Dez jogos, dez escalações, e um argentino na briga



Em seu décimo jogo no comando do Santos, Enderson Moreira utilizou a décima escalação diferente. A variável na noite desta quinta-feira foi o argentino Patito na vaga de Robinho, que está na Seleção Brasileira. O que não mudou foi a maneira de o Peixe jogar. Com o bloqueio do Bahia no meio de campo, o Santos explorou os lados. A tática deu certo logo aos 10 minutos, quando Patito deu belo passe na cabeça de Damião, que abriu o placar e “resolveu” o questionamento sobre Enderson optar pelo argentino ao invés de Gabriel.

Quem não deixou dúvidas para o técnico santista foi Lucas Lima. O camisa 20 se portou com um verdadeiro maestro em campo. Mesmo sem dar assistências, comandou a transição entre meio e ataque com bons passes e viradas de jogo.

Enquanto Lucas, Geuvânio e Damião, que já conquistaram a confiança de Enderson, estavam mais tranquilos, Patito demonstrava que queria de qualquer jeito aproveitar a primeira chance como titular na equipe. E dedicação não faltou.

Escalado para atuar pelo lado esquerdo, vaga que é de Robinho, o argentino apareceu na direita, cruzou de pé esquerdo, que não é o seu melhor, chutou para o gol e incomodou bastante a defesa do Bahia.

Mas nem tudo foi fácil na vida do camisa 17. Depois de começar bem o jogo, Rodríguez errou alguns passes e não repetiu depois o bom desempenho do começo. Logo na metade da segunda etapa, Enderson colocou Gabigol em seu lugar.

Depois da saída de Patito, o Santos pouco criou e diminuiu o volume de jogo, mas conseguiu chegar à grande área em alguns lances. O adversário respondeu, acertou a trave, mas não balançou a rede.

Com o placar de 1 a 0, o Peixe consegue sua terceira vitória seguida e o técnico Enderson Moreira ganha mais um candidato na incessante briga por uma vaga no trio de ataque, que tem Leandro Damião, Robinho e Geuvânio como favoritos.



  • Bruno Costa

    O jogo mais difícil dessa sequência, acontece agora contra o Criciúma. Lá em Santa Catarina, vai ser uma pedreira, o Santos não costuma se dar bem. Se ganhar, pode ter certeza, que o time entra no G-4. Esse é o jogo chave, o Santos precisa ganhar, jogar bem. Porque a torcida deles vai inflamar, vão lotar, fazer pressão. O Enderson vem muito bem, acertando nas escalações. Esses gols que perderam ontem, se perder fora de casa, perde o jogo!!! Tem que aproveitar cada oportunidade!

  • Tri da América

    Seis pontos contra times da parte de baixo da tabela, não dá pra pensar em nada diferente se quiser algo mais!!!

  • Leandro

    Disse tudo Bruno Costa!!!

  • Boa Tarde,O Santos começa sempre bem, mais não está dando para assistir aos jogos, se você tem problema de coração era para ser de 5 ou 6 de tantos gols perdidos não é possivel eles terem o pé torto ou falta de posicionamento e termos que levar um sufoco no final, eles tem que lembrar que quem não faz normalmente toma e se continuasse o jogo logo logo levariamos o empate e depois é muito erro de passe, outra coisa o Enderson tem que conversar com Gabriel, eleestá entrando mau humorado e está perdendo gols que não perderia antes e ele tem que comprender que futebol é jogo Coletivo e um deve ajudar o outro e não querer aparecer e ontem se uma das bolas fosse entar e ele impedido só para aparecer tivesse posto o pé como fez já perderiamos esse gols (eles tem que ter mais inteligencia e treinar mais cruzamento e os atacantes a tentar se desmarcar.

  • Boa tarde, Amigos Santistas

    É lamentável a miopia ou teimosia do Sr.Enderson . Inventa rodízio entre Damião e Gabriel, alegando uma forma de estudar qual o mais conveniente ao time , para mais adiante fixar o melhor. Ora, é fácil perceber que o negócio ´q

  • Boa tarde, Amigos Santistas

    É lamentável a teimosia do Sr.Enderson . Inventa rodízio entre Damião e Gabriel, alegando uma forma de estudar qual o mais conveniente ao time , para adiante poder fixar o melhor. Ora, é fácil perceber que o negócio dele é agradar ao Comitê Indigesto, escalando o Damião e ao mesmo tempo, fazer o certo e atender o apelo dos torcedores que é, escalar o Gabriel. O problema é que o Brasileirão já está na reta final e não há mais tempo para experiências . Enquanto isso, a equipe flutua e continua apresentando os mesmos erros de sempre : – o de passe ( uma vergonha), o de entrosamento e principalmente , nas FINALIZAÇÕES . Concordo com a entrada do Patito, mas o mais importante é fixar o ataque que além do mais, está sendo prejudicado com a absurda intervenção, da Seleção ao requisitar, constantemente, o Robinho e o Alyson. Na reta final, precisamos da mesma sequencia de jogadores pois agora é tudo ou nada. Se Sr.Enderson não entender isso !…

  • Aldair

    Só entrei aqui pois tenho certeza que voces(criadores do blog)irão ler meu apelo.Por favor rapaziada,faça um manisfesto em favor de alguns meninos da vila que outros antigos técnicos destruiram sem sequer dar uma chance de jogo ,são eles:

    1 – Cristian (lateral direito) treinando separado várias convocações seleção de base
    2- Wesley Santos(lateral esquerdo) vi esse menino ainda nos juniores(time do Narciso) e vi ele jo
    gar muita bola e se entregar como poucos.(me parece que emprestaram pra Portuguesa Sant.
    3- Geovani (meia) baita jogador habilidoso,teve um entrave no começo de carreira e se transferiu
    para o Arsenal.Santos recorreu e ganhou a causa e ele teve que voltar,desde lá,foi tratado com
    desprezo e já li que não vão renovar o contrato dele.SAirá DE GRAÇA.
    4- Thiago Alves(atacante que joga pelas “beiradas” meio marrento mas com potencial,se tiver
    oportunidade dá pra fazer dinheiro depois.
    5- Dimba (centroavante)Toda vez que teve chance jogou bem e fez até gol.Nem sei que fim le
    vou.Dá pra fazer dinheiro assim como o Giva que está encostado.Pra que serve a base?

    • herrera

      VOcê vai e desculpar, mas acho que você não acompanha direito esses meninos:
      O Cristian, é mal jogador, nunca conseguiu se firmar, o Thiago ALvez foi bem na base, mas no profissional, arrebentou na estreia, contra o Bragantino, depois sumiu, O Dimba, nunca se firmou, do Geovani nada digo pois não o vi jogar muito.

  • NETUNO

    Vamos la peixe, temos que amanhã ganhar do Criciuma e depois do Bi-Campeão da Série B o Guarani da Capital, ai sim, entramos de vez na briga pelo Libertadores via Brasileirão. Vencer ou vencer.

  • NETUNO

    É peixe, tivemos uma mãozinha do Foguinho e do Guarani da Capital, temos que fazer nossa parte hoje. É vencer ou vencer hoje em Criciuma, para entrar de vez na briga pr chegar na Libertadores. Tem que suar sangue, colocar o coração no bico das chuteiras,vamos la peixe.
    Agora é a hora, tem que fazer acontecer.

MaisRecentes

Pensem no contrário da razão



Continue Lendo

O Santos real deu as caras e tirou o título do Santos hipotético



Continue Lendo

Escalação contra o Vasco diz mais sobre 2016 do que sobre o presente



Continue Lendo