Tite está contente. E ele tem razão



tite(Foto: Mauro Horita/AGIF/Lancepress!)

Após seu time chegar a impressionantes 15 vitórias em 22 jogos no Campeonato Brasileiro, Tite foi instado a falar de arbitragem. Tem sido tema recorrente em uma competição cravejada de erros crassos dos apitadores. Na resposta, o técnico do líder com folgas, há 14 partidas sem perder, tratou de sutilmente colocar o assunto para escanteio, avisando que sua atenção está no jogo. E desfilou dados:

– Fico contente com o desempenho da equipe, 14 finalizações, oito certas, aproveitamento alto. 60% de posse, cinco, seis modificações… Erros de arbitragem são dos dois lados. Teve lance de pênalti, bola longa, não vou reclamar… Quero ficar atento à minha alçada.

A resposta de Tite cumpre dois papéis. Um, mais óbvio, é exercer certa parcialidade “saudável”, de não contribuir, como comandante, para a grita conspiratória em favor do seu time e deixar que o jogo jogado fique inibido. A outra, mais relevante, é expor, com dados, que o desempenho corintiano justifica a vitória apesar do gol mal anulado do Fluminense. O árbitro errou em lance importante, mas quem viu o jogo testemunhou a ampla superioridade dos mandantes. E as estatísticas apenas corroboram o que foi visto no gramado.

O Corinthians foi melhor que seu oponente. A arbitragem está em xeque na principal competição nacional. A liderança corintiana é que não deveria estar em hipótese alguma. Os números da equipe são ululantes. Não à toa edificam a melhor campanha a esta altura na era dos pontos corridos. A não separação de joio e trigo é nefasta, maqueia virtudes e impede a devida valorização de um grande trabalho.

O contexto vivido pelo Corinthians após a eliminação da Libertadores sugeria terra arrasada. Alguns jogadores saíram, entre eles o principal, Guerrero, artilheiro do time nas últimas temporadas. Depois de um início de ano promissor, com atuações que geraram encantamento, Tite viu-se premido a fazer malabarismos. Foi encontrando soluções, deu padrão à equipe – uma reconhecida capacidade sua – e, em meio a muitos percalços com lesões, erigiu campanha de grande solidez.

Dizer que a graúda diferença de sete pontos para o Galo seria menor caso não tivessem ocorrido os erros de arbitragem é mexer com bola de cristal. O São Paulo faria o gol de pênalti? O Flu seguraria o empate? A equipe não viraria contra o Avaí? Nenhuma dessas circunstâncias pode ser impeditivo para exaltar as qualidades da equipe. Tite está certo em “ficar atento” à sua alçada. O resto, como diria Millor, é armazém de secos e molhados.



  • Altair Junior

    Parabéns pelo texto Neto, a maioria coloca nas costas da arbitragem porque não querem assumir que o Corinthians é o melhor time da competição e que o time deles não joga com a consistência e eficiência do timão!

  • Luiz Humberto

    UM – ACORDEI, LEVANTEI, SENTEI NO VASO SANITÁRIO DO MEU
    BANHEIRO, CAGUEI, DESCARGUEI E FINALMENTE BRADEI RETUMBANTEMENTE!!!

    VAI cúr11nt23aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    DOIS – ACORDEI, LEVANTEI, SENTEI NO VASO SANITÁRIO DO MEU
    BANHEIRO, CAGUEI, DESCARGUEI E FINALMENTE BRADEI RETUMBANTEMENTE!!!

    VAI cúr11nt23aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    TRÊS – ACORDEI, LEVANTEI, SENTEI NO VASO SANITÁRIO DO MEU
    BANHEIRO, CAGUEI, DESCARGUEI E FINALMENTE BRADEI RETUMBANTEMENTE!!!

    VAI cúr11nt23aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    QUATRO – ACORDEI, LEVANTEI, SENTEI NO VASO SANITÁRIO DO MEU
    BANHEIRO, CAGUEI, DESCARGUEI E FINALMENTE BRADEI RETUMBANTEMENTE!!!

    VAI cúr11nt23aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    CINCO – ACORDEI, LEVANTEI, SENTEI NO VASO SANITÁRIO DO MEU
    BANHEIRO, CAGUEI, DESCARGUEI E FINALMENTE BRADEI RETUMBANTEMENTE!!!

