO???????????

      • Fala serio!!

        Fez papel de babaca porque quis!!!
        Tem mais é que torcer para terminarmos o ano no G4 e reforçarmos ainda mais o time em 2013.
        É isso que o torcedor tem que fazer seu idiota!!

        “É a Fúria, mané!!!” //_\\

        • helio knaak plaster

          VOCE TA MAIS PRA FURIOSA DO QUE PRA FURIA,ENGOLE O OSVALDO PELOS PROXIMOS(3 ANOS,IDIOTA??????????????????????????????????????????

        • Melhor tentar alguma coisa do que ser VENDIDO……………….MANÉ!!!!!!!!!!!!!!!!!!

        • Vamos mandar todos juntos e em coro, mandar este filho da puta da Fúria para onde ele merece. O saco do Omissão….Seu babaca, por causa de torcedores como vc pe que estamos nesta merda!!!Vc já protestou contra o omissão??? Babaca!!!

  • zenon

    Jeferson,Seedorf e os meninos da base,o resto pode ir pro inferno junto com o treinador e a diretoria!!!!!!!!!

    • Renato “O Russo” Velloso

      BOOOOOOOAAAAAAAAAA!!!!!!!!!!!!!!

  • Fogão Forever

    Com a palavra omissão e nelson ribeiro!!!!! Alguem os viu?
    SAN

    • Fernando de Freitas

      Seu nelson sumiu de vez….rsrsrs
      Até prá ele está difícil defender os contratados dele….rsrrsrsrs

  • Ernesto

    Ok Vamos começar relembrando o fim de 2011 Anderson Fracassos admitiu que o time da quele ano foi mau planejado ok fato este ano a mesma coisa fato novamente não temos presidente temos um covarde que não cobra e ainda passa a mão da cabeça da incompetência do diretor de futebol que por onde passou nunca ganhou nada. Vergonha, o senhor que é o técnico do Botafogo não a nada para comentar ele e fraco e esta fazendo papel de ridículo não sabe escalar, não tem tática e não tem puço para barrar jogadores como Fábio F. Marcio A. e outros estou cansado de perder emu tempo com esta falsas ilusões de que este ano vai quem e Botafoguense leva uma vida triste e solitária com a estrela que carrego no peito sem títulos e respeito dos outros e agora eu te pergunto a onde esta as caras para bater cade o presidente, e o Anderson Fracassos senhor técnico seja digno e jogue a tolha agora não é vergonha não abraços a todos alvinegros

    • Jogar a toalha? Ele não vai largar o OSSO,NISSO ELE NÃO É BOBO! Eu como sócio-torcedor de agora em diante tenho como ÚNICO OBJETIVO INFERNIZAR A VIDA DO OSWALDO COMO ELE JÁ INFERNIZOU A MINHA.Estarei no jogo contra o Santos apenas para GRITAR contra o OSWALDO,ATÉ ELE DESISTIR!!!!!!VIVA O BOTAFOGO SEM ESSE PARASITA!!!!!!!!!!!!!!

      • BRUNONOSCHFOGO, meu sonho é esse de GRITAR: VIVA O BOTAFOGO SEM ESSE PARASITA!!!!!

        • CAROS AMIGOS ENTÃO DESISTAM POIS, ESSE MERDA VAI CONTINUAR ATÉ 2014 E FICAREMOS SEM SEEDORF, E VAI CONTINUAR COM ESSES MESMOS MERDAS QUE LÁ ESTÃO.

          ISSO SIM É MEDIOCRIDADE E MEDIOCRIDADE É = BOTAFOGO

  • Acredito que devemos montar um time de trás para frente, começar pela gerência passar pela zaga e chegar ao ataque, é triste torcer pra um time no qual o discurso é de que no que vem será melhor, nosso time ta tão sem moral que o Loco Abreu prefere ser reserva no figueirense!

  • JOSIMAR, O LATERAL

    Se mandar embora Oswaldo Oliveira, Rafael Marques, Fábio Ferreira, Antônio Carlos, Vitor Jr., Amaral e trouxer pelo menos um zagueiro EXPERIENTE E DE QUALIDADE e UM CENTROAVANTE DE PRIMEIRA LINHA EXPERIENTE dá pra compor o resto com a molecada e os outros não excluídos.

  • luiz fernando

    Com Fabio Ferreira…..nunca….
    A lógica é a seguinte…
    Em 2007, tínhamos um bom time, faltava goleiro. Assim perdemos vários títulos….
    Depois, veio o goleiro, mas não tínhamos meio campo….
    Agora, temos goleiro e meio campo, só não temos ataque….
    E esse Fábio Ferreira, com este penteado ridículo….
    Se não bastasse tudo isso, o Botafogo ainda é o clube que mais deve (600 milhões).
    O que fizeram com esse dinheiro….
    Vai ficar difícil convencer meu filho a ser alvinegro.

