Diego Costa recebe advertência cara: ‘Ame-o ou deixe-o!’



O sentimento de amor à pátria deve ser espontâneo, como qualquer sentimento humano. Isso faz parte da dignidade do ser. Fazer parte do corpo de cidadãos de um país pode ser algo circunstancial ou não. Você pode nascer, viver e chegar à vida adulta em um lugar sem nutrir amores por ele. Se o rio da tua aldeia é mais belo que o Tejo porque o Tejo não é o rio da tua aldeia, como no poema de Alberto Caeiro (pseudônimo de Fernando Pessoa), é porque seu coração bate mais forte pelo lugar que habita ou habitou. Você pode escolher migrar para outras plagas, enfrentar talvez reações xenófobas, e desenvolver por elas um carinho maior. Todos conhecemos alguém que se afeiçoou por outro lar. Faz amigos, sente-se mais afeito à culinária ou aos costumes, identifica-se mais com as coisas que o cercam. É humano, demasiado humano. E ainda, nada lhe impede, você pode sentir-se partido, amar duas, três pátrias, por razões das mais diversas. Quem haverá de julgar as coisas do teu coração e da tua predileção se não você?

Diego Costa escolheu defender a Espanha em detrimento do Brasil.  Felipão, em acesso zagalliano, estrilou: ”Deu as costas para sonho de milhões’. O sonho de milhões e o sonho de todo mundo? Lembrar do “ame-o ou deixe-o” celebrado nos tempos de ditadura militar não seria exagero. Como se o jogador tivesse chutado o florão da América e conspurcado sua bandeira positivista de Ordem e Progresso. Menos, menos… Deixa o rapaz trabalhar e escolher dentro das regras do jogo! Recorrer a chavões passionais e que tentam desnudar o coração alheio beira a petulância.

E se o sonho do rapaz é defender a atual campeã do mundo, que tem Xavi e Iniesta, dois dos mais festejados jogadores dos tempos atuais? Pode ser esse o sonho de milhões, não? Jogar ao lado de dois dos maiores craques contemporâneos. Sonhos, sonhos são, diria o poeta. O Brasil é pentacampeão, camisa gloriosa, mas não concentra o mundo. O mundo é amplo, os sonhos também o são, e individuais. Julgar isso é desprezar as diferenças. É recorrer a um tipo de pachequice irracional, que ignora a soberania das vontades. Alguns dizem que o atacante fez a escolha por dinheiro, chamando-o de sovina. Onde está a prova disso? Se não tem, como dizia personagem Pedro Pedreira da Escolinha do Professor Raimundo: ‘Não me venha com chorumelas’

O fato de ter jogador pela Seleção Brasileira meses atrás expõe a frouxidão da regra vigente da Fifa, que ignora amistosos (tão relevantes na hora da elaboração do contestado ranking) como freios para atuação por múltiplos países. Isso de fato é ruim porque permite a mercantilização de jogadores por seleções, corrompendo o princípio básico de competições desse tipo. A brecha utilizada por Diego Costa, porém, não significa que ele seja um simples mercantil de pátrias. Surgiu a oportunidade e ele pode muito bem ter se guiado pelo coração. Vive na Espanha há um bom tempo e o sentimento é pessoal. Julgar isso parece excessivo, até presunção. Só não mais excessivo que a covarde movimentação da CBF para pedir a cassação da cidadania brasileira do atacante. Sorte que provavelmente o governo não permitirá uma aberração dessas. Seria a vitória da cartolagem que usa (sempre usou) argumentos patriotescos para perpetuar-se no poder e viver às suas custas.

Quando o Maracanã lotado cantou a plenos pulmões o hino nacional antes da decisão da Copa das Confederações foi comovente. Os comovidos, por motivos pessoais, sentiram-se pertencentes àquele movimento de orgulho nacional. É muito sutil, porém, a divisão entre amor à própria terra e aversão ao estrangeiro. A história humana é repleta do uso do discurso nacionalista que redundou em crimes humanos. Não, a reação de Felipão não é dessa monta, claro. Mas é bom sempre estarmos atentos e fortes!