    VAI cúr11nt23aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    ENQUANTO ISSO NO MEIO DA CARA DO “edmar a pior”, do wagna ou waguiniha, do rabinha ou binha ou tiazinha mascarada, do crack cherah holla neto ou hiena rimadora, do pangaré cara de égua barranqueira, do caicara de boca nas nossas bengas, do carrasco boca de gilete, do gayvota alfabetizada e do marcos boiola ou marquita boquete ou garganta profunda ou engonço… ~•     ~•      ~•    ~•        ~•      ~•      ~•

    ~•    ~•    ~•     ~•        ~•      ~•    ~•   ~•       ~•     ~•         ~•                   ~•     ~•       ~•      ~•     ~•     ~•      ~•    ~•        ~•      ~•       ~•    ~•      ~•    ~•   ~•      ~•    ~•         ~•                   ~•     ~•       ~•      ~•    ~•   ~•      ~•     ~•         ~•      ~•      ~•

    COMO NÃO PAGARAM A SABESP, VÃO TER QUE USAR A ÁGUA DO BOSTIETÊ PARA LAVAR AS VOSSAS CARAS!!!

    EHEHEHEHEHEHEHEHEHEHEHEHEH!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  • Rogerio Vanadia

    Parabéns, e não é porque sou Timão, mas pelo bom senso, vi e fiquei chateado com o erro do bandeira contra o Flu pois, sabia que iria acontecer o que aconteceu, agora o Galo chora demais (ninguém lembra daquele jogo contra o cruzeiro em 2011, resultado muito estranho), e na minha modesta opinião foi penalti para o Atlético o lateral do Galo deveria tentar a sorte como artista, pois não foi nada no lance tentou simular e ainda ficou reclamando, alguem vê os jogadores do Timão a reclamar e, a mais de 5 anos somos a equipe mais deisciplinada, analisem e pense como o colunista, pensar é livre e ainda não paga nada. Vai Corinthians!

  • ADRIANO

    O Tite é mestre nos argumentos!

  • ADRIANO

    O Tite é o cara!

  • Bruno

    Eu acho engraçado que as pessoas estão sempre buscando algo pra falar do Corinthians, sem esquecer do próprio rendimento do time. O time está sempre entre as melhores defesas de todos os campeonatos que disputa (isso quando não é o melhor) e desde que o Tite retornou, gostando dele ou não, a equipe está fazendo gols e acumulando saldo positivo. A equipe vem brigando por campeonatos desde que retornou da Série B e o que fica mesmo é a sensação de que as pessoas hoje não conversam mais sobre futebol, e sim somente se agridem verbalmente.

    Só pra lembrar, este ano o Corinthians jogou MUITO MELHOR no início do ano, estava voando e mesmo assim saiu do Paulista (invicto) e da Libertadores sendo 1º no grupo mais difícil. Perder a Libertadores e o Paulista (principalmente o último), junto com as saídas de Sheik e Guerrero (entre outros jogadores) e a situação de dificuldades financeiras fez com que as expectativas de muitos torcedores baixassem um pouco, afinal, foram muitos acontecimentos negativos em pouco tempo, quando o time estava tocando a bola sem olha pra ela.

    E agora, por conta da liderança, o que mais vemos é pessoas falando sobre manipulação? De um time que até pouco tempo atrás estava sendo menosprezado após saída de Sheik/Guerrero? É injusto demais para com jogadores e todos que trabalham no Clube. O problema da arbitragem é da CBF que precisa profissionalizar melhor os árbitros e os erros acontecem na maior parte das rodadas em vários jogos, mas é óbvio que as pessoas só enxergam o que lhes convém, porque ninguém gosta do Corinthians e ponto.

    A diferença do semestre passado pra esse é que o Corinthians não ganhou nada, se não estariam falando mal também. Mas se as conquistas podem ser a consequência de um trabalho, a falta delas pode caracterizar o amadurecimento de uma equipe e eu, enquanto torcedor, curti muito o primeiro semestre, com ótimos jogos, bonitos de se ver, independente das conquistas.

    Para todos os Corinthianos, podem ficar contentes mesmo, porque nós estamos passando por nosso melhor momento, com um time equilibrado na defesa/ataque, com um time entrosado, um grande goleiro lá atrás e jogadores que correspondem quando são solicitados. Estamos sempre entre os primeiros da tabela (aqui no Brasil não há essa cultura, mas na Europa se valorizaria muito mais) e nossas equipes tem sido competitivas.
    A equipe comete erros e às vezes cai de produção vertiginosamente. Não sei também qual é o nível da concentração e do psicológico (após uma derrota por exemplo), mas torço pra que eles estejam melhor blindados quanto a isso.

    De resto, para o torcedor Corinthiano, vencer não basta. É preciso jogar bem, convencer, demonstrar garra. Independente das conquistas, somos Corinthians e vamos apoiar o time enquanto este estiver demonstrando respeito com a camisa!

MaisRecentes

Zé e Oliveira merecem os vivas de admiração!



Continue Lendo

Para que servem os títulos estaduais?



Continue Lendo

Galeano e o espírito do hooliganismo na Libertadores



Continue Lendo