Ganso ‘gasta’ a bola e se garante



Visão do Ganso feita pelo editor do LANCE! Maurício Oliveira.

Poucas vezes um jogador atuou tão pressionado como Ganso nesta quinta, em Assunção. Como jogar com a cabeça a prêmio, sabendo que uma possível eliminação na Libertadores pesaria sobre suas costas por causa do “sim” que ele havia dado para o rival Corinthians uma semana antes? – porque, talvez, ninguém lembraria que Neymar e Elano estavam suspensos por expulsões infantis no jogo anterior.

Seu primeiro lance, antes do segundo minuto do jogo, foi tipicamente Ganso: da intermediária, cobrou falta com o pé esquerdo e colocou a bola na cabeça de Durval, desmarcado, como se jogasse com as mães. O zagueiro cabeceou fraco. O lance, o primeiro de perigo no jogo, não faria a menor diferença para o resultado, mas podia indicar que Ganso não estava sentindo o peso.

“Podia indicar”, mas ele estava sentindo. O meia, definitivamente, não era o meia que o Brasil conhece – e que já fez Mano Menezes dizer que a Seleção não tem substituto para ele.

Mas, o.k., não era o mesmo Ganso mais porque voltou a jogar há pouco tempo depois de se recuperar da lesão no joelho esquerdo do que por outro motivo.

Acostumado a segurar a bola ou a acelerar o jogo para dar o ritmo que o Santos precisa, o meia não foi muito participativo no primeiro tempo: ficou 33 segundos com a bola, menos do que os dois laterais – Jonathan, o recordista, ficou 1’17! – e os três volantes, Adriano, Arouca e Danilo, este último autor de um golaço aos 11 minutos da partida.

O 1 a 0 para o Santos era perfeito, mas também perigoso. Ganso – cuja inteligência para entender um jogo é muito acima da média de companheiros e adversários – sabia disso, claro. E facilitou a vitória quando deu o bote em Formica, aos dois minutos do segundo tempo. Desarmou o pobre paraguaio e tocou para Maikon Leite, que substituíra Diogo, fazer o segundo gol – provavelmente, o da classificação.

O Cerro, enfim, percebeu que Ganso, mesmo sem ser o de sempre, continua sendo Ganso. Cardoso e Burgos se dividiram para bater no meia. O primeiro deu uma joelhada; o segundo acertou uma voadora nas pernas.

O camisa 10, então, fez o que costuma fazer. Passou a segurar a bola e a fazer o tempo passar.

No segundo tempo, ficou 46 segundos com a bola. E, com 1’19, terminou o jogo só atrás dos laterais Jonathan (1’57) e Léo (1’55).



  • sady portes

    NA MINHA HUMILDE OPINIÃO ACREDITO QUE O GANSO NAO FEZ MAIS QUE A OBRIGAÇÃO DELE JOGAR O QUE SABE, POIS QUEM PAGA O SALARIO DELE É O SANTOS E TODO FUNCIONARIO QUE RECEBE EM DIA TEM POR OBRIGAÇÃO CUMPRI SEU PAPEL SE ELE VAI SAIR OU NAO É OUTRA COISA MAS ENQUANTO TIVER VESTINDO O MANTO SAGRADO DO SANTOS TEM QUE ONRAR

  • luan_santista_roxo

    Ganso jogou pressionado e Muricy deu jeito nisso, se não fosse Muricy, para ajustar o time, taticamente e psicologicamente, o Santos teria perdido…

  • Claudio

    O erro do Ganso foi parar para ouvir o Marcelo Texeira, todos sabem que é ano de eleição e, coicidentemente os empresarios do camisa 10 são apoiadores da campanha de MT.
    Os motivos que levam os empresarios a apoia-lo é bem simples, a chance do Santos retirar a ação judicial que discute a porcentagem de direitos sobre o atleta, que foi “doado” na gestão anterior para DIS.
    Portanto, toda essa confusão sobre o Paulo Henrique é fruto do medo da DIS de perder 25% de direitos do jogador, quanto antes ele for embora, menor a chance do Santos ver esse dinheiro e maior o bolso dos empresarios.

  • Marco Mafra

    Parabéns Santos F.C. pelos 99 anos de História, glórias, títulos…
    Lindo presente à torcida alvi-negra praiana.

    “Calando” a boca de muita gente e de alguns meios de comunicação “interessados” em desestabilizar o time e a já delicada relação Santos e PH Ganso.

    Deixem para publicar informações e fatos qdo os mesmos estiverem firmados em papel.

    Abç, M

  • Célio Sousa

    Célio Sousa disse:
    15 de abril de 2011 às 10:16
    Aos supostos reservas: PARABÉNS pela atuação na vitória linda, convincente, inteligente e sem se envolver nas provocações dos adversários e a parcialidade do juiz.
    Eu disse que sem os iluminados CRAQUES o Santos poderia vencer a partida com cautela, ou seja, atento na defesa, valorizando o meio campo para evitar levar gols e que 1×0 seria de bom tamanho. Agora o que nos resta é dar aqulela manifestação de apoio, recebendo e saudando de pé os nossos supostos reservas guerreiros no domingo, na Vila mais famosa do mundo no jogo contra o Paulista. Estarei lá, isto é, se Deus permitir!

  • Pedro Gaino

    Boa tarde a todos! falar de um jogador como o craque Ganso, é muito fácil não é?… o cara é fera mesmo! joga com maestria, não quero aqui fazer comparações, mas não tem como não lembrar de jogadores do passado, com: Ademir da Guia, Dicá, Airton Lira, Zenon, Rivellino e outros néh, não falar do maior de todos, porque não cabe néh!.. o PELÉ! esse é covardia, mas seu estilo tranquilo, consciente, inteligente é algo que realmente impressiona! o cara é craque, será sem dúvida pegará a bola de “ouro” da FIFA por muitas vezes!… o testo à cima está correto, o cara gastou a bola!!! Agora, hô Ganso, tenho 53 anos, tenho idade pra ser seu Pai, posso te falar sobre isso, tenha um pouco de paciência, fique no nosso SANTOS um pouquinho mais, não faça o que estão noticiando por aí! vc é cria do clube mas famoso do mundo!!! seja campeão por algumas vezes aqui, depois vc sai, vc ainda é muito jovem, tem muito tempo pela frente, vc vai ser ovacionado lá fora, tenha certeza disso, mas por enquanto não meu filho! Há! pelo amor de Deus! não vá lá pro outro lado, (gambás), esquece isso!… se não voce terá sua imagem destruida com a torcida do SANTOS, ficará marcado negativamente pra sempre! pelo time que te abriu as portas. agradeço pela oportunidade!… abraço a todos!…

  • Adão Cicero Carvalho

    Parém de cornetarém a vida do ganso sabemos que ele não será um eterno,existiu somente um que se chama Edson Arantes do Nascimento(Pelé) Ganso é gênio; e craque, todos times europeus querém ter .
    Sabemos que é preciso se estabelecer financêiramente e isto irá acontecer quando ele decidir.
    Abraços todos Santistas.

MaisRecentes

Pensem no contrário da razão



Continue Lendo

O Santos real deu as caras e tirou o título do Santos hipotético



Continue Lendo

Escalação contra o Vasco diz mais sobre 2016 do que sobre o presente



Continue Lendo