  • Camaleao

    Estou muito comovido com esse belo texto. Me dá muito gosto ler suas publicações. Um grande abraço.

  • Val. Alguns jornalistas estão criticando a atitude da CBF em defender a seleção, mas NESSA ela tá certa está lutando contra a “frouxidão da regra vigente da Fifa” como vc expõe bem. Jornalistas maus profissionais ñ se pode bater cegamente, como ensina o povão uma coisa é uma coisa e outra coisa é outra coisa. CBF tem que lutar contra senão vai chegar ao VERGONHOSO Futsal que a Italia tinhas QUATORZE brasileiros naturalizados!!!!!
    Mesma coisa para Felipão e o “bate boca” com repórter da Folhas quando na de portugal defendia interesses portugueses pq será que o jornalista preferiu buscar isso do que a declaração de Diego – agora tb Dieguito – Costa há apenas 8 meses (fonte: Terra) disse: “não tem como dizer não à Seleção” que era honra vestir a amarelinha.
    Cara, minha profecia é que em menos de 3 décadas o futebol não estará nem na segunda colocação da preferencia dos brasileiros. POR FATOS COMO ESSES e outros como matar a essencia do futebol com técnicos covardes e retranqueiros tipo Muricibol e Empatite !!!!
    Dieguito costa ??? De verdade, coitado !! Todos sabem que cultura e inteligência nunca foram os fortes de jogadores brasileiros, ai vc soma isso ao imediatismo dos jovens e dá um tempero de seu empresário gananciosos que visa lucro rápido. O Dieguito disse que quer morar no Brasil ???? Meu Deus ! Ima gian ele fazendo gol da vitória contra Brasil na final Brasil X Espanha ??? Ahhh … ñ precisa faalr mais nada. O Barbosa “frangueiro” de 50 vai parecer um herói perto de Dieguito. E nem precisa ir á final, basta “menos” como espanha eliminar Brasil da copa em sua casa. Ele verá de fato a F U R I A. Enfim… perdoai porque eles no fundo não sabem o que fazem.

  • Francisco

    Excelente comentário. São individuos com a sua cultura e inteligencia que faz orgulho ao país. Não os Felipões da vida.

  • ohno!!!

    O ridículo da questão é justamente essa “troca de interesses”, ele quer jogar uma copa e a espanha precisa de um atacante….pode se naturalizar pelo país que quiser, porém se naturalizar com intuito de “realizar o sonho de jogar uma copa” é patético, mesmo caso do liedson na copa 2010, portugal precisava de um 9 e como ele não era convocado pela cbf foi pra lá…a imprensa joga na cara do felipão ele ter treinado portugal se esquecendo que é totalmente diferente, tem a ver com contratos, ele recebeu a proposta e inclusive pode até futuramente treinar várias outras seleções de qualquer canto do mundo, mas se naturalizar não tem volta, é uma coisa q não pode ser banalizada…o texto tá ficando longo mas pra mim um belo exemplo da uma realmente naturalização é o caso do ex-tenista Fernando Meligeni que passou a vida toda no Brasil, tem uma história e uma identificação, ele sim se sentiu confortável ainda mais com a “eterna” rivalidade com nosso vizinhos hermanos…ele tem meus parabéns, diego-sei-lá-quem, o novo amauri (disputado a peso de ouro por Brasil e Itália fruto de uma “boa fase” e hj nem sei onde está) não…………

  • SE DIEGO COSTA OPTOU POR GRANA QUE MAU TEM ISSO.QUANTO AO FELIPAO DIZER QUE O COSTA DEU AS COSTAS PARA SONHOS DE MILHOES FOI EXATAMENTE O QUE ESSE GAGA FEZ LOGO DEPOIS DO PENTA CONVIDADO PRA FICAR MAIS QUATRO ANOS ELE ESCOLHEU A EUROPA TAMBEM,SO QUE HA UMA DIFERENCA ENORME ENTRE SELECAO ESPANHOLA E SELECAO PORTUGUESA TALVEZ POR ISSO QUE O VELHO GAGA DEVE ESTAR COM CIUME, E TA VIRANDO O BOBO DA CORTE

