Maradona marca gol em festa de ditador



O ditador da Chechênia, Ramzan Kadyrov, continua utilizando o futebol para se promover. Dessa vez ele organizou uma grande festa para inaugurar o novo estádio da capital Grozny.

O jogo teve a presença de craques do passado como os franceses Barthez, Amoros, Papin e Boghossian, o italiano Baresi, o português Figo, os ingleses McManaman e Robbie Fowler, o uruguaio Francescoli, o chileno Zamorano, além de Maradona. Mesmo acima do peso, o argentino conseguiu marcar um gol de falta.

O novo estádio recebeu o nome de  Akhmat Kadyrov, pai de Ramzan Kadyrov e antigo líder checheno, morto em 2004, em um atentado no antigo estádio de Grozny. Ainda neste ano, Kadyrov organizou uma partida com a presença de jogadores da Seleção Brasileira de 1994.

A Chechênia é uma região pertencente à Rússia, localizada no Cáucaso. Embora fazendo parte da Federação Russa, o lugar tem o status de República Autônoma.



MaisRecentes

Pique vira inspiração para empresa de cerveja de Barcelona



Continue Lendo

O lado bom (para o futebol) da saída do Reino Unido da União Europeia



Continue Lendo

Liverpool x Sevilla: algumas curiosidades da final da Liga Europa



Continue Lendo