Ibra e Ronaldo fora da Copa?



Há no mundo um quarteto mágico. Kaká, Messi, Cristiano Ronaldo e Ibrahimovic são os jogadores mais valorizados do momento. Todos atuarão na nova temporada espanhola. Ou no Real Madrid ou no Barcelona. Dois para cada lado. Kaká e Ronaldo são merengues. Messi e Ibra são azul-grenás. A Espanha voltou a ser o polo, pelo menos por esse aspecto. A seleção espanhola é listada entre candidatas ao título mundial de 2010. O que seria inédito! Mas, contudo, porém, todavia…. Do quarteto mágico do futebol mundial, apenas um pode se considerar com os dois pés na Copa da África: Kaká. A classificação brasileira é certa. O argentino Messi sofre com a palidez da atual seleção alviceleste. As chances de obter a vaga ainda são boas, no entanto uma eliminação não é tratado como algo absurdo. Portugal cambaleia, e o fado eliminatório pode tocar a qualquer momento. A Suécia de Ibrahimovic também vai mal das pernas. E está na mesma chave portuguesa.

O fato é que a possibilidade de Ronaldo e Ibra não comparecerem ao torneio principal da bola é enorme. Isso não esvazia o Mundial, mas tira um pouco do charme. Na história há casos e mais casos de craques do momento que não participam da Copa. Ou porque seu país ficou no caminho eliminatório, ou porque simplesmente desertam da seleção. George Weah foi o melhor do mundo em 1995, quando atuava pelo Milan. Liberiano, nunca pôde defender seu país por razões óbvias. Samuel Eto’o cansou de arrebentar na Liga das Estrelas. Mas em 2006 Camarões não foi à Copa e ele a viu de casa, talvez em Iaoundé. E casos e mais casos.

Mas vamos torcer para que ao menos três desses quatro estejam na África do Sul. Parodiando filme de Billy Wilder, “quanto mais craques melhor”



MaisRecentes

Guttman, uma bela e vitoriosa trajetória



Continue Lendo

Palmeiras x São Paulo: rivais contra o vexame



Continue Lendo

Neymar, entre a guilhotina e ‘la vie en rose’



Continue Lendo