Supersábado pode consagrar 13 países



Se você é fã de futebol internacional, principalmente de jogos entre seleções, recomendo que cancele seus compromissos neste sábado. Você tem motivos fartos para isso. A rodada das Eliminatórias para a Copa do Mundo será farta em emoções. Nada menos que 13 países podem classificar-se para o Mundial nas próximas 24 horas. Se isso realmente acontecer restarão apenas 11 vagas, tendo em vista que oito já estão preenchidas. Vamos a um panorama dos continentes e meus dispensáveis palpites:

América do Sul

Não há como não concentrar os olhos em Argentina x Peru. Será o primeiro do duplo tango desta semana para a trupe de Maradona. É a etapa, digamos, mais fácil que os argentinos terão na tentativa de evitar uma vexaminosa ausência do Mundial da África do Sul. O Peru é de uma fragilidade grotesca e ainda depende do velho Nolberto Solano. E é um rival que já significou amargor para a Argentina, foram os responsáveis pela ausência em 70, e docilidade, não custa lembrar a meia dúzia de gols suspeitos na Copa de 78 que conduziram Passarella e Kempes à decisão contra a Holanda. O fato é que os comandados de Dieguito tem a missão óbvia de vencer neste sábado. Por outro lado, o Uruguai vai à altitude de Quito com uma tarefa homérica. Precisam no mínimo empatar para aspirar um lugarzinho na repescagem diante do quarto colocado da Concacaf (provavelmente a Costa Rica de René Simões). E sabemos que o Equador e sua força física em casa são quase imbatíveis – em nenhum jogo da Era Dunga o Brasil sofreu tanto quanto no empate por 1 a 1. Já o Chile precisa de um empate diante da quase desesperançada Colômbia para voltar a uma Copa após 12 anos.

Palpites: A Argentina atropela o Peru; O Equador vence e elimina o Uruguai; Colômbia e Chile empatam e Venezuela derrota o Paraguai. Nesse quadro, Chile junta-se a Brasil e Paraguai como garantido na Copa e deixa uma vaga direta e outra na repescagem para Equador, Argentina e Venezuela se engalfinharem na última rodada. Brasil abre as pernas para os venezuelanos na rodada derradeira para prejudicar a Argentina?Duvido muito. Seria uma pequenez sem tamanho para devolver 78. Para o blogueiro seria bacana Argentina e Uruguai irem, por conta de tradição e fascinação das camisas. Mas isso só com uma combinação que beira o miraculoso.

Concacaf

México e Estados Unidos, para variar, podem assegurar lugar neste sábado. Precisam vencer seus compromissos tão-somente. A tarefa mexicana parece um pouco mais simples pelo fato de o adversário ser El Salvador, lanterninha do hexagonal e já sem chances. Os norte-americanos visitam Honduras, a grande surpresa da região e que precisa vencer para manter a terceira colocação – última que dá vaga direta. O mais provável é que a classificação dos vice-campeões da Copa das Confederações fique para o meio de semana, quando recebem a quarta colocada Costa Rica.

Palpites: México derrota El Salvador; Honduras e Estados Unidos empatam e Costa Rica derrota Trinidad e Tobago. Essa combinação garante mexicanos e deixa os Estados Unidos com um pé na África. Na última rodada, Honduras e Costa Rica brigarão pela vaga direta e para escapar de um possível duelo contra a Argentina na repescagem.

África

Todos os representantes do Novo Continente podem ser conhecidos neste sábado, mas não é o mais provável que isso aconteça. Costa do Marfim tem tudo para se juntar a Gana, que já é campeã do Grupo D, e África do Sul, sede da Copa. Precisa de um singelo empate com o Malaui, fora de casa, para classificar-se. O detalhe é que o time de Didier Drogba tem 100% de aproveitamento. Camarões, Argélia e Tunísia também podem assegurar lugar adiantado mas não dependem só de si. No grupo dos camaroneses todos os times ainda tem chances e a definição deve ser na jornada derradeira. Argélia disputa rodada a rodada com o Egito e as duas seleções se enfrentam na rodada final. Já a Tunísia mantém boa vantagem da Nigéria e só depende de seus resultados.

