Messi x Rooney no Mundial?



As bolas da vez são o argentino Lionel Messi e o inglês Wayne Rooney. Ninguém gasta saliva mais para enaltecer Kaká e Cristiano Ronaldo, justamente os novos galácticos, as novas vedetes de Florentino Pérez no Real Madrid? Às portas da Copa, quem dá bola é a dupla citada no início. Isso quer dizer exatamente o quê em termos de Copa do Mundo? Talvez nada, se pensarmos que clube é clube e seleção e seleção. Mas muito se lembrarmos que o lado individual já fez muita diferença na história dos Mundiais. Tirante relativizações, é comum ouvirmos que Garrincha (62) e Maradona (86) carregaram suas seleções nas costas para ganhar o mundo. E outra: os campeões em geral sempre contam com um fenômeno em suas fileiras: Beckenbauer, Pelé, Romário, Zidane e Ronaldo que o digam.

Kaká e Cristiano Ronaldo, os predecessores de Messi como vencedores de melhor jogador do mundo, serão estrelas apagadas na Copa, então? Profecia não cabe aqui, temos que olhar para o momento. Kaká vive uma lesão meio misteriosa e já gera insatisfação nas colunas madridistas. Embora o Real só tenha jogos do Campeonato Espanhol, não sabemos em que condições chegará à competição sul-africana. Some-se o mau momento e o estado físico, e um fracasso é a aposta mais sensata. Justamente na Copa que era para ser dele… Já Cristiano Ronaldo, que, sejamos justos, faz boa temporada pelo Real mas foi dantesco nos jogos diante do Lyon nas oitavas da Liga, joga em uma seleção portuguesa que não parece ter as mesmas ambições de quatro anos atrás, com Felipão.

Partindo desse quarteto, então, temos tudo para crer que Rooney e Messi são as favoritos a serem craque do Mundial. Mas aí vem o outro lado da moeda: têm grandes chances de chegarem esgotados na Copa. E há outros jogadores que podem surpreender? Alguns… O atacante Fernando Torres, por exemplo, joga na fortíssima Espanha e renasceu depois de longo período de contusão no Liverpool. O time da Terra dos Beatles voltou a jogar bola com ele nas últimas semanas. Xavi e Iniesta, mesmo sendo volantes, seguem jogando o fino em maior ou menor grau. O argentino Higuain é hoje o melhor atleta do Real Madrid, ao menos o mais regular e artilheiro.

Mesmo com a derrota para o Bayern no jogo de ida, ainda é bem possível uma final Manchester x Barcelona na Liga – repetindo ano passado. Se isso acontecer, no dia 11 de maio, no Santiago Bernabéo, poderemos ter uma prévia do que se desenha como grande duelo da Copa: Messi e Rooney. Dois caras que se um extraterrestre aportasse por aqui jamais acreditaria que seriam gênios esportivos dado o biotipo.



MaisRecentes

Dérbi de Milão no almoço para chinês ver



Continue Lendo

Santos no divã: hora de encarar a dupla identidade!



Continue Lendo

Gol, o grande momento da festa proibida



Continue Lendo