  • Taneto, voce deveria se chamar PANETTONE porque voce e uma broa, exija patriotismo de politicos ladroes, o Diego esta certo, por dinheiro ou pelo desejo de disputar a copa do mundo, pelo Brasil ele nao jogaria, todos nos sabemos que ele nao e nem a treceira opcao, so o Luiz Filipe nao tivesse trocado o Brasil por Portugal certamente teriamos ganho a copa de 2006 tambem, acho que virar as costas e muito relativo.

  • Caro Fernando, creio que você leu apenas o título e não leu o texto. Se o tivesse lido veria que estou defendendo o Diego Costa e o título, com o adjetivo ‘caro’, remete ao perigo da patriotada

  • Vinicius

    Devemos entender como funciona o futebol na vida das pessoas. O esporte não é somente um jogo, vivemos com ele, o brasileiro ama isso.

    Porque misturar o patriotismo no esporte com outros tipos? Há uma diferença grande nisso.

    Se o Diego Costa não tivesse oportunidade na seleção brasileira, isso seria um motivo para jogar em outra seleção, mas não foi o caso. Não importa os motivos que o Felipão o chamou ou a demora para isto. ELE CHAMOU.

    EU posso viver em outro país, sofrer aqui dentro com impostos abusivos, uma urbanização precária, pessoas sem um pingo de respeito e educação, mas ainda é meu país.

    A seleção brasileira é a mais vitoriosa, respeitada e com maior historia do MUNDO. A copa do mundo será aqui e ele escolher a Espanha? Acredito que ele tenha errado feio. Acho que que esse negocio de trocar de país pra jogar é furada e estraga o campeonato mundial.

  • vini

    Comparar politicagem com futebol é muita falta de conhecimento.

    Futebol utiliza da emoção, adrenalina e outros efeitos que o esporte proporciona. Brasileiro sempre vem com essa conversa de: “Futebol reclamam, mas para mudanças no país não.” ]
    Pensamento cretino esse. Para ter mudanças significativas no Brasil, a população tem que mudar seu modo de viver e conviver com os outros. Parar de jogar lixo na rua, respeitar as leis e estudar. Não permitir que utilizem o dinheiro de forma errada e destruir eventos como a copa do mundo que podem ajudar o país ou piorar (o que está acontecendo). Isso não muda o fato que, há patriotismo no esporte, seja ciclismo, futebol ou qualquer coisa, você se sente parte de um lugar, torcendo junto com aquela pessoa que você nao se dá bem, é algo temporário mas real.

    A copa do mundo é aqui e ele OPTOU SE NATURALIZAR ESPANHOL PARA JOGAR CONTRA SEU PAÍS DE ORIGEM, O BRASIL QUE LHE CHAMOU, diferente do Liedson,fernando, Deco entre outros , que nao tiveram oportunidade de vestir a amarelinha

  • Aparecido Silva

    Paneto, voce estava até indo bem em seu comentário, mas no final escorregou feio, que isso rapaz. Acha mesmo que ele teria chance com o Felipão pois se o tivesse estaria no grupo que conquistou a copa da confederações, além disso o cabeça dura do Felipão aliado aos cartolas e CBF já tem seus jogadores escolhidos. A única coisa que estava em questão era a seleção espanhola mais ou menos forte, outra coisa se nem o Lucas teve oportunidades quem vai ter ? Veja bem, com 25 anos, se continuar jogando bem ira disputar as copas de 2014 e 2018 pela Espanha. Afinal de contas não se fala tanto de Globalização, então chegou também no futebol. Duvido que outros jogadores brasileiros, se tivessem essa oportunidade não aceitariam.

