O pasmo do Messi argentino diante da derrota



messi
FOTO: AFP

A expressão de Messi parece sofrer uma mutação quando o camisa 10 atua pela Argentina. O cenho tranquilo que carrega pela equipe catalã fica sério e preocupado ao defender as cores de sua pátria natal. Essa transformação de semblante possivelmente seja um retrato da pressão que sofre por ter que fazer na sua seleção o que faz às pampas pelo Barcelona. Isso significa fazer gols driblando três, quatro adversários, comer a bola, dar assistências decisivas. Verdade que já fez coisas do tipo com a camisa argentina. Vale lembrar, por exemplo, o golaço contra o Irã na primeira fase da Copa, quando o jogo caminhava para um constrangedor 0 a 0 – haverá quem ironize com um “ah, contra o Irã até eu! -, ao entregar de bandeja o gol para Di Maria no dramático jogo contra a Suíça, nas oitavas do mesmo Mundial, e nas tantas articulações na goleada sobre o Paraguai, na semifinal da Copa América.

Mas a sombra do jejum de títulos da Albiceleste agregada às comparações com Maradona são os dínamos da cobrança. Sem levantar taça, sobrevêm as críticas inclementes.

E MAIS:
> Mascherano não se conforma com vice: ‘Agora resta sofrer’
> Sampaoli garante: ‘Sanchez nunca treina pênalti desse jeito’
> Capitão do Chile: ‘Tínhamos que deixar a história negativa para trás’
> Valdivia xinga técnico do Chile na saída de campo 
> Enfim, campeão! Chile derrota Argentina nos pênaltis e fica com título 

 

Quando Alexis Sanchez preparava-se para correr para a bola que daria o inédito título ao Chile, e jogaria mais uma camada de peso nas costas de Lionel, a câmera focalizou Messi pasmo. Como incrédulo por mais uma vez ver bater na trave uma conquista pela Argentina. Assim como na Copa do Mundo do Brasil, o camisa 10 não reeditou nesta Copa América o brilho rotineiro do Barcelona. Aqui o adjetivo faz toda a diferença. Brilhar é uma rotina para o meia na Europa. Ainda assim, sempre chamou o jogo, repetiu as passadas rápidas com bola colada no pé, deu passes, não sumiu. Ironicamente, foi o único cobrador de sua seleção a marcar na decisão – Higuain e Banega perderam. Caso o título ficasse com os platinos diriam que não se omitiu. Assim é o futebol.

Na final do Mundial, contra a Alemanha, Messi perdeu um gol atípico para seu padrões. Uma jogada que pelo Barça está cansado de fazer com definição letal. O futebol é apinhado de detalhes e são eles que moldam o resultado. Nas últimas três competições importantes com Messi, a Argentina chegou em duas decisões, tendo perdido uma na prorrogação e outra nos pênaltis. Na Copa América que sediou, caiu também na marca da cal para o Uruguai.

Com 28 anos, Messi ainda deve ter algumas oportunidades de ser campeão pela Argentina – dois Mundiais pela frente, possivelmente. Enquanto uma conquista não se realizar, sua expressão terá sempre o peso da responsabilidade.



  • Jr.

    O Zico argentino, sem títulos com a seleção. pelo menos chegou a duas finais.

  • Carlos

    Maradona parou, a Argentina acabou!

  • Diego

    O novo Zico! kkkkkkkkk

  • HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA, ESSE QUE É MAIOR QUE PELÉ E MARADONA ? O FUTEBOL VIROU UMA MERDA, MIDIA LOUCA ! NUNCA SERÁ ! ARGENTINA DA GAMA, AHUAHUAUHAHUAHUAHUAUHAHUAUHA

  • MAIOR QUE MARADONNA ? SÓ QUE NUNCA !

  • Gabriel

    Argentina só foi pra final na copa, pq pegou só seleções fracas. Enquanto eles não conseguem aprender o significado da palavra HUMILDADE,a Argentina nunca mais vai ganhar NADA. Mais 22 anos nas costas. Chi Chi Chi!

