Projeto e desfile olímpico



Com duas voltas pelo Engenhão sob constantes aplausos, cerca de 600 atletas olímpicos do Alvinegro fizeram o Desfile Olímpico Botafogo/Herbalife. A banda da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro apresentou a delegação, ao som do hino do Glorioso. Os primeiros que entraram na pista de atletismo foram os integrantes da equipe paraolímpica alvinegra, que foi feita recentemente em uma parceria com o Instituto Superar.

O desfile teve direção artística de Max Lopes, considerado um dos mais importantes carnavalescos do Brasil, campeão pela Imperatriz, Viradouro e Mangueira.



  • MERLIN

    Senhores Botafoguenses,

    É rotina, já cansativa, a torcida “QI20” escrever nos blogs especializados que é difícil transmitir aos “filhos” amor pelo Botafogo, tudo em decorrência de apresentações frustrantes da equipe de futebol profissional.
    E sempre faço a distinção entre o Botafogo Futebol Clube e o Botafogo de Futebol e Regatas.
    O primeiro é o clube para o qual torcem aqueles que só conhecem futebol profissional como sendo o único esporte existente.
    O segundo, para o qual eu torço, abrange diversas e diversas modalidades esportivas.
    Aí reside a grande diferença.
    Levem os filhos ao Estádio de Remo da Lagoa e permitam que eles admirem nossos remadores.
    O ingresso é grátis.
    Estou sempre por lá, muitas vezes binóculo pendurado no pescoço.
    E, de lambuja, você poderá contar a história do dia em que a equipe de remo do Botafogo salvou a vida da equipe de remo – inteira – do Flamengo.
    É uma modalidade saudável que eles poderão no futuro até participar.
    Levem os filhos às piscinas para que eles vejam nossas equipes de pólo aquático, uma modalidade esporte bastante viril, embora, além das categorias masculinas, nossas meninas joguem com disposição e sejam campeães.
    Também estou sempre na arquibancada apoiando nossos atletas.
    No basquete também damos show – tanto os rapazes quanto as nossas meninas. Afinal somos tricampeões do troféu eficiência.
    Estou lá, sempre apoiando nossos atletas em todas as categorias.
    Na natação somos referência. Nossa atleta Larissa Simões é campeã Sul-Americana da categoria juvenil em 2011.
    E podem estar com inveja a “torcida da vaia”, porque estava presente e aplaudindo na vitória de nossa grande atleta, promessa para as olimpíadas.
    Bebo água das piscinas apoiando nossos atletas de todas as categorias entre peixes e sereias.
    Nos esportes de praia ! Bem, grande parte do Glorioso veio das areias, inclusive Heleno de Freitas.
    Daí o orgulho de ter conhecido e bebido dos conhecimentos de Antônio Franco de Oliveira.
    Não preciso dizer que tenho até condecorações por apoiar nossos esportes de praia.
    Ser Botafoguense é isto aí.
    Levem as crianças para que conheçam nossas diversas modalidades esportivas.
    Incentivem que elas pratiquem algum esporte sob a Estrela Solitária, única no firmamento.
    Seu filho é um “bola murcha” ?
    Quem sabe ele não poderá participar das olimpíadas representando o Brasil no basquete, no vôlei, no nado, no vôlei, no remo.
    Isto é ser Botafoguense.
    O Botafogo não é apenas futebol profissional.

    Saudações alvinegras de cinco pontas

    Merlin
    A bordo do Botafogo desde 1534

MaisRecentes

A verdadeira história sobre o atacante Ortega



Continue Lendo

Botafoguenses devem se orgulhar do título da Série B



Continue Lendo

OPINIÃO: Torcedores do Botafogo pagaram e têm todo direito de vaiar o time



Continue Lendo