Arouca e o futebol em tempos líquidos



arouca
FOTO:  Ale Cabral
Há um ano, Arouca fazia a que, provavelmente, foi sua melhor partida pelo Santos. Atuação sublime em um jogo histórico para os alvinegros. O 5 a 1 no arquirrival Corinthians, uma surra que lavou a alma de muito santista maltratado pelos 7 a 1 (êta placar ecoante!) de 2005. O volante fez de tudo no duelo de 29 de janeiro de 2014, na Vila Belmiro. Parecia um ser onipresente, ubíquo, múltiplo. Um motor em todos os cantos, que fez gol, deu assistência, desarmou… Um desempenho de encher os olhos em uma data para cravar em almanaque.

Na última quinta, dia que marcou exato um ano da apoteose, Arouca desvinculou-se do Santos. Não nos moldes que jogadores importantes costumam fazer, com um “até logo”, “ainda voltarei a vestir essa camisa”, “obrigado por tudo”, etc.. Não, depois de cinco anos vestindo o preto e branco da Baixada sai do clube em clima pouco amistoso, com sua silhueta apagada do muro do CT da Vila (ação de vândalos, registre-se) e sem a pompa que a ocasião exigiria. O caos dos salários atrasados levou o jogador a entrar na Justiça contra o clube e requerer a rescisão. Um acordo, que envolveu o Palmeiras assumindo a dívida do Santos – nobreza de Nobre ou gesto para dar lição ao São Paulo (???) – evitou que o processo se arrastasse no tribunal.

Romantismo não anda muito em voga no futebol dito profissional. Causa espanto a este escriba, ainda assim, que jogadores com rica história em um clube saiam dessa forma, como se fosse um ato singelo, sem representatividade. Rasga-se a história como se fosse uma página descartada por um escritor indeciso. A paixão reza que um time é maior que um clube. E ainda bem que é assim. Mas os jogadores contribuem decisivamente para a construção da grandeza, sua permanência, aumento ou diminuição. É uma relação simbiótica, um se beneficia do outro. Daí espantar que mesmo em um contexto delicado, quando um clube deve direitos a um atleta, não se consiga fazer as coisas por vias que tentem preservar ao máximo a imagem.

Tirando uma casquinha da definição de modernidade líquida do sociólogo polonês Zygmunt Bauman, podemos dizer que o futebol vive seus tempos líquidos também. De Relações líquidas, de amor transformado em ódio ou indiferença em uma piscar de olhos.

Arouca jogará pelo terceiro grande paulista em sua carreira. Não é o primeiro, nem será o último a ter tal trajetória. Casos temos em fartura. Até mesmo ídolos ainda maiores o fizeram. O ex-meia Neto, por exemplo, é associado ao Corinthians, mas jogou nos outros três. E nem por isso deixou de ser o Xodó da Fiel. É mais fácil apagar sentimentos que a história. Os primeiros precisam ser cultivados sempre, ao passo que a história está em fotos, vídeos, livros e relatos. Arouca não deixará de ser um sujeito que conquistou importantes títulos com a camisa do Santos, como Copa do Brasil,  Libertadores e três Paulistas. Negar isso é bobagem. Daí a estar no coração dos santistas é outro papo. No Palmeiras terá a oportunidade de construir novarelação e, um dia, sair pela porta da frente.


  • Luis Carlos Coelho

    O AROUCA SAIU PELA PORTA DOS FUNDOS DO SANTOS F.C. ELE MESMO DISSE QUE O SANTOS ERA SUA SEGUNDA CASA E QUE NÃO ENTRARIA NA JUSTIÇA. OS TÍTULOS QUE GANHOU, LÓGICO, ELE PARTICIPOU DE UM GRUPO DE ATLETAS VENCEDORES E COM APOIO DA INSTITUIÇÃO SANTOS F.C. SUCESSO NA SUA CAMINHADA. ENCONTRAREMOS NO ALÇAPÃO DA VILA.
    DA-LHE PPPPPEEEEIIIIIIXXXEEEEE.

  • Patureba

    Ainda bem que o Arouca fez o acordo e deixou os tribunais de lado, ele é muito bom jogador e vai fazer falta no nosso Peixão, mais ele não é o unico, vamos outro volante igual ou talves melhor tem muitos garotos bom de bola porai.