  • mozart brandão

    O Bota não tem jogada em nada. Quer ser rápido nos contra ataques e esbarra nos passe errados,no pisar da bola, no toque, na falta de categoria dos jogadores para armar tais jogadas até perder a posse e permitir o contra ataque adversário. O gol do Flu foi em três toques.
    Não sei porque todo corner a favor vão os dois zagueios do Bota para área adversária. Nunca, nunca, nunca conseguiram cabecear uma vez. Ora, se quando de bolas lançadas na defesa do Bota é um tormento, exatamente porque ninguém do salta bem para rebater de cabeça a bola, como podem querer obter êxito na área adversária?
    A defesa o Flu ganhava todas, no ataque era um tormento para a defesa do Bota. Tem algo errado ai.
    Claro não temos treinador.
    O Seedorf, por falta de treinador, quer aparecer como estrela, dando seu show verbal e gesticulatório, mas produzindo pouco. Corre quase nada, se coloca mal, chuta pior ainda, mas gesticula muito. É decepcionante seu futebol. Compare com Deco que produz demais para o time, tem visão sabe o quê fazer.

    • saufogo

      O Botafogo tem Lucas, Fábio Ferreira, Márcio Azevedo, Andrezinho e Elkeson, tudo merda, e a culpa é do Seedorf. Essa é a nossa torcida. Por isso não ganhamos mais nada. Uma torcida que não sabe nem analisar uma partida, não pode cobrar nada.

    • helio knaak plaster

      TEMOS E COM UM CONTRATO LONGO DE (3 ANOS)SEGUNDO FONTES DA DIRETORIA,FOI UM INVESTIMENTO A LONGO PRAZO,POR ISSO JA ESTA PESSANDO NA PROXIMA TEMPORADA???????DEVE INDICAR MAIS ALGUNS CRAQUES JAPONESES,E SO ESPERAR E RELAXAR.???????????????

    • Fala serio!!

      Este Mozart entende de futebol como eu entendo de música clássica…
      Porra nenhuma!!!

      “É a Fúria, mané!!!” //_\\

      • Até parece que você assiste aos jogos……..só vejo vocês de COSTAS CANTANDO….É A FURIA MANÉ……….FALA SÉRIO,TEU NEGÓCIO É VENDER INGRESSOS GANHOS DESSA DIRETORIA QUE VOCÊS APOIAM INCONDICIONALMENTE!!!!!!!!!!!!!VAZA!!!!!!!!!

        • euler

          Esse babaca do fala sério é da vendida torcida organizada do botafogo, são também culpados por nossa situação, com subserviência junto a diretoria e troca de favores. Esses caras não são botafoguenses, defendem eles mesmos.

  • andre fogão

    SÓ ME PERGUNTO UMA ÚNICA COISA!!!! PQ N ENTRAM EM CAMPO SEMPRE ASSIM?????? tenho ctz q se tivéssemos sempre essa vontade, dificilmente perderíamos para bahia e outros tantos… e disso nao precisariamos jogar a vida num jogo como o de ontem…

    torço para q em 2013 acima de tudo, a mentalidade dos jogadores mudem, e SEMPRE entrem em campo como se fosse o último!!! sei q esse sonho é impossivel…

    até 2013

    • Não custa nada sonhar.
      Abraço.

  • Roberto Cardozo

    Acho que o seu Osvaldo de Oliveira deveria arrumar uma “boquinha” lá no Barcelona, porque só lá se joga sem atacantes. Ficou claro isso ontem que faltou um homem de área no nosso time pra guardar as bolas na rede do Fluminense. Dominamos eles no primeiro tempo e podiamos ter “matado” o jogo…Mas outra vez o Frederico enterrou nossas pretensões. Aliás ele lava a égua em cima da gente né: Incrível!!!!Aí seu “O.O.” colocou aos 40:48 min do segundo tempo, o super cracasso(Ô SAUDADES DO FERRETÃO, que entrava e resolvia lembram?)- Rafael Marques (?), que mais uma vez… não fez absolutamente nada…e perdemos mais uma…Prato cheio pros Canais PFC da Rede Bobo, soltarem o chavão que eles mais gostam..:.”Já são cinco rodadas sem vencer”!!!…Ainda bem que o ano ta acabando, e a Barca alvinegra comandada pelo Cap. de Mar sem pernas Rafael Marques vai zarpar prá bem longe, e com certeza com mais uma dúzia de grumetes pernas de pau, porque a torcida do Botafogo ( que é muito maior que isso tudo aí) já ta de saco cheio”…

    • É verdade: Ô SAUDADES DO FERRETÃO!! E o argentino FISCHER,..lembra dele?

    • helio knaak plaster

      TA NADA A TORCIDA ESTA ADORANDO SENAO TERIAM IDO PROTESTAR QUANDO AS CONVOCAMOS,E TEM MAIS NAO VAI ZARPAR BARCA NENHUMA POIS O OSVALDO JA PLANEJA AS PROXIMAS TEMPORADAS POIS TEM CONTRATO ATE(2014)ENTAO RELAXA E CONTINUE SEM PROTESTAR,OS ADVERSARIOS DO BOTAFOGO AGRADECE???????????????????????????????????????????????????T TOME VEXAME???????????????????????

    • Você realmente acredita que vai sair uma barca do Botafogo levando todos os malas?Meu medo é que vendam os poucos bons que temos,pois o Oswaldo vê um futebol DIFERENTE de nos torcedores!

