O perigo da nova Laranja



A Holanda venceu os quatro jogos que disputou até aqui na Copa. Apenas a Argentina tem a mesma marca de 100%. Porém, o comentário que mais ouço é que o time laranja nada jogou até agora e só pegou adversários frágeis. Verdade que os rivais não foram fantásticos, mas devemos realçar que a Eslováquia eliminou a tetracampeã Itália e o Japão recebeu elogios fartos após atuação contra a Dinamarca. Afinal, por esse tipo de pensamento deveríamos então sublinhar que o Brasil sofreu pra derrotar a Coreia do Norte, que a Alemanha perdeu para a Sérvia, que a Argentina penou contra a Nigéria, que a Espanha foi derrotada pela Suiça…

O que gera essa descrença meio generalizada na Holanda é que, ao contrário dos times de antanho, esta não encanta. Não exibe o futebol envolvente da Laranja Mecânica – mais de 74 que de 78 – ou o volume ofensivo dos times de 94 e 98, ambos parados pelo Brasil. Mas esta equipe aparenta ser mais competitiva que a da década de 90. A sensação é de que a Holanda do sisudo técnico Bert Van Marwijk ganha quando quer. Tem o controle dos jogos, mesmo que vez por outro tome sustos, como a pressão dinamarquesa no primeiro tempo e uma pequena blitze eslovaca no segundo tempo das oitavas de final.

O time mescla bom poder de marcação no meio de campo, com os volantes Van Bommel e De Jong, e talentos que decidem, principalmente com Robben (fisicamente à perigo) e Sneijder. Kuyt, caindo pela esquerda, e Van Persie mais centralizado também exigem atenção dos marcadores.  A fraqueza parece estar nas laterais, e essa notícia é boa para Maicon, já que não deve ter dificuldades no duelo com o veterano Von Bronckhorst.

Repito: é um time que foge do que estamos habituados a ver em seleções holandesas e, possivelmente, tenha mais espírito de competição.



  • ANITNEGRA

    aprenda com os hermanos,dunga!!

  • Helio M. Evangelista

    A Holanda é um time forte, compacto e que sai rapido nos contra-ataques mortais quando a bola passa pelo Sneijder e este encontra o Robben ou Van Persie livres. Estes serão os homens a serem marcados com mais atenção. Se o Brasil conseguir ‘matar’ esta jogada, o jogo vai ficar pau-a-pau porém dificil, se não a laranja vai aprontar. Esta é uma visão do que eles podem fazer, mas não se esqueçam que eles tambem terão que se preocupar em saber como marcar Kaká, Robinho e Luis Fabiano…. Jogo dificil para os dois lados!

  • HELDER CÓRDOVA

    Até agora a imprensa esportiva tem demonstrado uma incopetência de irritar o mais calmo dos torcedores com suas matérias e previsões negativas em relação a seleção NACIONAL. Como a
    próxima copa será no Brasil é necessário repensar sua atuação no objetivo de informar e não fazer críticas infundadas e divulgar notícias polêmicas e sensacionalista de forma irresponsável para obter audiência a qualquer custo.

  • Vinicius Lima

    Se a Holanda não enfrentou nenhum adversário que a levasse perigo, o Brasil em seu primeiro teste jogou muito mal e empatou com Portugal. Muito cuidado com esse time da Holanda, até
    agora eles não jogaram o que jogaram nas Eliminatórias e nos ultimos anos e ganharam seus
    quatro jogos, imagine se eles jogarem tudo que sabem. De olho neles Brasil !

  • VALTER

    Olá Neto,
    Acabei de ler que o Robinho foi o melhor do jogo, concorda? Apesar do gol, discordo plenamente. Não matou uma bola decentemente, fora os vários passes errados. Isso é imperdoável para um profissinal. Valeu!!!

  • JEAN DOUGLAS

    ESTA SELEÇAO NAO ESTA COM NADA E A ARGENTINA E A MELHOR PALHAÇO

  • Clovão

    Neto, parabéns pelos comentários na Band e no Blog. Lembrei-me do que Maradona disse sobre o Brasil numa de suas entrevistas: ” O Brasil foi razoável, mas ganha, define o jogo qdo quer”. O Chile que vinha comendo a bola, só deu uns três quatro chutes a gol, e já no final. Dunga não é bobo, tem o time nas mãos e o monta de acordo com o adversário. Diferente de Maradona, entende, junto com Jorginho, do “riscado”. Elano fez falta, já que hoje, se tivesse condições, seria o ideal ao lado de Ramirez. Daniel Aves não tá bem, como na Copa América. O caminho é esse, se fechar e só ir na boa. O caneco é mais importante que o espetáculo. Repare em Argentina x Alemanha como os germânicos vão atropelar, justamente pq a defesa da Argentina e o goleiro são meia-boca. Meio de campo e ataque, aí tenho que reconhecer q estão bem.