  • Walter

    Parabéns pela atitude Paulo Nobre, isso realmente da uma lição de ética no pobre de espírito AIDAR.

    Pois bem, quanto o Arouca, é difícil falar em amor, em tempos que futebol é negócio, é grana.
    imagina você ficar mais de 3 meses sem receber salário, e precisando quitar suas dívidas ?

    é complicado, eu acho que eu não aceitaria.

    Qual futuro do Santos ? devendo mais de 500 milhões, e como ter receita com uma torcida tão pequena ? e um estádio tão antigo ?

    Quando a responsabilidade fiscal bater a porta deles, ai sim terão muito problema a mais para cabeça.

  • alexandre

    MEIO CAMPO.: GABRIEL, AROUCA, ZE ROBERTO E VALDIVIA………………..DEIXAMOS DE SER MOTIVO DE CHACOTA, VOLTAMOS A SER GRANDES………………..

  • Ralf

    Olha, fico realmente muito indignado com esse tipo de texto! Muito mesmo!

    NÃO PAGARAM O SALÁRIO DELE!!!!! Quem fez ele sair pelos “fundos” foi o Santos! Quem desrespeitou o profissional foi o Santos! Se vc me desrespeitar, não espere respeito meu!

    Fica você aí 3, 4 meses sem receber salário pra ver se vai ficar feliz com o chefinho!! Nem pra trabalhar aparece!

    Ahhh, é ídolo, não pode fazer isso com o clube, tem que “mimimi”..

    Fala isso pro Felipe no Flamengo!! Não vi ninguém sair dizendo que o Flamengo tá sendo sacana, que não pode fazer assim com o cara que ajudou no título Carioca, que sei lá o que!

    FUTEBOL É NEGÓCIO! E quem inventou isso não foram os jogadores, foram os CLUBES!

    Amor pela camisa é só do torcedor!

    Nem mesmo dirigente se importa com isso, ou alguém esqueceu o Del Nero (Conselheiro Vitalício do Palmeiras) torcendo pelo Corinthians???

    Vamos respeitar o profissional e a primeira forma de fazer isso é PAGANDO OS SALÁRIOS EM DIA! Caso contrário cumpra-se a lei!

  • Bush

    Ele já jogou no SPFC ou no Corinthians? eu nem lembrava…

  • Ele foi um dos caras mais burros q já vi jogou uma linda história de amor pelo ralo. Muito trocha .
    Eu o admirava demais ele era o cara depois do neimar nessa geração uma pena espero q um dia ele entenda a besteira q fez

  • Eder

    Texto imbecil e sem nexo. Aprende uma coisa: quem gosta do clube somos nós torcedores e não jogadores para de se fazer de inocente. Arouca fez certo entrar no justiça contra o santos ou só vc é tão idiota de trabalhar de graça??? A exemplo do Neto que vc citou esse ser ignorante é um puta de um aproveitador!!!
    Mais o choro é livre!!!!

  • Tiago

    Meu brother, uma torcida que até hoje tem agradecimentos com o meio campinas Molina, por tudo o que fez ao santos em pouco mais de 1 ano, é sim, capaz de esquecer do Arouca, sinto-lhe dizer, o que é dinheiro para uns, é amor para outros e vice e versa, o sentimento de traição faz vitimas por todo o mundo, todos os dias, seja em relacionamentos pessoais, profissionais e sim, no esporte. Seria mais digno dizer que não gostaria de permanecer no grupo, que seu ciclo já tinha acabado, mais não, deu entrevistas falando que ama o Santos, que tinha “tesão” em jogar no santos, e 2 dias após isso, entrou com um processo. Olha la, quem se lembra do Cícero no Santos? Ninguém, e sim, também foi importante, e fez no fluminense agora, o mesmo que fez no Santos. Jogador joga por dinheiro, simplesmente isso. Porem seu texto pode ser confrontado com o nosso novo nº 5, Alisson, que recusou, mesmo não tendo mais vínculos com o Santos, uma proposta do Internacional, onde ganharia muito mais do que ganha hoje no Santos, simplesmente porque gosta do Santos, pq é santista e tem suas raízes aqui.. Futebol é amor, o que falta mesmo é honra e caráter.

