Próximo desafio de Messi: Ser o maior artilheiro da seleção argentina



Messi já está na história como o maior artilheiro do Barça em todos os tempos. Mas ainda falta ao argentino ser o maior artilheiro de sua seleção na história. Meta que o ajudaria a sepultar a desconfiança em torno de seu rendimento com a celeste e branca.

O objetivo é provável. Embora seja criticado até por seus compatriotas por não apresentar o mesmo futebol do Barça na seleção, Messi é o quinto maior artilheiro da Argentina. A impressão de que Messi não é tão efetivo na seleção se deve a sua baixa média de gols. O maior goleador hermano é Batistuta, com 56 gols em 78 jogos, média de 0,71. Com quatro partidas a menos, o camisa 10 do Barcelona balançou as redes em 22 oportunidades, média de 0,32. A menor do Top 5. Se a média atual for mantida, Messi ainda demoraria aproxidamente oito anos para superar Batistuta. O intervalo de tempo pode ser menor, caso Messi aumente sua média de gols. Algo provável.

Nos últimos cinco jogos pela seleção, Messi marcou cinco vezes. Nessa toada ele levaria dois anos e meio para bater o recorde.

Objetivo: Maradona

Terceiro maior artilheiro da seleção argentina em todos os tempos, Maradona tem 34 gols em 91 jogos. A média do Pibe é de 0,37, bem parecida com a de Messi. Mantida a tendência, Messi deve superá-lo em aproximadamente um ano.

Com a Palavra
Carlos Carpaneto, editor do “Olé” (ARG)

Messi será o maior artilheiro da história da seleção argentina. Creio que ultrapassará Batistuta em menos de oito anos por causa de sua crescente média de gols. A situação é a mesma de quando passou César. Messi foi encurtando o tempo a medida que sua capacidade goleadora foi sendo aprimorada. O mesmo ocorre no caso da seleção argentina. Além disso joga a favor de Messi o fato dele atuar em todos os jogos, durante os 90 minutos. É um atleta que praticamente não se lesiona e tem uma recuperação fantástica de um jogo a outro.

Se ultrapassar Maradona e Batistuta para ser o maior artilheiro da história da seleção argentina é algo bastante provável, se tornar o maior marcador de um clube em todos os tempos é tarefa bem mais complicada para Messi.

O recordista é Pelé, que anotou 1.088 gols com a camisa do Santos. Messi tem 234 pelo Barcelona, e é o maior artilheiro da história do clube catalão.

A média de gols do Rei do Futebol pelo Peixe foi de 0,97. Pelo Barça, La Pulga tem 0,74. Um total de 854 tentos separam um e outro.

Com a média histórica atual de Messi, o argentino teria de jogar pelo menos mais 21 anos para se igualar a Pelé. Levando-se em conta que o Barcelona faz em média 53 partidas por temporada.

Porém se utilizarmos como parâmetro a média da temporada atual de Messi, tal período de tempo é reduzido consideravelmente.

Hoje o camisa 10 blaugrana tem média de 1,2 gol por jogo (54 tentos em 45 partidas). Dessa forma seriam necessários 13 anos e meio para que alcance os 1.088 gols. Teria de jogar até os 37 anos. Difícil?



  • andre dias

    10 maiores artilheiros de todos os tempos
    10 maiores artilheiros de todos os tempos

    Preparei uma lista, com dados da FIFA, contendo os 10 maiores artilheiros de todos os tempos, confira abaixo:

    10º Colocado – James McGory – Escócia – 550 Gols

    Foi um jogador de futebol escocês. Em toda sua carreira ele só atuou pelo Celtic, e é considerado por muitos um dos maiores jogadores do Celtic de todos os tempos. Embora a sua estatura fosse de apenas 1,67m foi apelidado a “sereia” pela sua habilidade no jogo de cabeça. Na sua carreira marcou 550 golos, um feito único no futebol inglês.

    9º Colocado – Flávio – Brasil – 591 Gols

    Foi um centroavante artilheiro, goleador de diversas competições: Campeonato Paulista (1967), Campeonato Carioca (1969 e 1970), Campeonato Brasileiro (1975) e Campeonato Gaúcho (1977). Também atuou na Seleção Brasileira em 18 partidas, fazendo oito gols.