  • Gabriel

    E que isso sirva de lição para o Dunga.

  • Leonardo

    O Messi sem dúvida alguma é um gênio da bola. Mas ter gente para achar que ele é maior que o Pelé é burrice. Respeito a opinião de todos, mas isso já não é opinião, e sim BURRICE! Falta muito para o Lionel Messi alcançar o “tal” do Pelé! kk

  • Elias (Pirula do cavaco)

    tá provado o futebol na Espanha qualquer um se destaca,à quantos anos o melhor da fifa vem sendo o que atua lá…pensem nisso!
    tai à prova…Leonel Baggio…

  • Micho

    E você rir no mundo foram removidos por um deslizamento de terra, ah deserto que organizou e onde eles estavam agora na Copa América hahaha MORTOS

  • Ideraldo Souza

    Messi não foi Maradona e muito menos Pelé. Zico…talvez.

  • Felipe

    Vocês falam de Messi, como si fosse o judas do titulo chinelo!

  • kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk o krack fez um gol de penalti ;o guerrero fez quatro gol foi artilheiro deu 3 assistencias e o crack messi até ontem era melhor q pelé e maradona kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk pipoca kkkkk ate neymar tem titulo na seleçao brazuca copa das confederaçoes e esse ai kkkkkkk q é o messias astronauta et e bla bla bla……

  • di maria contra paraguai fez dois gols e uma assistencia ,mas o crack foi…….kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk messias et sou fã do messi no barça mas a midia exagera muito a favor do melho”jogador”dda copa 2014kkkk ele nao precisa disso mas é engraçado

  • pelé

    oooooooooooooooooooooooooooooovice de novo rs

  • joaquim honorio

    É um gênio mas não espetacular como Pele e Maradona. Tem que ser fora de serie para decidir, mesmo na Copa não foi o melhor como o elegerão. essa é a realidade,

  • Gente, no Barcelona ele está ladeado pelos maiores jogadores do mundo. Na argentina, apenas por jogadores argentinos. Esse é o problema.

  • José Carlos da Silva

    Quando se é mediano entre fracos é fácil sobrar, agora contra adversários melhores a coisa é diferente.

  • Pele dizia ,que era necessário atuar bem todas as vezes , que jogasse na seleção , para ter se dar o luxo de atuar mal no clube . Messi disparado o melhor jogador atual ,não sege esta regra . É apenas um craque no Barcelona ,tristes tempos para os apreciadores do futebol-arte .

  • Heleno F Santos Jr

    Esse é o cara que querem afirmar que é melhor que Pelé.O rei conquistou tanto pelo Santos quanto pela seleção.

  • Messi é um gênio, joga mt, a diferença é que no barça ele é mt melhor acompanhado, na seleção, apesar de ser boa, não, estranho ninguém falar do Higuain, que como na final da copa, perdeu um gol feito ontem no final do jogo, numa jogada iniciada pelo Messi, pra variar…

  • Ele é indubitavelmente um jogador excepcional. Mas para ser maior que o nosso Pelé tem que ganhar três copas e fazer mais que 1000 goals. Tá difícil. Amo quando os argentinos perdem, não nego. Acho que a conquista do Chile foi merecida e o futebol brasileiro, coitado, hoje é só uma caricatura do que já foi um dia. Gostaria de saber que critérios os dirigentes da CBF usam para escolher o técnico. Porque o Dunga nunca ganhou nada de relevante como treinador e nunca poderia estar no comando da nossa seleção. Nesse diapasão não nos classificaremos para a próxima copa, em 2018 , na Rússia. Lamentável.

  • jorge santos

    Eh jogador de um so time nao provou nada qu8e ele e realmente grande jogador fora do barcelona jogador mediano esta falado.

MaisRecentes

Guttman, uma bela e vitoriosa trajetória



Continue Lendo

Palmeiras x São Paulo: rivais contra o vexame



Continue Lendo

Neymar, entre a guilhotina e ‘la vie en rose’



Continue Lendo