A Argentina na Bombonera: Trauma, estreia de Maradona e título sobre o Brasil



No próximo dia 21 de novembro, Argentina e Brasil se enfrentarão na Bombonera, em Buenos Aires, pela partida de volta válida pelo Superclássico das Américas. O jogo que acabou sendo adiado por falta de luz na cidade de Resistencia, no último dia 3 de outubro, acabou proporcionando um reencontro depois de 15 anos. Este é o período desde que a Albiceleste jogou pela última vez no estádio do Boca Juniors. O histórico campo foi palco de uma das maiores decepções do futebol argentino, a eliminação da Copa do Mundo de 1970, mas também viu a estreia de Maradona pela seleção em um amistoso em 1977. Até mesmo a Seleção Brasileira já passou pelo local, antes deste abrigar o atual estádio.

O trauma

Embora tenha perdido apenas dois jogos em 28 disputados no local, a Bombonera traz de volta a lembrança de um trauma. Foi lá que no dia 31 de agosto de 1969 a Argentina perdeu a vaga na Copa do Mundo de 1970 ao empatar em 2 a 2 com o Peru.

A seleção peruana, que era dirigida pelo brasileiro Didi, chegava àquela última rodada das Eliminatórias Sul-Americanas precisando de um empate para ir ao seu primeiro Mundial desde 1930. Já a Argentina tinha obrigação de vencer para forçar um jogo desempate em terreno neutro. Sendo assim, a Associação do Futebol Argentino (AFA) decidiu mandar o duelo para a Bombonera com a intenção de que a pressão da torcida no acanhado estádio pudesse jogar a favor.

Não deu certo, e ao fim a multidão que lotou o campo do Boca saiu calada. Julio Ramírez marcou o primeiro para o Peru aos 12 minutos do segundo tempo. Albrecht deu uma rápida esperança aos argentinos com a conversão de um pênalti aos 33 minutos. Porém dois minutos depois, o mesmo Ramírez recolocava o Peru em vantagem. O gol marcado por Rendo aos 42 minutos pouco adiantou. A vaga já estava perdida.

– Foi o gol mais triste da minha carreira, não o comemorei. Nunca vi tanta amargura em um vestiário, vários jogadores choravam e Pedernera (o técnico) fumava em um canto isolado sem pronunciar uma palavra. Foi uma decepção, porque era minha última oportunidade para jogar uma Copa do Mundo – disse mais tarde o autor do segundo gol argentino, Alberto Rendo.

A Argentina, dirigida por Aldolfo Pedernera, começou aquela partida com a seguinte formação: Cejas, Perfumo, Albrecht e Marzolini; Rulli, Brindisi, Pachamé e Marcos; Yazalde e Tarabini.

O Peru, do brasileiro Didi, tinha iniciado com Rubiños, Campos, La Torre, Chumpitaz e Risco; Challe, Cruzado, Baylón e León; Cubillas e Ramírez.

A estreia de Maradona

A Bombonera foi palco de vários amistosos preparatórios para a seleção argentina que iria disputar a Copa do Mundo de 1978 em casa. O time de César Luis Menotti fez uma sequência de 12 amistosos no estádio entre 1977 e 1978. O primeiro deles, em 27 de fevereiro de 1977, foi especial pois marcou a estreia de Diego Maradona com a camisa albiceleste.

O adversário era a Hungria, que estaria na Copa do Mundo do ano seguinte, e a Argentina goleou por 5 a 1 com três gols de Bertoni e dois de Luque. Ambos estariam na seleção que seria campeã mundial dali a um ano. Maradona, que contava 16 anos, entrou no segundo tempo no lugar de Luque.

Mesmo sendo constantemente convocado para os amistosos, Maradona acabou cortado por Menotti da lista final que disputou a Copa de 78.

O Brasil na Bombonera

Não será a primeira vez que o bairro portenho de La Boca receberá uma partida da Seleção Brasileira. Na época o terreno onde hoje fica a Bombonera era ocupado por outro estádio, muito menor e com arquibancadas e tribunas de madeira.