  • Tiago

    **Meio Campista!

  • luiz

    No ultimo ano de cada dez passes que ele dava 9 ele errava. Ele e mais um cezar sampaio da vida.
    No santos ganso jogando 5meses por ano era indicado para a selecao.no sao paulo e apenas mais um jogando o ano todo.maikon leite era o futuro substituto do neymar.preferiu ir ser reserva no palmeiras.
    OUtros alemao carleto possivelmente aranha praticamente deram o fim em suas carreiras.
    Quanto aos dois ultimos traidores menas e leandro damiao
    O que eles receberam do santos e um verdadeiro estelionato pelo tamanho do futebol que jogaram.deveriam devolver boa parte eles sao verdadeiramente uma vergonha e um pessimo exemplo para os jovens jogadores.mena nunca jogou nada.
    Finalizando os jogadores que chegaram sao muito melhores do que os que se foram. Vao com deus.

  • Aldair

    Belo texto,sem apelação,sem clubismo e nem tendencioso,apenas a verdade atual do nosso esporte.Preferido? Não sei mais se é,sinceramente.Tenho 55 anos e sou do tempo do radinho a pilha,ouvindo junto de meu velho e saudoso pai,Fiori gritar mais um gol do MEU SANTOS.Sou do tempo em que vi mesmo não concordando Serginho corria atrás de zagueiro pra defender os meninos do Santos e o próprio Santos,sou do tempo onde Almir Pernambucano,baita craque mas louco ganhou pra nós um título MUNDIAL no Maraca onde Pelé não pode jogar,ganhou na bola e na porrada,Amarildo que o diga,sou do tempo onde Clodoaldo o “nosso Corró” ao discutir e muito com a arbitragem e vendo nosso Santos sendo lesado,não resiste a adrenalina e desmaia.Saiu carregado.São esses verdadeiros ÌDOLOS que nunca podemos esquecer.O próprio Léo que em 2002 ao fazer o último gol e o jogo acabar ele diz ao repórter. “Hoje eu vou comer gambá.Posso morrer agora…tô sem palavras!”Esses caras já não existem mais.Temos que viver uma outra realidade.Até mesmo FORA do futebol existia gratidão.Eu mesmo rejeitei ofertas de empregos (na época) por gratidão a empresa que abria as portas e até mesmo por respeito as pessoas que me indicava.(Hoje sou um técnico ambiental aposentado MAS de cabeça erguida e agradecido por todos aqueles que me deram uma força.Arouca POR CAUSA DE GRANA jogou TODA a história dele no lixo.Só sobraram as partidas dele em VT.Isso não se apaga mas o que importa para o torcedor é o carinho e o respeito,o resto…é o resto.

  • Eduardo Machado

    Texto maravilhoso, hoje não se tem mais jogador que torça pelo clube e sim pelo club$$$$$$$$$$$$ e não liga nem para o seu passado

  • Engracado não sabia que jogador de futebol profissional joga de graça sem receber nada

  • wagner fonseca

    Muito ética a atitude de Paulo Nobre negociando com o Santos quando poderia levar o jogador de graça, lembro que qualquer trabalhador tem direito a salário e a lei é clara 3 meses sem salário cancela o vinculo, então Arouca sairia de graça hoje, só que Nobre não é Aidar e negociou com o Santos preservando para este 40% do passe e pagando por seus 40%, muito diferente de Aidar que assediou 2 tituares do Palmeiras com salário em dia e contrato vigente atravessando negociações, subornando agentes e pai de jogadores, esta na hora do futebol expurgar oportunistas como este senhor.

  • Ernesto

    Palmeiras vai pagar 550 mil por mês por um jogador que acerta de um a três chutes no gol por ano.

  • Felipe

    Santos e Arouca assinaram um contrato de trabalho. A partir do momento que o Santos deixa de cumprir sua obrigação contratual e deixa de pagar salários, nada mais justo que o Arouca acione a Justiça do Trabalho para garantir seus direitos. É assim em qualquer relação trabalhista. O romantismo do futebol não pode ficar acima do profissionalismo.

  • Giba

    Fica aí no seu trabalho sem receber meses de trabalho, com um concorrente lhe chamando para trabalhar com um bom salário e co histórico de não atrasos.
    Arouca esperou, ficaram de pagar em tal dia, depois outro dia e nada . Até que, indo para o hospital, para exames médicos, recebe notícia que mais uma vez o clube não pagaria.
    A critica deveria ser forte em relação aos dirigentes incompetentes e não em cima do jogador.Um profissional.
    Pelo texto voltemos ao futebol amador.Que tal também aplicar o jornalismo sem remuneração?