  • Marcos teixeira

    Caros irmãos de camisa :
    Já estou de saco cheio de dar porrada no o$valdo de oliveira, mauricio a$$ombração, ander$on barro$, eduardo uran, rafael caveira marques, marcio azevedo, fabio curió ferreira, brinner, lima, lennon, vitor cachaceiro jr, felipe dodói gabriel, antonio carlos, e outros bostas , nada adianta…
    Vamos continuar na mesma merda ano que vem…
    Feliz natal e um próspero ano novo aos irmãos de sangue.
    fuiiiiiiiiiiiiiiiiiiii !!!!!!!!!!!!!

  • Augusto de Oliveira

    É muita cara de pau desse OO2 se auto proclamar candidato a treinador de 2013, depois do péssimo trabalho que está realizando. Estamos há exatos 22 pontos do lider da competição. Para um time que trouxe Seedorf é pouco, muito pouco, quase nada. Agora, o OO atribui para si o mérito de escalar os garotos. Quanta falsidade ideológica! Ao contrário, nosso treineiro, demorou tanto para escalar alguns garotos e só o fez depois de muita pressão da torcida, essa sim, a que ajuda a pagar as contas dessa farra que se chama administração Mauricinho Omissão/A. Orca Barros. É a torcida que sofre, que ama o Botafogo, que tenta de todas formas lutar para retirar esses canceres do clube. É a torcida que sugere, critica, que indica e orienta. Graças a torcida OO corrigiu algumas cagadas. Mas, como membro do Teimosia Futebol Clube, OO nos fez perder muitos – eu disse muitos – preciosos pontos até começar a atender a alguns dos pedidos da torcida, como manter os garotos que jogaram graças a problemas de contusão e não por convicção do OO. Não sabemos até quando vai manter o Renato no banco? Não sabemos até quando vai deixar o salshicha no banco (a bola que joga não o credencia a ficar nem no banco da pracinha perto do clube). Aqui o parenteses: o simples fato de ter indicado o Salsicha o descrendencia para continuar como treineiro do clube. Ë fato. Límpido e transperante. Deu prejuízo ao clube e não tinha esse direito. Insistir no erro é burrice. Não sabemos até quando (em conjunto com a Orca Assassina vai manter o Jobson afastado. Na hora em que tanto precisamos de um atacante, não usar o único que temos é mais um desrespeito à torcida). E agora, depois de perder mais uma, vem dizer que estamos na briga pela Libertadores. Ou não sabe fazer conta ou não sabe mais o que diz. Acho que as duas juntos! SAN

  • cigano

    NA VERDADE SÓ EXISTE UM GRANDE CULPADO! É O NOSSO PRESIDENTE QUE TROCOU O CAIO JR POR OUTRA MERDA CHAMADA OSWALDO! PERMITIU AS CONTRATAÇÕES MEDÍOCRES , DISPENSOU ALGUNS JOGADORES, BEM OU MAL, MELHORES DOS QUE CHEGARAM! A OPOSIÇÃO DENTRO DO CLUBE,ATÉ ENTÃO,MEDÍOCRE TAMBÉM! AÍ SURGEM OS TORCEDORES IDIOTAS RECLAMANDO DA TORCIDA QUE VAI POUCO AO ESTADIO. EU NÃO VOU MAIS, ATÉ PORQUE MEU DINHEIRO NÃO É CAPIM! SAN

  • Guiga

    Time de jogadores merdas….lucas,lennon, fabio ferreira, marcio azevedo, lima, elkeson, rafael marques, vitor junior, e muita merda junta….tem que dar uma descarga na privada de gal. Severiano….contratem jogadores que tenham um culhao entre as pernas com dois ovos dentro….mandem estes baitolas embora….falta raca, qualidade, vontade de vencer….vamos tirar as laranjas podres pra nao estragar a caixa….

  • Leandro Nunes

    Foi um ano de fiasco. Perdemos a final do Carioca no 1º jogo. Fomos eliminados na Copa do Brasil
    de forma melancólica, eliminados na Copa Sul-Americana pelo ” Palmeiras” .Disputamos o Brasileiro sem atacantes. O nosso grande treinador mandou embora Loco Abreu, Maicosuel, Herrera, Caio e Alex e contratou o Rafael Marques. Hoje li as notícias no Lance, e vi que ele já está pensando no elenco para 2013. Será que o Presidente Maurício não vai contratar outro treinador para o próximo ano? E o Anderson Barros vai permanecer. Assim ficará muito complicado torcer para o nosso Botafogo.

  • Ricardo Joaquim

    Pessoal,
    Não adianta mais reclamar porque esta diretoria é muito omissa e não sabe admitir os erros.
    Desde o início do ano estamos reclamando deste técnico incompetente, que entre outas asneiras:
    – elogia o desempenho de Fábio Ferreira
    – Dispensou vários atacantes para colocar seu afilhado Rafael Marques
    – Defende o desempenho de Rafael Marques e insiste em colocá-lo no time
    – Não dá oportunidades a algumas revelaçãos do Botafogo (Sassá, Cidinho, entre outras)
    – Não sabe armar um time
    – Faz péssimas substituições
    – Insiste em escalar o Vitor Junior

    Não adianta mais reclamar. Temos que fazer um boicote, não indo mais aos jogos do Fogão.
    Mais um ano perdido….