No Natal de 1925 brasileiros e argentinos decidiram o título do Campeonato Sul-Americano, a atual Copa América. Houve empate em 2 a 2 e a Argentina ficou com a taça em uma partida cercada de polêmica e confusões. O Brasil chegou a estar vencendo por 2 a 0, gols de Friedenreich e Nilo. Quando Friedenreich recebeu em condições de marcar o terceiro gol, o zagueiro argentino Muttis lhe derrubou por trás. O atacante brasileiro se levantou e revidou a agressão com um pontapé. Foi o suficiente para uma pancadaria generalizada se espalhar pelo campo.

Contando com a complacência da polícia argentina, torcedores invadiram o campo e se envolveram na briga contra os jogadores brasileiros. Com os ânimos um pouco mais “acalmados” o jogo prosseguiu. Porém, psicologicamente abalado, o Brasil cedeu o empate com gols de Cerotti e Seoane. O jogo causou uma reação até mesmo do Palácio do Itamaraty, que enviou um protesto formal ao governo argentino. Além disso a Confederação Brasileira de Deportos (CBD) não enviaria seleções aos próximos torneios sul-americanos.

Antes da polêmica final o Brasil já havia feito uma partida no local. Venceu o Paraguai por 3 a 1 pelo mesmo Campeonato Sul-Americano de 1925.

A última vez

A última vez da Argentina na Bombonera foi no dia 16 de novembro de 1997. O adversário na ocasião era a Colômbia, em jogo válido pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 1998. O resultado foi um empate em 1 a 1 e o gol argentino foi anotado pelo zagueiro Fernando Cáceres. Curiosamente este foi o único tento dele com a camisa da seleção. Valderrama marcou para os colombianos.

Lista dos jogos da Argentina na Bombonera:

09/07/1925 – Argentina 1 x 1 Paraguai – Amistoso
29/11/1925 – Argentina 2 x 0 Paraguai – Campeonato Sul-Americano
20/12/1925 – Argentina 3 x 1 Paraguai – Campeonato Sul-Americano
25/12/1925 – Argentina 2 x 2 Brasil – Campeonato Sul-Americano
29/05/1926 – Argentina 2 x 1 Paraguai – Amistoso
09/01/1937 – Argentina 6 x 1 Paraguai – Campeonato Sul-Americano
14/11/1956 – Argentina 2 x 2 Uruguai – Amistoso
20/10/1957 – Argentina 4 x 0 Chile – Eliminatórias para a Copa do Mundo
24/08/1969 – Argentina 1 x 0 Bolívia – Eliminatórias para a Copa do Mundo
31/08/1969 – Argentina 2 x 2 Peru – Eliminatórias para a Copa do Mundo
08/01/1971 – Argentina 3 x 4 França – Amistoso
27/07/1973 – Argentina 3 x 1 Peru – Amistoso
09/09/1973 – Argentina 4 x 0 Bolívia – Eliminatórias para a Copa do Mundo
07/10/1973 – Argentina 3 x 1 Paraguai – Eliminatórias para a Copa do Mundo
27/02/1977 – Argentina 5 x 1 Hungria – Amistoso
29/05/1977 – Argentina 3 x 1 Polônia – Amistoso
05/06/1977 – Argentina 1 x 3 Alemanha Ocidental – Amistoso
12/06/1977 – Argentina 1 x 1 Inglaterra – Amistoso
18/06/1977 – Argentina 1 x 1 Escócia – Amistoso
25/06/1977 – Argentina 0 x 0 França – Amistoso
24/08/1977 – Argentina 2 x 1 Paraguai – Amistoso
19/03/1978 – Argentina 2 x 1 Peru – Amistoso
29/03/1978 – Argentina 3 x 1 Bulgária – Amistoso
05/04/1978 – Argentina 2 x 0 Romênia – Amistoso
19/04/1978 – Argentina 3 x 1 Irlanda – Amistoso
03/05/1978 – Argentina 3 x 0 Uruguai – Amistoso
26/11/1992 – Argentina 2 x 0 Polônia – Amistoso
16/11/1997 – Argentina 1 x 1 Colômbia – Eliminatórias para a Copa do Mundo



  • André Nunes

    A Argentina só joga contra o Paraguai na Bombonera e sempre que pega uma seleção com tradição ou perde ou empata

MaisRecentes

Pique vira inspiração para empresa de cerveja de Barcelona



Continue Lendo

O lado bom (para o futebol) da saída do Reino Unido da União Europeia



Continue Lendo

Liverpool x Sevilla: algumas curiosidades da final da Liga Europa



Continue Lendo