  • adenilson

    Atitude medíocre daquele q só Pensa no momento.Qndo veio pro peixe pouco valia.

  • FABIO

    NAO SEI O QUE OS SANTISTAS PENSAM MAIS PERDER UM JOGADOR IGUAL A AROUCA NAO DEVE ESTAR MUITO BEM DA CABEÇA

  • Victor Irineu

    Texto memorável… Parabéns!

  • O Arouca tem todo direito de procurar a Justiça para receber o que tem direito e até rescindir o contrato.
    O que ele não tem direito é dará uma longa entrevista no jornal local ( A Tribuna), dizendo que jamais colocaria o Santos na Justiça e que o Santos era a sua segunda casa.
    O que ele tem que explicar é o que aconteceu entre essa entrevista e a sua ida a Justiça.
    O que aconteceu
    Com a palavra o Sr. Arouca

  • janio

    Seja bem vindo no verdao!

  • Em tempos de crise financeira quem sabe administrar seu capital, sai sempre cima, assim é o Palmeiras de 2015 que tem ressurgido das cinzas.
    Já como dizem “mercado da bola”, o futebol é um mercado de trabalho, normal, como nas empresas que existem por aí… Onde quem paga mais leva, assim como qualquer profissional, pai de família que quer sua independência financeira… O futebol agora é assim, e nós que somos torcedores vivemos uma eterna paixão onde nos sentimos traídos por imaginar que jogadores dos tempos moderno possam vivenciar um amor dentro do clube, como no futebol dos tempos de outrora…

    http://shbesportes.blogspot.com

  • Paulo Santos

    De todos eles que saíram pela porta do fundo Arouca foi o que mais me decepcionou, realmente eu e o resto dos torcedores de Santos não esperavam isso, ainda mais depois da nota que a assessoria de imprensa do jogador divulgou uma semana antes dele entrar na justiça.

    O que ele fez pelo Santos não vai ser apagado, mas a mágoa do torcedor Santista vai acompanhá-lo sempre, onde quer que ele esteja.

  • marcos

    Arouca, você só tinha que ter mantido a palavra de não levar o clube a justiça.

  • Sérgio Ricardo Laurenciano

    O Romantismo não anda em voga em todos os sentidos, e não só no futebol. Vide que as músicas românticas dos ditos sertanejos falam mais em traição e autoproclamação pessoal que em amor, e são sombreados pela desqualificação do funk brasileiro…
    O caso do Arouca, relatado perfeitamente por este colunista, é um viés observado em todo mundo da bola. Porque o futebol é movido 30% por razão e os outros 70% pela paixão. A paixão incontrolada nubla o racional do homem, a ponto de fazer os torcedores santistas apagarem a silhueta do Arouca do muro do CT, fez a torcida do Palmeiras atacar a sala de troféus do clube após campanha vexatória e derrotas, a organizada do Corinthians tentar agredir e vociferar impropérios contra ídolos a seu tempo como Rivellino, Ronaldo, Roberto Carlos, Tevez… Típico de apaixonados, que dizem matar por amor.
    A históriam do Arouca não pode ser apagada como a silhueta no CT. Daqui a alguns anos, quando estiverem contando a história dos campeonatos ganhos pelo Santos, com certeza se lembrarão saudosamente dos jogadores que fizeram a proeza. E ele será lembrado com carinho. Cabe a ele agora continuar sua carreira vitoriosa com a mesma proficiência futebolística no Verdão, e ai ele consolidará não apenas um momento num time recheado de talentos, mas uma história de vitórias que vai além dos anos vividos com o Santos, de Robinho, Neymar e Ganso.

  • Nelinho

    O problema do Arouca foi dizer uma coisa e fazer outra. Entrar na justiça pra poder receber os salários é, de certa forma, “entendível” … o que injuriou a torcida santista foi ele soltar uma nota oficial dizendo que não processaria o clube e, em menos de 20 dias, entrar com uma ação judicial.

    Não consegue manter a palavra? Melhor que saia.