  • Josemar

    DANE-SE O 4-5-1 QUE SE PARECE COM 4-6-0.
    O PROFESSOR PARDAL CONSEGUIU SER MELHOR. O time do ano passado tinha variaçoes taticas de um 4-2-4. E esse time de 2012?????

    • É ISSO AÍ ,O OSWALDO CONSEGUIU SER PIOR QUE O CJR!!!!!!!!

  • A culpa é do PAPA BENTO XVI, que insiste em orar pela permanência do treinador e dessa dirretoria comandada por um medíocre dentista. Qualquer timeco do G4 tem um esquema de jogo ofensivo. O Botafogo é diferente dos demais clubes. Arma o time do meio pra trás e deixa um porra-louca isolado no ataque. o resultado já sabemos: derrota. O time só conhece o rachão divertido, onde os jogadores brincam à vontade e esquecem de jogar futebol. Uma pergunta que faço aos torcedores com direito ao voto: por que não elegermos um botafoguense de respeito (temos de sobra) para comandar nosso amado Botafogo? Mudança já!

  • MARCOS FOGÃO

    Já cansei de expor a minha indignação qto a esse timeco, esse treinador q mas parece uma BICHA parada na area técnica esperando seus machos acabarem de sacanear os poucos torcedores loucos q ainda gastam seus dinheirinho suados para ver essas porcaria levarem sacode todos os jogos e´outros ameba do lado de fora rindo da nossa cara, como dirigentes incompetentes, treinador de MERDA q só é elogiado pelos jornalista q torcem para outro time, vou falar sério com esse time eu nunca mais entro em qualquer estádio para ver está porcaria jogarem este é meu MODO DE PROTESTAR pq meu rico dinheirinho ele não veem nunca mais, se por acaso em 2013 mudar alguma coisa nos encontraremos novamente caso contrário fico torcendo no oculto FORA todas essas MULAMBADAS q lá estão só sobra uns três ou quatro o resto inclusive os dirigentes FORA O BOTAFOGO NÃO MERECE ISSO desistam enquanto é tempo, deixe q outros DIRIGENTES q realmente ama este GRANDIOSO CLUBE q tanta alegria deu a nação BOTAFOGUENSE como tb a nação BRASILEIRA. nos encontraremos em breve assim espero abraços a todos.

  • menndes

    esse OO é o pior treinador dos últimos 50 anos no Botafogo. MUITIOOOOOOOOOOOOOOOOOOO PIOOOOOOOOOOORRRRRRRRRRRRRRRRRRR QUE JOEL SANTANAAAA. MUITO PIOR QUE CAIO JUNIORRRRRRRRRRRRRRRRR. ELE NÃO SABE ABSOLUTAMENTE NADA. UM DESASTRE. DISSE QUE PARA 2013 os meninos da base estarão prontos.. que piada. O Botafogo é o time que não cobra responsabilidade do jogador. É zagueiro horrendo como o FFerreira que é titular absoluto. É vitor junior , eterno reserva, e absolutamente péssimo. é Márcio azevedo desastroso. Um time que tem Márcio Azevedo, Antonio Carlos e Fabio Ferreira é candidato ao rebaixamento, ou seja, a defesa é absolutamente péssima. Um time sem atacantes é outro desastre. Um time em que Felipe Gabriel é incontestável é outro desastreeeeeeeeeeeee. Sem falar no Renado que é um parasita. DIRETORIA INCOMPETENTE !!!!!!!

  • Darkman

    Agora o Sr. Anderson Barros deve estar se lamentando por não ter contratado mas atacantes e zagueiros. No final do jogo ficou bem claro o que o Andrezinho disse, ainda falta amadurecer, ouseja ele concluiu que o time tem muitos garotos e que isso pesa no Brasileiro.
    Se conseguirmos contratar um zagueiro de bom nível teremos uma zaga de boa qualidade com o Dória que apenas tem 18 anos se tiver isso.
    Na frente precisamos de atacantes de verdade e mas de 1 atacante, esse Rafael Marques foi dinheiro jogado fora, podíamos ter pego o Zé Carlos do Criciúma, mas agora ele está valorizado e o clube sem dinheiro.

    Enfim mas um final de ano de lamentações e mas nada.

    • helio knaak plaster

      LAMENTANDO,COM OS BOLSOS CHEIOS ELE TA E DANDO RIZADA DESSA TORCIDA IDIOTA ECOVARDE QUE NAO TEM CORAGEM NEM DE FAZER UM PROTESTO,O NOSSO REFORÇO PARA (2013)OSVALDO PERMANECERA NO CARGO DE TREINADOR PELOS PROXIMOS(2)ANOS,FONTE JORNAL LANCENET,POIS JA ESBOSSA O TIME E AS CONTRATAÇOES PARA (2013)PROVAVELMENTE JAPONESES,E VER NO QUE DA.SDA???????????

  • FELIPÃO JÁ E AGORA!!!

