Rivaldo, uma overdose são-paulina



O paciente agoniza, empapado de suor, e geme, sacodindo a cabeça para lá e para cá: Rivaldo… Rivaldo… Rivaldo…. Passou o ano assim, intoxicado, só pensando nisso: RIVALDO! Eis o São Paulo 2011, um time que virou refém de um assunto: Rivaldo. Um ex-melhor do mundo, sim, mas que hoje tem 38 anos e não pode dar o que um dia deu para outros. Óbvio ululante, titio Nelson. Mas, fechando os olhos para as obviedades e seu chicote, o São Paulo não entendeu o notório e permitiu que ele fosse o centro do debate. Os fatos comprovam: semana após semana, em meio à contratação e expectativa para estreia de Luis Fabiano, as boas e má fases de Lucas, os desvarios e queixumes de Dagoberto, enfiava-se sempre o assunto Rivaldo.

Basta grifar periodicamente e veremos o quanto o quase quarentão jogador foi o tema principal do Tricolor. No começo, com Carpegiani, era sua manutenção no banco. Um golaço logo na estreia jogou tempero artificial na boca são-paulina: ele ainda é O CARA. Ledo engano, como provariam algumas atuações modorrentas do atleta. Na queda do treinador viria o resmungo do meia, sentindo-se discriminado (a carreira inteira ele assim se sentiu), pedindo a titularidade, garantindo pode ser a solução para todos os problemas. Com Adilson, ele permaneceu na crista, mas acabou tendo o desejo de estar efetivamente em campo realizado. E o que se resolveu? Um gol aqui, outro ali… Não importa, o fato é que seguiu sendo o assunto. E o foi logo que Leão chegou, com seus rugidos de décadas: Rivaldo não é fundamental! Pimba, essa deve ter doido na alma, deve ter perfurado o orgulho do craque.

Rivaldo, pelo que representou, pesa onde estiver. Ainda mais quando adota o discurso de sim, eu posso! Mas com isso não colabora para que o epílogo de sua carreira seja de alto nível. Caso assumisse que pode bem menos hoje em dia do que já pode e teria anos finais nobres. Mas como, em delírio, ainda se vê no auge, precisaria que fizessem isso por ele. Que dessem o famoso toque: Aí, meu, você foi um jogador brilhante, dos maiores, mas isso já passou. Tudo passa, afinal. A qualidade você tem, mas os piques, a força física, isso não tem mais”. O São Paulo não fez, impedindo que ele enxergasse a dolorosa realidade: o tempo é cruel. Fosse a diretoria do Morumbi tão equilibrada e planejada como por muito tempo trombeteou e teria chamado Rivaldo no canto, antes do acerto, para alertar: “Você pode ser útil, queremos você conosco para ser uma referência no grupo, para jogar alguns minutos, de vez em quando, e dar sua contribuição técnica. Mas você não será o centro porque não é mais o centro”. Franqueza é útil e engrandece! A sensação é de que endossaram o irrealismo do antigo craque. Jogaram a bomba para os técnicos, que, quando o deixavam no banco eram tachados de vilões, tinhosos desconhecedores do futebol, pela torcida que pedia por ele jogo após jogo.

Resumo da ópera bufa: O São Paulo deixou-se ficar refém da presença de Rivaldo e não tirou proveito do que poderia tirar. Agora virou dor de cabeça e o ano está quase perdido.



  • caro valdomiro, voce esta querendo atribuir a pindaiuba dos jogadores do sao paulo ao rivaldo, ou é impressao minha, se tinha alguem que se salvava neste time era ele, o rivaldo de muletas joga muito mais do que quelquer marlos, cicero, lucas, juan (este nao joga, so engana e recebe uma fortuna), sem falar que ele é o unico q se preza a passar a bola aos companheiros, o unico com senso coletivo, caracteristica do futebol e vem voce querendo creditar a ele a mediocridade de um time de meque trefes, voce ta louco meu.

  • Lucas P9

    Valdomiro, ainda acredito que o Rivaldo poderia e pode render mais nesse time do São Paulo (não o que rendeu há 10 anos atrás, claro), só que o time simplesmente não ajuda. Ontem foi a maior prova de que o São Paulo-2011 se resume a um bando de jogadores sem alma, sem organização e sem ousadia (salvo o Lucas, que vive péssima fase).

