COI sanciona o formato do surf nas Olimpíadas - Mundo Surf

COI sanciona o formato do surf nas Olimpíadas



O COI, Comitê Olímpico Internacional, aprovou como vai ser a participação do Surfe nas Olimpíadas de Tóquio em 2020. De uma maneira geral me agradou o formato decidido em comum acordo entre ISA e WSL e se as ondas ajudarem, vamos realmente ver o melhor de nosso esporte no Japão. O resultado final me pareceu técnico, justo, democrático, inteligente e enxuto. A prova deve ser disputada na praia de Chiba, que fica nos arredores da cidade. Desta forma muito provavelmente o Brasil terá representantes nas duas categorias.

Primeiramente teremos qualidade com a metade dos participantes classificados através dos rankings do circuito mundial profissional da WSL.  Enxuto por ser uma competição de apenas 40 competidores nos dois sexos. Universal por limitar um máximo de dois competidores por pais em cada gênero. Democrático e inteligente por abrir espaço e agregar valor aos Jogos Mundiais da ISA e da participação do surfe no Panamericano do Peru em 2019, garantindo assim pelo menos duas vagas para surfistas da Europa, África, Ásia, Oceania e das América.

Gabriel Medina pode representar o Brasil em Tóquio em 2020 Foto: WSL

 

Veja abaixo em ordem hierárquica como as vagas vão ser definidas:

Ranking mundial da WSL 2019 : Dez homens e oito mulheres melhores colocados
Jogos mundiais da ISA 2020 : Quatro homens e seis mulheres elegíveis de acordo com o limite por país.
Jogos Mundiais da ISA de 2019: Quatro homens e quatro mulheres melhores colocadas de cada continente (África, Ásia, Europa e Oceania)
Jogos Panamericanos do Peru de 2019 : Um homem e Uma mulher de acordo com o limite de cada país.
Vagas da nação anfitriã ( Japão ) : Um homem e Uma mulher, a menos que já tenha preenchido as hierarquias acima. Se os atletas do Japão se classificarem regularmente, seus vagas serão os surfistas elegíveis de maior classificação dos jogos mundiais da ISA de 2020


MaisRecentes

Uma nova ordem no surfe mundial



Continue Lendo

Filipe Toledo mostrou em Saquarema estar pronto para ser campeão mundial



Continue Lendo

Ondas perfeitas e previsíveis na ” WSL Founders Cup”



Continue Lendo