    TENHO MEIO SÉCULO DE PAIXÃO PELO NOSSO GLORIOSO BOTAFOGO E MEU FILHO 25 ANOS DE
    PAIXÃO TAMBÉM POR ESTE AMADO CLUBE E JÁ JOGAMOS A TOALHA E CANCELAMOS O PACOTE
    DE JOGOS DA NET POIS NÃO ACREDITAMOS EM PAPAI NOEL E MUITO MENOS NESTE TREINEIRO DE M. E NO FLAMENGUISTA SAF.,QUE MANDOU MAICOSUEL-HERRERA E LOCO ABREU EMBORA E
    TROUSSE UM BANDO DE BARANGAS E FICOU COM ELKESON,F.FERREIRA,A.CARLOS,ETC.
    DE BOM MESMO SÓ A VINDA DO SEEDORF E DO APROVEITAMENTO DE ALGUNS GAROTOS DA BASE,
    COMO DÓRIA,GABRIEL,JÁDSON,CIDINHO E JEFERSON.
    E O PIOR É QUE ESTA DIRETORIA OMISSA E DE RABO PRESO COM DIVERSOS EMPRESÁRIOS,JÁ
    FALAM EM MANTER OSWADO DE OLIVEIRA QUE ENTERROU DE FORMA RIDÍCULA MAIS UM ANO,
    COM ELE VIRAMOS FREGUESES DE CADERNO ATÉ DO GALINHO MINEIRO E DE TIME DE SÉRIE C,
    CHAMADO TRICOLIN-C.
    OU FELIPÃO VEM IMEDIATAMENTE OU ENTÃO VAMOS DELETAR O BOTAFOGO DE NOSSAS VIDAS,
    CHEGA DE VERGONHA,DE R.MARQUES,ETC…
    PARA DIRIGIR UM CLUBE GLORIOSO COMO ESTE,É PRECISO DESCÊNCIA,SERIEDADE E RESPEITO
    AO MAIOR PATRIMÔNIO DO BOTAFOGO A NOSSA APAIXONADA E FIEL TORCIDA.
    FORA A.BARROS!
    FORA OSWALDO DE OLIVEIRA!
    FELIPÃO,FELIPÃO,FELIPÃO,AGORA!!!CHEGA DE APATIA,TIME DE MARICAS…

    • helio knaak plaster

      pra que felipao se temos o osvaldao,?????????????????????????????

  • Rogério

    Pior do que perde para as flores é ter que ouvir o andrezinho dizer ao final do jogo que o time perdeu pela falta de experiência dos garotos que no mesmo jogo arrebentaram, Gabriel foi um monstro em campo, e a ameba que profanou esta asneira se arrastando em campo e só acertou um lance no jogo, e o treineiro de merda nem levou o Jeferson paulista pro jogo.
    Fora Treineiro de merda e sua guangue de derrotados junto,como pode o andrezinho que nunca foi titular no inter, querer ser solução nono BOTAFOGO só essa diretoria de merda mesmo pra apostar nisto. Há para treinador traga o Jorginho que esta que esta no Bahia que esta provando ser um bom treinador e não é marrento diferente do burro que treina o glorioso, ta dificil segurar a onda com decpeções sucessivas ta na hora de gente com culhão assumir o BOTAFOGO e mostrar quem manda.

    • emanoel

      Estes garotos jogam muita bola, é pena serem pouco utilizados pois ao que parece, a diretoria têm submissão ou rabo preso com alguma eminência parda cujos interesses passam longe dos dias gloriosos do Fogão.

  • adilson

    Vai aqui as minhas considerações!na chegada desse treinador disse que nem o meu time de botão ele treinaria,o BOTAFOGO ñ é o Barça que só tem jogadores de meio campo mas são extremamente habilidosos e se deslocam para receber,prefiro mil vêzes a impetuosidade do drible, do Vítor Júnior e do Jobson os dois jogando aberto,se são cachaceiros ou não,nem me interessa!Garrincha também era.Queremos é Vitórias,Títulos e dar voltas olimpícas.O presidente é dentista,que vá exercer sua função e deixe o BOTAFOGO em PAZ,que ele não entende nada de futebol disso nós já sabemos,contratações mediocres,medalhões com data de validade vencidas,a de se mesclar os garotos da base com alguns outros que queiram se empenhar mais,perder para o fluminense o lider da competição,da prá entender,mas com um gol daquele OTÁRIO,que zaga furreca,e o treinador não tem nada,prá mexer no tabuleiro!é sempre a mesma forma de jogar tudo previsivel,VÁ TOMAR NO RESTO DO JUIZO,vou citar uma obra prima,não me lembro de quem:EU NÃO GOSTO DE FUTEBOL,EU AMO O BOTAFOGO.SDS ALVINEGRAS!