    Obs.: Esqueceu a Recopa, Valdomiro Neto …

  • Fabrício

    “Um acordo, que envolveu o Palmeiras assumindo a dívida do Santos – nobreza de Nobre ou gesto para dar lição ao São Paulo (???) – evitou que o processo se arrastasse no tribunal.”
    Nobreza do Nobre?? Você só pode estar de brincadeira! Está na cara que o Palmeiras aliciou o Arouca! O Arouca solta uma nota dizendo que ama o Santos e duas semanas depois, após o Santos se recusar a vendê-lo para o Palmeiras, ele entra na justiça??? É óbvio que o Sr. Oswaldo de Oliveira, Alexandre Mattos e cia, estão por trás de tudo isso. Daí, “para não ficar tão chata” a situação com o Santos e evitar denúncia de aliciamento na FIFA eis que surge “a nobreza do Nobre” para fazer um acordo com o Santos.
    Futebol é uma sujeira! E jogador só vê dinheiro hoje. História, idolatria, valores que não têm preço, não valem nada para eles, salvo raríssimas exceções. Uma pena! Arouca poderia ser um dos maiores da história do Santos, mas será lembrado como “apenas mais um que vestiu a camisa do Santos”.

  • Giovane

    Lamento profundamente a atitude do arouca, sim com letra minúscula, pois ele fez de tudo para diminuir sua historia junto ao SANTOS, que lhe estendeu a mão quando era preterido no São Paulo, ele terá a oportunidade de ver algo que alguns já viram, ver a torcida do SANTOS, como a torcida do rival, vai sentir esse peso.

  • Carlos Salgado

    Pois é, é necessária a chegada de novos tempos ao futebol e a sociedade.
    É muito importante destacar a Moral Líquida dos dirigentes do nosso futebol!

  • emilio

    O problema de Arouca é de falta de caráter! Nunca foi ídolo do SFC! Por oportunismo de Osvaldo de Oliveira, responsável por chamá-lo no palmeiras, e pela sua falta de caráter prejudicou o Santos. E não se iludam os torcedores santistas, não tivesse as duas liminares negadas e poderia ter causado danos maiores!. Felizmente se foi.
    Caso parecido foi o de Ganso, traidor que às vésperas do jogo decisivo do Mundial -2011, declara que havia vendido seus direitos a empresários. Nenhum respeito ao clube.
    O respeito que faltou a Dracena! Este pior, pois ficou praticamente 10 meses sem jogar, aos cuidados no DM do clube! Mostrou nesse período o quanto atrapalhava o Santos. Seu reserva, Gustavo Henrique assumiu se saiu bem e por obra do destino se contundiu. Dracena, cuspindo no prato que comeu, não teve coragem de ir a justiça, mas se valeu dos atrasos no pagamento para que a diretoria o liberasse do contrato que tinha assinado! Serão autênticas decepções e vão durar pouco nos times onde estão!

  • Boa Tarde, O Arouca me decepcionou, não que não tivesse direito, mais ele que estava a 5 anos no Santos e sabendo da mudança de diretoria e que o novo presidente foi aos jogadores e pediu uma chanche e ele dá uma entrevista dizendo que não entraria na justiça porque considerava sua segunda casa (isso foi uma traição) e pior no dia que estava marcado para deposito de dois salários e alguns jogadores subiram a São Paulo para exames cardiacos ele simplismente sumiu do hospital, isso não é coisa de Homem. O Dracena agiu como homem porque sabia que ganhava muito e o Santos iria querer dimimuir seus gastos conversou e conseguiu a sua liberação. Quanto ao Aranha foi outro em vez de conversar com o clube acabou se antecipando ( mais os dois foram convencidos por gente do Palmeiras a entrar na justiça, mais é bom não esquecerem que quem faz com um faz com outros) mais ai como iria demorar e estavam a ponto de perderem as açõe, porque parece que a cotagem deles foi feita errada e o Palmeiras resolveu se entender com o Santos. Mais o Nobre estava fazendo a mesma coisa ou pior que o presidente do São Paulo fez com o Alan Kardek. fico pensando em vez dos presidentes se unirem e formarem uma LIGA para lutar as favor dos times brigando contra CBF e contra a TV que escraviza alguns em preferencia a outros, ficam querendo se matar um ao outro

