Grupo da Argentina é ‘Denorex’



Parece, mas não é… O clássico slogan da propaganda de Denorex na década de 80 pode ser tomado emprestado para o Grupo B da Copa do Mundo sul-africana. Numa espécie de Dejà vù (eu já vi, em francês), a chave pontificada pela Argentina e que tem Grécia, Nigéria e Coreia do Sul, é quase idêntica à que a seleção alviceleste encontrou no Mundial de 94, nos Estados Unidos. Só que no lugar da Bulgária, que não classificou-se para esta edição, está a sempre presente Coreia do Sul – vai para seu sétimo mundial consecutivo. A competição norte-americana, registre-se, gera ainda dissabores aos argentinos, que não gostam muito de lembrá-la. Menos pela eliminação para a Romênia nas oitavas de final – um 3 a 2 inesquecível, um jogaço com brilho individual de Hagi – e mais pelo doping de Maradona após triunfo de 2 a 1 sobre os nigerianos. Dieguito que esfrega as mãos para dar a volta por cima daquele sinistro episódio agora como técnico. O curioso é que por conta do flagra no exame, Maradona somente enfrentou a Grécia, quando fez um lindo gol nos 4 a 0, e a Nigéria. Justamente dois dos três oponentes alvicelestes daqui a poucos meses.

Pois bem, o outro adversário da Argentina, a Coreia do Sul, já traz boas recordações a El Pibe. Afinal, a equipe duelou contra os sul-coreanos justamente na sua estreia na Copa de 86, a Copa de Maradona, a Copa que deu o último título mundial aos argentinos. Se pensarmos que o adversário nas oitavas de final na África do Sul podem ser os uruguaios, igualzinho como ocorreu há 24 anos…. Bom, mas tudo isso é um balaio de coincidências. O post é para analisar o grupo argentino na Copa. Então, mãos à obra:

É óbvio dizer que a Argentina de Maradona e Messi é ampla favorita a ficar com o primeiro lugar. Só uma catástrofe, que precisaria ser maior que a do Mundial de 2002, tiraria esse posto da equipe. E se o time ainda é uma farofa, o amistoso contra a Alemanha, em fevereiro último, deu impressão de que alguma ordem começa a tomar corpo. O ótimo momento de jogadores como Samuel, Messi, Tevez, Higuain, Milito e Di Maria aguça a impressão de que nossos maiores rivais podem sim brigar pelo tri mundial.

Já Grécia, Nigéria e Coreia do Sul devem promover um ‘pega-pra-capar’ pela segunda vaga. Os gregos disputaram apenas uma Copa, justamente a supra-citada, e incrivelmente buscam ainda a primeira vitória. Mais ainda: buscam os primeiros pontos e o primeiro gol. Há 16 anos, foram três derrotas, 10 gols sofridos e nenhum marcado. Mas campeões europeus há seis anos, os helênicos são uma incógnita. Embora ainda conte com jogadores como Karagounis e Gekas, líderes na surpreendente e antipática campanha da Euro-2004, não é um time que impressione. Na repescagem europeia chegou a ser surpresa ao deixar para trás a Ucrânia, quadrifinalista na Alemanha 2006.

A Nigéria, por sua vez, joga em solo africano porém está longe de ser aquela temível águia dos mundiais de 94 e 98, quando deu canseira a grandes seleções como Itália e Espanha. Na Copa Africana de seleções, disputada no início deste ano em Angola, caiu nas semifinais frente a Gana, que está no Grupo D da Copa 2010. Por fim, a Coreia do Sul é aquilo de sempre, ou quase sempre. Tirante a Copa de 2002, que abrigou ao lado do Japão, costuma transformar-se de protagonista em seu continente em figurante na principal competição planetária. Só podemos ressaltar o meia Park, titular do Manchester United de Alex Ferguson e que vemos a todo momento nas transmissões televisivas.

Como a Grécia vem das sempre mais renhidas eliminatórias europeias eu a colocaria como ligeiramente favorita a ficar com a segunda vaga. Seria uma espécie de fiel da balança nessa escolha o nível de disputa nas eliminatórias, dada a paridade entre os selecionados. As apostas do blogueiro são, portanto: Argentina e Grécia, com alguma hesitação.

Argentina 3 x 1 Coreia do Sul – Valdano (2) e Ruggeri para a Argentina; Park Chang Seon para a Coreia do Sul

Argentina 4 x 0 Grécia – Batistuta (3) e Maradona para a Argentina

Argentina 2 x 1 Nigéria – Caniggia (2) para a Argentina; Siasia para a Nigéria

Nigéria 2 x 0 Grécia – George e Amokachi para a Nigéria

Confrontos na Copa 2010

12/6 – 8h30 – Coreia do Sul x Grécia – Port Elisabeth

12/6 – 11h – Argentina x Nigéria – Johanesburgo

17/6 – 8h30 – Argentina x Coreia do Sul – Johanesburgo

17/6 – 11h – Nigéria x Grécia – Bloemfontaine

22/6 – 15h30 – Coreia do Sul x Nigéria – Durban

22/6 – 15h30 – Argentina x Grécia – Polokwane



MaisRecentes

Documentário mostra diálogo entre sociedade e futebol francês



Continue Lendo

Documentário mostra diálogo entre sociedade e futebol na França



Continue Lendo

O protagonismo estrangeiro no futebol brasileiro



Continue Lendo