  • Léo Fogão

    Vou citar o que disse um anônimo alvinegro: ninguém vai ao cinema,ao teatro à praia para se estressar. então cansei de me estressar com esse time além de ser sempre roubado desde 2007,não temos pulso forte por parte dos dirigentes que aguentam tudo calado.É preciso investimento no clube senão corremos o risco de sermos o próximo América/RJ

  • guto

    Sr. Oswaldo,com esse esquema vc não vai a lugar nenhum,mude agora! chega!!!!! coloque o Jobson com o garoto bruno na frente ou o sassá,o flôr joga com dois atacantes e é lider da competição,pare de inventar,porra!!!! chega de desculpa,toma vergonha nessa cara,pois vc ganha muito bem pra fazer essa merda que está fazendo. vou te ajudar,escale esse time: Jeferson,Lucas.Dória,Antonio Carlos(vicente),M. A.,Jadson,Gabriel,seedorf,Andrezinho,Jobson e Bruno (Sassá). joga fachadinho saindo rápido para o contra ataque é assim que o flôr joga ataca no máximo com quatro jogadores é só acompanhar os jogos e verificar, defende com seis e ataca com quatro o tempo todo é simples ser treinador é só observar os jogos.

  • PARA QUE SE NÃO SÃO PUBLICADOS???????

  • Zé da Fiér

    Jogou como nunca!!!! Perdeu como sempre. Que sina!!!!!!culpa do bombeiro FRED!!!!!!

  • helio knaak plaster

    deletaram mais comentarios meus voces sao uns verdadeiros palhacos comandado por essa corja dos infernos,vao te catar porraaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa????????

  • Humberto

    Acho que 2012 será mais um ano triste para os torcedores que apoiam o time e acreditam que todo ano será diferente e que verão um time campeão brasileiro assim como o de 1995, mas creio que com esse planejamento que vem acontecendo os erros se repetem. Esse ano pelo menos revelamos bons jogadores coisa que não acontecia tempos, acho que se montassem um time só com esses garotos e com o mestre Seedorf no meio seria o ideal. Não entendi porque outros bons garotos sairam como Caio e Alex, porque venderam Bruno Cortez, acho que seria o ataque ideal para o Fogão, Eu imagino um time assim entrando em campo algum dia:

    1. Renan
    2. Gabriel
    3. Dória
    4. Lucas Zen
    6. Renan Lemos
    5. Jadson
    8. Cidinho
    7. Jefferson
    10. Seedorf
    9. Alex
    11. Caio

    Seria um ótimo time, claro deveriam trazer alguns outros jogadores jovens indico o atacante Wellington Silva do desconhecido Ponferradina da Espanha, revelado pelo Fluminense é rápido e Habilidoso, muito bom mesmo tem apenas 19 anos e não deu sorte indo para a Europa. Outro é Philippe Coutinho cria do Vasco está na Internazionale e sonha voltar a jogar na seleção, tem 20 anos e acho que no Brasil teria mais chance de atuar em grande estilo, como fez no vasco. Esse seria um Excelente reforço.

  • Humberto

    Acorda diretoria!!!
    Será que já esqueceram do TÚLIO MARAVILHA???
    O Cara é nosso grande ídolo e vocês ai mendigando amistosos contra times fracos.
    Coloquem ele como TREINADOR DO FOGÃO. O cara iria indicar o caminho do gol para os garotos e nos traria aquele brilho de time campeão que o Fogão não tem mais.

  • Humberto

    ALÔ TORCIDA DO FOGÃO VAMOS INICIAR A CAMPANHA
    “TÚLIO MARAVILHA TECNICO DO FOGÃO EU APOIO!!!”
    “TÚLIO MARAVILHA TECNICO DO FOGÃO EU APOIO!!!”
    “TÚLIO MARAVILHA TECNICO DO FOGÃO EU APOIO!!!”
    “TÚLIO MARAVILHA TECNICO DO FOGÃO EU APOIO!!!”
    “TÚLIO MARAVILHA TECNICO DO FOGÃO EU APOIO!!!”
    “TÚLIO MARAVILHA TECNICO DO FOGÃO EU APOIO!!!”
    “TÚLIO MARAVILHA TECNICO DO FOGÃO EU APOIO!!!”
    “TÚLIO MARAVILHA TECNICO DO FOGÃO EU APOIO!!!”
    “TÚLIO MARAVILHA TECNICO DO FOGÃO EU APOIO!!!”
    “TÚLIO MARAVILHA TECNICO DO FOGÃO EU APOIO!!!”
    “TÚLIO MARAVILHA TECNICO DO FOGÃO EU APOIO!!!”
    “TÚLIO MARAVILHA TECNICO DO FOGÃO EU APOIO!!!”
    “TÚLIO MARAVILHA TECNICO DO FOGÃO EU APOIO!!!”
    “TÚLIO MARAVILHA TECNICO DO FOGÃO EU APOIO!!!”
    “TÚLIO MARAVILHA TECNICO DO FOGÃO EU APOIO!!!”
    “TÚLIO MARAVILHA TECNICO DO FOGÃO EU APOIO!!!”

  • BOMBA! BARCELONA DE OLHO NO BRASIL VEM BUSCAR F.FERREIRA, LUCAS,V.JUNIOR,O O -,A.BARROS,O PRESIDENTE PROTÉTICO E PRINCIPALMENTE O MAIOR ARTILHEIRO Q O BRASIL JÁ VIU: O ESPEATACULAR,FANTÁSTICO,ESTUPENDO,FENOMENAL,AH FALTAM – ME PALAVRAS PARA DEFINIR A GRANDIOSIDADE DESSE CRAQUE: RAFAELLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLL MARQUESSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSS!