    Desde o começo do ano falta um cara pra fazer “o simples”: Segurar o jogo no meio, enfiar bolas pros atacantes e segurar a bola. Obviamente o Rivaldo não jogaria todos os jogos de forma brilhante, só que todas as vezes que ele entrou pelo menos deu posse de bola ao time. Só que uma andorinha só não faz verão.

    Concordo no que você diz quando coloca que “não baixaram a bola dele”, assino embaixo. Mas acredito que ele poderia ter feito mais diferença nesse ano pavoroso do meu tricolor.

    Mas como sempre, um texto bem redigido e com uma idéia firme.

    Abraço!

  • HELIO

    39 amigo kkkk

  • gelson souza

    Elson
    vc ja jogou bola ou futebol? dominio de bola, passe, enfiada de bola e senso de oportunidade são coisas que RIVALDO fez nas partidas boas, médias e ruins que fez ou o time como um todo jogou muito bem em todas as partidas ou só ele é que foi ruim. Como vc deve ter tentado jogar bola, craque para vc é MARLOS, que nunca errou um passe ou correu pelo time, o DAGOBERTO mais perde gols do que faz, ou o FERNANDINHO que deve ter te convencer por causa do corte de cabelo. VAI JOGAR FUTEBOL UMA VEZ NA VIDA QUE VC VAI VER A DIFERENÇA…….

  • gelson souza

    DIGITEI ERRADO O NOME DO COMENTARISTA ACIMA É VALDOMIRO E NÃO ELSON, COM A QUAL COMPARTILHO A SUA OPINIÃO.

  • agenor gracindo de oliveira

    ….

    Texto de palavras exageradas e muito distante da realidade, data venia….

    O São Paulo não é, não foi, refém de Rivaldo…. Isso não passa de um comentário vazio….!

    Se o Rivaldo, com 38 anos, não está demonstrando um futebol impressionante, o resto do time, inclusive (e principalmente) os jovens, também estão com “pouca bola”….!

    O próprio Luiz Fabiano está jogando abaixo das expectativas… Será que a culpa é somente dele?

    Mas, no fundo, entendo o dilema do cronista: tem sempre de encontrar algum assunto para discorrer, e cumprir suas metas, e, assim, nem sempre consegue produzir textos de mediana qualidade, ao menos….!

    Abraços do interior.

  • Welton Ferraz

    COncordo plenamente com o Elson. Você ta loco. O assunto sempre foi RIVALDO porque sempre que entrava mostrava o porque deveria jogar mesmo não correndo igual o Marlos por exemplo, mais sempre essencial quando não dava passes estava sempre ali puxando 2 em sua marcação, acorda pow você ta loco.

  • Fábio Coelho

    Eu sou corinthiano e vejo ainda Rivaldo jogando bem. Não é mais o jogador do Barcelona e ele não tem a audácia de enxergar isso. Ele disse que era necessário quando havia de dizer. Rivaldo é humilde, não se machuca, não faz corpo mole, JOGA PELO CLUBE, coisa que Adriano no Corinthians não faz e nem vai fazer.
    Tem vários jogadores nesse SPFC jogando sem vontade, praticamente todos. Leão servirá para colocar ordem nessa galerinha. Tem mto jogador jovem e ‘boa pinta’ que não aprenderam a ouvir uns gritos! Se tem alguém que se salva nesse time é o Rivaldo, que joga, que se dispõe a jogar e NÃO FAZ ESTARDALHAÇO COMO VC QUIS DIZER!!!

  • Geraldo

    Sr. Waldomiro

  • Geraldo

    Sr. Waldomiro
    Achei sua matéria meia sensacionalista, matéria oportunista, para quem quer aparecer, o unico e grande problema do São Paulo chama-se Juvenal Juvencio, que com sua arrogancia e regime de ditadura recusa-se a deixar o poder, mesmo sabendo que não é dono do São Paulo.

  • Edgar

    FABIO COELHO, sinceramente fica CONTENTE em ver que nem todo Corinthiano tem que entrar aqui pra agredir os tricolores com adjetivos baixos ou palavras pra desmerecer nossa historia, assim com RIVAIS que se RESPEITAM com certeza faremos nossos clubes cada vez mais fortes.