  • Eduardo

    Só um lembrete: Ecoante sim o 7×1 do Corinthians, mas, em realidades diferentes. Em 2005 o Santos liderado por Giovanne, simplesmente entregou o jogo para derrubar o então treinador Nelsinho Batista que segundo fofocas, teria negociado com o Santos enquanto o então ex treinador Alexandre Gallo ainda estava no cargo, o que gerou revolta nos jogadores que eram amigos pessoais do Gallo. O jogo não foi jogado, diferente dos 5×1. Mas, se o que vale é a história, me calo.
    O Arouca honrou a camisa do Santos, como diria o poeta, foi eterno enquanto durou, que seja feliz na sua trajetória, pelo menos Arouca aceitou um acordo e não precisou fazer Declaração de Pobreza para se desligar.
    Arouca não saiu homenageado, mas, também não saiu vaiado, nem mereceria.
    Arouca simplesmente saiu, como Edu Dracena, pois, seu ciclo e um ciclo vitorioso, se encerrou. Bom para ambas as partes.

  • sidnei

    Neto, boa noite! Sou santista o Arouca foi um grande jogador no fluminense, e no Santos ganhou títulos importantes com a camisa alvinegra, mais acredito que o q mais marcou nesses 5 anos de vinculo não foram os títulos, suas constantes lesoes e acredito que o jogo de uma atrás TB não, e sim a sua palavra que lá era sua segunda casa e jamais tomaria tal atitude, hoje temos alguns exemplos de jogadores que zelam pela sua imagem com o clube que defenderam, kaka, Robinho, Alex, já o Neto foi muito mais jogador e teve mais carater por onde passou que o Arouca, eu comparo este segundo ao Alan Kardec, Ganso, Ronaldinho gaucho, que não criam indentidade com os clubes que os projetam para o futebol, e por culpa dos próprios diregents hoje os clubes do nosso futebol estão todos com divida. Um abraço Neto e agora a bola volta a rolar e veremos o q vai acontecer

  • ponta esquerda

    Arouca foi COVARDE!! Descontente com a presença de Léo, Clodoaldo e outros inúteis próximos ao Marcelo Teixeira e seu testa de ferro Modesto Roma, abandonou o time pela porta dos fundos. Uma das maiores decepções que presencio desde que torço pelo Peixe, nos idos de 1970. Não haverá saudades do meio campista, somente repulsa, vergonha alheia e desejo de vê-lo no pior dos mundos vestindo a camisa do timinho de 2ª da Turiassu, aliás, timinho ingrato por seduzir o mercenário atleta, sem esquecer que ajudamos a se manterem na primeira divisão. Essa merda de time verde e Arouca se mereceram. (nunca mantive repulsa pelo Parmêra, mas, de agora em diante devo admitir que secarei esse lixo não reciclável também)

  • Ai sim,quem diria?

  • Ai sim

  • Edgar Lima dos Santos

    o time do Santos teve grandes idolos varios titulos importantes mais não conseguiu ter uma grande torcida é uma torcida meia boca.

  • Alex

    SEJA BEM VINDO AO CAMPEAO DO SÉCULO, O RESTO DE TIMES PASSADO FOI SÓ TESTE.

  • luiz

    Aranha voltará às origens! Ele já jogou no PALMEIRINHA de Porto Ferreira.

  • João Carlos

    Perdi tempo para ler este post. Na boa, fique 3 meses sem receber e quero ver se teremos posts publicados por você todos os dias. Me parece (Arouca disse e não tenho motivos para não acreditar) que ele tentou todas as alternativas antes de entrar na justiça. Cadê o dinheiro das vendas de jogadores do Santos Futebol Clube ?

  • Gabriel

    Cara, sinto muito mas discordo de sua opinião. O Arouca é a vítima da história e não o SFC, pois a partir do momento que o mesmo deixou de cumprir com o pagamento de seus salários – condição mínima para um empregador – perdeu o direito de decidir o futuro do jogador.

  • ed vieira

    bom!nesse caso vale ressaltar o respeito e a gratidão ao santos,afinal só estamos no serie A graças a de vcs agradeço em nome da torcida palmeirense……

  • Prometeu que não entraria na justiça contra sua segunda casa!! 10 dias depois foi o
    primeiro a sair pela porta dos fundos. Minha idolatria por voce, Arouca, existiu e muito.
    Que pena que o dinheiro, mais uma vez o dinheiro, corrompeu sua personalidade. Vai dar
    pra vc comprar uns brinquedos pros filhos. Mas sua dignidade, personalidade, já era, velho.

