Convocação acertada de André Santos



Dunga chamou André Santos para defender a Seleção Brasileira nos jogos contra Uruguai e Paraguai, pelas Eliminatórias, e na disputa da Copa das Confederações. Convocação justa pelo desempenho do jogador corintiano. Ouvi muitos questionamentos, mas a pergunta que faço é: quais seriam as outras opções para o setor? Vamos lembrar que o outro convocado para a posição é Kléber, do Internacional, que há tempos joga um futebol de mediano para baixo. As qualidades de cruzamento que exibiu por muito tempo no Santos sumiram no próprio Peixe e ainda não reapareceram em Porto Alegre.

Outro nome que vinha sendo chamado é Marcelo, do Real Madrid, jogador que apoia bem mas é frágil na marcação. André sobe bem ao ataque, seja na diagonal ou indo à linha de fundo. E ainda é um a espécie de cão de guarda. Caso Dunga opte por utilizá-lo no time titular pode abolir de vez o sistema com dois volantes essencialmente marcadores (Gilberto Silva e Elano) e dar mais criatividade na saída de bola.

As laterais são há alguns anos um dos calcanhares-de-aquiles da Seleção. No Mundial de 2006 a esquerda abrigou Roberto Carlos, que já não era nem sombra do atleta que esteve nas Copas da França e do Japão/Coreia. Por isso não entendo a revolta de alguns com o chamamento de André Santos. Acho absolutamente compreensivel a convocação. Não morro de amores pelo Dunga, mas concordo com ele desta feita. Não estamos mais em tempos de Nilton Santos, Júnior ou Branco!!!



MaisRecentes

Cristiano Ronaldo, uma máquina de obstinação



Continue Lendo

As lições do ‘aspirante’ Carille no senso comum



Continue Lendo

Luxa vive um longo crepúsculo dos deuses



Continue Lendo