É preciso ter um meia



O Santos atuou algumas vezes sem um meio-campista de verdade neste Campeonato Paulista. Na maioria delas, como no clássico diante do São Paulo, a ausência de um armador comprometeu todo a filosofia ofensiva de Oswaldo de Oliveira. O time é maduro, agressivo, goleador, mas precisa de alguém para pensar o jogo. Só correria consegue vencer o Oeste, o Bragantino, o Mogi Mirim ou o Corinthians aos pedaços, mas enfrentará dificuldades sérias contra adversários bem protegidos.

Gabriel está se adaptando à função de jogar centralizado, apostando nos lançamentos em profundidade e na passagem dos laterais, mas claramente não é a dele. Na posição de camisa 10, é melhor que a maioria dos que estão por aí, mas ele é atacante, não é meia. Ele é o que recebe em velocidade, não o que lança. Ele é o que finaliza, não o que dá a assistência. Ele é o que conclui as jogadas, não o que as inicia. Utilizá-lo como meia é o desperdício de um dos melhores atacantes do futebol paulista e que, em poucos anos, será um dos grandes nomes do futebol brasileiro.

É preciso ter um meia. No exemplo que eu usei lá em cima, contra o São Paulo, saíram jogando Alan Santos, Arouca e Cícero, mais os três atacantes de sempre. Não deu outra: o time enfrentou uma seca incrível de criatividade. E isso não é raro! O Santos tem um bom time, mas só resolve na correria, não na jogada trabalhada. É preciso ter um meia para equilibrar a saída de bola às vezes torta dos volantes e zagueiros e ser o garçom da equipe.

Tudo isso para dizer que Lucas Lima está ganhando espaço e mostrando serviço na hora certa. Contra o Palmeiras deveria ser titular, como se fosse um teste para a fase final do Paulistão. O jogador não é nenhum craque, mas já provou ser útil na bola parada, ou quando há necessidade de prender a bola e mesmo nas tabelinhas de entrada de área. É uma opção que, nas condições normais do time de Oswaldo, o Santos não tem. E precisa ter.



  • Alberto

    Concordo plenamente. Precisamos de um meia a altura para substituir o Montillo, arrecadamos aproximadamente 20 milhões com sua venda e esse dinheiro deve ser reinvestido em um jogador para o nosso setor de criação. Dois jogadores que eu considero duas grandes opções são Cleiton Xavier e Giuliano, principalmente Giuliano que é mais novo e ainda pode chegar a seleção, na atual situação política da Ucrânia seria muito mais fácil tira-los de lá do que em condições normais.

  • Boa Noite, Acho que esse Lucas Lima poderá ser esse homem, mais desde que trouxeram o Ibson que falavam em Cleiton Xavier eu prefiria o Cleiton por jogar como meia armador, mais como sempre só trouxeram traste veio o Ibson, depois prometeram o Diego tinha certeza que não viria, como prometeram o Robinho esse anda sonho quando sair essa gente;Mais o Lucas Lima já deveria estar jogando, agora precisamos mesmo de momento já que não podemos contratar posicionar melhor a nossa defesa. Agora não podemos ficar nos iludindo com jogadores caros como o Giuliano (bem que eu gostaria) porque essa diretoria acabou com o dinheiro do clube, me parece que já estão querendo adiantar as cotas de 2015 da globo, não sei aonde vamos parar quem pegar vai sofrer.

  • Sempre que acreditamos nos jovens talentos nos demos bem, Somos o maior revelador de jovens talentos, principalmente no meio campo. O correto é utilizar o Paulistão como laboratório e ajustar o time para o Brasileiro. Existem jogadores na base que poderia muito bem estar sendo testado, Cidadine é um exemplo. Conhecida como uma fábrica de craques, as categorias de base do Santos FC carregam consigo uma magia natural que surpreende todos os amentes do futebol a cada safra de jogadores que é apresentada ao Universo da Bola. Berço de Pelé, Pepe, Coutinho, Clodoaldo, Edu, Diego, Robinho e Neymar, o Peixe busca a cada ano garimpar as melhores joias para brilhar nos gramados por onde o Clube jogar.

  • gerson

    A diretoria do Santos ta d brincadeira faz tempo, revelamos e vendemos um monte d jogador e eles falam q n tem dinheiro……..precisamos de um meia,um volante ,um zagueiro e um goleiro mas de alto nivel , nao essas porras q trazem……….nossa mulecada é boa d bola mas p o brasileiro precisamos d reforços

  • UBATUBARÃO

    LUCAS LIMA TITULAR E MAIS OPORTUNIDADES AO GAROTO SERGINHO. O LUCAS LIMA PODE SER O MAESTRO DO TIME E TEM FUTEBOL PRA ISSO ALÉM DA VONTADE E PERSONALIDADE. O GABRIEL É UM MEIA OFENSIVO FINALIZADOR ASSIM COMO O GEUVÂNIO. NESSES JOGOS, O OSWALDO TEM A OPORTUNIDADE DE COLOCAR ELE PRA DAR SEQUÊNCIA.
    NO BRASILEIRÃO, O SANTOS DEVE TRAZER UM MEIA EXPERIENTE E O CLEITON XAVIER É ÓTIMA PEDIDA. O GIULIANO É UM JOGADOR DE CARACTERÍSTICAS MAIS OFENSIVAS, MAS SERIA ÓTIMO PRO SANTOS. NA DEFESA, O SANTOS PROVAVELMENTE VAI TRAZER ESSE JOGADOR DA PENAPOLENSE QUE ELES NÃO REVELAM O NOME, SE NÃO PERDEREM. DEVEMOS LEMBRAR QUE A PENAPOLENSE FOI O ÚNICO TIME QUE VENCEU O SANTOS E VENCEU BONITO, POR ISSO ESSE ATLETA MERECE SER VALORIZADO.