  • Wellington

    Que amor à patria?
    Uma patria que trata o povo tão mal e que nos explora.
    Brasil é uma merda de país. Se pudesse eu tb iria embora dessa porcaria de nação.
    Faça tudo pelo país e depois leve um chute na bunda. É isso que o Brasil vai lhe dar.
    Vão ver como vivem os “irmãos” do Diego costa no Estado de origem, não tem nem água.

  • Paulo Vitor

    O Brasil só vai melhorar se todos nós formos os mais patriotas possíveis, por isso apoio qualquer coisa que possa despertar sentimento patriótico no povo brasileiro, inclusive a Seleção Brasileira, tão combatida por muitos membros da imprensa esportiva. Alias Valdomiro, o Diego Costa prefere jogar ao lado de Xavi e Iniesta e vai deixar de jogar ao lado de Neymar, que já está ofuscando os dois.

  • reinaldo de barros

    O DIEGO COSTA esta certo, aqui no Brasil nao deram chance para ele no futebol foi na espanha que acreditaram nele, entao ele nao esta errado pela decisao, e no mais, a CBF é um orgao vingativo o que quero dizer que o Feliap iria convoca-lo para esss amistosos e depois nao convocaria ele para a copa do mundo. ISSO É FATO.

  • Wellington, se o país é tão ruim assim, VAZA meu, vai mora com o Diego Costa e de lambuja leva a família dele junto. A única coisa que eu discordo é a justificativa dele. “A Espanha me DEU TUDO que eu tenho”. E o Messi? Tudo que ele tem foi a Argentina quem deu para ele? E nem por isso ele se naturalizou espanhol para jogar pelo país. O Diego teria que falar, vou jogar pela Espanha porque o “tranca rua” felipão não daria a mínima chance para o cara. Temos que acabar com a hipocrisia e pronto.

  • Zé MCZ

    Olá!
    A intenção do Scolari seria convocar o Diego, mas quando chegar a convocação definitiva certamente iria deixá-lo de fora, alegando uma desculpa sem lógica, apenas para tirá-lo da fúria. Há vários jogadores brasileiros que atuam ou atuaram em várias seleções e o Diego será apenas mais um! O que é desagradável é ver o Felipão dando declarações tentando colocar a torcida contra ele. Isso poderá ser perigoso, já a copa será aqui e o Diego ser hostilizado. A sorte é que ele é um ilustre desconhecido para maioria de nós, mas deverá ajudar bastante a Espanha. Espero mais uma final contra ela e que vençamos novamente!

  • Carlos Rocha

    Quem critica o Diego Costa pela sua descisao nao passa de um Hipocrita, esse Pais com seus Governantes corruptos nao faz nada para ser amado pelos seus Cidadaos, nao temos Seguranca Publica, a Saude e Pessima, Infraestrutura inexistente, temos um Salario Minimo de nivel de terceiro Mundo pra baixo, vai querer o que. Qualquer um que ja teve oportunidade de viver no exterior mesmo nao tendo sido cidadao conhece as diferencas. Paises desenvolvidos onde existe Justica para todos nao apenas para os ricos, com Saude Publica e Seguranca faz com que o Cidadao se sinta valorizado e nao explorado como se fosse gado indo para o matadouro.

  • j.serrado

    Isto ainda vai dar muito o que falar…mas é de se preocupar, já temos varias promessas vinculados à clubes europeus e pelo andar da carruagem isso não vai demorar a acontecer à nivel de seleção, e como ja não estamos mais contando com tantas opções…eu fico pensando se Neymar,Oscar,Paulinho e Ramires tambem pudessem e fizessem o mesmo. Com que time iríamos jogar a copa?

  • FLAVIO LOPES

    DIEGO COSTA ESTA TOTALMENTE CERTO AFINAL DE CONTAS O MESSI ESTÁ AÍ PARA PROVAR O BARCELONA QUE O ACOLHEU E CIUDA DO GAROTO DESDE CRIANÇA E HOJE ELE JOGA PARA A ESPANHA CERTO???????