    8º Colocado – Puskas – Hungria – 689 Gols

    Ferenc Puskás Biró foi um futebolista húngaro, considerado um dos melhores do século XX. Celebrizou-se como o líder da Seleção Húngara que fez história na primeira metade da década de 1950, quando seu elenco ficou conhecido como “os mágicos magiares”. Puskás morreu em 2006.

    7º Colocado – Di Stéfano – Argentina – 712 Gols

    Alfredo di Stéfano Laulhé é um ex-futebolista argentino, que, além de ter jogado pelo país natal, jogou também pela Colômbia e pela Espanha. Quando pequeno, sonhava em jogar no Club Almagro, que era seu time de coração, fazer história por lá e se consagrar na Europa.

    6º Colocado – Roberto Dinamite – Brasil – 748 Gols

    Grande ídolo do Vasco pelos torcedores, e é considerado o maior goleador da história do clube. É também o jogador com maior número de gols na história do Campeonato Brasileiro (190) e do Campeonato Carioca (279). Considerado pela IFFHS o quinto maior goleador do futebol mundial em campeonatos nacionais de primeira divisão, com 470 gols em 758 jogos.

    5º Colocado – Zico – Brasil – 815 Gols

    Um dos maiores, se não o maior ídolo da história do Flamengo. Protagonizou grandes títulos pela equipe com maior número de torcedores no Brasil. É considerado por muitos especialistas, profissionais do esporte e, em especial, pelos torcedores do Flamengo, o maior jogador brasileiro da história do clube e o maior futebolista brasileiro desde Pelé, foi apelidado de Pelé Branco.

    4º Colocado – Túlio Maravilha – Brasil – 900 Gols

    É o único da lista que ainda está em atividade. Conhecido pelos seus inúmeros gols, artilharias, recordes, entre outros fatos marcantes em sua carreira. Joga futebol desde 1987 e é o maior artilheiro do mundo em atividade no futebol.

    3º Colocado – Romário – Brasil – 1002 Gols

    Todo mundo conhece o Baixinho… Foi um grande jogador de futebol e se destacou por todos os clubes que passou, seu estilo veloz confundia a zaga adversária e, assim acumulou mais de 1000 gols pela carreira, um fato e tanto.

    2º Colocado – Pelé – Brasil – 1283 Gols

    O Rei, simplesmente o melhor jogador de futebol de todos os tempos, Recebeu o título de Atleta do Século de todos os esportes em 15 de maio de 1981, eleito pelo jornal francês L’Equipe. No fim de 1999, o Comitê Olímpico Internacional, após uma votação internacional entre todos os Comitês Olímpicos Nacionais associados, também elegeu Pelé o “Atleta do Século”. A FIFA também o elegeu, em 2000, numa votação feita por renomados ex-atletas e ex-treinadores como o Jogador de Futebol do Século XX. Não há dúvidas de que foi, e sempre será o melhor jogador de futebol de todos os tempos.

    1º Colocado – Arthur Friedenreich – Brasil – 1329 Gols

    Enfim, o primeiro colocado da lista, Arthur foi um futebolista brasileiro. Apelidado “El Tigre” ou “Fried”, foi a primeira grande estrela do futebol brasileiro na época amadora, que durou até 1933. Filho de um comerciante alemão e de uma lavadeira negra brasileira, Arthur Friedenreich nasceu no bairro da Luz, em São Paulo, e aprendeu a jogar bola com bexiga de boi. Poucos anos depois de Charles Miller chegar ao país, em 1894, trazendo o futebol como novidade, o Brasil revelou seu primeiro ídolo. Hoje em dia, são poucos aqueles que viram Friedenreich brilhar nas décadas de 1910, 1920 e 1930.

  • Na foto de Gols por time eu encontrei uma “Falta”, não consta Romario.

    Romario- Vasco da Gama – 325 gols

MaisRecentes

Pique vira inspiração para empresa de cerveja de Barcelona



Continue Lendo

O lado bom (para o futebol) da saída do Reino Unido da União Europeia



Continue Lendo

Liverpool x Sevilla: algumas curiosidades da final da Liga Europa



Continue Lendo