  • key

    Grande Arouca, vc deixou um mar branco de admirações. Uma sorte e meia no peppa. Um abraço Santos Sempre Santos!!!!

  • Eduardo Berti

    Neto,
    vejo esse teu post como muito infeliz, e te digo porque.
    Nao acho q o Arouca tenha menos aprecio pelo Santos, acredito apenas q o atleta buscou seus direitos depois de ficar meses sem receber seu salário.
    Tenho certeza q o romantismo do futebol do passado não envolvia cifras milionárias de dividas, ja q atletas recebiam salários altos porem ainda normais….
    Aposto q vc gosta muito do seu trabalho de colunista, assim como tb gosta de receber seu salário, porem tire isso e talvez vc se veja obrigado a tomar o mesmo rumo q o atleta… não quer dizer q vc não gosta do Lance, apenas q vc tb tem q continuar sua vida.
    Acho triste um post como o seu encorajando dirigentes q não cumprem com suas obrigações contarem com o coração bonzinho de atletas qdo vc esta esquecendo o principal erro de todos, a divida salarial!
    Muitos criticaram o Nobre por ter vendido o Barcos, porem ele poderia ter tomado a mesma atitude e o Palmeiras não deixaria de ser o culpado por não ter cumprido com sua parte do contrato.
    Quem tem q sair pela portas dos fundos são os membros da diretoria do Santos q deixaram tal rombo e agora colocam a conta dos atletas!

  • Antonio Costa

    Tudo que vc falou, reflete o sentimento do torcedor independente de ser o Santos. O jogador de futebol, talvez influenciado pela ganancia dos seus empresarios, se deixam levar por eles e esquecem das suas respectivas historias, construida na maioria das vezes com talento e muita transpiracao. Penso, que o atleta, nao tem consciencia o quanto e importante a sua relacao com o torcedor…isso, e muito serio e certamente nao se constroe isso do dia pra noite. Ao empresario, fica o lucro. Quanto ao atleta, fica com o onus da perda de sua historia, que em alguns casos nao da mais pra ser recuperado!

  • Wagner

    Agora o Arouca vai jogar no puxadinho chamado ANANIAS PARK.

  • UBATUBARÃO

    SEMPRE APRENDI DESDE CRIANÇA QUE NÃO SE DEVE PROMETER AQUILO QUE NÃO PODE CUMPRIR E O AROUCA PROMETEU NÃO ENTRAR NA JUSTIÇA. QUANDO A NOVA DIRETORIA SE REUNIU COM OS JOGADORES, O ATRASO FOI DE UNS 3 DIAS NO MÁXIMO PRO DINHEIRO CAIR NA CONTA E ELE NÃO TEVE PACIÊNCIA PRA ESPERAR. NA VERDADE, ELE TINHA UMA PROPOSTA DO PALMEIRAS NA MANGA DA CAMISA E NÃO SE FEZ DE ROGADO. DEPOIS VEIO COM AQUELA CARTA ABERTA, TUDO MILONGA……
    MAS COMO DISSE O ROBINHO, O SANTOS GANHOU MUITOS TÍTULOS SEM O AROUCA E AGORA NÃO SERÁ DIFERENTE.

  • jorji

    Arouca ídolo da torcida santista? É um bom jogador, substitui-lo vai ser tarefa fácil, futebol profissional como o próprio nome diz, é dinheiro, o resto é besteira!

  • Theddy

    Neto maior que o Arouca? Tudo isso p associar a matéria ao Corinthians? faça um favor a torcida do Santos não misture as coisas,

