Portugal pode surpreender a Espanha na Eurocopa?



Será que as semifinais da Eurocopa poderão trazer alguma surpresa? A maioria das pessoas espera uma decisão entre Espanha e Alemanha, consideradas as duas melhores seleções não apenas da Europa, mas também do mundo. Mas é bom sempre lembrar que os oponentes contam com, talvez, os dois destaques individuais desta competição: Cristiano Ronaldo, pelo lado português, e Pirlo, da Itália (mas o post sobre o jogo de quinta-feira virá apenas na quarta).

Além do mais, o futebol sempre prega algumas surpresas. Temos exemplos bem próximos. Nas semifinais da Liga dos Campeões, quando poucos apostavam nos sucessos de Chelsea contra o Barcelona, e do Bayern de Munique frente ao Real Madrid. E depois, o favorito vinha da Alemanha, e foi derrotado pela equipe inglesa, que era quase um patinho feio.

Analisando as seleções, Portugal foi crescendo ao longo da competição. Nos amistosos antes da Eurocopa (empate com Macedônia e derrota contra a Turquia) e nas duas primeiras partidas (derrota com a Alemanha e vitória sobre a Dinamarca), a equipe ainda mostrava desorganização e nenhuma consistência no meio. O grande mérito de Paulo Bento foi acreditar em sua escalação, e manteve os mesmos 11 jogadores nas quatro primeiras partidas (vai ser obrigado a mudar agora, já que Postiga está machucado. Hugo Almeida deve ser o substituto).

Conseguiu que Miguel Veloso e Raul Meireles se entendessem bem, e João Moutinho sentiu-se bem mais à vontade para distribuir o jogo. A organização e a consistência vieram. Com elas chegaram as boas atuações de Cristiano Ronaldo, que parece ter estreado na Euro apenas contra a Holanda, e fez dois jogos de almanaque, um contra a própria Laranja Mecânica, e nas quartas de final, quando pegou a República Tcheca. Não será surpresa se vencer a Espanha nesta semifinal. A Fúria, aliás, que ainda não empolgou.

Dificilmente vai se repetir o que aconteceu no amistoso de 2010, quando Portugal goleou por 4 a 0 (e eu tive a sorte de estar nesse jogo e presenciar um dos gols mais bonitos que vi na minha vida, de Cristiano Ronaldo, pena que foi anulado) no Estádio da Luz. Vicente del Bosque vai precisar muito da dupla formada por Xavi e Iniesta, e Torres pode ser a surpresa na frente, já que a opção por Fàbregas como centroavante não tem sido muito efetiva.

Pode pesar para a Espanha a experiência em jogos decisivos, e o grande entrosamento que existe. A equipe é praticamente uma mistura de Real Madrid e Barcelona (claro, sem os dois melhores jogadores de cada clube, por acaso um deles será rival). Silva tem sido uma boa válvula de escape, a defesa está sólida, Xabi Alonso tem dado uma boa sustentação na proteção e na saída de bola, ao lado de Busquets. A consistência ainda é o forte dessa equipe.

Dificilmente será uma partida entendiante, as duas equipes precisarão sair para o jogo. Se Portugal ficar na defesa, vai ser sufocado e se tornará presa fácil. Mas se resolver se impor, espelhando-se um pouco na Itália, naquela primeira rodada, poderá sair vitoriosa.

E vocês? Acham que Portugal pode surpreender?



  • Claro.A roja vence,mas não convence.Portugal é limitado,mas está organizado e conta com a ”mais-valia” da Euro:Cristiano Ronaldo.Os Quinas vencerão e arrancarão para o título.Vamos,CR7! Força,Portugal!!!

MaisRecentes

Pique vira inspiração para empresa de cerveja de Barcelona



Continue Lendo

O lado bom (para o futebol) da saída do Reino Unido da União Europeia



Continue Lendo

Liverpool x Sevilla: algumas curiosidades da final da Liga Europa



Continue Lendo