  • Boa tarde torcida alvinegra!

    A IMPRENSA PUBLICA QUE O OSVALDO DE OLIVEIRA JÁ PLANEJA 2013, P.Q.P. SERÁ QUE ESTÁ DESGRAÇA VAI ACONTECER COM A GENTE!

    VAI EMBORA F.D.P.!

  • Boa tarde torcida alvinegra!

    FOI O ÚNICO TREINADOR QUE CONSEGUIU MONTAR UM TIME DO BOTAFOGO SEM ATACANTES.

    VAI EMBORA F.D.P.!

  • O QUE É MAIS ENGRAÇADO NISSO TUDO É QUE TINHA TORCEDORES CONVOCANDO PARA UMA MANIFESTAÇÃO EM FRENTE A GENERAL SEVERIANO NO SÁBADO AS 10:00 HS DA MANHÃ, E PERGUNTO HOUVE ESSA MANIFESTAÇÃO E SE HOUVE GOSTARIA DE SABER ONDE, E MAIS, ESSES MANIFESTANTES FORAM OS MESMOS QUE FOI AO JOGO CONTRA O FLUMINENSE APOIAR O TIME.
    É POR ISSO QUE O BOTAFOGO TEM A DIRETORIA QUE MERECE E O TIME QUE MERECE SÃO TODOS MEDÍOCRES QUANTO O TIME.
    FALAM EM TORCIDA ORGANIZADA MAS SE NEM O TIME O CLUBE É ORGANIZADA VAI TER TORCIDA ORGANIZADA ISSO SÓ PODE SER BRINCADEIRA.
    TOMARA QUE ESSE TIMINHO SE LASQUE DE VEZ E JUNTO COM ELE LEVA ESSA CAMBADA DE JOGADORES, DIRETORIA, TÉCNICO E TORCIDA CAMBADA DE MEDÍOCRES.

    ESPERO QUE ALGUM TIME GRANDE CONTRATE O SEEDORF PARA O ANO QUE VEM POIS, ELE NÃO MERECE ESSA SACANAGEM QUE FIZERAM COM ELE DIZENDO QUE O BOTAFOGO É UM TIME GRANDE UM CLUBE DE GRANDE PROJETO SÓ SE FOR PROJETO DE AFUNDAR COM TUDO.

  • FOGUINHO, FOGUINHO, FOGUINHO, FOGUINHO, FOGUINHO, FOGUINHO, FOGUINHO, FOGUINHO
    FOGUINHO, FOGUINHO, FOGUINHO, FOGUINHO, FOGUINHO, FOGUINHO, FOGUINHO, FOGUINHO
    FOGUINHO, FOGUINHO, FOGUINHO, FOGUINHO, FOGUINHO, FOGUINHO, FOGUINHO, FOGUINHO
    FOGUINHO, FOGUINHO, FOGUINHO, FOGUINHO, FOGUINHO, FOGUINHO, FOGUINHO, FOGUINHO
    FOGUINHO, FOGUINHO, FOGUINHO, FOGUINHO, FOGUINHO, FOGUINHO, FOGUINHO, FOGUINHO
    FOGUINHO, FOGUINHO, FOGUINHO, FOGUINHO, FOGUINHO, FOGUINHO, FOGUINHO, FOGUINHO
    FOGUINHO, FOGUINHO, FOGUINHO, FOGUINHO, FOGUINHO, FOGUINHO, FOGUINHO, FOGUINHO
    FOGUINHO, FOGUINHO, FOGUINHO, FOGUINHO, FOGUINHO, FOGUINHO, FOGUINHO, FOGUINHO
    FOGUINHO, FOGUINHO, FOGUINHO, FOGUINHO, FOGUINHO, FOGUINHO, FOGUINHO, FOGUINHO
    FOGUINHO, FOGUINHO, FOGUINHO, FOGUINHO, FOGUINHO, FOGUINHO, FOGUINHO, FOGUINHO
    FOGUINHO, FOGUINHO, FOGUINHO, FOGUINHO, FOGUINHO, FOGUINHO, FOGUINHO, FOGUINHO

    TIMINHO DE VÁRZEA, TIMINHO DE VÁRZEA, TIMINHO DE VÁRZEA, TIMINHO DE VÁRZEA
    TIMINHO DE VÁRZEA, TIMINHO DE VÁRZEA, TIMINHO DE VÁRZEA, TIMINHO DE VÁRZEA
    TIMINHO DE VÁRZEA, TIMINHO DE VÁRZEA, TIMINHO DE VÁRZEA, TIMINHO DE VÁRZEA
    TIMINHO DE VÁRZEA, TIMINHO DE VÁRZEA, TIMINHO DE VÁRZEA, TIMINHO DE VÁRZEA
    TIMINHO DE VÁRZEA, TIMINHO DE VÁRZEA, TIMINHO DE VÁRZEA, TIMINHO DE VÁRZEA
    TIMINHO DE VÁRZEA, TIMINHO DE VÁRZEA, TIMINHO DE VÁRZEA, TIMINHO DE VÁRZEA
    TIMINHO DE VÁRZEA, TIMINHO DE VÁRZEA, TIMINHO DE VÁRZEA, TIMINHO DE VÁRZEA
    TIMINHO DE VÁRZEA, TIMINHO DE VÁRZEA, TIMINHO DE VÁRZEA, TIMINHO DE VÁRZEA
    TIMINHO DE VÁRZEA, TIMINHO DE VÁRZEA, TIMINHO DE VÁRZEA, TIMINHO DE VÁRZEA

