Nilson: A hora do sim sem o descuido do não



nilsonFOTO: Ari Ferreira

 

A foto que ilustra este texto lamentoso é do craque Ari Ferreira, que não perde gol, seja cara a cara ou exija domínio absoluto da técnica e uma boa dose de intuição. Ela mostra o atacante santista Nilson, a bola e o gol, em um dos lances mais incríveis de tempos recentes do ludopédio. É o quadro que prenuncia a felicidade, mas que, depois de conhecido o seu desfecho, adquire outra dimensão. Torna-se o quadro que prenuncia o desespero. É como O Grito, de Edvard Munch.

Nilson teve a chance da consagração que é peculiar ao futebol. Uma consagração pontual para um jogador esforçado, sem dotes técnicos, que atua em um grande clube. Um enredo que vai do abençoado ao sádico. Como um Gabiru ou um Cocada. Mas que nada… Então digam: Que Deus da bola é esse que dá e tira no mesmo átimo? Para o reserva que ganhou oportunidade almejada por tantos, melhor seria o árbitro ter trilado o apito no início da jogada, quando os acréscimos já haviam estourado o previsto. Para perder, era melhor nem ter.

O corpanzil de Nilson não acompanhou a toada. A tentativa de dar o peteleco de primeira, sem a malemolência necessária, sem a picardia dos atacantes vocacionados, gerou um chute ridículo. Poderia ter ajeitado, talvez entrado com bola e tudo, sem ter humildade em gol. O anseio e a falta de apuro redundaram na perda irreparável. A circunstância pereniza.

As próximas noites de Nilson fatalmente serão de pesadelo com a bola bandida. A bola fugidia. Ou verá a definição sonhada, com a cabeça no travesseiro. É como o garoto que planeja os lances que executará no futebol do recreio. O que poderia ter sido. O futebol está na vida, e a vida não tem ensaio. Para Nilson, a hora do sim não teve o descuido do não, como na canção de Vinícius.



  • José Dos Santos Beirauti

    Nilson ficarás marcado pelo resto da vida, a única salvação é fazer o gol do título no próximo dia 2/12, isso é, se o Dorival ainda tiver coragem de entra para substituir ins dos atacantes.

  • NILSON JAMAIS DEVERIA TER SIDO CONTRATADO PELO SANTOS!! DESCULPE-ME O CHULAPA QUE O INDICOU MAS O CARA É HORRIVEL!! ENTROU ONTEM PARA A HISTORIA !!TOMARA QUE ESTE GOL JOGADO FORA NÃO NOS CUSTE MUITO CARO!!

  • Shaolin

    O melhor pr o peixe e pr o jogador é dispensá-lo,ja nesta semana. Não jogou e não joga nada desde q chegou, e se o gol perdido fizer falta pr o titulo, a situação dele no peixe pode piorar. Portanto é melhor ele pegar outra estrada.

  • Dalton S

    “Não existe Gol Feio. Feio é o gol perdido!” (Dadá Maravilha).

    O Serginho que me perdoe, mas o que esse cara fez de útil para o Santos, além de 1, e somente 1 gol, e uma cabeçada na trave no jogo anterior?

    Não dá para reclamar muito dele, porque o que Leandro, Neto Berola, Rildo etc. fizeram em suas passagens por aqui?

    Mas nessas infelicidades de indicação, o Serginho não está sozinho. O Dorival também adora indicar centroavantes inoperantes.

    – Como esquecer de Keyrisson, Bill e alguns outros em sua primeira passagem pelo Santos?

    – Por outro lado, em 2002, ninguém acreditava num centroavante, indicado por sabe-se lá quem, um desconhecido Alberto, que ao lado de Robinho, Diego, Elano, Renato, Alex, Fábio Costa etc. foi fundamental para o time na conquista do Brasileirão do ano?

  • Estevam Pontes

    Eu critico esse inutil desde a primeira vez que entrou em campo vestindo a camisa do Santos. Primeiro, veio como “destaque” do grande São Bento e pasmem, esse “craque” marcou dois gols em 10 jogos. Segundo, jogou dois jogos como titular e entrou durante o jogo em mais onze partidas e sempre foi um inutil, marcou um unico gol que até meu sobrinho de 5 anos faria, mas em fim, mesmo assim o Dorival tem insistido com esse cara que mal consegue dominar uma bola. Esse gol perdido na primeira partida da final foi a gota d’agua, porém as críticas não são apenas por esse lance, pois craque tbm perde gols feitos, o fato é que esse pereba nunca deveria vestir a camisa do Santos, quem dirá ter a chance de jogar como titular, e aproveitando dou um conselho a ele, nada contra a pessoa do Nilson, que parece ser uma pessoa honesta, mas ele deveria fazer um curso pronatec e mudar de profissão, pois jogador, nem na varzea.

MaisRecentes

Dérbi de Milão no almoço para chinês ver



Continue Lendo

Santos no divã: hora de encarar a dupla identidade!



Continue Lendo

Gol, o grande momento da festa proibida



Continue Lendo