Brasileiros em La Paz reforçam torcida pelo Peixe



Brasileiros presentes para apoiar o Santos (Crédito: Marcio Porto)

Se a grande maioria dos torcedores presentes no Hernando Siles para a partida será do The Strongest, o Santos não estará sozinho no embate. Além de parte de uma das torcidas organizadas, que deixou o Brasil já na segunda-feira, brasileiros que moram na capital boliviana também apoiarão o Peixe.

São estudantes de medicina que, assim como muitos outros estrangeiros, vem ao país para forma-se no curso, muito mais barato em relação ao Brasil. Renata Pontes, 21 anos, Mabeline Araújo, 21, Mel Rodrigues, 20, Gustavo José, 23, José João, 20, e Toni Salazar, 20, são um destes estrangeiros, que deixaram o país para construir o futuro na terra de Evo Morales.

Eles vieram de diversos lugares do Brasil e estão em La Paz a pelo menos um ano e meio. Gustavo José, o mais antigo da turma no país, prestes a se formar, já passou três anos e meio e quer voltar ao Brasil. Mas, antes, um tempinho para ver a equipe brasileira.

– Hoje somos todos Santos, independente para o time que torcemos no Brasil, vamos torcer pelo país – disse o acreano, que torce para o Rio Branco local.

Além de acompanhar os times brasileiros quando vêm a Bolívia, os estudantes dividem o tempo entra a universidade e as baladas e cassinos aos fins de semana. Para matar um pouco a saudade.

– É o que tem aqui pra gente. Estamos feliz, agora viemos ver o Neymarzão, lindo! – disse Mabeline.



MaisRecentes

Pensem no contrário da razão



Continue Lendo

O Santos real deu as caras e tirou o título do Santos hipotético



Continue Lendo

Escalação contra o Vasco diz mais sobre 2016 do que sobre o presente



Continue Lendo