    Parabens tambem pelo comentario, concordo plenamente com o mesmo

  • Lúcio Flávio dos Santos

    Você algum dia na vida chutou uma bola?Tratar um ídolo como o Rivaldo com este desrespeito é demais, até parece que ele é culpado da bagunça que virou o São Paulo, o Jjuvenal troca técnico todo oo dia e a culpa é dele, o Luis Fabiano fica seis meses se recuperando e a culpa é dele, o São Paulo foi desclassificado diga-se de passagem ele nem estava e a culpa é do mesmo.Dá uma repensada na sua crítica pois ninguém deve aposentar ninguém, pois se for desta forma vamos enviar alguns pedidos pra redação pra te darem um toque, que vc está ultrapassado e falando um monte de bobagens e que está na hora de vc se aposentar….
    P.S Nem sou São-paulino

  • Talisman

    Valdomiro Neto…

    Uma overdose jornalística

  • ZÉ RUELA

    RIVALDO, É EX-JOGADOR.

  • Anderson

    Adeus Rivaldo, aposentado, jamais deveria ter sido contratado, SOMOS O SPFC não o time da esquina que chama alguém pelo nome que ja teve.

    Pela inoperancia da diretoria atual e da falta de vontade de alguns jogadores, só por isso, alguns ainda acham que o Rivaldo cabe no time, mas isso é fora da realidade de um clube do tamanho do SPFC bem organizado e com jogadores comprometidos.

    Tivessemos um meia da qualidade que o SPFC exige, tivessemos um conjunto de jogadores de qualidade e com “GANA” e jamais o Senhor Rivaldo seria cogitado.

    Ha se o Rivaldo jogasse no SPFC, 10 anos atras, HOJE, só pq vivemos numa bagunça, com presidente que se acha acima do bem e do mal e com jogadores que acham que jogam mais do que realmente jogam.

    Esse SPFC de hoje, infelizmente, cabe o Rivaldo, e isso esta longe de ser um elogio…

  • ZÉ RUELA

    SÓ A TORCIDA DO SÃO PAULO, QUE ACREDITA QUE UM EX-JOGADOR IGUAL AO RIVALDO, IRIA RESOLVER ALGUMA COISA.

  • ZÉ RUELA

    FABIO COELHO, O ADRIANO, É JOGADOR, E O RIVALDO, EX-JOGADOR, A DIFERENÇA ENTRE ELES É ESSA, O RESTO É FRUTO DE TUA IGNORÂNCIA.

  • Samuel

    Concordo com todos os comentários acima. O Rivaldo é uns dos poucos que se salvam no TIME. É melhor que estes jogadores mais novos, mesmo com menos pique. Curioso, todos os comentários seguem a mesma linha té agora. Mas cronista tem que arranjar algo pra dizer e, se remar contra a maré, contra o óbvio, mas barulho fará.

  • esquerdinha

    Leão mostrou que está tão despreparado que afastou o melhor jogador em atividade no time que é o Rivaldo, sem ele a bola não chega nunca no fabuloso e vamos amargar novamente uma copa do brasil em 2012, graças a politica ditadora de Juvenal que desde que assumiu o spfc, não conseguiu da sequência ao trabalho e o time é cada ano pior, sem falar que ninguém mais quer jogar no morumbi e segue perdendo dinheiro com os times jogando no pacaembu e arena barueri,a solução é o conselho tirar esse presidente de merda e trazer novamente MURICI.

  • nino

    me desculpa,mas nao concordo com vc,Rivaldo e craque,claro;nao tem mais aquele traquejo,mas e craque meu amigo.

  • Caro Valdomiro, editor do lance!

