Projeto de websérie busca financiamento para retratar futebol alternativo



Luiz Gustavo Folego é um torcedor apaixonado do modesto Grêmio Mauaense. Certa vez, passou por uma situação que exemplifica sua devoção ao clube do ABC paulista. A equipe foi a Santos enfrentar o Jabaquara e ele foi o único aficionado a acompanhar o clube. Naquele dia, o Mauaense estava sem seu massagista, ausente por falta de pagamento, e o torcedor, “convocado” pela diretoria,  topou exercer a função que desconhecia totalmente tão somente para evitar uma derrota por W.O.

O depoimento do seguidor do Grêmio Mauaense recheia a prévia já filmada de “O outro lado do futebol” (confira no vídeo abaixo). Trata-se de um projeto de websérie  sobre futebol alternativo.  Idealizado pela dupla Carlos Massari e Aurélio Araújo, ambos graduados em Comunicação Social, o projeto quer contar histórias e vivências saborosas de um futebol que, segundo as palavras dos próprios autores na apresentação à imprensa, “não está escalões mais baixos da pirâmide do futebol brasileiro”.

Para viabilizar a websérie, Massari e Araújo buscam financiamento para o piloto, que contaria justamente histórias envolvendo o Grêmio Mauaense. A partir daí, eles planejam fazer uma primeira temporada com seis episódios em diversos clubes, sempre enfocando “o futebol escondido, empurrado para os rodapés dos jornais, quando muito”.

A ideia parece interessante. O relato das múltiplas faces do esporte por meio audivisual, seja em documentário isolado, série ou longas metragens, é uma contribuição bem-vinda à simbiose dele com a cultura. Vide o Canal 100 e tudo que ele representou e ainda representa para a memória futebolística nacional (a ESPN tem reapresentado, com depoimentos de ex-jogadores, deliciosas pílulas desse acervo-relíquia do país). Outro Exemplo é o CINEfoot, festival de cinema de futebol que já teve sete edições pelo Brasil e é uma espécie de “Tudo é verdade” da modalidade (para conhecer clique aqui).

Quem quiser saber mais sobre o projeto “O outro lado da bola” deve entrar na página abrigada no site do Catarse, de financiamento.



MaisRecentes

Neymar, entre a guilhotina e ‘la vie en rose’



Continue Lendo

Do ‘gênesis ao apocalipse’, Felipe Melo tropeça no verbo



Continue Lendo

Um Dérbi sob o signo da invencibilidade



Continue Lendo