  • joel

    Puxa, finalmente um texto inteligente e perspicaz sobre esse assunto. É curiosa expressão “direito de imagem”, que de facto serve como burla no pagamento de salarios. A imagem? Bem, a imagem! De que imagem mesmo estando falando? Se fossemos levar ao pé da letra, o Arouca saiu com a dele arranhadíssima, e nesse caso, devedor. Porém, a imagem referida é apenas burla para o pagamento de salários, o que não sei a quem beneficia diretamente, se ao clube ou ao jogador. Me parece que mais ao clube, pois do contrário, os vencimentos incidiriam spbre diretos trabalhistas e os clubes ficariam ainda mais custosos. Aliás, acho que o futebolista deveria possuir uma legislação muito especifica: não acho razoável um individuo que sózinho vale por muitas empresas de médio porte (digo, empresas de 20 a 50 funcionários) serem considerados como “trabalhadores” que carem proteção. Acho que deveria haver “categorias”, algo como: a partir de determinado valor, a relação passaria a ser uma relação entre empresas (ou entendades ou organizações, pois é isso que o jogador é: uma empresa, com seus agentes, secretárias, marketeiros, etc). Isso, a meu ver, seria a verdadeira´porfissionalização. No atual modelo o jogador é visto como um coitadinho de um desprotegido, como vítima, nada mais nem menos que as antigas relações paternalistas. Aliás, os dirigentes, na sua maioria ainda agem assim: Juvenal, Citadini, Marcelo teixeira, Eurico Miranda, etc., são exemplos natos.
    Acho ridiculo “entidades” que faturam 10, 15 milhões por ano – equivalente a uma grande empresa – serem tratadas como “trabalhadores” comuns. Ocorre que vivemos uma era de grande cinismo e o exemplo maior vem de cima, dos governantes – os governso do estado de São Paulo e do governo federal são exemplares nesse quesito. E o mal exemplo, o cinismo, se espalha na sociedade e por isso vemos jogadores milionários como leandro damião ter a cara de papel de requerer “atestado de pobreza”: mas esse é um caso extremos, o cinismo está muito mais disseminado que esses casos extremos. Esse caso em particular, creio ser má fé, tentativa de enganar a própria justiça.

  • João Soma

    Parabéns pelo texto.

    Arouca era ídolo. 5 anos de casa, nos dias de hoje, não são para muitos.

    O Arouca tinha o carinho e o respeito do torcedor santista. Tinha. Não tem mais.

  • Fabrício

    Ué? Cadê o texto que eu publiquei aqui na sexta-feira???
    Censura?? Não xinguei ninguém, apenas teci a minha opinião e, respeitosamente, discordei em parte do autor do texto.
    Imprensa no Brasil é uma piada mesmo.

  • Fabrício

    Desculpa. Não tinha visto que o comentário tava aí. Ele só apareceu depois da postagem que fiz. Favor desconsiderar e apagá-lo, apagando inclusive este. Obrigado.

  • MARIO

    Dos que sairam do peixe é o unico que vai fazer falta, e deixar saudades. Mas ja faz parte do passado, jogadores passam, fica o clube e a torcida. O que é mais preocupante é esse quadro negro, financeiramente. O elenco que sobrou pr 2015, até da pr disputar o titulo Paulista, mas…o grande problema é saber se a diretoria vai conseguir cumprir os compromissos financeiros, dividas vencidas e a vencer, o principal, o salário mês tem 30 dias, onde vão arrumar grana pr pagar principalmente os atletas, será que o Sr M. Teixeira vai continuar injetando dinheiro no peixe???Sem receber a motivação dos atletas com certeza vai cair, e qualquer proposta melhor vão querer sair, principalmente os melhores, incentivado pelos respectivos empresários. E mais, dinheiro da bilheteria, com os processos judiciais de cobrança em andamento, logo serão penhorados. Portanto esse é o grande dilema.

  • Derci

    O Arouca ganhou o ódio da maioria da torcida do Santos por fazer- nos de idiota ao publicar um comunicado exaltando o seu amor ao clube e a torcida em dezembro e em menos de um mês o verme agiu pior que Judas fazendo exatamente o contrário do que ele próprio ou seu assessor de marketing escreveu em Dezembro, ele não saiu pela porta dos fundos ele saiu foi pelo esgoto que é do feitio de pessoas com o seu tipo de caráter

  • Derci

    Completando, o nome dele vai ficar na história do Santos realmente , não como glória mas como o Judas que na primeira oportunidade apunhalou o clube e a torcida pelas costas esquecendo que ele veio como contrapeso pela venda do Rodrigo Souto, pois no São Paulo não passava de um esquentador de banco como era no Fluminense e só o Santos o transformou no que ele é hoje e ele achou melhor sair deste jeito e ainda para completar depois de se acertar com o Palmeiras escreve uma carta super mentirosa para a torcida do Santos, este é um mau caráter mesmo

MaisRecentes

Quanto valem Messis e da Vincis?



Continue Lendo

No bipolar Brasileirão, o futebol é obra inconclusa



Continue Lendo

Guttman, uma bela e vitoriosa trajetória



Continue Lendo