    JOGADORES TÉCNICOS DIRETORIA E TORCIDA MEDÍOCRE
    JOGADORES TÉCNICOS DIRETORIA E TORCIDA MEDÍOCRE
    JOGADORES TÉCNICOS DIRETORIA E TORCIDA MEDÍOCRE
    JOGADORES TÉCNICOS DIRETORIA E TORCIDA MEDÍOCRE
    JOGADORES TÉCNICOS DIRETORIA E TORCIDA MEDÍOCRE
    JOGADORES TÉCNICOS DIRETORIA E TORCIDA MEDÍOCRE
    JOGADORES TÉCNICOS DIRETORIA E TORCIDA MEDÍOCRE
    JOGADORES TÉCNICOS DIRETORIA E TORCIDA MEDÍOCRE

    TORCEDORES BUNDÕES, TORCEDORES BUNDÕES, TORCEDORES BUNDÕES, TORCEDORES BUNDÕES
    TORCEDORES BUNDÕES, TORCEDORES BUNDÕES, TORCEDORES BUNDÕES, TORCEDORES BUNDÕES
    TORCEDORES BUNDÕES, TORCEDORES BUNDÕES, TORCEDORES BUNDÕES, TORCEDORES BUNDÕES
    TORCEDORES BUNDÕES, TORCEDORES BUNDÕES, TORCEDORES BUNDÕES, TORCEDORES BUNDÕES
    TORCEDORES BUNDÕES, TORCEDORES BUNDÕES, TORCEDORES BUNDÕES, TORCEDORES BUNDÕES
    TORCEDORES BUNDÕES, TORCEDORES BUNDÕES, TORCEDORES BUNDÕES, TORCEDORES BUNDÕES
    TORCEDORES BUNDÕES, TORCEDORES BUNDÕES, TORCEDORES BUNDÕES, TORCEDORES BUNDÕES
    TORCEDORES BUNDÕES, TORCEDORES BUNDÕES, TORCEDORES BUNDÕES, TORCEDORES BUNDÕES
    TORCEDORES BUNDÕES, TORCEDORES BUNDÕES, TORCEDORES BUNDÕES, TORCEDORES BUNDÕES
    TORCEDORES BUNDÕES, TORCEDORES BUNDÕES, TORCEDORES BUNDÕES, TORCEDORES BUNDÕES

    • seu fernando cale a boca ta falando besteira

  • NÃO GANHA NADA, TIME SOFREDOR, É POR ISSO QUE FICAMOS ASSIM… CARA DE BOBOS!!!

    QUEM FOI A GS? NINGUEM!!! QUEM IRÁ? NINGUÉM! COMO FICARÁ? DO MESMO JEITO!!!!

    TIMECO, RUMO AO OSTRACISMO!!!

  • MEU TIME IDEAL: RENAN,GILBERTO,MATHEUS,DÓRIA E RENAN LEMOS,JADSON,GABRIEL,SEEDORFF E JEFERSON,CIDINHO E TELECHEA. TÉCNICO GOTTARDO OU GONÇALVES.
    MAS A RE ALIDADE É ESSA; FRANGUERFESON,RUIMDA COLUNAKAS,FALHO FERREIRA E MARCIO AZEDO, RENATOCERADEIRA,ANDREZINDIARREIA E FELIPEGABIXADO,VITOR TOMATODAS,EOKESOU? E RAFAEL NÃO MARUQES GOL!

  • RAFAEL NÃO MARQUES GOL É AFILHADO DO O.O-? PODERIAMSO CONTRATAR O ANÃO DO MELHOR DO BRASIL O PIRULITO QUE DEVE JOGASR MAIS Q ESSA AMEBA PARALITICA,TO CANSADO DE SER ZOADO,NEM ASSISTO MAIS OS JOGOS DESSE ARREMEDO DE TIME.PORQ NOS SOMOS O UNICO TIME Q JOGA SEM TECNICO E CENTROAVANTE?QRO VER SE VAI TER TORCIDA NA SERIE B ,NOSS CAMINHO SE CONTINUAR ESSA COISA Q SE DIZ TECNICO NO MEU BOTAFOGO,CHEGA ,CHEGA,CHEGAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA!

  • é cupa do oswaldo ele é um merda a torcida não vai porque o time não ta bom mas se tivesse entre os primeiros concerteza a torcida ía lotar

MaisRecentes

A verdadeira história sobre o atacante Ortega



Continue Lendo

Botafoguenses devem se orgulhar do título da Série B



Continue Lendo

OPINIÃO: Torcedores do Botafogo pagaram e têm todo direito de vaiar o time



Continue Lendo