  • Nosdelg

    O Diego Costa foi convocado para dois amistosos certo, a pergunta é, porque ele não recusou a essa 1ª convocação? Neto, vc colocou sua opinião e eu respeito. Só que este cara fez sacanagem com a seleção. Veja o Messi, desde os oitos anos no Barcelona e a federação espanhola insistia para ele jogar na seleção deles, mas o Messi falou: Defenderei o meu país.
    Boa sorte pro Diego Costa, vc vai precisar, falou muita besteira. Tomara que vc venha para o Brasil jogar o mundial pela Espanha, vou ter o prazer de te vaiar e muito.

  • Gente, o mundo mudou. Excelente o artigo do Valdomiro. Ele tem toda razao. Hoje nao existem mais fronteiras. Tenham muito cuidado com os comentarios e conclusoes apertadas. Como podem ver moro fora do Brasil e viajo para SP todo ano desde 1996. O mundo e a patria é onde vc ganha o pao e nao onde vc nasceu. Poderao coincidir as duas, mas tudo é relativo. COmo vem nem acento eu tenho no teclado, ingles.

    Mas o comentario do Scolari é totalmente sem lugar já que ele mesmo no passado promoveu a nacionalizacao do Pepe e do Deco para que jogassem em “sua selecao portuguesa” de entao. E vai dizer o que agora? Q bobagem. O Diego Costa é um ilustre desconhecido no Brasil. Entao deixa o cara optar pela Espanha com tranquilidade. É o pais q o recebeu e onde ele fez carreira. Nada mais, ele está certíssimo. E o Felipao q aprenda para a próxima em nao ignorar jogadores com potencial. O Brasil é maior que o Diego Costa (e que o Felipao também…)

    Parabéns Neto pela abordagem despolitizada do assunto. Vc acertou.

  • pedro Almeida

    Agora estamos todos fazendo criticas em defesa de um treinador e de um jogador, que por seus méritos conseguiu alçar voos altos, em outra nação, em uma outra sociedade sócio-econômico melhor que a nossa, em se tratando de um todo, mas acredito que cada ser tem o seu direito de escolher entre viver aqui ou acolá, trabalhar no alto ou no baixo, então meus queridos, que direito tem um treinador de futebol, uma entidade de futebol cobrar perante milhões de brasileiros que este jogador tem que vestir a camisa de seu país….vejamos bem, o rapaz vive na Espanha, tem seus impostos pagos neste país, trabalha e é respeitado neste país, aí vem um convite deste mesmo país, para que ele coloque a sua camisa em competições internacionais, que orgulho esta pessoa não sentiria, ou está sentindo………Enquanto isso, no Brasil, vários jogos, várias convocações, e nada…nada e mais nada, sempre as mesmas figurinhas carimbadas de sempre, o povão sempre cobrando algo diferente, mas não.mas de repente, como num cometa raro que se passa, o rapaz desponta lá no outro continente…até ai tudo bem, chama o cara Felipão?..não, ainda não, temos que observá-lo melhor….e o cara metendo bola pro fundos da rede, bem, agora me diz…Vc sendo destaque em uma empresa qualquer, corre daqui, resolve dali, dá palpite aqui, solução lá e por aí vai, e não tem notam, não avaliam tudo isso, beleza, de repente outra empresa fica sabendo que naquela concorrente tem um profissional exemplar, sendo desvalorizado, essa outra empresa te convida para fazer do parte do time, salário, valorização, respeito………é vapt.fui, tô dentro…Gente, tem mais, se este jogador faz um jogo aqui no Brasil, por nossa seleção, de repente não vai bem, quem garante que o nosso tal Felipão irá chamá-lo novamente, ai o rapaz perde a chance de disputar uma copa ou outra competição pelo seu país………Concluindo…Diego Costa vc fez a escolha certa, vc não virou as costas para nosso país não, pelo contrário, vc está valorizando seu trabalho, dando-se o seu valor a vc mesmo, sua família e ao país que te acolheu tão bem e que recebe tantos outros estrangeiros, agora quem vira as costa para o povo brasileiros, não estão fora do país não, estão todos concentrados no poderes de Brasília e outras instituições políticas de nosso país……..Parabéns meu caro Diego Costa, vc com certeza ama nosso país, não tenho dúvida apenas escolheu um local de trabalho, que incomoda muitos e causa inveja, e certas pessoas acham que com suas influências podem destruir um sonho ou destruir uma pessoa….mais uma vez….P A R A B É N S D I E G O C O S T A.