    Acho que sua profissão como a de comentarosta de futebol na TV virou carne de vaca! Edmundo,Neto,Caio, olha normalmente assito aos jogos aqui da Bahia do TRIcolor sem som na TV e ouvindo a radio jovem pan na net, é melhor ja que a maioria da cronica esportiva na TV continua sendo galin ha mesmo igual a voce que pelo visto tbem é curintiano meu amigo.
    O São Paulo é refém sim! Mas não do Rivaldo, é refém de seu presidente que de melhor do país se tornou um dos piores ao se colocar acima de estatutos e hierarquias dentro do futebol, manchou o estatudo do clube, com isso rachou a diretoria, brigou com mandatarios da CBF, escluiu o São Paulo da roda dos escarnecedores ou seja, se colocou numa ilha muito bonita que é a de lutar contra as injustiças desta naçao corrupta, mas vem pagando um preço muito alto por isso e nós torcedores pagamos também a conta por seus desmandos e atitudes moralistas demais pros tempos de hoje, atitudes que eu como pai de familia concordo plenamente, mas que infelizmente eram temas para nossos avós, o tal do carater que tbem foi manchado pela quebra do estatuto dentro do clube. Não se pode pisar com um pé em cada canoa, Juvenal precisa retomar e reformar suas ideias que muitas vezes levarão o São Paulo a vitórias históricas e memoráveis, Juvenal precisa rever demissões de profissionais competentes como carlinhos neves e o fisiologista que me foge o nome agora, Juvenal precisa voltar ao primeiro amor pelo nosso São Paulo FC ou então…parar! Parar como precisa Rogério Ceni que ama o time o escudo a camisa a entidade São Paulo FC mas que ja não tem os mesmos refrexos e agilidade de antes, chega Capitão, do jeito que vai vc vai começar a passar vergonha, melhor parar agora. Sou São Paulino desde o dia que meu pai comprou uma camisa oficial e me levou pra ver a final do paulista de 1975 contra a lusa e sinceramente ja vi coisa muito feia por lá MAS a má vontade de 80% destes jogadores que ai estão hoje confesso que NUNCA havia visto igual, chega a dar nojo assistir, qualquer fanático como eu envergaria melhor esta camisa.
    Não sou jornalista, mas garanto VOCE caro editor do Lance, que minhas palavras estão bem melhores que seu texto sem nexo acima descrito.

    Abraço aos TRIcolores de verdade!
    Lourenço Amengual Fabiano
    Salvador-Bahia

  • E O RIVALDO ESTA COM VENCIMENTO DE PRASO VENCIDO NO SAO PAULO,

  • leandro felipe costa

    vc e cara de pau e deixar agente comentar um absurdo deste que vc escreveu, blogueiro caseiro,corintiano, triste o seu comentario.

  • VEJA BEM O SAO PAULO DESTE ANO COMEÇOU MUITO MAL AO MUDAR O ESTATUTO,E INCRIVEL COMO PODE UMA DIRETORIA ACEITAR ISTO SO PODIA DAR NISTO TIME COMANDADO JOGADORES SEM COMPROMISSO COM O TIME E NAO ACREDITO QUE SEJA O TREINADOR CULPADO PRA MI EOS JOGADORES QUE ESTAO MUITO MAL SEM COMPROMISSO ATRASE OS SALARIOS DELES E AI VAI VER COMO REAGEM MULEKADA SE VERGONHA

  • Diego

    Acho que o problema em si não é o Rivaldo, mas a maneira como os técnicos conduzem a situação. Quer queiram, quer não, o Rivaldo se tornou um problema para todos.

    se o São Paulo tivesse vencido o Libertad, todos os técnicos estariam certos e seria o fim da carreira do jogador. Como isso não ocorreu, a novela continua.

    o mesmo futebol “enceradeira” vem sendo cobrado pela torcida, fruto do desespero de quem não consegue entender como um time pode ser tão irregular.

    Mas haja vista que a base da equipe mudou, que já não se confia em treinador nenhum(é só ver um contrato de dois meses, ou só até terminar uma libertadores).

    Para mim, e para uma urgente melhora da situação, acho que o joador em questão deve entender que a sua situação não ajuda em nada ao grupo, muito pelo contrário, coloca a torcida contra todos os técnicos que ousam implantar a sua filosofia de jogo.

    RIVALDO, VOLTA PRA MOGI, PORQUE VOCÊ NUNCA FOI SÃO PAULINO MESMO…

    Abçs…

  • kkk

    hahahahahhaahahahahahah
    hahahahahahhahaha
    ahahahahaha

    os B.amb.is nao sabem fazer marketing, fazer um jogador veterano ser util, nem tao pouco utilizar o marketing a seu favor…

    morra bam.bis

  • Ricardo

    Esse São Paulo de 2011 é o pior time que eu ja vi atuar, ja tivemos times ruins mas que apesar da falta de tecnica tentava compensar na vontade e garra. Esse elenco de 2011 montado por uma diretoria que se escondeu atras das glorias do passado,NUNCA mostrou vontade nem nos primeiros jogos do brasileirao que apesar das vitorias seguidas nao mostrava empenho e nem um pingo de vontade de melhorar o que estava errado. Tenho pena dos treinadores que passaram por esse elenco sem alma e sem coração. Pode vir o jose mourinho que náo faz milagre.Rivaldo obrigado pelos seus gols mas esta na hora de parar, e que parem tambem marlos fernandinho xandao rhodolfo(vai pra juventos logo), denilson (volta pro arsenal), carlinhos paraiba,dagoberto(esta com a cabeça no novo salario do inter)enre outros.Não pesso amor a camisa e nem que jogue pelo clube, mas sim que honre o salario que recebe todo mes e respeite a torcida que as vezes deixa de comprar um bem para si e gasta com ingresso para ver um show(nao do pearl jam ..) mas sim um show de horror!

