Geração holandesa em xeque?



A eliminação na Eurocopa pode ser um sério sinal de alerta para a Holanda. A equipe atual representa uma geração em que os jogadores são vitoriosos em seus clubes, estão com a camisa laranja há algum tempo, mas ainda não conseguiram uma conquista sequer.

A geração atual começou com o fim de outra. Após a ausência na Copa do Mundo de 2002 e da saída Euro de 2004 contra Portugal (que viria a ser uma asa negra da Holanda nos anos seguintes), alguns jogadores como Davids, Seedorf, Stam e os irmãos de Boer deixaram a seleção, além de outros que saíram um pouco antes, como Overmars e Bergkamp.

E então chegaram as joias laranjas: Sneijder, Robben, Van Persie, Van der Vaart, N. de Jong, Heitinga, Mathijsen, Afellay… E estavam sob as mãos de Marco Van Basten, que chegou para fazer esta renovação. Ainda jovens, tiveram uma eliminação traumatizante, outra vez contra Portugal, em 2006, na famosa “Batalha de Nuremberg”, e outra para a Rússia em 2008, depois de ter feito uma fase de grupos espetacular, com duas goleadas sobre Itália e França.

Kuyt lamenta eliminação contra Portugal em 2006 (Foto: Michael-Dalder / Reuters)

O auge seria na Copa de 2010, na África do Sul, já com Bert van Marwijk como técnico. Todos os jogadores principais já vinham com pelo menos duas competições importantes nas costas, e estavam entre os 25 e 28 anos, idade considerada perfeita para o atleta de futebol. Final da competição alcançada, e nova derrota, desta vez para a Espanha.

Na Euro deste ano era uma das favoritas, ao lado da Espanha e da Alemanha. No Grupo da Morte, saiu sem um ponto sequer, e mais uma vez, foi eliminada após derrota contra Portugal. Será este o fim de uma geração que tinha tudo para ser vitoriosa?

Van Bommel, o mais velho e genro do treinador, já disse que está fora da seleção. Em 2014 ele terá 37 anos, ok. Mas e os outros? Aos poucos, a idade vai começar a pesar e a geração vai envelhecer. Na altura da Copa do Mundo no Brasil, os principais jogadores terão: Stekelenbug (31 anos), Heitinga (30), N. de Jong (29), Robben (30), Sneijder (30), Afellay (28), Van Persie (30), Van der Vaart (31), Huntelaar (30) e Kuyt (33).

O único sopro de renovação nesta Eurocopa foi o lateral-esquerdo Willems, do PSV. Na verdade até demais, ele tornou-se o jogador mais jovem a atuar nesta competição, superando o belga Scifo. Mas não foi bem. O banco de reservas ainda contava com o volante Strootman, que aos 22 anos, já é capitão do clube de Eindhoven (cargo que deve perder para Van Bommel, recém-contratado).

Sneijder não brilhou como em 2010 (Foto: Filippo Monteforte / AFP)

Talvez já seja hora de a Holanda começar a se mexer, pois se nada for feito, é mais capaz que 2014 seja mais parecido com 2012 do que com 2010 ou até 1988, quando levaram a Eurocopa, único título da Laranja Mecânica. Pelo menos, a presença no Brasil deve se confirmar, já que a Holanda está no Grupo D das Eliminatórias, ao lado de Turquia, Hungria, Romênia, Estônia e Andorra.



  • Rodrigo

    Chegou meu assunto preferido, a seleçao da Holanda.
    Eu moro na Holanda desde 2004, portanto vi essa seleçao despontar. eles sao tratados como deuses aqui. Eu discordo, sempre discordei.
    acho uma seleçao fraca. desde sempre. o time nao tem um atacante desde que Van Nilsterooy se aposentou. Van Persie nao faz gol, so pelo Arsenal. Huntelaar nao joga. Robben esqueceu como jogar futebol. o unico ali que ainda arrasta alguma coisa é o Snijder. a ultima competiçao que eles jogaram bem, foi a eurocopa passada. isso porque Robben vinha bem (tinha 26 anos e muito mais gaz). o resto era meia bomba. mas como o nivel do futebol mundial caiu muito, desde 94 quando ganhamos uma copa do mundo de presente, me cite uma seleçao que realmente jogou muito bem? dei uma seleçao meia bomba se destaca. Dai alguem vai falar, mas eles foram finalistas da copa do mundo. vc assistiu aos jogos da copa? lembra que dos 6 jogos que eles ganharam, 5 foram com um gol contra, inclusive aquele jogo bizarro contra o Brasil, que até hoje crucificam o Dunga, mas o Brasil dominou 70 minutos de jogo, e nao ganhou por uma defesa espetacular do Stekelemburg num chute do Kaka. que se aquela bola entra, era dois a zero e nao haveria bananada na defesa que estragasse o resultado. nao entrou, felipe melo, bananada, dunga é burro. que acredita nisso nao entende nada de futebol. e quem apostou nessa equipe tambem nao.

    quando a competiçao começou eu disse, a Holanda nao passa. me chamavam de louco. quando a dinamarca fez o gol, eu disse, a holanda acaba de ser eliminada. me diziam que haviam mais dois jogos. a Holanda vai ao Brasil em 2014 porque em Eliminatorias, se joga com Andorra e nao com Portugal e Alemanha, como é na Eurocopa. e vai fazer figuraçao, de novo.

  • haghios

    A Seleção Holandesa Ganhou do Brasil na Copa 2010…. pensou que com isto era IMBATÍVEL…. na Verdade era uma Seleção Previsível… Tirando o Schanaider que joga na Inter de Milão … que as vezes joga um bom Futebol .. o resto é uma Seleção de Nível Baixo … aliás … o único holandês.. que joga uma Barbaridade é o Seedorf .. mesmo com os seus 37-38 anos… e o tal de Roben então é um Tremendo 171 … Não Joga Nada…. é um Cai-Cai … danado …. No Bayer Munick ele joga .. por que o Time é Bom ….

  • O seu texto disse quase tudo: uma Seleção com um futebol vistoso (hoje em dia, nem tanto) sem resultados (apenas uma Eurocopa o que, convenhamos, é muito pouco). Trata-se de uma bela peça de Marketing, que sobrevive devido à geração de 1974 (que também não foi campeã mundial).

MaisRecentes

Pique vira inspiração para empresa de cerveja de Barcelona



Continue Lendo

O lado bom (para o futebol) da saída do Reino Unido da União Europeia



Continue Lendo

Liverpool x Sevilla: algumas curiosidades da final da Liga Europa



Continue Lendo