    • pedro lopes

      Meu caro, UBA! Esses dois jogadores ai citados, simplesmente desapareceram no “regime político” daquele país. Precisamos ter um pouco mais de paciência e apoiarmos o SERGINHO E O LUCAS LIMA. O primeiro, uma promessa que precisamos dar estrutura para não “estragá-lo”, assim como foi com o CITADINI. O segundo, LUCAS LIMA, um pouco mais experiente, vai ser titular no brasileirão, é uma questão de tempo. O OSWALDO, que me surpreendeu, está fazendo todos os testes possíveis, para saber com quem poderá contar. O GABRIEL, que muitos ainda enchem o saco o chamando de “GABIGOL”, certamente vai ser atacante e não meia. E por fim, na minha humilde opinião, estamos servidos de jogadores em todos os setores e não precisamos contratar. Outra coisa, a maioria que comenta por aqui e em outros blogs, não param de cornetar a diretoria, chamando-a de corrupta e incompetente. Sou administrador e economista, à visão de quem não é do “mitier” é dar palpites sem conhecimento de causa. TENHO LIDO SEUS COMENTÁRIOS COM FREQUÊNCIA, POIS POR AQUI VOCÊ É O QUE MELHOR COMENTA. Doquinha deixou esse espaço virar um lixo. Abs. meu caro, estamos juntos nessa torcida.

  • sensato

    No dia em que jogamos contra os bambi não tínhamos um meia, pois bem, na época os bambi tinham Ganso e Jadson no elenco, com dois meias não conseguiram ganhar o jogo e tivemos boas chance no decorrer da partida, penso que esse negócio de um meia fazendo falta é meio balela!!!

  • spraiano

    Confio no trabalho do O.O. Ele vai conseguir criar um grande meia armador na base, podendo ser o Lucas Lima ou o Serginho ou os dois.

  • pedro lopes

    OPS! Em tempo: esse blog não é do Doquinha, aquele sim, está um lixo ao nível de certos “visitantes”!

  • UBATUBARÃO

    MEU CARO PEDRO LOPES. QUERO AGRADECER SEU ELOGIO E PARABENIZAR TAMBÉM PELOS SEUS COMENTÁRIOS MUITO PONTUAIS ALÉM DE BEM INFORMADO E ANTENADO COMO SEMPRE.
    EM RELAÇÃO AO BLOG DO DOQUINHA, ESSES ELEMENTOS QUE POSTAM IDIOTICES DEVERIAM SER CENSURADOS E O CURIOSO É QUE UM DIA FUI POSTAR LÁ NO BLOG DO TIÃO FIEL NA MANHÃ SEGUINTE DAQUELA GOLEADA CHAMANDO A GAMBAZADA PRA ACORDAR, POIS JÁ TINHA PASSADO DAS 5, TIVE MEU COMENTÁRIO CENSURADO. SÃO 2 PESOS E 2 MEDIDAS. POR ISSO NEM ENTRO MAIS LÁ PRA LER INUTILIDADES E O NEGÓCIO É PRESTIGIAR O NOSSO SANTOS SEMPRE SANTOS!!!

  • REALMENTE HOJE FICOU MAIS QUE PROVADO QUE SEM MEIA DE LIGAÇÃO,FICA MUITO DIFÍCIL CADENCIAR UM JOGO COMO O DE HOJE,SÓ CORRERIA,A BOLA BATIA E VOLTAVA,DE FRENTE COM UMA DEFESA QUE NUNCA FOMOS BONS,E HOJE COM DAVID BRAZ,PIOR AINDA.”OSVARDO”:ONDE ESTÁ O LUCAS LIMA,SERGINHO,OU ATÉ O CITADINNI?

  • cicero

    E so dar oportunidade.Lucas Lima é o cara.Mas precisamos arrumar esta defesa murgente,senão…

  • cicero

    E so dar oportunidade.Lucas Lima é o cara.Mas precisamos arrumar esta defesa murgente,senão…poderia ser o Citadini como opçao

  • Henrique Helio

    Aranha Cicinho Gustavo Henrique Jubal e Mena Arouca Alan Santos Cicero e Geovanio Gabriel e Stefano ,escale este time contra o Palmeira e golearemos ponto final.

MaisRecentes

Pensem no contrário da razão



Continue Lendo

O Santos real deu as caras e tirou o título do Santos hipotético



Continue Lendo

Escalação contra o Vasco diz mais sobre 2016 do que sobre o presente



Continue Lendo