  • Torcendo contra
    (publicado na revista Caros Amigos em junho de 2010)

    Vai começar o espetáculo do ufanismo histérico. Mídias de todos os suportes serão tomadas pela publicidade oportunista do verde-amarelo. Jornalismo e marketing, amalgamados por interesses comuns, fornecerão os delírios de união e superioridade que o público precisa para engolir a farsa consumista. Milícias uniformizadas tomarão ruas e bares, assegurando a adesão das massas ignóbeis à ditadura do hexa.
    Pois não contem com este humilde escriba. Torço apaixonadamente para o fracasso da seleção brasileira na África do Sul. Quanto mais humilhante e precoce, melhor. De preferência jogando mal, tomando olé, sob apupos das torcidas e o escárnio da crônica internacional. Que os falsos craques sejam desmascarados, patrocinadores amarguem prejuízos, apresentadores e comentaristas engasguem na desmoralização dos seus favoritismos.
    A escolha soa impopular e arriscada, mas deveria constituir uma demonstração de coerência para os apaixonados pelo esporte. O time da CBF personifica os vícios e artimanhas que envenenam o futebol nacional. Ali podemos entender a pauperização dos campeonatos regionais, a destruição de clubes interioranos, o êxodo de talentos, o esvaziamento dos estádios, a imoralidade dos bastidores.
    Uma seleção formada quase exclusivamente por jogadores de times estrangeiros não possui qualquer identidade com o torcedor brasileiro. Eles nem ao menos são melhores do que dezenas de atletas que jogam no país, e que formariam uma equipe mais entrosada, motivada e empolgante. Mas, claro, Dunga não pode privilegiar a qualidade. Sua caricatura de sargento brucutu ameniza as motivações financeiras da convocação, que atende aos interesses de empresários, cartolas e especuladores.
    O legítimo espírito patriótico deve repudiar esse empreendimento nefasto e sua utilização da retórica nacionalista em benefício de corjas obscuras.

  • Wlad

    O problema é que o Michel Bastos ainda não veio para a Copa… está muito omisso e assustado… No confronto contra o Chile, ele só jogou um pouco melhor quando o placar já estava definido… falta confiança… o pior é que o Robben jogará do lado dele… O Ramirez poderia ser o homem para auxiliar na função, porém foi expulso infantilmente… faltou orientação e calma…

  • Ancelmo Pereira

    Caso o Brasil ganhe será campeão, certamente pegará o Uruguai (velho freguês) nas semi-finais, além da Holanda ser um adversário perigoso, com um dos melhores ataques do mundial e um bom meio de campo, eles vem mordidos, pois sempre nos encontram em momentos decisivos e perdem.

  • E certo que a Holanda não é nem uma seleção boba mas nós não por Brasileiros que somos apaixonados por nossa Seleção sabemos que o Brasil quando quer não tem pra ninguém! Somos os melhores sim! e se continuarmos comprometidos com as vitórias esquecendo as bobagens que saem da boca do Dunga as vezes conqistaremos nosso sexto caneco! Abraços Deus abénço. Ass: Jackson Machado (Paysandu) Belém rsrsrs

  • Luis

    Nao tem jeito mesmo. A galinha do visinho é sempre mais gorda. Porque jornalista brasileiro torce contra? Porque nao gosta do Dunga? Eu tambem nao, mas o Brasil é capaz de encarar qualquer um nesta copa. Faz quatro anos criticarao o Roberto Carlos pela historia do meiao. Agora eu nao vejo ninguem elogiar o fato de ontem com 3 a 0 no placar nos ultimos minutos do jogo o time brasileiro presionava o Chile como se estivesem com 0 a 0 em uma final. Lamentavel

  • toninho

    Você falou mesmo de quem??? M. Bastos????
    Cara quando convocou essa cara nem sabia que ele jogava bola, aliás nao joga mesmo;

    brincadeira, futebol acabou irmão.

  • Gustavo

    Ae Guilherme se ve que tu nao entende nada de Futebol, marketing e muito menos de patriotismo, tu nao engana ninguém con essas palavrinhas, nessas horas que eu gostaria que voltasse a ditadura para que os militares se engarregasem de ti ou que tu tivesse que sair do Brasil, tu nao merece ser brasileiro.

  • Leonardo Guerra de Lana

    Salve Valdomiro e leitores, acessem esse blog feito por um torcedor blogdarodada.zip.net…abraços e tomara que gostem.

  • JUNIOR

    HOLANDA É UM OTIMO TIME MAIS O BRASIL SEMPRE SERA O MELHOR

  • LAERCIO LUIZ

    meus amigos não se trata so de futebol, é paixão nacional,isso so acontece de quatro em quatro anos,e como brasileiro torço muito para o meu pais para minha seleção nacional,é claro que sou contra michael bastos,josue,grafite,e julio batista…meus substitutos seriam roberto carlos,ganço,neimar,e ronaldinho gaucho,mas se passarmos pela holanda,acho bem provalvel que traremos o coneco para estampar a sexta estrela…um abraço a todos…

  • Vai ser de C H U A
    h o r l
    i l u e
    l a g m
    e n u a
    d a n
    a i h
    a

  • É bom assim! muitos da imprensa não acreditam na nossa seleção. Tem gente que critica e ela está chegando. A nossa seleção é um conjunto(diferente dos hermanos, que jogam em função do Messi), treinada há uns 4 anos, sempre ganhamos e não vai ser diferente. Vamos ganhar dos holandeses! Eles é que tem que se preocuparem com a nossa seleção, nós já temos 5 estrelas e eles não tem nenhuma e isso pesa pra caramba!!!!!

  • JAJAJAJAJAJJAJAJAJAJAJA
    gracias brazil por tantas alegrias !!!

MaisRecentes

Guttman, uma bela e vitoriosa trajetória



Continue Lendo

Palmeiras x São Paulo: rivais contra o vexame



Continue Lendo

Neymar, entre a guilhotina e ‘la vie en rose’



Continue Lendo