Palpites: No A Camarões e Gabão vencem em casa Togo e Marrocos, respectivamente, a definição fica entre os dois na rodada final. Ambos jogarão fora e a vantagem é da seleção de Eto’o por ter um ponto a mais que o adversário. No Grupo B, Nigéria e Tunísia vencem seus jogos em casa diante de moçambicanos e quenianos. Com dois pontos a mais, os tunisianos dependerão apenas de si na rodada final. O detalhe é que eles invertem os jogos, porém não se enfrentam mais. No Grupo C, Argélia atropela a lanterna Ruanda em casa e o Egito passa no sufoco por Zâmbia. E aí, nessa situação, Egito e Tunísia se encontrarão no Cairo, na quarta-feira, em uma finalíssima pela vaga. Com a Tunísia jogando pelo empate para chegar à quarta Copa consecutiva (!!!). Por fim, a Costa do Marfim devora Malaui e classifica-se já neste sábado.

Europa

Rodada repleta de emoções. É difícil até definir para onde dirigir o foco. O jogo mais bacana sem dúvidas é Rússia e Alemanha, em Moscou. Líderes, os teutônicos tem um mísero ponto á frente dos russos. Por isso, uma vitória dos donos da casa deixa a equipe de Guus Hiddink praticamente classificada. Empate ou vitória alemã diz o mesmo sobre a equipe tricampeã do mundo. Outro duelo interessante é Irlanda e Itália. Os atuais campeões do mundo carimbam passaporte com um empate em Dublin, mas se perderem bastará que vençam o Chipre. Ou seja, não é pretensão nenhuma cravar que a Azzurra já está na Copa. Eslováquia e Sérvia podem também garantir neste sábado participação inédita em um Mundial como países autônomos. Portugal, parodiando a situação argentina, viverá o primeiro de seus dois fados. Tem que vencer a Hungria e torcer para a Suécia não vencer a Dinamarca no confronto escandinavo. Isso acontecendo precisarão apenas derrotar Malta no meio de semana para irem à repescagem.

Palpites: No Grupo 1 a Dinamarca vence a Suécia e Portugal passa pela Hungria. Com isso, os dinamarqueses asseguram a volta a uma Copa depois da ausência em 2006 e os ibéricos praticamente asseguram lugar na respescagem, No Grupo 2, a Suiça supera Luxemburgo, fora, e a Grécia derrota a Letônia. Definição fica pra rodada final com os suiços praticamente na Copa e os gregos quase na repescagem. No Grupo 3, a Eslováquia vence a Eslovênia e garante presença inédita em um Mundial. A República Tcheca supera a Polônia e fica próxima da repescagem. No Grupo 4, Rússia e Alemanha empatam e os germânicos ficam a uma vitória na rodada final da vaga na Copa. Deve sobrar aos russos o mata-mata final. No Grupo 5, a Bósnia vence a Estônia e assegura vaga na respecagem – a Espanha já está classificada para o Mundial. No Grupo 6, Ucrânia e Inglaterra empatam. Definição entre ucranianos e croatas pela vaga na repescagem fica para o meio de semana, com a Croácia precisando apenas vencer fora de casa o frágil Cazaquistão. Lembremos que a Inglaterra já está classificada. No Grupo 7, a Sérvia derrota a Romênia e a França supera as Ilhas Faroe. Com isso, sérvios na Copa e franceses tentarão lugar no rebolo. No Grupo 8, um empate sofrido entre irlandeses e italianos garante a Azzurra no Mundial. Restarã ao time do italiano Trapattoni disputar a Guilhotina. O Grupo 9 já está definido, com a Holanda na Copa e o segundo lugar com parcas chances de ir à repescagem.

ÁSIA – OCEANIA

Bahrein e Nova Zelândia farão o primeiro duelo pela repescagem. Os barenitas buscam a vitória para jogarem por um empate fora de casa no meio de semana.

Palpite: Bahrein vence apertado e tudo pode acontecer na volta.

Caso meus palpites deem certo – nunca ganhei na Loteria Esportiva, logo as chances são diminutas – classificar-se-ão neste sábado as seguintes seleções: Chile, México, Costa do Marfim, Itália, Dinamarca, Eslováquia e Sérvia. E assim teremos 15 seleções garantidas no Mundial, quase a metade. Muitas águas ainda rolarão.

 



MaisRecentes

No bipolar Brasileirão, o futebol é obra inconclusa



Continue Lendo

Guttman, uma bela e vitoriosa trajetória



Continue Lendo

Palmeiras x São Paulo: rivais contra o vexame



Continue Lendo