  • claus elsborg

    Excelente texto Valdomiro, todos os pontos estão bem colocados mas infelizmente vejo a Diego Costa como um individualista e imediatista, pobre rapaz, me daria vergonha trocar o país em que nasci e cresci por outro, somente para jogar uma copa do mundo.

    Podem se argumentar teorias e teorias, mas no fundo o único que se mostra é o complexo de vira lata do brasileiro, típico de trocar seu país natural por outro, simplesmente por fatores
    egoísticos, individualistas e imediatistas.

    Cada um faz o que quer, mas termino perguntando, um espanhol jogaria por Portugal?
    Um ingles jogaria por Espanha?
    Um Italiano jogaria por Holanda?
    Um canadense jogaria por USA?

    Acho que não!!!!

  • luiz carlos de oliveira

    Esse Diego tem que jogar é na Espanha, o caro não conta o hino nacional e não serviu o exercito
    Devia ter coerência e pedir exclusão de ser brasileiro. o Brasil é grande igual e superior a ele temos bastantes, vai ser hostilizado no Brasil.

  • Leonardo

    So um detalhe do texto nao eh verdadeiro..
    A final das confederacoes nao foi no mineirao e sim no maraca..

  • Tem total razão, Leonardo. Um erro crasso, diga-se. Corrigido. Muito obrigado!

  • Gustavo Cardoso Peres

    além disso, quem é Diego Costa? Fará falta na Seleção? Não! Já ganhou alguma coisa? Não! Tem jogadores melhore que ele? Sim, vários. Não se deve dar importância a um jogador fraco, e que a falta não será sentida, e muito menos lembrada quando formos hexacampeão do mundo! E sinceramente, nem no meu Palmeiras eu cravo que esse cara tem espaço entre os titulares diga-se de passagem.

  • jorji

    Diego Costa fez a escolha certa, o Brasil conta com vários bons jogadores, ele tem mais possibilidade fazer parte da seleção espanhola do que a do Brasil, a concorrência é menor, além disso ele está bem adaptado ao futebol espanhol, em relação ao Felipão, aquele é o jeito dele, paciência.

  • Olha!

    O futebol caminha a passos largos para uma mesmice e poderá até cair em descrédito.
    FIFA…instituição que já a muito tempo, trabalha contra o futebol. Fiquem de olho e percebam.

    Não teremos mais o por que de nos interessarmos pelos grandes jogos internacionais como os que acontecem em uma Copa do Mundo. Bairrismos e regionalismos á parte, mas já estamos vivenciando no Futsal, o que poderíamos apelidar de “enxertos étnicos internacionais”. Rssss.

    Aqui é Palestra!

  • Diego Costa está certissimo ele ñ teria chance nem no banco O Velho Gagá queria enfraquecer a Espanha, alem de tudo quem deu oportu.nidade de crescer no futebol foi os Espanhóis. ele jogou aqui na quarta divisão em SP e nunca deram oportunidade, Parabens Dieguito vc foi um cara homem q soube valorizar quem te valorizou

MaisRecentes

Galeano e o espírito do hooliganismo na Libertadores



Continue Lendo

Dérbi de Milão no almoço para chinês ver



Continue Lendo

Santos no divã: hora de encarar a dupla identidade!



Continue Lendo