Deus e a mística na terra do sol nascente



O Barcelona virou um fetiche universal. Há quem considere este time de Pep Guardiola, com seu jogo de toques e movimentação, a oitava maravilha do mundo, a melhor equipe de todos os tempos. E nada feito com banca, pois seu técnico parece econômico nas vaidades. Tudo feito com apuro técnico, ousadia e peças coordenadas com maestria. E, em meio à essa engrenagem, um gênio da pelota: Lionel Messi. Afinal, tem de haver sempre a cereja em um bolo magistral.

O rival de Madri, cujo ar de superioridade tem raizes deitadas no franquismo, não consegue domar a fera catalã e por ela vem sendo repetidamente devorado. No último sábado, vimos um capítulo a mais dessa Máquina de Triturar Egos. No caso, especialmente o ego de José Mourinho. O português pode ser ótimo técnico, mas suas sílabas motivacionais e estratégias não são quase nada diante da excelência do Barça.

Tudo isso dá a dimensão do desafio santista neste Mundial de Clubes, que começou hoje na vitória sobre os japoneses do Kashiwa Reysol (que pintura o gol do Neymar, mamma mia!!). Para ser tricampeão, o Santos terá que fazer valer o pensamento, ora atribuido ao cineasta francês Jean Cocteau, ora ao escritor americano Mark Twain: “Não sabendo que era impossível, ele foi lá e fez”. Mas o que não foi a história santista senão um teimoso exercício de tornar possível o que parecia não ser? A mística do clube comprova isso.

Um clube que, mesmo fora da capital, teve o maior de todos, Pelé. E agora tem Neymar, que esboça ser um discípulo do Rei. Um clube que agonizou nos anos 80 e 90, deixando o futuro duvidoso, e renasceu das cinzas nos últimos dez anos, com títulos em série. Um clube cuja história inverossímil nos faz crer na surpresa. Será uma batalha à Glauber Rocha: Deus e a mística na Terra do Sol Nascente!



MaisRecentes

Rica em talentos, França rompe com paradigma recente



Continue Lendo

Espanha morre abraçada ao ‘tiquitaca’ odiado por Guardiola



Continue Lendo

Em cartaz na Rússia: ‘El secreto de sus Rojos’



Continue Lendo