  • Anderson Cardozo

    Concordo com o texto e acrescento que essa coisa de que o Rivaldo é humilde e de grupo não corresponde à realidade, salvo se houver algo nos bastidores que desconhecemos. O que vi na maioria das vezes em que o ‘ex’-craque se manifesta é sempre questionando de forma estranha o fato de não ser titular.

    Vejo ele mais argumentando o que ele um dia foi (e já foi o cara) do que questionando o que ELE ATUALMENTE É. Muita conversa, muito questionamento, muito ‘eu fui bom’, mas nada “de hoje eu faço algo”.

    Juntando os cacos, ele se tornou um jogador médio, com o preparo aquém do que se exige atualmente. Infelizmente, o cabeça-de-bagre com preparo físico é mais ‘relevante’ do que o cara com menos preparo (no caso do Rivaldo a idade chegou e ele precisa saber disso), acaba ficando para trás.

    Apesar de não ser torcedor do SPFC, penso que um cara nas condições do Rivaldo está aquém do clube pela história que possui. Mas como alguém, poderá dizer “isso não é problema seu, torça para o seu time”, eu digo: que continuem então com o ‘ex’-craque em atividade, pois isso é bom para o meu time, pois é um jogador a menos para se preocupar dos que já tem lá – Marlos e o ‘craque’ Fernandinho, só para exemplificar…ops…desanimar….

  • Artur

    Lamentável o comentário deste cronista, o que mostra tambem um jornal sem comando tal qual o atual SPFC, pois a exemplo de Dagoberto, Marlos, Juan, Fernandinho, individualistas ao extremo e sem a menor consciencia do que venha a ser uma equipe, o Sr. Waldomiro não mostra bom nível de raciocínio, alem de faltar com respeito ao Rivaldo.

    Gostaria de lembrar que o Romário jogou até recentemente em bom nível tambem com idade avançada, e que o Toninho Cerezo tambem após os 38 anos de idade foi campeão da Libertadores, Mundial (2 vezes) e Paulista pelo mesmo SPFC, porem com muito mais sorte que o Rivaldo pois haviam outros ótimos jogadores no time (Raí, Cafú, Leonardo, Palhinha, Valber), portanto, dividiam responsabilidades, alem é claro de um treinador de verdade que era o mestre Tele Santana.

    É triste ter que aturar Dagoberto que faz 1 gol a cada 5 chances, e ainda joga a camisa do SPFC no chão para comemorar gol como ocorreu recentemente, lembrando que os dois últimos títulos brasileiros vencidos pelo SPFC (2007/08) ele não passava de um reserva no time do Muricy, ou seja, com ele de titular nunca ganhamos nada, assim como tambem é fato que ele era titular naquela seleção pré-olimpica treinada pelo Ricardo Gomes que não conseguiu classificação para Olimpíada de 2004. Não podemos esquecer tambem do Marlos que com apenas 20 e poucos anos de idade não consegue correr por muito tempo e tropeça no próprio calcanhar.

    Como vemos, o Rivaldo fez um péssimo negocio aceitando jogar no SPFC, pois encontrou treinadores medíocres e diversos “companheiros” TRAÍRAS, portanto Sr. Waldomiro o problema não é e jamais foi o Rivaldo, pois assim como uma panelinha derruba técnico, tambem derruba companheiro, e isso ocorre desde os tempos do craque Didi no Real Madri por Di Stefano.

    Penso que esse cronista deveria estudar um pouco mais com as histórias e fatos do futebol no passado e não cometer novas injustíças no futuro, inclusive tentando jogar o torcedor contra um cara bom caráter como o Rivaldo.

MaisRecentes

Neymar, entre a guilhotina e ‘la vie en rose’



Continue Lendo

Do ‘gênesis ao apocalipse’, Felipe Melo tropeça no verbo



Continue Lendo

Um Dérbi sob o signo da invencibilidade



Continue Lendo