Cenário propício para a reação. Mas se…



Não será um daqueles jogos duros de Copa do Brasil, nos quais se enfrenta não só o time adversário, mas também as más condições do gramado, a estrutura precária do estádio, a pressão dos torcedores rivais… Contra o Princesa do Solimões, nesta noite, na Arena da Amazônia, o Santos encontrará um cenário propício para iniciar uma reação após a perda do título paulista e o mau começo no Brasileiro.

Além de jogar num estádio da Copa excelente qualidade, o Peixe não deve ter muita dificuldades por conta da torcida rival. A expectativa é de que boa parte dos presentes na Arena vá para ver o duelo, não apoiar o Princesa, time do interior, sem muitos torcedores. O nível técnico do Tubarão, pelo que vi em dois treinos, também não é dos melhores. Tudo isso contribui para uma vitória tranquila do Alvinegro, que busca um triunfo por dois ou mais gols para eliminar o jogo da volta.

Na sequência, domingo, pelo Brasileiro, o Santos enfrentará o Figueirense, lanterna da competição, com três derrotas.

A tendência é que o Peixe engate duas vitórias e, enfim, se livre da crise que ameaça até o cargo do técnico Oswaldo de Oliveira. No entanto, qualquer tropeço nestes dois jogos pode ter o efeito contrário e aumentar ainda a turbulência. É melhor o time não pagar para ver o que pode acontecer…



  • Bom, não é segredo que no Santos falta um meia de armação e que na verdade não existe muitos por aí para comprar…dificilmente veremos o Diego ainda esse ano no Santos, pois mesmo perdendo já está bem valorizado, e deve ter mercado na Europa, vai depender também do momento do Santos, se o time estiver bem ou não, pois duvido que virá para o Santos ganhar menos e lutar pelo meio da tabela.

    Lucas Lima é um jogador médio, mas é muito novo e pode crescer bem ainda, potencial ele tem, mas tem que concorrer em crescimento com os meninos da Vila, principalmente Geovanio e Gabriel. Por ora, é nossa melhor (senão única) opção, acho que tem que começar a deixar o Sérginho no banco, e começar a ir colocando, esse sim, pode ser um grande meia.

    De resto, apesar do time não ser uma maravilha, se olharmos posição por posição nos clubes do Brasil, não tem nada muito melhor não. Gabriel rende muito como centroavante, mas o Leandro Damião pode se “segurar no time”, além de claro por conta do valor investido, porque as bolas não estão chegando como chegava no começo do ano. Thiago Ribeiro começa a ser candidato a frequentar o banco.

    Como a maioria, eu sou contra contratar “meias bocas”, mesmo o Rildo, que deu certo, é um cara que custa muito mais que um geovanio da vida…e é reserva..

    Com o nível do futebol brasileiro hoje, em um plantel com Edu Dracena, Cícero, Arouca e agora Lendro Damião, o resto pode ser composto da molecada mesmo, sem Davids Brás da vida..

    Só aceitaria no time um grande meia…

    Na verdade, não gosto nem de lembrar mas o Montijo encaixaria perfeitamente no time…

  • marcoa andrade

    Oswaldo, o Kleina já foi. Abre o olho!!!

  • Como se dizem: futebol às vezes tem seus dias das zebras. Porém, acontece quando o time está desmotivado, classificado ou entrar com salto alto. Agora, no momento do Santos é entrar com 220 volts. ligado, mordendo e sufocando adversário 90 minutos. É muita diferença de um time profissional com elenco caríssimo contra time praticamente semi-profissional sem nenhuma tradição. Tem que ser de goleada no mínimo. Sem nenhuma desculpa. Estamos entendidos, Sr. Osvaldo de Oliveira?

MaisRecentes

Pensem no contrário da razão



Continue Lendo

O Santos real deu as caras e tirou o título do Santos hipotético



Continue Lendo

Escalação contra o Vasco diz mais sobre 2016 do que sobre o presente



Continue Lendo